Gato

Dia do Médico Veterinário: tudo sobre a profissão que é fundamental no cuidado de cães e gatos

Publicado - 21 Agosto 2023 - 11h09

Atualizado - 11 Abril 2024 - 14h35

Laura Furtado / Redatora

Jornalista em formação pela Universidade Federal Fluminense (UFF), em Niterói. Desde pequena, sempre tive um amor e carinho especial por todos os animais. Quando completei 6 anos, meus pais me presentearam com um cãozinho da raça Bichon Frisé que chamamos de Billy. Foi o dia mais feliz da minha vida, fiquei horas chorando sem acreditar que ele era meu. Billy viveu 14 anos com a gente, mas virou uma estrelinha em 2019 depois de uma história linda ao nosso lado.

Em 2019, ganhei da minha sogra uma Dachshund, o famoso salsichinha, e desde então minha vida voltou a fazer sentido. Pode parecer clichê, mas nada explica o sentimento de amor e carinho que ter um pet proporciona. Nós decidimos chamar ela de Teteia, e não poderia existir nome melhor pra descrever ela. Teteia significa moça atraente, e a minha Teteia salsicha é realmente a coisa mais linda do mundo, além de ser extremamente carinhosa, companheira e engraçada.

Em 2023, participei de uma entrevista e entrei para o time do Patas da Casa. Fiquei muito feliz, porque sempre tive afinidade e carinho pelos animais, e não há nada melhor do que escrever sobre coisas que a gente ama, né. Me identifiquei de cara com os valores do Patas e sempre considerei o projeto de suma importância para tutores que, assim como eu, buscam se informar para garantir o melhor para os pets. Desde então, cada dia tem sido um aprendizado, e sou muito feliz por fazer parte de um projeto tão especial quanto o Patas.

• Filme com animal preferido: “Marley e Eu”
• Uma raça de cachorro: Vira-lata
• Uma raça de gato: Siamês
• A curiosidade favorita sobre cachorros: Os cães de suporte emocional podem agir como 'terapeutas', ajudando pacientes com ansiedade, depressão, autismo e estresse pós-traumático
• A curiosidade favorita sobre gatos: Os gatinhos tem efeitos positivos na sáude mental e física dos humanos
• Sobre o que mais gosta de escrever no universo pet: Comportamento animal
• Um aprendizado: Adotar cachorro ou gato pode mudar a vida das pessoas e dos animais para melhores, trazendo muito amor e felicidade
• Nome de pet favorito: Larica

Super heróis do mundo animal, o médico veterinário é um profissional da saúde que exerce uma missão muito nobre: cuidar e salvar vidas dos nossos amados bichinhos. Como forma de homenagear esses verdadeiros heróis que atuam em diferentes especialidades da medicina veterinária, foi criado o Dia do Médico Veterinário, uma data importante para reconhecer e prestigiar aqueles que se doam para garantir que nossos companheiros se mantenham saudáveis e felizes. Portanto, anote na agenda para não esquecer de parabenizar esses profissionais: dia 9 de setembro, Dia do Médico Veterinário, é o momento de expressar gratidão por todas as vidas salvas. Para celebrar essa data, o Patas da Casa separou várias informações sobre a profissão. Confira! 

Dia do Médico Veterinário: o que é preciso para se tornar um?

Assim como qualquer outra profissão da área da saúde, para se tornar um médico veterinário é preciso realizar uma graduação que tem a duração média de 5 anos. Na faculdade, o estudante aprende diferentes áreas da medicina veterinária, que engloba uma variedade de disciplinas. Durante esse período, ele também realiza o estágio curricular, que proporciona a experiência na prática da profissão, podendo ser em hospitais, laboratórios, áreas rurais ou em outras instituições que se relacionem com a saúde animal. Após formado, o estudante tem a opção de se especializar em alguma área específica da medicina veterinária, como veterinário dermatologista, nutricionista, cirurgião, entre outros. Essa especialização é chamada de residência e permite que o estudante se torne qualificado para determinada área de atuação. Se você quer saber quanto um veterinário ganha, saiba que isso vai depender da especialidade e da formação do médico, ou seja, quanto mais qualificado, mais ele vai receber.

Gatinho cinza no colo do veterinário
O médico veterinário pode atuar em diferentes especialidades

Quais são as especialidades da medicina veterinária de pequenos animais? 

A quantidade de especialidades que englobam a medicina veterinária de pequenos animais é surpreendente, e cada uma delas exige estudos específicos e treinamento. As especialidades vão de cuidados com animais domésticos, como os gatos e cachorros, mas também animais silvestres, equinos etc. A especialização é fundamental para diagnósticos e tratamentos de condições muito específicas que atingem os animais. As especializações mais comuns são:

Imagem Quiz:Você é exigente na hora de escolher um veterinário para gato?

