close
Vômito

Gastroenterite canina: veterinária explica as características, sintomas e tratamento da doença

Cachorro vomitando e com diarreia são sintomas da gastroenterite canina, doença que afeta o sistema digestivo
Cachorro vomitando e com diarreia são sintomas da gastroenterite canina, doença que afeta o sistema digestivo

Um cachorro vomitando e com diarreia pode ser sintoma de muitas doenças que afetam a saúde do cão: a gastroenterite em cachorro é uma delas. Essa patologia acomete todo o trato digestivo inferior do animal e pode ser causada por diversos fatores, como vírus, bactérias ou até mesmo intoxicação. Essa é uma doença que causa no cachorro vômito, diarreia, falta de apetite e apatia. No entanto, quando detectada cedo, ela pode ser tratada facilmente. Em alguns casos, pode até mesmo ser prevenida. Por isso, é importante ficar atento ao cachorro com diarreia e vomitando. Para entender mais sobre a gastroenterite canina, o Patas da Casa conversou com a veterinária Débora Nunes, do Rio de Janeiro. Vem ver o que ela nos contou!

Quais são os tipos de gastroenterite em cachorro?

A gastroenterite em cachorro é uma doença que pode se apresentar de diversas maneiras no animal. Vômito e diarreia em cachorro são as principais características da patologia e, normalmente, acontecem juntas. Porém, em alguns casos de gastroenterite, cachorro pode apresentar apenas um dos sintomas de maneira isolada. No geral, existem dois tipos de gastroenterite em cães: aguda (que surge de repente e geralmente desaparece sozinha) ou crônica (que pode durar de semanas a anos e vai se agravando até receber o tratamento).

Entenda como a gastroenterite canina se desenvolve no corpo do cachorro

Dentre as doenças que afetam o sistema digestivo do cachorro, a gastroenterite canina acomete o trato digestivo inferior. Ela causa uma inflamação nos órgãos da região, como estômago e intestinos. A gastroenterite em cães dificulta a absorção adequada dos alimentos, resultando nos sintomas clássicos de diarreia e vômito em cachorro. A origem da gastroenterite em cães é variada, já que qualquer coisa que altere o aparelho digestivo pode levar ao quadro. “A gastroenterite canina tem várias etiologias: pode ser viral, bacteriana e até mesmo por intoxicação ou inflamatória. A parvovirose canina é um tipo de gastroenterite hemorrágica em cães viral que pode ser evitada com a simples vacinação correta estipulada pelo médico veterinário de confiança”, explica Débora. Dentre as causas da gastroenterite canina mais comuns estão:

  • Infecção bacteriana
  • Infecção parasitária
  • Intoxicação
  • Ingestão de alimentos estragados ou crus
  • Obstrução intestinal

Gastroenterite em cachorro: vômito, diarreia, falta de apetite e fezes com sangue são alguns sintomas

Os sintomas da gastroenterite em cachorro não demoram a aparecer no animal depois de infectado ou intoxicado: “Os sintomas da doença geralmente podem começar com um simples quadro de vômito, tendo evolução para diarreia (podendo ter cheiro fétido ou não)”, conta Débora. Além do cachorro com diarreia e vômito, o animal também pode ficar mais apático, abatido, com falta de apetite e desidratado, como consequência da diarreia em cachorro. Na gastroenterite canina, as fezes costumam ser moles, com aspecto úmido e coloração escura. Em alguns casos, é possível encontrar sangue nas fezes. O cachorro com diarreia e vomitando frequentemente precisa de tratamento rápido para evitar desidratação. Os sintomas mais comuns da gastroenterite em cães são:

  • Vômito
  • Diarreia
  • Apatia
  • Falta de apetite
  • Desidratação

O que é a gastroenterite hemorrágica em cães e quais os riscos?

A gastroenterite hemorrágica em cães é o nome que se dá quando existe a presença de sangue nas fezes. Isso acontece quando a inflamação atinge a mucosa dos órgãos de forma mais agressiva, causando sangramento na região. As causas da gastroenterite hemorrágica em cães podem ser as mesmas da gastroenterite canina sem sangramento. Porém, a mais comum é a causada pelo vírus da parvovirose. Esse é um dos tipos mais graves da doença, por conta de sua rápida evolução e alta taxa de letalidade. O cachorro com vômito e diarreia nesses casos apresenta fezes misturadas com sangue vermelho brilhante e aspecto mais gelatinoso. Essa doença acomete principalmente os filhotes de cachorro não vacinados. Portanto, ao ver um filhote com diarreia e vômito e notar a presença de sangue nas fezes é fundamental levar ao veterinário imediatamente.

Faça o teste e descubra qual a personalidade dominante do seu gato!

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Como seu gato reage com a chegada de visitas em casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você está pensando em adotar mais um gatinho. Qual seria a reação do seu felino?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você precisa levar seu gato ao veterinário e na fila ele encontra outro felino. Como ele reage?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato fica incomodado quando as portas de casa ficam fechadas?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta com os outros animais da casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você acabou de chegar em casa depois de muito tempo fora. O seu gato:

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato deitou em cima da sua cama e dormiu. Qual a sua reação, humano?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta na hora de se alimentar?

