close
Saúde

Sarna em cachorro: como tratar e quais os sintomas da doença?

A sarna em cachorro possui três tipos diferentes, com sintomas incômodos e necessidade de tratamento
A sarna em cachorro possui três tipos diferentes, com sintomas incômodos e necessidade de tratamento

A sarna em cachorro é conhecida por causar bastante incômodo no cãozinho infectado. Mesmo sendo uma condição frequente, pouca gente sabe que a sarna canina pode ser ser causada por diferentes tipos de ácaros que se alojam na pele. Assim, os sintomas e tratamentos necessários variam dependendo de acordo com cada tipo. Para te ajudar a conhecer mais sobre a sarna de cachorro, o Patas da Casa juntou algumas informações essenciais sobre a doença. Confira!

Sarna em cachorro: o que é?

Sarna canina é uma doença de pele causada por ácaros. O parasita se aloja na pele do animal e se alimenta dela. Com a presença do ácaro ocasionando a sarna, cachorro sente muita coceira e vermelhidão. A sarna em cachorro pode ser causada por diferentes espécies de ácaro. Por isso, existem três tipos de sarna canina: sarna sarcóptica (escabiose), sarna otodécica (sarna de ouvido) e sarna demodécica (sarna negra). Dentre esses tipos de sarna de cachorro, a sarcóptica pode ser transmitida para humanos também - ou seja, é uma zoonose. Além das diferentes causas, os tipos de sarna em cachorro se diferenciam pelas regiões do corpo que afetam e pelos sintomas que apresentam.

Tipos de sarna de cachorro: veja os sintomas de cada um

A sarna em cachorro pode ser causada por três tipos de ácaros e, consequentemente, se manifestam de três maneiras distintas. Cada um prefere se alojar em uma determinada região do corpo, apresentando, assim, sintomas e reações diferentes. Porém, em todos os tipos de sarna canina o animal terá incômodo, coceira e feridas. 

Sarna sarcóptica (escabiose): esse é um dos tipos de sarna em cachorro mais comuns nos animais. A sarna sarcóptica é causada pelo ácaro Sarcoptes scabiei e pode ser transmitida tanto para humanos quanto para outros animais que entram em contato direto com o cão infectado. O ácaro responsável por esse tipo de sarna de cachorro costuma agir no peito, na barriga e nos ouvidos do animal, com diferentes erupções na pele do animal, que vão de manchas e bolhas até crostas amareladas. Além disso, as feridas favorecem o aparecimento de infecções causadas por bactérias e fungos. Os sintomas mais comunssão:

  • coceira
  • vermelhidão na pele
  • queda de pelos
  • perda de apetite

Sarna demodécica (sarna negra): é o único tipo de sarna de cachorro transmitida da mãe para o filhote. O ácaro causador - Demodex canis - já se encontra no animal e prolifera quando o pet está com a imunidade baixa. A sarna canina demodécica pode se manifestar em pontos isolados como cotovelos, calcanhares, queixo, região do focinho, perto dos olhos e perto da boca do animal (sarna canina localizada) ou acometer mais de cinco pontos de uma vez (sarna canina generalizada). Dentre os sintomas mais comuns da sarna negra, estão:

  • oleosidade
  • queda dos pelos
  • infecções
  • inchaço
  • descamação
  • vermelhidão da pele
  • manchas escuras
  • aspereza na região infectada

Sarna otodécica (sarna de ouvido): esse tipo de sarna canina fica restrito à região auricular do animal. Causada pelo ácaro Otodectes cynotis, os principais sintomas da sarna otodécica são acúmulo de cera e muita coceira tanto na orelha quanto no ouvido do animal. A partir destes sintomas da sarna, cachorro pode se ferir ao tentar aliviar o incômodo nas orelhas. Consequentemente, o cão pode também desenvolver inflamações como a otite.

Faça o teste e descubra qual a personalidade dominante do seu gato!

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Como seu gato reage com a chegada de visitas em casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você está pensando em adotar mais um gatinho. Qual seria a reação do seu felino?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você precisa levar seu gato ao veterinário e na fila ele encontra outro felino. Como ele reage?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato fica incomodado quando as portas de casa ficam fechadas?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta com os outros animais da casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você acabou de chegar em casa depois de muito tempo fora. O seu gato:

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato deitou em cima da sua cama e dormiu. Qual a sua reação, humano?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta na hora de se alimentar?

