Gato

Quais são as especialidades da medicina veterinária?

Publicado - 15 Junho 2022 - 14h00

Atualizado - 20 Maio 2024 - 18h58

Com a evolução da medicina, o médico de cachorro e gato passou a ser menos generalista e começou a se especializar em determinadas áreas. Assim, foram surgindo as diferentes especialidades veterinárias, cada uma responsável por problemas de saúde mais específicos. Os médicos veterinários que querem ser especialistas em uma área devem realizar cursos específicos para seus conhecimentos nela. Além de garantir uma maior gama de empregos, ter um médico de cachorro ou gato especializado permite que o tratamento de determinada doença seja mais aprofundado e assertivo. Saber quais são as especialidades da medicina veterinária é fundamental porque, muitas vezes, o gato ou cachorro fica doente e o tutor não sabe exatamente para que médico levar. Mas, como são muitas, é comum que o dono fique confuso. Para te ajudar a acabar com essa dúvida, o Patas da Casa te mostra quais são as especialidades da medicina veterinária mais comuns que todo tutor deve conhecer. Confira!

Cardiologia veterinária: área responsável por cuidar de doenças no coração

A cardiologia veterinária tem foco nas doenças que afetam o coração. O coração é um órgão primordial, com a função de bombear o sangue para que todo o corpo funcione. A cardiologia veterinária é uma das especialidades que mais vem crescendo nos últimos anos, com cada vez mais médicos buscando adentrar nesse ramo. O especialista em cardiologia veterinária deve ter amplo conhecimento sobre toda a anatomia do animal, com foco no atendimento cardiológico. O veterinário de cachorro ou gato com essa especialidade é o responsável por tratar doenças como cardiomiopatia, sopro no coração e insuficiência cardíaca.

Veterinário dermatologista: o médico que trata doenças de pele

O veterinário dermatologista faz a prevenção, diagnóstico e tratamento de doenças de pele em gatos e cães. A pele e os pelos são as partes mais expostas do corpo do animal e, por isso, têm grandes chances de sofrerem com problemas causados por bactérias, fungos e ácaros presentes no ambiente. É o veterinário dermatologista quem vai cuidar de doenças comuns como alopecia, alergias, infecções e otites - não existem cursos de otorrino animal no Brasil e, por isso, apesar de otorrino animal ser uma especialidade em outras partes do mundo, no nosso país normalmente é o dermatologista quem cuida da otite. Muitas doenças têm como primeiro sinal alterações no pelo do animal e, por isso, a dermatologia é uma das especialidades veterinárias mais procuradas, além do fato de que hoje em dia as alergias estão cada vez mais frequentes. Portanto, se seu pet apresenta problemas de pele, é com o veterinário dermatologista que você deve falar.

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Neurologista veterinário: especialidade que cuida de doenças no sistema nervoso

O neurologista veterinário é o médico que vai tratar de doenças relacionadas ao sistema nervoso central ou periférico do animal. Qualquer problema que afete cérebro, medula espinhal, nervos e fibras motoras é tratado pela neurologia. O sistema nervoso comanda todo o funcionamento do corpo, incluindo as funções motoras do pet. Animais com paralisia, convulsões, epilepsia, hérnias de disco e tumor cerebral são encaminhados a um neurologista veterinário. O rápido diagnóstico é fundamental no tratamento de doenças que acometem o sistema nervoso, já que muitas delas podem levar a sequelas. Como o neurologista veterinário é o médico mais preparado para esses casos, o pet deve ser levado a ele para realizar exames e iniciar rapidamente um tratamento.

 

Veterinário examinando olho de cachorro
Saber quais são as especialidades da medicina veterinária ajuda o tutor a ter noção de onde se deve levar o pet doente

 

Nefrologia veterinária: área responsável por cuidar de problemas renais e urinários

As doenças renais são, sem sombra de dúvidas, algumas das condições mais comuns que um gato ou cachorro podem ter. Por isso, a nefrologia veterinária é tão importante. O nefrologista é responsável por avaliar, tratar e prevenir doenças renais e do trato urinário. É muito comum vermos nefrologistas especialistas em gatos, pois os felinos têm forte propensão a desenvolverem insuficiência renal, uma vez que naturalmente bebem pouca água. O acompanhamento com a nefrologia veterinária é essencial em casos de doença renal, infecção urinária, nefrite, pedra nos rins, hipertensão arterial e qualquer doença que afete os órgãos do sistema urinário.

Nutricionista veterinário: responsável por proporcionar uma boa alimentação animal 

O nutricionista veterinário é o profissional que cuida da alimentação. Uma dieta desequilibrada enfraquece o sistema imunológico e é a porta de entrada para diversas doenças que afetam todo o organismo do animal. Por isso, o veterinário nutricionista é tão importante: é ele quem vai organizar a dieta do animal de forma a garantir que não falte nenhum nutriente, adaptando quantidade, frequência e tipo de alimentação que cada pet deve ter. Além disso, o nutricionista veterinário é fundamental no tratamento de doenças relacionadas à alimentação, como obesidade e diabetes. Mas a verdade é que não precisa ter uma doença para visitar um médico especializado em nutrição. Um acompanhamento com um veterinário nutricionista ao longo da vida garante uma qualidade de vida muito maior. 