Question Header Background

Gato-humano! Seu gato não perde a oportunidade de estar ao seu lado Gato solitário! Seu gato tem uma personalidade mais quieta e reservada Gato-gato!  Seu gato gosta da companhia de outros felinos Gato curioso! Seu gato está sempre em busca de novas aventuras Gato caçador! Seu gato tem os instintos selvagens mais aflorados
    A gastroenterite canina causada pelo parvovírus é mais comum em filhotes de cachorro não vacinados
    A gastroenterite canina causada pelo parvovírus é mais comum em filhotes de cachorro não vacinados

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    A alimentação do cachorro interfere no quadro de gastroenterite canina?

    Uma das causas da gastroenterite canina é a ingestão de alimentos contaminados. Comidas cruas ou em mau estado de conservação nunca devem ser oferecidas ao pet. Além disso, a gastroenterite em cães prejudica todo o trato intestinal do cão e, por isso, uma alimentação balanceada é fundamental para evitar o aparecimento ou agravamento da doença. Se o seu pet já tiver propensão a adquirir problemas gastrointestinais, o cuidado deve ser ainda maior.

    Para um cachorro vomitando e com diarreia, é importante evitar oferecer comida nas próximas 24 horas. Depois disso a alimentação precisa ser bem regular para não forçar o estômago do animal. O mais indicado são alimentos com pouca gordura e mais fibras. Para os animais com gastroenterite canina, os alimentos com mais líquido na composição também costumam ser ótimas opções, já que são mais leves e ajudam no combate à desidratação causada pelo vômito e diarreia em cachorro. Mas lembre-se de não realizar trocas bruscas na alimentação. Sempre ofereça aos poucos para que o impacto não seja grande e acabe prejudicando ainda mais seu estômago. 

    Como são feitos o diagnóstico e tratamento da gastroenterite canina?

    Como a gastroenterite em cachorro tem um leque variado de causas, muitas vezes é difícil encontrar o diagnóstico exato. Em alguns casos, ela nem consegue ser determinada. Quando vemos o cachorro com vômito e diarreia, além de outros sintomas da gastroenterite canina, a ida ao veterinário se torna essencial. Para confirmar o diagnóstico de gastroenterite em cachorro, o profissional leva em conta o histórico do animal, sinais clínicos, vacinação e vermifugação, além de exames. É o que explica a veterinária: “geralmente, são feitos  exames de sangue e ultrassonografia. Em caso de suspeita de doença inflamatória intestinal, o veterinário também pode pedir exames mais específicos, como colonoscopia e biópsia intestinal”.

    O tratamento da gastroenterite em cães vai depender do que originou a doença. “Quando um paciente chega ao consultório apresentando diarreia e vômito, o veterinário tenta entender a causa da gastroenterite. Muitas vezes, como tem acometimento de bactérias intestinais, o veterinário já entra com antibiótico. O tratamento, então, é à base de antibiótico, probiótico e vitaminas. Se a causa for inflamatória existem também outras medicações que podem ser receitadas”, explica a profissional.

    Na gastroenterite em cães causada por vírus, bactérias ou intoxicação, o tratamento é suficiente para que fique curado. Quando a causa é inflamatória, é necessário acompanhamento veterinário pelo resto da vida. Por isso, administrar remédio para cachorro com diarreia e vômito sem prescrição médica é algo que não pode ser feito em hipótese alguma. Apenas um profissional saberá indicar o que deve ser aplicado em cada caso.

    É possível prevenir a gastroenterite em cães?

    A melhor forma de evitar a gastroenterite em cães é manter a carteira de vacinação em dia. "A causa mais comum de gastroenterite ainda é a parvovirose e ela pode ser evitada apenas com a vacina. É importante não deixar que seu amigo ingira nada além da ração. Alimentos como chocolate, cebola, alho e outros temperos, que para humanos não fazem mal, para eles podem ser causa de intoxicação. Também é bom evitar trocar a ração do seu pet. Se for trocar, fazer com a ajuda de um médico veterinário e não oferecer ao cão ração a granel”. Ou seja, a prevenção da gastroenterite canina é possível tomando todos os cuidados necessários de vacinação e alimentação do animal.