Question Header Background

Gato-humano! Seu gato não perde a oportunidade de estar ao seu lado Gato solitário! Seu gato tem uma personalidade mais quieta e reservada Gato-gato!  Seu gato gosta da companhia de outros felinos Gato curioso! Seu gato está sempre em busca de novas aventuras Gato caçador! Seu gato tem os instintos selvagens mais aflorados
    Veja a seguir fotos de cachorro com sarna!
    Veja a seguir fotos de cachorro com sarna!
    O que é escabiose? Fotos mostram como a doença deixa feridas ao longo do corpo do animal
    O que é escabiose? Fotos mostram como a doença deixa feridas ao longo do corpo do animal
    Dá para perceber por fotos de cachorro com sarna demodécica que a região da face é uma das mais afetadas
    Dá para perceber por fotos de cachorro com sarna demodécica que a região da face é uma das mais afetadas
    A sarna em cachorro de ouvido causa feridas na região e pode se agravar para uma infecção como a otite
    A sarna em cachorro de ouvido causa feridas na região e pode se agravar para uma infecção como a otite
    Veja a seguir fotos de cachorro com sarna!
    O que é escabiose? Fotos mostram como a doença deixa feridas ao longo do corpo do animal
    Dá para perceber por fotos de cachorro com sarna demodécica que a região da face é uma das mais afetadas
    A sarna em cachorro de ouvido causa feridas na região e pode se agravar para uma infecção como a otite

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    Qual é o remédio para sarna de cachorro ideal de cada tipo de infecção? 

    Por trazer tantos problemas ao animal, a sarna em cachorro precisa ser controlada o mais rápido possível. Quanto antes for tratada, menor o incômodo no animal e o risco de contrair outras infecções. Mas após diagnosticar a sarna em cachorro, como tratar? Essa resposta varia dependendo do tipo de sarna canina. Tratamento para sarna de ouvido é diferente do tratamento para sarna negra que é diferente do caso da escabiose. 

    • Sarna sarcóptica: nesse tipo de sarna canina, tratamento é considerado mais tranquilo. Geralmente, medicamentos tópicos, como cremes e pomadas que devem ser aplicados nas regiões afetadas. Se houver necessidade, o veterinário também pode receitar um remédio para sarna de cachorro específico para o caso do animal. É ele que vai especificar exatamente o que é bom para sarna de cachorro em cada situação. Banhos antiácaros com sabonetes específicos também ajudam a, pelo menos, aliviar a proliferação dos parasitas no corpo do animal.

    • Sarna de ouvido: para cuidar da sarna de cachorro otodécica, o tratamento é parecido com o da sarna canina sarcóptica. O processo é basicamente o mesmo, mas os medicamentos devem ser específicos para a região. O banho antiácaro também é uma boa maneira de controlar a sarna em cachorro. Uma consulta no veterinário é essencial para que ele explique exatamente o que é bom para sarna de cachorro de acordo com o grau do problema no ouvido do seu pet. Caso desenvolva otite canina, o tratamento deve ser voltado para essa condição também

    • Sarna negra: esse é o único tipo de sarna de cachorro que não pode ser curada completamente. Por ser transmitida da mãe para o filhote, se o animal não tiver nenhum problema no sistema imunológico durante a vida, a sarna em cachorro pode ser controlada com o uso regular de shampoos e cremes antiácaro. Nos casos mais graves da sarna canina, tratamento deverá ser feito com medicamentos orais. Todo o processo deve ser acompanhado por um profissional, que saberá o que é bom para sarna de cachorro dependendo da gravidade e prescreverá os remédios e cremes ideais. 

    Como prevenir a sarna em cachorro?

    Os tipos de sarna canina sarcóptica e otodécica são transmitidas pelo contato com animais contaminados. Por isso, a principal maneira de prevenir esses tipos da doença é evitando esse contato. Na suspeita de um animal contaminado, não deixe seu pet se aproximar dele. Evite também locais e objetos contaminados. Outra maneira de prevenir a sarna em cachorro é através da higiene. Os ácaros podem estar presentes no ambiente, então é importante manter sempre os locais higienizados. Também é necessário ter uma rotina de banhos frequente, sempre em locais de segurança. Garantir o fortalecimento do sistema imunológico do animal através da alimentação também pode impedir a proliferação dos ácaros e ajuda na recuperação, caso contraia algum dos tipos de sarna de cachorro.