Você é exigente na hora de escolher um veterinário para gato?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

  • Veterinário dermatologista: os médicos dermatologistas se aprofundam em todos os problemas de pele que os nossos peludos podem vir a ter e também doenças de ouvido. Dentre as principais doenças, destacamos a otite canina, as alergias em cachorro e em gatos e a dermatite atópica;
  • Veterinário oftalmologista: os oftalmologistas dos pets estudam doenças que podem acometer o olho de cachorro e gato, como o glaucoma, catarata, dentre outras. São essenciais para evitar um cachorro cego ou um gato cego;
  • Veterinário nefrologista: as doenças renais são muito comuns em pequenos animais, especialmente nos gatos. O veterinário nefrologista é responsável por tratar, cuidar e prevenir condições que vão afetar os rins e o trato urinário dos animais. Esse especialista é fundamental para a saúde do gato pois como os bichanos  apresentam uma maior resistência a tomar água, é muito comum se deparar com um gato com problema renal.
  • Veterinário odontologista: os dentistas do universo animal cuidam da saúde bucal dos pets, pois assim como os humanos, a boca dos animais é suscetível a algumas doenças. Por isso, é muito importante manter a higiene bucal dos animais, como manter o hábito de escovar dente de gato e cachorro para evitar doenças como o tártaro e a gengivite.
  • Veterinário neurologista: responsável por cuidar dos distúrbios neurológicos dos animais, o médico neurologista se especializa para tratar doenças que atingem o sistema nervoso do pet, seja cerebral ou relacionado aos nervos e a medula espinhal. Doenças como a epilepsia e convulsão fazem parte dos cuidados dessa especialidade. 
  • Veterinário oncologista: assim como os humanos, os animais também podem desenvolver diferentes tipos de câncer. O câncer de mama em cadelas, por exemplo, é super comum, e a cirurgia de castração de cachorro é super indicada para a prevenção desse mal. Quando o pet é diagnosticado com qualquer tipo de câncer, o veterinário oncologista é o responsável por tratar essa condição, que na maioria das vezes ocorre por meio de quimioterapia em cães ou gatos e/ou cirurgia.
  • Veterinário nutricionista: os pets também têm um profissional que cuida exclusivamente da alimentação animal. É ele que vai te ajudar a escolher a melhor ração para cachorro e gato, que contenha todos os nutrientes que o animal precisa. Eles são essenciais na prevenção de doenças como a diabetes e a obesidade canina e felina.
  • Veterinário ortopedista: o veterinário ortopedista é responsável por cuidar da saúde dos ossos dos pets e tratar problemas relacionados à locomoção. É ele que vai cuidar da displasia coxofemoral em cães, o terror dos tutores de cachorro grande, e também a hérnia de disco, muito comum em salsichas devido ao seu corpo alongado, Além disso, ele ajuda animais diagnosticados com artrite e artrose a terem uma melhor qualidade de vida, sem dores e desconforto. 
  • Veterinário cardiologista: responsável por cuidar do coração de cachorro e gato, o cardiologista diagnostica e trata doenças que afetam o órgão, como a cardiomiopatia, insuficiência cardíaca e o sopro no coração

 

Médico veterinário no consultório com um cachorro e sua tutora
Feliz dia do médico veterinário para esses heróis!

Médico veterinário: quantas vezes preciso levar meu pet?

A frequência com que você deve levar o cachorro ou gato para uma consulta no veterinário vai depender de alguns fatores, como a idade e condições de saúde. Mas se você quer saber de quanto em quanto tempo precisa levar o cachorro no veterinário, se liga nessas informações:

  • Filhote de cachorro ou gato: nessa fase inicial da vida do animal, é fundamental levá-lo para consultas mensais com um médico veterinário para que ele avalie se o animal está se desenvolvendo bem e para tomar as vacinas para filhotes.
  • Animal adulto: quando o animal chega na fase adulta, não é necessário levá-lo todo mês ao veterinário, basta uma consulta anual e um check-up geral para ver se está tudo bem, além de tomar o reforço da vacina. Entretanto, se o seu pet apresenta alguma condição de saúde, ele pode precisar de mais visitas ao consultório.
  • Animal idoso: existem doenças em cachorros idosos que são mais comuns nessa fase, por isso, as consultas veterinárias são importantes para o diagnóstico e tratamento precoce. O ideal é levar o cachorro ou gato no veterinário 3x ao ano. 

