Saúde

Sarna em cachorro: como tratar e quais os sintomas da doença?

Conheça os diferentes tipos sarnas, como prevenir e tratar do seu cachorro com a doença (Foto: Shutterstock)
Conheça os diferentes tipos sarnas, como prevenir e tratar do seu cachorro com a doença (Foto: Shutterstock)

Uma das principais doenças de animais de estimação, a sarna em cachorro é conhecida por causar bastante incômodo no cãozinho infectado. Mesmo sendo uma condição “popular”, pouca gente sabe que a doença pode ser causada por diferentes tipos de ácaros que se alojam na pele do animal e que isso, consequentemente, gera diferentes formas de ação, sintomas e tratamentos necessários. Para se preparar e conhecer mais sobre a sarna, confira as informações que o Patas da Casa juntou aqui embaixo!

Sarna em cachorro: conheça os diferentes tipos e sintomas da doença

A sarna em cachorro pode ser causada por três tipos diferentes de ácaros e, consequentemente, se manifestam de três maneiras distintas. São elas: a escabiose, a sarna de ouvido e a sarna negra. Entre as três, apenas a primeira pode ser transmitida para humanos, mas todas precisam de cuidados específicos para aliviar a qualidade de vida do animal. Veja mais a seguir:

1) Escabiose: também conhecida como sarna sarcóptica, esse é o tipo mais comum de sarna em cachorro. Ela pode ser transmitida tanto para humanos quanto para outros cachorros e, até mesmo, gatos que entrem em contato direto com o animal infectado. O ácaro responsável por esse tipo de sarna costuma agir no peito, na barriga e nos ouvidos do animal, causando muita coceira, vermelhidão, queda de pelos, perda de apetite e diferentes erupções na pele do animal, que vão das manchas e bolhas até crostas amareladas e infecções causadas por bactérias e fungos.

2) Sarna de ouvido: restrita à região auricular do animal, a sarna de ouvido também pode ser conhecida como otodécica . Ela causa acúmulo de cera e muita coceira tanto na orelha quanto no ouvido do animal. A partir desses dois sintomas, o cachorro pode desenvolver inflamações como a otite e também pode se ferir tentando aliviar o incômodo nas orelhas. 

3) Sarna negra: a única que pode ser transmitida da mãe para o filhote, a sarna negra — também conhecida como sarna demodécica — costuma se manifestar no corpo todo ou em pontos isolados, como os cotovelos, calcanhares, queixo e na região focinho, perto dos olhos e da boca do animal. Entre os sintomas mais comuns, você pode identificar a oleosidade e queda dos pelos, infecções, inchaço, descamação e vermelhidão da pele além de manchas escuras e aspereza na região infectada. 

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Como seria o seu domingo perfeito?

Como você fica em um dia de chuva?

Como seria a viagem ideal nas férias?

Como você costuma encontrar os amigos?

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Como é a sua rotina matinal?

Como é a sua agenda no fim de semana?

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    Um dos sintomas da escabiose é a queda dos pelos nas regiões afetadas pela doença (Foto: Shutterstock)
    Um dos sintomas da escabiose é a queda dos pelos nas regiões afetadas pela doença (Foto: Shutterstock)

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    Qual é o remédio para sarna de cachorro ideal de cada tipo da infecção?

    Entre os três tipos de sarna em cachorro, a negra é a única que não pode ser curada completamente. Por ser transmitida da mãe para o filhote, se o animal não tiver nenhum problema no sistema imunológico durante a vida, a condição pode ser controlada com o uso regular de shampoos e cremes antiácaro. Nos casos mais graves, o tratamento deverá ser feito com medicamentos orais. Como todo o processo deve ser acompanhado por um profissional, os remédios e cremes também precisam ser indicados por ele 

    A escabiose e a sarna de ouvido são mais simples de tratar. A primeira, geralmente, se resolve com medicamentos tópicos, como cremes e pomadas que devem ser aplicados nas regiões afetadas. Se houver a necessidade, o veterinário também pode receitar um remédio para sarna de cachorro específico para o caso do animal. Com a sarna de ouvido, o processo é basicamente o mesmo, mas os medicamentos devem ser específicos para a região. Em todos os casos, os banhos antiácaros com sabonetes específicos ajudam a, pelo menos, aliviar a proliferação dos parasitas no corpo do animal.

    Conheça diferentes maneiras de prevenir a sarna em cachorro

    Por ser uma doença transmitida predominantemente pelo contato com animais contaminados, a principal forma de evitar que o seu cachorro tenha sarna é cuidando dos locais que ele frequenta e com quais animais interage. Garantir o fortalecimento do sistema imunológico do animal através da alimentação também pode impedir a proliferação dos ácaros e também ajuda na recuperação, caso ele contraia algum dos tipos de sarna. A higienização do ambiente também é super importante nesse caso.