    Para os animais que já nascem com a sarna negra, o ideal é tomar todos os cuidados com a saúde desde filhote. Isso evitará os casos mais graves da doença. Como a sarna em cachorro demodécica se manifesta quando há uma baixa na imunidade, é fundamental estar sempre cuidando da saúde do animal. Uma boa alimentação e visitas frequentes ao veterinário são essenciais no controle e prevenção da doença. A castração também deve ser considerada, para evitar que a sarna canina passe para outros filhotinhos. 

    6 perguntas e respostas sobre a sarna de cachorro

    1) O que causa sarna em cachorro?

    A principal causa da sarna em cachorro é a contaminação pelo contato com animais, lugares e objetos contaminados. É assim que o animal contrai os tipos de sarna de cachorro sarcóptica e otodécica. Já a sarna negra é transmitida de mãe para filho. Isso significa que o cão possui a sarna canina no seu corpo desde filhote, mas só se manifesta quando a imunidade está baixa.

    2) Sarna de cachorro pega em humano? 

    O tipo de sarna canina sarcóptica também pode afetar humanos. Por isso, ela é considerada uma zoonose e, caso o pet seja contaminado, o tutor também precisa ir ao médico para tomar os remédios e cuidados necessários. Já os tipos de sarna canina de ouvido ou negra não passam para humanos. Mas fique atento com a sarna de ouvido se houver outros pets em casa. Ela não passa para humanos mas pode contaminar outros animais.

    3) Pode surgir sarna em filhote de cachorro? 

    A sarna em filhote de cachorro também pode acontecer. É muito importante cuidar da higiene nessa fase e fortalecer o sistema imunológico, principalmente através de uma boa alimentação. Assim, o animal ficará mais forte e menos propenso a contrair. No caso dos filhotes que contraíram a sarna negra de sua mãe, o cuidado deve ser redobrado. Nessa fase, o sistema imunológico do animal está em desenvolvimento, então é preciso um bom acompanhamento médico para evitar que fique ainda mais suscetível à proliferação dos ácaros.

    4) Como tratar a sarna no cachorro?  

    Na sarna canina, tratamento costuma ser à base de medicamentos, cremes e pomadas especiais nas regiões afetadas. Banhos antiácaros, sabonetes específicos e shampoos especiais também são fundamentais no tratamento. No caso da sarna negra, que não há cura, o uso frequente de shampoos e cremes especiais ajudam a evitar a proliferação. Caso fique doente, medicamentos também serão prescritos para controlar os sintomas.  Lembrando que apenas o veterinário pode dizer o que é bom para sarna de cachorro em cada caso. 

    5) Quais são os sintomas de sarna em cachorro? 

    Os principais sintomas de sarna em cachorro são irritação, coceira e erupções cutâneas nas áreas afetadas. Ao coçar, podem surgir feridas no local que, se não forem tratadas corretamente, podem virar porta de entrada para infecções mais graves. Os locais afetados variam de acordo com os tipos de sarna de cachorro. Na escabiose, a doença acomete principalmente o peito e a barriga, na otodécica fica no ouvido e na sarna negra pega a face e os membros.

    6) Quanto tempo dura a sarna em cachorro? 

    Nos tipos de sarna de cachorro sarcóptica e de ouvido, a doença costuma permanecer por até quatro semanas. As feridas, porém, podem demorar mais para cicatrizar. Já a sarna negra não tem cura, então o tratamento deve ser frequente ao longo de toda a vida. Quando a sarna canina se manifesta, o cão precisa receber os cuidados logo a fim de controlar os sintomas.  