Como vimos, existem várias especialidades da medicina veterinária para cuidar da saúde dos pets domésticos, mas você sabia que existe plano de saúde para cachorro e plano de saúde para gato? O convênio pet é bem parecido com o dos humanos, e dependendo dos benefícios, o preço pode variar bastante. Os tutores sabem que cuidar da saúde do animal não é nada barato, então dependendo de quanto custa uma consulta veterinária, o plano de saúde pode ser bem vantajoso, já que o tutor pode contar com atendimento em situações de emergência sem ter que desembolsar grandes quantias. Para pets que foram diagnosticados com alguma doença mais grave, como é o caso do câncer, contratar um plano de saúde pode ser uma boa opção para economizar nas visitas a médicos especializados, com o oncologista. 

Mas afinal, quanto ganha um veterinário?

Responder quanto ganha um veterinário pode ser um desafio, já que isso depende muito da área escolhida por ele, da região em que ele trabalha e de suas especializações, mas segundo o Conselho Regional de Medicina Veterinária, o salário mínimo para o profissional veterinário em média é de R$7.272, pela jornada de 6 horas de trabalho. Entretanto, essa não é a realidade desses profissionais no Brasil, e o salário do médico veterinário fica bem abaixo desse valor, em torno de R$3.212 reais. Os médicos veterinários que se especializam em alguma área específica costumam receber mais, mas o valor varia e vai depender de cada especialização. 

Vale lembrar que esse valor é referente aos profissionais formados e registrados no CRMV (Conselho Regional de Medicina Veterinária). Os estudantes da graduação de medicina veterinária que atuam como estagiários recebem em média R$1.109 reais por mês.  

veterinária de equinos fazendo carinho no cavalo
O médico veterinário especializado em equinos trata de cavalos

Outras especialidades da medicina veterinária

O médico veterinário não cuida apenas dos animais domésticos, como gato, cachorro e pássaros. Há também outras especialidades voltadas para diferentes áreas do universo animal, como:

  • Equinos: o veterinário de equinos é especializado em tratar cavalos, desde cuidados regulares, como as vacinas e exames, a especializações dentro desse campo, como cirurgias, cavalos esportivos e até reprodução. 
  • Animais selvagens: os veterinários de animais selvagens lidam com uma variedade de espécies do reino animal, e podem atuar em zoológicos, na reabilitação de animais e em várias outras áreas. 
  • Animais aquáticos: o veterinário de animais aquáticos atende animais que vivem em ambientes aquáticos, como peixes e mamíferos marinhos.

Agora que você já sabe tudo sobre essa profissão, é hora de desejar um feliz Dia do Médico Veterinário para todos esses heróis que se dedicam a salvar vidas.


 

Gato

Os melhores gatos para famílias com crianças: veja a lista com as 10 raças mais indicadas

Quando se trata de escolher um bichano para as crianças, algumas raças de gato se destacam por serem os companheiros ideais. Com per...

Comportamento

Tem um gato arranhando o sofá? Cientistas identificaram as causas desse comportamento e mostram como fazer o pet parar

Conviver com um gato arranhando o sofá é um problema que vários tutores têm dificuldade de corrigir. Apesar de ser um instinto nato ...

Adote um animal

Nomes para cachorro com a letra A: mais de 100 ideias para nomear o seu pet

Pesquisar e selecionar nomes para cachorro para o mais novo integrante da família é uma das partes mais divertidas do processo de ad...

Adote um animal

Maltês: 12 coisas que você precisa saber antes de ter um

Se você está em busca de um cachorro fofo e cheio de personalidade, o Maltês talvez seja a escolha perfeita. Esperto, dócil e brinca...

Gato

Os melhores gatos para famílias com crianças: veja a lista com as 10 raças mais indicadas

Quando se trata de escolher um bichano para as crianças, algumas raças de gato se destacam por serem os companheiros ideais. Com per...

Comportamento

Tem um gato arranhando o sofá? Cientistas identificaram as causas desse comportamento e mostram como fazer o pet parar

Conviver com um gato arranhando o sofá é um problema que vários tutores têm dificuldade de corrigir. Apesar de ser um instinto nato ...

Adote um animal

Nomes para cachorro com a letra A: mais de 100 ideias para nomear o seu pet

Pesquisar e selecionar nomes para cachorro para o mais novo integrante da família é uma das partes mais divertidas do processo de ad...

Adote um animal

Maltês: 12 coisas que você precisa saber antes de ter um

Se você está em busca de um cachorro fofo e cheio de personalidade, o Maltês talvez seja a escolha perfeita. Esperto, dócil e brinca...

Ver todas