Cachorro

Doença autoimune em cachorro Husky Siberiano: saiba tudo sobre o problema!

Publicado - 08 Dezembro 2022 - 16h45

Atualizado - 27 Maio 2024 - 11h42

Dentre as doenças comuns em Husky Siberiano, aquelas de origem autoimune merecem atenção. A condição pode aparecer em diferentes raças, mas é mais frequente em algumas delas, como o Husky Siberiano. Doenças autoimunes em cachorros são muito perigosas porque podem afetar qualquer parte do organismo. Para esclarecer o que causa a doença autoimune em cachorro, quais são os tipos mais comuns e como é feita a prevenção, o Patas da Casa conversou com a médica veterinária Raquel Rezende, que nos explicou tudo isso e muito mais. Confira a matéria a seguir para entender melhor sobre essa clássica doença de Husky Siberiano!

O que são doenças autoimunes em cachorros?

Quando falamos da saúde do Husky Siberiano, doenças autoimunes sempre são as mais comuns. Mas afinal: o que é uma doença autoimune em cachorro? “Doenças autoimunes em cachorros são aquelas em que o próprio organismo desenvolve anticorpos contra ele mesmo”, afirma Raquel Rezende. O sistema imunológico do cachorro é responsável por combater agentes externos, como vírus e bactérias. As doenças autoimunes geram uma espécie de falha no sistema imunológico, que passa a atacar as células do próprio corpo, já que não consegue mais distinguir quais células são naturais e quais são invasoras.

O que causa a doença autoimune em cachorro?

Até hoje não se sabe exatamente o que causa a doença autoimune em cachorro. “Pode estar relacionado com predisposição genética que induz esse distúrbio imunológico”, explica Raquel. Acredita-se que as causas de doenças autoimunes em cachorros tenham relação direta com uma determinada combinação de genes, apesar de ainda não haver estudos que comprovem isso de fato. Isso poderia explicar porque determinadas raças, como o Husky Siberiano, têm maior tendência a desenvolver a doença. Raquel ressalta ainda que Akita, Dachshund, Terra Nova e Chow Chow são outras raças com predisposição a desenvolverem doenças autoimunes.

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Há a hipótese, ainda, de que as doenças autoimunes em cachorros também estejam relacionadas a fatores externos. Exposição a determinados produtos químicos, infecções, problemas de déficit nutricional e até mesmo o cachorro estressado podem desencadear doenças autoimunes. Porém, ainda não há nada comprovado cientificamente.

Quais são as doenças autoimunes em cachorros mais comuns?

Não existe apenas uma doença autoimune em cachorro, mas várias. A falha no sistema imunológico pode afetar diferentes órgãos e tecidos do corpo, ocasionando diferentes tipos de reação. Dentre as doenças autoimunes em cachorros mais comuns, Raquel destaca: anemia hemolítica, artrite reumatoide, hipotireoidismo, lúpus canino e pênfigo foliáceo (as três últimas estão mais associadas aos Huskies). Além disso, a alopecia canina, que pode ter origem autoimune, também é muito comum nessa raça. As doenças de pele em Husky Siberiano são sempre uma preocupação.

 

Cão Husky Siberiano deitado em tapete
Doenças autoimunes em cachorros ocorrem quando o organismo combate células saudáveis

 

Sintomas: doença autoimune em cachorro causa lesões, sangramentos e alopecia 

 

Quando falamos desse tipo de problema no sistema imunológico, é muito difícil definir com precisão os sintomas. A doença autoimune em cachorro pode ser uma caixinha de surpresa, já que as manifestações clínicas variam de acordo com as células atacada. No caso da artrite reumatoide, por exemplo, é comum que o animal tenha dores nas articulações e dificuldade de locomoção como principais sintomas. Outros sintomas das doenças autoimunes são lesões pelo, sangramentos na gengiva e queda de pelos do cachorro (alopecia). Como os sintomas são bem amplos, é bom levar o pet ao veterinário sempre que perceber algo fora do comum.

Lúpus canino é uma doença autoimune muito comum no Husky Siberiano

O lúpus canino é a doença autoimune em cachorro mais conhecida. Além disso, é uma das doenças de Husky Siberiano mais comuns. O cão com lúpus canino fica com a saúde bastante debilitada e sofre com diferentes problemas de saúde. “O lúpus eritematoso discoide (LED) causa lesões na pele principalmente na região do focinho. O lúpus eritematoso sistêmico (LES) causa febre, artrite, inflamação nos músculos e lesões na pele”, explica Raquel. 

A LED afeta apenas a pele, causando dermatites, com lesões principalmente no focinho, rosto e orelha. Já a LES é um pouco mais complicada:  além dos problemas de pele, também pode causar anemia, dores nas articulações, febre, insuficiência renal, anorexia, convulsões, problemas de circulação, entre outros. Vale ressaltar que nem sempre todos esses sintomas do lúpus canino aparecem ao mesmo tempo. 

