Cachorro

Como é a saúde do Husky Siberiano? A raça de cachorro tem propensão para desenvolver alguma doença?

Publicado - 26 Novembro 2020 - 17h10

Atualizado - 11 Abril 2024 - 14h35

É praticamente impossível resistir ao charme de um Husky Siberiano. A raça tem uma forte presença, com pelos brilhantes e um olhar penetrante que às vezes até chega a intimidar. Mas quem pensa que eles são cães agressivos devido à semelhança com lobos se engana. No fundo, o Husky Siberiano (filhote ou adulto) é um super companheiro, carinhoso e bastante apegado a sua família. O problema é que a raça pode ter alguns probleminhas de saúde no decorrer da sua vida, mesmo que ele receba todos os cuidados necessários. A seguir, separamos as principais doenças que podem acometer a saúde do cachorro Husky.

Husky Siberiano: deficiência de zinco e hipotireoidismo são problemas comuns na raça

Algumas raças tem maior predisposição para desenvolver problemas de pele, e o Husky Siberiano é uma delas. O organismo deste cãozinho tem certa dificuldade na absorção do zinco, o que leva a uma deficiência nutricional que reflete na pele do animal e pode desencadear problemas dermatológicos, como a dermatite nasal e a alopécia canina. Como essa é uma doença bastante específica, apenas o médico veterinário pode fazer o diagnóstico e indicar o melhor tratamento para suprir a falta de zinco no organismo do Husky.

Outro problema que acaba refletindo na pelagem da raça é o hipotireoidismo, uma doença endócrina que ocorre quando as glândulas da tireoide não produzem uma quantidade suficiente de hormônios para manter o metabolismo do Husky Siberiano estável. Alguns dos sintomas deste quadro são a queda de pelos, que acontece principalmente no rabo do cachorro, e o espessamento da pele.

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

cachorro husky siberiano filhote

Cachorro Husky Siberiano tem maior predisposição para catarata, glaucoma e atrofia progressiva da retina

 

Os problemas oculares são bastante comuns no Husky. A catarata, por exemplo, pode surgir em cães de qualquer idade e é caracterizada pela opacidade no cristalino, deixando a região com um aspecto mais acinzentado ou azulado. Dependendo da evolução da doença, o Husky Siberiano pode até mesmo ficar cego se não for tratado a tempo. O glaucoma precisa de igual atenção, porque dependendo da gravidade do caso, leva à cegueira. Como esse quadro é mais difícil de ser identificado, o mais recomendado é fazer consultas anuais com um veterinário especializado em oftalmologia. 

A atrofia progressiva da retina é outra doença, mas de origem genética e que costuma se manifestar ainda nos primeiros anos de vida do Husky Siberiano. Ela tem um caráter progressivo, e vai piorando com o passar do tempo até deixar o animal cego.

O Husky também podem sofrer com a displasia coxofemoral

A displasia coxofemoral é uma doença, geralmente de origem genética, que atinge principalmente os cães de porte grande, como o Husky Siberiano. Os cachorros diagnosticados com a displasia não desenvolvem corretamente a região dos ossos, músculos e tendões das patas traseiras do cachorro, o que causa um constante atrito entre o fêmur e a bacia do animal sempre que ele anda ou corre. Isso acaba gerando uma limitação nos movimentos do cãozinho, além de trazer bastante dor e incômodo para o paciente. Um dos sinais da displasia coxofemoral é que o cachorro começa a mancar ou andar rebolando e animais com predisposição genética, como o Husky, precisam fazer um acompanhamento regular com o médico veterinário. Essa é uma doença que pode se manifestar ainda na fase inicial da vida do cão, com o filhote de Husky Siberiano entre 4 e 10 meses de idade, mas também pode surgir só quando o cachorro chega na fase adulta. 

Redação: Juliana Melo

 

Comportamento

"Dinofauro" da vida real: cadela com mandíbula curta reproduz meme e ganha o coração da internet

Você se lembra do meme do dinofauro, aquele dinossauro de brinquedo azul com problema de dicção que ficou super conhecido no Faceboo...

Comportamento

Mulher vai abastecer o carro e se depara com a cena mais linda do mundo envolvendo frentista e vira-lata caramelo

Existem vários motivos para adotar um vira-lata caramelo. Um deles é porque esses cãezinhos se destacam bastante pelo carisma e doçu...

Comportamento

Vira-lata caramelo invade casamento e rouba a cena no momento da entrada da noiva

Os vira-latas têm um lugar especial no coração dos brasileiros. Quando o assunto é um vira-lata caramelo, então, há quem diga que es...

Alimentação

7 alimentos que cachorro não pode comer de jeito nenhum - o último é o pior deles

Existe uma longa lista de alimentos que cachorro não pode comer. Por mais que os cãozinhos sejam membros oficiais da família e prese...

Comportamento

"Dinofauro" da vida real: cadela com mandíbula curta reproduz meme e ganha o coração da internet

Você se lembra do meme do dinofauro, aquele dinossauro de brinquedo azul com problema de dicção que ficou super conhecido no Faceboo...

Comportamento

Mulher vai abastecer o carro e se depara com a cena mais linda do mundo envolvendo frentista e vira-lata caramelo

Existem vários motivos para adotar um vira-lata caramelo. Um deles é porque esses cãezinhos se destacam bastante pelo carisma e doçu...

Gato

As 8 raças de gatos mais brincalhonas e que não dispensam uma boa diversão

Há quem acredite que os felinos não são fãs de brincadeiras devido a natureza sutil e independente da espécie, mas essa afirmação nã...

Gato

Tutora registra o crescimento de filhote de Maine Coon laranja até ele virar um gato gigante

Quando o assunto é gato gigante, o Maine Coon é uma das raças de mais destaque. O gato Maine Coon é considerado a maior raça do mund...

Ver todas