Adoção animal

"Quero adotar um cachorro": saiba onde procurar e como adaptar um cão abandonado na sua casa (e vida!)

Publicado - 19 Agosto 2021 - 18h00

Atualizado - 11 Abril 2024 - 14h35

Adotar cachorro é um dos mais verdadeiros atos de amor. A adoção de cachorro abandonado pode mudar tanto a vida dele, que ganhará uma família, quanto a vida do tutor, que terá um amigo para todas as horas. Ainda assim, saber como adotar um cachorro de maneira responsável requer muito planejamento. Pesquisar onde adotar um cachorro, quais serão os custos e que cuidados devem ser tomados são algumas das coisas que se deve refletir. Se você decidiu “eu quero adotar um cachorro”, confira o guia que preparamos com tudo que você precisa saber sobre adoção. Dá uma olhada!

Onde adotar um cachorro? Veja onde procurar

Se você está pensando em adotar cachorro, é comum surgirem algumas dúvidas. Afinal, você está aumentando a família com um amigo de quatro patas! Onde adotar um cachorro é uma das principais questões. A boa notícia é que há muitos lugares para adotar cachorros. Opção é o que não falta e nós te explicamos cada uma delas:

  • ONG para adotar cachorro: se você está buscando “onde posso adotar um cachorro”, uma boa dica é visitar uma ONG animal voltada para essa causa perto de você. Esses locais resgatam animais abandonados e dão todo o suporte para que eles tenham boas condições de vida, cuidando de sua saúde e bem-estar. Além disso, as ongs têm o objetivo de conscientizar e apoiar causas relacionadas a animais com diversas campanhas. Por isso, se você  busca cachorrinhos para adotar, vale a pena tentar encontrar alguma instituição que preza pela qualidade de vida do pet.
  • Feirinha de adoção: um dos melhores lugares para adotar cachorros é em feirinhas de adoção. Promovidas geralmente por ongs ou pet shops, elas oferecem uma adoção responsável de animais abandonados. Quem busca cachorros para adotar encontrará nesses locais vários pets que também estão loucos para serem adotados! Você pode visitar os locais e, pessoalmente, escolher o cãozinho que faça o seu coração bater mais forte. 
  • Redes sociais: hoje em dia as redes sociais têm um papel importante na adoção de cachorro. Grupos para adotar cachorro no Facebook, amigos postando que estão doando pets, sites especializados em adoção… existem várias opções! Você pode ainda publicar “procuro cachorro para adotar”, pois até mesmo algum conhecido pode ver e te ajudar. Então se você busca onde se adota cachorros de maneira rápida, a internet é o melhor lugar.  Basta ter cuidado com quem conversa para ter certeza de que é alguém que cuida bem dos cães e tenha boas intenções. Por isso, antes de adotar um cachorro pela internet, vale fazer uma visita e perguntar tudo o que você puder.
  • Resgatar animal de rua: muitas vezes vemos um cãozinho abandonado na rua e sentimos um grande amor logo de cara. Cães nessa situação frequentemente estão machucados ou com algum problema de saúde, então é importante levá-lo ao veterinário antes de tudo. Ao adotar um cachorro abandonado você estará fazendo um grande gesto ao animal, tirando-o das condições difíceis d rua e dando uma vida que ele merece. É um lindo ato de amor!
  • Adotar cachorro com conhecidos: uma das maneiras mais responsáveis de doar cachorro é oferecer para alguém de confiança. Por isso, se você quer cachorros para adotar, procure se algum conhecido está doando. Quando conhece a pessoa fica muito mais fácil, além de ter uma confiança maior de que o cão estava sendo bem cuidado. Procure com a família, amigos ou vizinhos. Adotar cachorro com conhecidos também tem a vantagem de o tutor antigo talvez continuar mantendo contato com o pet, garantindo menos trauma ao animal.

