Cachorro

5 fatos sobre a parvovirose canina que precisam da sua atenção

Publicado - 27 Fevereiro 2020 - 16h28

Atualizado - 11 Abril 2024 - 14h35

A parvovirose canina é uma das doenças mais graves que podem atingir nossos amigos de quatro patas. O parvovírus é muito resistente e capaz de destruir as células intestinais dos cachorros. O problema é mais comum em filhotes, principalmente aqueles que nunca tomaram vacina. Já os sintomas mais comuns da parvovirose incluem vômitos, diarreia com sangue, alterações no apetite, febre e palidez nas mucosas. Como esses sinais são muito genéricos e também podem indicar outras doenças, o melhor é correr para o veterinário assim que perceber algo diferente no animalzinho. Listamos abaixo 5 fatos sobre a parvovirose canina que precisam da sua atenção!

1) A vacina é a única forma de prevenir a parvovirose

A parvovirose tem cura, mas o melhor é prevenir para que o vírus sequer chegue perto do seu cachorro. A melhor forma de evitar isso é mantendo a vacinação do animal em dia: as vacinas V8 e V10 previnem a parvovirose e outras doenças bem graves. Filhotes devem tomar três doses da imunização, com intervalo de 21 dias entre cada uma. Em cães adultos, a vacina precisa ser reforçada todos os anos, enquanto o animal viver. É importante não atrasar a vacina do cachorro.

2) O parvovírus atinge a medula óssea e o intestino dos cães

O vírus que causa a parvovirose canina atinge principalmente as células do corpo que têm capacidade para se reproduzirem com mais intensidade. É por isso que o intestino e a medula óssea, que produz as células sanguíneas, são os locais mais afetados pela parvovirose. A doença destrói essas células e pode causar uma anemia grave, o que deixa as defesas do animal mais fracas.

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

parvovirose canina: cachorro no veterinário

3) O parvovírus é muito resistente e sobrevive no ambiente por bastante tempo

 

O parvovírus é muito resistente e pode viver por muito tempo. Em ambientes internos, o micro-organismo sobrevive por cerca de dois meses. Já em locais abertos e com pouca incidência de sol, pode viver por anos. Desinfetantes e produtos de limpeza não matam o vírus. Se o seu cachorro for infectado, é importante separá-lo de outros animais e fazer a limpeza do local com água sanitária, além de descartar os objetos usados por ele, como coleiras e potinhos de água e comida.

4) A parvovirose canina tem alta taxa de letalidade

Infelizmente, a parvovirose canina pode matar o seu cãozinho em pouco tempo. Os sintomas geralmente são muito agressivos - se o animal não estiver com o sistema imunológico bem fortalecido, pode não aguentar e morrer em algumas horas. Por isso, é essencial que, a qualquer sinal de desconforto, o cachorro seja levado ao veterinário imediatamente. Geralmente, o vômito é o primeiro sintoma da parvovirose - o que nem sempre é levado tão à sério pelos tutores. Fique atento!

5) Não existe um remédio caseiro para parvovirose canina

Quiabo, ervas milagrosas, vinagre… nada disso funciona como tratamento para a parvovirose canina. O cachorro precisa passar pela avaliação de um veterinário, que vai determinar a melhor medicação para tratar o problema. O que você pode fazer é buscar formas de aliviar o incômodo do animal e até deixá-lo mais relaxado. É importante também buscar formas de incentivar o cachorro a tomar líquidos e comer para repor líquidos e nutrientes perdidos com os vômitos e a diarreia.

Redação: Luana Lopes

Cachorro

Esse alimento barato e milagroso promete aumentar a imunidade do cachorro doente. O que especialistas dizem?

A alimentação de cachorro, seja à base de ração ou não, desempenha um papel fundamental na saúde e bem-estar dos animais de estimaçã...

Comportamento

"Dinofauro" da vida real: cadela com mandíbula curta reproduz meme e ganha o coração da internet

Você se lembra do meme do dinofauro, aquele dinossauro de brinquedo azul com problema de dicção que ficou super conhecido no Faceboo...

Comportamento

Mulher vai abastecer o carro e se depara com a cena mais linda do mundo envolvendo frentista e vira-lata caramelo

Existem vários motivos para adotar um vira-lata caramelo. Um deles é porque esses cãezinhos se destacam bastante pelo carisma e doçu...

Comportamento

Vira-lata caramelo invade casamento e rouba a cena no momento da entrada da noiva

Os vira-latas têm um lugar especial no coração dos brasileiros. Quando o assunto é um vira-lata caramelo, então, há quem diga que es...

Cachorro

Esse alimento barato e milagroso promete aumentar a imunidade do cachorro doente. O que especialistas dizem?

A alimentação de cachorro, seja à base de ração ou não, desempenha um papel fundamental na saúde e bem-estar dos animais de estimaçã...

Comportamento

"Dinofauro" da vida real: cadela com mandíbula curta reproduz meme e ganha o coração da internet

Você se lembra do meme do dinofauro, aquele dinossauro de brinquedo azul com problema de dicção que ficou super conhecido no Faceboo...

Comportamento

Mulher vai abastecer o carro e se depara com a cena mais linda do mundo envolvendo frentista e vira-lata caramelo

Existem vários motivos para adotar um vira-lata caramelo. Um deles é porque esses cãezinhos se destacam bastante pelo carisma e doçu...

Gato

As 8 raças de gatos mais brincalhonas e que não dispensam uma boa diversão

Há quem acredite que os felinos não são fãs de brincadeiras devido a natureza sutil e independente da espécie, mas essa afirmação nã...

Ver todas