    Redação: Ariel Cristina Borges e Maria Luísa Pimenta

    Publicada originalmente em: 21/11/2019

    Atualizada em: 26/08/2021

    Dirofilariose canina: saiba mais sobre o verme do coração que atinge os cães

    Próxima matéria

    Dirofilariose canina: saiba mais sobre o verme do coração que atinge os cães

    Parvovirose canina: descubra o que é, sintomas, prevenção e como funciona o tratamento da doença viral
    Saúde

    Parvovirose canina: descubra o que é, sintomas, prevenção e como funciona o tratamento da doença viral

    Uma das doenças virais de cachorro mais sérias e comuns que existem, o vírus da parvovirose atinge, principalmente, animais que não foram imunizados contra este e outros vírus. Entre os principais sintomas da parvovirose, o vômito, a diarreia com sangue, e a desidratação podem ser destacados, ou seja: mesmo que o diagnóstico chegue bem cedo, o tratamento deve começar o quanto antes, já que a parvovirose pode ser fatal. Para esclarecer todas dúvidas sobre a parvovirose canina, nós conversamos com a veterinária Jackeline Ribeiro. Dá uma olhada no que ela contou!

    Leishmaniose canina: o que é, sintomas, tratamento, vacina e formas de prevenção da doença
    Saúde

    Leishmaniose canina: o que é, sintomas, tratamento, vacina e formas de prevenção da doença

    A leishmaniose canina é uma doença causada por um protozoário chamado Leishmania. Mesmo que seja comum em animais, a leishmaniose também pode ser transmitida para humanos e, nos dois casos, pode debilitar o organismo o suficiente para ser fatal. Para falar mais sobre a doença e esclarecer dúvidas sobre o contágio, remédios, prevenção e tratamento para leishmaniose canina, nós conversamos com Priscila Larrussa, veterinária do grupo Vet Popular.

    Gripe canina, tosse canina ou tosse dos canis: conheça mais sobre as causas, sintomas e tratamento da doença
    Saúde

    Gripe canina, tosse canina ou tosse dos canis: conheça mais sobre as causas, sintomas e tratamento da doença

    Em algumas regiões do país, dizer que alguém está com “tosse de cachorro” é sinal de que a pessoa está com tosse seca, geralmente provocada por alguma irritação na garganta. O que muita gente não sabe é que, no mundo dos animais, o cachorro com tosse muitas vezes está doente — e a condição dele é bem parecida com algo comum para humanos: a gripe. Mesmo que, geralmente, a gripe canina

    Osteossarcoma em cães: veterinária explica as causas, sintomas, cuidados e tratamentos da doença
    Saúde

    Osteossarcoma em cães: veterinária explica as causas, sintomas, cuidados e tratamentos da doença

    O osteossarcoma canino é um dos tumores malignos mais comuns e a principal neoplasia de origem óssea nos cães. Assim como os seres humanos, os cachorros também podem ter câncer, especialmente à medida que envelhecem. Além da pele, sistema digestivo e mama, essa enfermidade que tanto preocupa os tutores pode afetar também os ossos do cachorro.

    Ver Todas >

    Fluidoterapia em gatos: tudo que você precisa saber sobre o tratamento usado em gatos renais crônicos
    Saúde animal

    Fluidoterapia em gatos: tudo que você precisa saber sobre o tratamento usado em gatos renais crônicos

    Você já ouviu falar em fluidoterapia em gatos? Muito comum em casos de insuficiência renal em gatos, a fluidoterapia em felinos é um tratamento de suporte que promove a hidratação do animal. É um procedimento versátil que pode ser aplicado de diversas maneiras e com fluidos específicos para cada situação. Para tirar todas as dúvidas sobre a fluidoterapia em gatos, o Patas da Casa conversou com a veterinária especialista em gato e dona do Diário Felino Jéssica de Andrade.

    Gato com FIV pode conviver com outros gatos?
    Saúde animal

    Gato com FIV pode conviver com outros gatos?

    A FIV felina é considerada uma das doenças mais perigosas. Além de toda a preocupação ao resgatar ou adotar um gatinho, existe outra questão que precisa de cuidado: a fácil transmissão. Existem testes que detectam a patologia, e é necessário realizá-los antes de levar um novo gato para casa - especialmente se tiver outros gatos. O gato com FIV pode acabar transmitindo a doença para os outros residentes se não houver nenhum tipo de cuidado.

    Vermes em gatos: saiba mais sobre a dirofilariose felina
    Saúde animal

    Vermes em gatos: saiba mais sobre a dirofilariose felina

    A dirofilariose em gatos é uma doença em que os parasitas se alojam na corrente sanguínea do pet e pode chegar até o coração - por isso também é chamada de doença do verme de coração. O problema é uma das doenças causadas por tipos vermes de gato. A dirofilariose também pode atingir os cães e é temida por ser uma complicação de saúde muito perigosa para ambos os pets. 

    Dermatofitose em gatos: saiba mais sobre essa doença muito comum e silenciosa
    Saúde animal

    Dermatofitose em gatos: saiba mais sobre essa doença muito comum e silenciosa

    A dermatofitose em gatos é uma doença de pele silenciosa, porém muito comum de acontecer com os felinos. Mesmo que muitas vezes seja difícil de ser identificada, essa doença é altamente contagiosa e é classificada como uma zoonose, ou seja, também é transmissível para os humanos. Por isso, saber mais sobre os sintomas de dermatofitose é muito importante não só para o bem-estar de seu gato, como também do próprio tutor.

    Ver Todas >