Você já ouviu falar da otite canina? A inflamação que afeta o canal auditivo do cachorro provoca coceira intensa, aumento na produção de cerúmen, mau cheiro, dores e até feridas na região. Ou seja, é um combo de incômodos que deixam o animal bem desconfortável. Em casos não tratados corretamente, a otite em cachorro pode até mesmo afetar a audição canina. A inflamação tem causas variadas, mas o tratamento é simples. É interessante saber como evitar a otite em cachorro para garantir que o pet não passe pelo transtorno. O Patas da Casa reuniu informações importantes para ajudar os tutores a prevenirem o problema.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Não tenho pets
Tenho cão
Tenho gato
Tenho cão e gato
Autorizo receber comunicações e publicidade da NESTLÉ®.

O que é otite canina?

O formato da orelha do cachorro torna propícia a entrada e reprodução de micro-organismos, fungos, ácaros e bactérias. Muita gente associa essa complicação à dor de ouvido que ocorre em humanos. Apesar de algumas semelhanças, a otite em cachorro possui suas particularidades. “A otite é basicamente uma inflamação nos ouvidos, que pode se tornar uma infecção. Essa inflamação pode ocorrer no ouvido externo, médio ou interno do cão, e é desencadeada por vários fatores diferentes”, explica a veterinária Amanda Carloni.

A doença costuma ser mais comum no ouvido externo, onde acaba se manifestando na camada da pele que reveste a região. Os sinais da complicação costumam ser bem notáveis e geralmente estão associados à produção de mais cera de coloração escura. Quando a otite canina ocorre no ouvido médio do cachorro, a identificação pode ser mais complicada - visto que é uma região na qual o tutor não consegue enxergar. O caso mais preocupante desse problema de saúde animal ocorre na região interna. A infecção nessa parte do ouvido pode provocar alterações neurológicas e até mesmo a perda de audição do cãozinho.

 

Otite canina pode ser prevenida com ações simples, como secar bem a orelha do pet depois do banho

Otite canina pode ser prevenida com ações simples, como secar bem a orelha do pet depois do banho

 

 

Como evitar a otite canina?

 

Por se tratar de uma inflamação, você deve estar pensando que o que causa otite canina é a falta de limpeza no ouvido dos cães. Mas na verdade, a higiene excessiva não é uma forma de evitar a doença. Quando a limpeza ocorre sem necessidade, as proteções naturais são removidas, levando o organismo a produzir mais cera. Os tutores devem sempre se atentar a isso.

Limpar o ouvido do cachorro em excesso pode até mesmo atrapalhar. Para esse processo, o que pode ser feito para evitar o desenvolvimento de otite é não usar soro fisiológico, pinças e cotonetes. O soro, por ser líquido, pode escorrer para dentro dos condutos auditivos e causar otite canina. Já os outros instrumentos podem machucar o cão e empurram o cerúmen mais para dentro, o que favorece a proliferação dos agentes causadores da otite. Os produtos para limpar a orelha do cachorro podem ser encontrados em pet shops.

Além disso, outra coisa que pode ser feita para evitar a inflamação na orelha do cachorro é manter a região bem seca, principalmente depois do banho. Se o seu cachorro tem a orelha grande, como é o caso do Basset Hound, precisa de mais atenção para evitar a umidade. Já os cachorros muito peludos precisam ter os pelos da orelha aparados com frequência. 

Cachorro com otite: o que fazer?

Se mesmo tomando os devidos cuidados você está suspeitando que seu cão está com otite, o ideal é consultar um médico veterinário para adotar o tratamento adequado. O profissional indicará o remédio para otite canina mais coincidente com o caso do seu pet, como antibióticos, anti-inflamatórios e pomadas. Casos de otite na área externa podem evoluir para a região média do ouvido quando não tratados corretamente.

Outra dúvida recorrente dos tutores é sobre quanto tempo demora para curar otite canina. Tudo vai depender da causa, grau de manifestação da doença, remédio que está sendo utilizado para tratamento e outros fatores. O profissional poderá indicar o tempo de tratamento na consulta. De modo geral, a complicação de saúde de cachorro costuma ser resolvida entre 1 e 3 semanas de tratamento.

Redação: Hyago Bandeira