    Para os animais que já nascem com a sarna negra, o ideal é tomar todos os cuidados com a saúde dele desde a época de filhote para tentar evitar os casos mais graves da doença. A castração também deve ser considerada, para evitar que a sarna passe para outros filhotinhos. 

    Redação: Ariel Cristina Borges

    Cachorro estressado: 8 sinais de que o estresse está afetando a saúde do pet

    Próxima matéria

    Cachorro estressado: 8 sinais de que o estresse está afetando a saúde do pet

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Hiperadrenocorticismo em cães: o que é, quais os sintomas e como tratar? Saiba tudo sobre a doença endócrina
    Saúde

    Hiperadrenocorticismo em cães: o que é, quais os sintomas e como tratar? Saiba tudo sobre a doença endócrina

    Assim como os humanos, os cachorros também podem desenvolver um quadro de hiperadrenocorticismo. Também chamada de Síndrome de Cushing, a doença acontece quando a hipófise, glândula responsável por produzir hormônios que regulam o funcionamento da parte endócrina do organismo, passa a não funcionar corretamente. A hiperadrenocorticismo é popularmente conhecido por atingir cachorros idosos e, por isso, seus sintomas podem ser facilmente confundidos com o envelhecimento natural dos animais. Sendo assim, é importante ficar atento aos sinais do seu cãozinho e sempre investigá-los. Para entender melhor o assunto, o Patas da Casa conversou com a veterinária Gabriela Teixeira, que contou tudo sobre o hiperadrenocorticismo em cães. Confira!

    Sintomas da doença do carrapato: veja os mais comuns e aprenda a identificar se seu cachorro está doente!
    Carrapato

    Sintomas da doença do carrapato: veja os mais comuns e aprenda a identificar se seu cachorro está doente!

    O carrapato é um dos principais parasitas que ameaça o dia a dia e a saúde de cachorros criados em casa. Além da infestação ser incômoda para o animal, ele também pode transmitir a doença do carrapato — que, na verdade, pode se manifestar no corpo do animal de quatro formas diferentes. Os sintomas da doença do carrapato são a primeira forma de identificar o que está acontecendo com o seu cachorrinho. Para esclarecer todas as dúvidas sobre a doença do carrapato em cachorro, nós conversamos com a veterinária Renata Bloomfield, do Rio de Janeiro. Dá uma olhada no que ela explicou aqui embaixo!

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Carrapato

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    Ver Todas >

    Quais são os cuidados com gatos renais crônicos?
    Saúde animal

    Quais são os cuidados com gatos renais crônicos?

    Se você é um gateiro, com certeza já ouviu falar sobre o perigo das doenças renais nos felinos. Se os cuidados são importantes em qualquer fase de vida do pet, no caso de um gato com insuficiência renal a preocupação é maior ainda. A insuficiência renal em gatos é uma doença que acomete principalmente os felinos idosos, mas também pode ser comum em outras idades e também na raça de gato Persa, que possui predisposição genética para esse tipo de problema. 

    Icterícia em cães: entenda o que é o problema e os sinais mais comuns
    Saúde animal

    Icterícia em cães: entenda o que é o problema e os sinais mais comuns

    Se você nunca ouviu falar na icterícia em cães, chegou a hora de entender um pouco mais sobre o problema que, embora não seja uma doença, é um sinal clínico que pode indicar que a saúde do cachorro não vai muito bem. Mas então, como identificar a icterícia canina e quais são as principais causas associadas a esse sintoma?

    Quais são as doenças de cachorro mais comuns no verão e como evitá-las?
    Saúde animal

    Quais são as doenças de cachorro mais comuns no verão e como evitá-las?

    Com a chegada do verão, é necessário redobrar os cuidados com o cachorro e também com a sua saúde. Os peludos costumam aproveitar bastante essa época, já que os passeios e banhos de mar ou piscina são mais frequentes. No entanto, a mudança de rotina vem acompanhada de uma grande preocupação, que é a proliferação de certas doenças de cachorro que ocorrem nessa época. Otite canina, desidratação e até mesmo infestação de pulgas e carrapatos são problemas bastante comuns no verão. 

    Verme em cachorro filhote: veja os sinais mais comuns de que o cãozinho está sofrendo com verminoses
    Saúde animal

    Verme em cachorro filhote: veja os sinais mais comuns de que o cãozinho está sofrendo com verminoses

    Os filhotes de cachorro são muito mais propensos a sofrerem com verme. Além da contaminação facilmente ocorrer pela amamentação, os filhotes ainda estão desenvolvendo o sistema imunológico e diversas funções do organismo. É por isso que a primeira dose do vermífugo para cachorro filhote deve ser feita aos 30 dias de vida, com reforço mensal até os seis meses, para garantir a saúde do pet. 

    Ver Todas >