    Redação: Ariel Cristina Borges e Maria Luisa Pimenta

    Publicada originalmente em: 05/08/2019

    Atualizada em 10/08/2021

    Dirofilariose canina: saiba mais sobre o verme do coração que atinge os cães

    Próxima matéria

    Dirofilariose canina: saiba mais sobre o verme do coração que atinge os cães

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Hiperadrenocorticismo em cães: o que é, quais os sintomas e como tratar? Saiba tudo sobre a doença endócrina
    Saúde

    Hiperadrenocorticismo em cães: o que é, quais os sintomas e como tratar? Saiba tudo sobre a doença endócrina

    Assim como os humanos, os cachorros também podem desenvolver um quadro de hiperadrenocorticismo. Também chamada de Síndrome de Cushing, a doença acontece quando a hipófise, glândula responsável por produzir hormônios que regulam o funcionamento da parte endócrina do organismo, passa a não funcionar corretamente. A hiperadrenocorticismo é popularmente conhecido por atingir cachorros idosos e, por isso, seus sintomas podem ser facilmente confundidos com o envelhecimento natural dos animais. Sendo assim, é importante ficar atento aos sinais do seu cãozinho e sempre investigá-los. Para entender melhor o assunto, o Patas da Casa conversou com a veterinária Gabriela Teixeira, que contou tudo sobre o hiperadrenocorticismo em cães. Confira!

    Sintomas da doença do carrapato: veja os mais comuns e aprenda a identificar se seu cachorro está doente!
    Carrapato

    Sintomas da doença do carrapato: veja os mais comuns e aprenda a identificar se seu cachorro está doente!

    O carrapato é um dos principais parasitas que ameaça o dia a dia e a saúde de cachorros criados em casa. Além da infestação ser incômoda para o animal, ele também pode transmitir a doença do carrapato — que, na verdade, pode se manifestar no corpo do animal de quatro formas diferentes. Os sintomas da doença do carrapato são a primeira forma de identificar o que está acontecendo com o seu cachorrinho. Para esclarecer todas as dúvidas sobre a doença do carrapato em cachorro, nós conversamos com a veterinária Renata Bloomfield, do Rio de Janeiro. Dá uma olhada no que ela explicou aqui embaixo!

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Carrapato

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    Ver Todas >

    Fluidoterapia em gatos: tudo que você precisa saber sobre o tratamento usado em gatos renais crônicos
    Saúde animal

    Fluidoterapia em gatos: tudo que você precisa saber sobre o tratamento usado em gatos renais crônicos

    Você já ouviu falar em fluidoterapia em gatos? Muito comum em casos de insuficiência renal em gatos, a fluidoterapia em felinos é um tratamento de suporte que promove a hidratação do animal. É um procedimento versátil que pode ser aplicado de diversas maneiras e com fluidos específicos para cada situação. Para tirar todas as dúvidas sobre a fluidoterapia em gatos, o Patas da Casa conversou com a veterinária especialista em gato e dona do Diário Felino Jéssica de Andrade.

    Gato com FIV pode conviver com outros gatos?
    Saúde animal

    Gato com FIV pode conviver com outros gatos?

    A FIV felina é considerada uma das doenças mais perigosas. Além de toda a preocupação ao resgatar ou adotar um gatinho, existe outra questão que precisa de cuidado: a fácil transmissão. Existem testes que detectam a patologia, e é necessário realizá-los antes de levar um novo gato para casa - especialmente se tiver outros gatos. O gato com FIV pode acabar transmitindo a doença para os outros residentes se não houver nenhum tipo de cuidado.

    Vermes em gatos: saiba mais sobre a dirofilariose felina
    Saúde animal

    Vermes em gatos: saiba mais sobre a dirofilariose felina

    A dirofilariose em gatos é uma doença em que os parasitas se alojam na corrente sanguínea do pet e pode chegar até o coração - por isso também é chamada de doença do verme de coração. O problema é uma das doenças causadas por tipos vermes de gato. A dirofilariose também pode atingir os cães e é temida por ser uma complicação de saúde muito perigosa para ambos os pets. 

    Dermatofitose em gatos: saiba mais sobre essa doença muito comum e silenciosa
    Saúde animal

    Dermatofitose em gatos: saiba mais sobre essa doença muito comum e silenciosa

    A dermatofitose em gatos é uma doença de pele silenciosa, porém muito comum de acontecer com os felinos. Mesmo que muitas vezes seja difícil de ser identificada, essa doença é altamente contagiosa e é classificada como uma zoonose, ou seja, também é transmissível para os humanos. Por isso, saber mais sobre os sintomas de dermatofitose é muito importante não só para o bem-estar de seu gato, como também do próprio tutor.

    Ver Todas >