Odontologia veterinária: cuida de doenças relacionadas à saúde bucal 

O veterinário de cachorro ou gato especialista em odontologia vai tratar de doenças relacionadas à saúde bucal. A região da boca é suscetível a muitos problemas e infecções e, por isso, a higiene bucal deve ser sempre bem cuidada. O tártaro em cães e gatos é um dos problemas mais comuns e que requer um veterinário de cachorro ou gato especializado em odonto para que seja removido com sucesso. Além do tártaro, problemas como cárie, fratura nos dentes, doença periodontal e gengivite também são tratadas por um médico veterinário especialista em odontologia. Essa é uma das especialidades veterinárias que o tutor não precisa esperar o pet ficar doente para levar. O acompanhamento com especialistas em gatos e cachorros odontologistas deve ser realizado com frequência para prevenir tártaro e outros problemas na saúde bucal. 

Oncologia veterinária: área responsável pelo tratamento de câncer

Assim como os humanos, cães e gatos também podem ter câncer. Quando ele é diagnosticado, o animal é encaminhado para um médico veterinário oncologista. A oncologia veterinária é a área que cuida do diagnóstico e tratamento de tumores no animal. Hoje em dia, a oncologia veterinária avançou bastante e existem diversos tratamentos, como a quimioterapia em cães e gatos, que tratam e melhoram bastante a qualidade de vida de um pet com câncer, seja ele do tipo que for. Como o câncer é uma doença que, mesmo após ser tratada pode retornar, o acompanhamento com a oncologia veterinária deve ser feito pelo resto da vida. 

Ortopedista veterinário: cuida de doenças que causam problemas de locomoção

O ortopedista veterinário é o profissional que cuida de qualquer doença relacionada a problemas de locomoção. Fraturas, displasia coxofemoral, luxações, lesões, artrite e artrose são algumas das doenças ósseas que mais afetam cães e gatos. Quando o pet apresenta algum desses problemas, é levado ao veterinário ortopedista, que vai avaliar, realizar exames e prescrever o tratamento adequado. Problemas de locomoção afetam muito a qualidade de vida de um animal. O ortopedista veterinário é fundamental por ser quem vai trazer esse bem-estar de volta ao pet. A fisioterapia veterinária é outra área (diferente do veterinário ortopedista) que ajuda na reabilitação do animal com problemas motores, atuando frequentemente em conjunto com o ortopedista veterinário.

Redação: Maria Luísa Pimenta

Cachorro

Dogo Argentino: 10 curiosidades para conhecer o cachorro parecido com Pitbull

O Dogo Argentino é um cachorro grande e imponente. Em um primeiro momento, ele pode até assustar quem não conhece, principalmente po...

Cachorro

Pancreatite em cachorro: aprenda a reconhecer 6 sinais da doença que vão ajudar no diagnóstico mais rápido

A pancreatite em cachorro é uma doença que merece a atenção dos tutores. A patologia afeta o pâncreas, órgão essencial para a produç...

Adote um animal

Cachorro pequeno: essas são as 10 menores raças de cachorro do mundo todo

Ter um cachorro pequeno em casa é sinônimo de fofura e alegria. Como são menores, esses doguinhos se adaptam mais facilmente ao espa...

Comportamento

Gato miando: 8 segredos que não te contaram sobre a principal forma de comunicação dos felinos

Qualquer pai de pet está acostumado a ouvir o gato miando em casa pelos mais diversos motivos. Às vezes é fome, vontade de receber c...

Cachorro

Dogo Argentino: 10 curiosidades para conhecer o cachorro parecido com Pitbull

O Dogo Argentino é um cachorro grande e imponente. Em um primeiro momento, ele pode até assustar quem não conhece, principalmente po...

Cachorro

Pancreatite em cachorro: aprenda a reconhecer 6 sinais da doença que vão ajudar no diagnóstico mais rápido

A pancreatite em cachorro é uma doença que merece a atenção dos tutores. A patologia afeta o pâncreas, órgão essencial para a produç...

Adote um animal

Cachorro pequeno: essas são as 10 menores raças de cachorro do mundo todo

Ter um cachorro pequeno em casa é sinônimo de fofura e alegria. Como são menores, esses doguinhos se adaptam mais facilmente ao espa...

Comportamento

Gato miando: 8 segredos que não te contaram sobre a principal forma de comunicação dos felinos

Qualquer pai de pet está acostumado a ouvir o gato miando em casa pelos mais diversos motivos. Às vezes é fome, vontade de receber c...

Ver todas