Pênfigo foliáceo é uma da doença autoimune em cachorro que afeta a pele

Assim como as doenças autoimunes, as doenças de pele em Husky Siberiano são um problema frequente. Por isso, o pênfigo foliáceo canino pode ser tão preocupante nessa raça. “O pênfigo foliáceo consiste no aparecimento de lesões variadas na pele do cão. Essas lesões podem ser como bolhas ou pústulas”, explica Raquel. As pústulas podem evoluir para crostas, sendo o rosto a região mais afetada. 

 

Dois cães Husky Siberiano correndo em bosque em dia ensolarado
Doença autoimune em cachorro não tem cura, mas é possível seguir com o tratamento de suporte

 

Doenças autoimunes em cachorros não tem cura, mas podem ser controladas

 

A causa das doenças autoimunes em cachorros é uma incógnita, o que acaba interferindo também no tratamento que deve ser seguido. “As doenças autoimunes não têm cura, somente tratamento de acordo com qual doença o cão apresenta”, esclarece Raquel. O tratamento de suporte é fundamental para garantir que o animal diagnosticado com alguma das doenças autoimunes tenha uma boa qualidade de vida. Normalmente, são administrados imunossupressores, em especial corticosteroides como a prednisona. Outras terapias são indicadas dependendo dos órgãos afetados. O acompanhamento médico e o tratamento de suporte precisam ser mantidos pelo resto da vida. 

Como melhorar a vida do Husky Siberiano que sofre de doença autoimune?

O diagnóstico de doença autoimune não quer dizer que a vida do animal acabou. Com o tratamento e acompanhamento adequados, o cachorro pode viver uma vida o mais saudável possível, mesmo que não haja cura para essas doenças. Husky Siberiano ou qualquer outra raça de cachorro que tenha alguma condição autoimune precisa ter seu sistema imunológico bastante fortalecido. Para isso, é essencial oferecer uma alimentação balanceada com ração para cachorro nutritiva e de qualidade. A prática de exercícios físicos também é essencial, assim como a promoção de um ambiente saudável sem muito estresse para o animal. Com esses cuidados aliados ao tratamento regular, as doenças autoimunes são controladas e o animal pode viver por bastante tempo. 

Husky Siberiano: doenças comuns da raça também incluem dermatites e problemas oculares

Existem outras doenças comuns em Husky Siberiano além das autoimunes. Problemas oculares, como catarata em cachorro e glaucoma canino são alguns exemplos. A deficiência de zinco também pode afetar o Husky Siberiano. Outro fator de risco são as patologias típicas de cachorro grande, como displasia coxofemoral e displasia de cotovelo,. Além disso, as doenças de pele em Husky Siberiano merecem atenção: a alopecia canina e os diferentes tipos de dermatite canina são as doenças de pele em Husky Siberiano que aparecem com mais frequência. 

É muito importante realizar check-ups com regularidade e sempre visitar o médico veterinário. Assim, você evita as doenças de Husky Siberiano mais comuns e qualquer outro problema que possa afetar a saúde do animal.

Redação: Maria Luísa Pimenta 

Edição: Luana Lopes

Saúde

O que acontece no corpo da gata no cio? Dos miados estridentes aos picos hormonais, veja todas as mudanças que ela enfrenta

Não precisa ser expert no universo felino para conseguir identificar uma gata no cio. Dos miados estridentes aos picos hormonais, o ...

Cachorro

Com ajuda do ChatGPT, mulher cria site para mostrar como os cachorros enxergam de verdade: testamos por aqui!

Você já se perguntou como os cachorros enxergam? Essa é uma dúvida comum entre muitas pessoas, sejam elas tutoras de um pet ou não. ...

Histórias reais

Vira-lata caramelo invade festa junina e faz participação especial na hora quadrilha

Não tem jeito: o vira-lata caramelo sempre dá um jeito de abrilhantar qualquer enredo. Se há algum tempo viralizaram histórias de ca...

Cachorro

Esses são os 6 sinais que seu cachorro te ama mais visíveis - e provam que você é a "casca de bala" dele e vice-versa

Frases para cachorro de amor podem revelar muito sobre os sentimentos humanos sobre os fortes vínculos que são criados com os pets. ...

Comportamento

Aprenda a interpretar cada miado de gato: foi com essas dicas que consegui me aproximar mais ainda do meu pet

Mesmo que os gatos não saibam falar, a linguagem felina é muito rica e expressiva. Além da postura corporal, o miado de gato tem uma...

Saúde

O que acontece no corpo da gata no cio? Dos miados estridentes aos picos hormonais, veja todas as mudanças que ela enfrenta

Não precisa ser expert no universo felino para conseguir identificar uma gata no cio. Dos miados estridentes aos picos hormonais, o ...

Cachorro

Com ajuda do ChatGPT, mulher cria site para mostrar como os cachorros enxergam de verdade: testamos por aqui!

Você já se perguntou como os cachorros enxergam? Essa é uma dúvida comum entre muitas pessoas, sejam elas tutoras de um pet ou não. ...

Comportamento

"Amor de gato": foi assim que aprendi a interpretar as emoções do meu gatinho e percebi que sou o amor da vida dele

O amor de gato é um sentimento especial e gratificante que os bichanos demonstram por seus donos. Mas ao contrário dos cães, eles ex...

Ver todas