 

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

adotar cachorro: cão no chão de casa

Antes de adotar cachorro, é preciso pensar nos custos que o seu amigo pode demandar

 

Adotar um cachorrinho e levá-lo para dentro de casa é definitivamente uma das melhores experiências para os pais e mães de pet. Afinal, eles são carinhosos, divertidos e alegram sua rotina. Mas, antes de adotar um cachorro, é importante lembrar que o pet pode ser uma grande mudança no seu estilo de vida, principalmente na parte financeira. Então, após a adoção de cachorro se prepare para todos os gastos para manter o animal

  • Alimentação: os custos com alimentação são constantes pelo resto da vida, variando de acordo com a idade. Conforme o tempo passa, lembre-se de ir mudando a ração de acordo com cada fase da vida e com o porte. Se decidir que “quero adotar um cachorro de porte pequeno”, a quantidade de ração gasta será menor do que se decidir que “quero adotar um cachorro de porte grande”. Existem diversos tipos de ração: Comum (mais fácil de ser encontrada, mas com menos nutrientes - média de preço entre R$50 e R$70); Premium ou Standard (ingredientes de melhor qualidade - entre R$100 e R$150); Super premium (a mais rica em nutrientes com ingredientes selecionados - entre R$150 e R$300).
  • Vacinação: a vacina também é um gasto anual, sendo ainda maior nos primeiros meses. Ao adotar um cachorro filhote, verifique se ele já tomou as vacinas iniciais obrigatórias. Se não, é importante levar para vacinar e cumprir o calendário de imunização do cachorro corretamente. É importante ficar atento no reforço anual, garantindo que seu cão fique sempre protegido. Os custos variam de acordo com cada local, mas fique atento às campanhas de vacinação gratuitas que muitas ONGs e órgãos públicos oferecem anualmente, principalmente para a vacina antirrábica.
  • Vermífugo para cachorro: além da vacinação, a vermifugação do cachorro é essencial para manter seu pet saudável contra vermes. Nos filhotes, costuma ser aplicada entre os 15 e 30 dias de vida, com reaplicação ao menos três vezes ao ano. Custa em torno de R$30 a R$150. 
  • Objetos essenciais para o cantinho do cão: ao procurar cachorros para adotar, você precisará preparar um território bem confortável para ele. Por isso, vale investir em uma caminha para cachorro. Para escolher, leve em conta a qualidade do material e o porte do animal. Dependendo do tipo de cama - almofadão, caixote, suspensa, pneu - o preço pode ser mais ou menos caro, mas também é possível fazer você mesmo, se preferir. Ao adotar cachorro, também compre um comedouro e um potinho de água. Todo cão precisa de ao menos um para se manter sempre alimentado e hidratado. Esses potinhos geralmente não custam mais de R$20, mas existem opções mais sofisticadas que podem ter valores mais elevados. Outro objeto que vale investir ao adotar cachorro é o tapete higiênico. Existem opções descartáveis - entre R$15 e R$50 - e laváveis - R$35 a R$150. São opções mais higiênicas e fáceis para o bichinho fazer suas necessidades, mas escolher usá-las ou não fica a critério do tutor.
  • Coleiras e brinquedos: se você quer cachorrinhos para adotar, se prepare para passear bastante! Todo cãozinho precisa gastar energia, então você vai deve levá-lo para dar voltinhas e brincar ao ar livre sempre. Por isso, é necessário comprar uma coleira para usar nos passeios. Existem diversos modelos de coleiras: peitoral, tradicional, anti-puxão, entre outras. Basta escolher o tipo de coleira que funciona melhor no seu cão. E como o cão ama se divertir, você também terá gasto com brinquedos. Podem ser bolinhas para cachorro, discos, ossinhos, brinquedos interativos… É uma diversidade enorme, dos mais baratos aos mais caros e com os mais variados materiais, cores e formatos.

“Quero adotar um cachorro”: todo mundo da família está de acordo com essa decisão?

“Eu quero adotar um cachorro!” Com certeza se você disse essa frase você está animado, procurando um cachorro para adotar, pesquisando valores de ração e tudo que é necessário… mas você já conversou com a sua família? Para adotar cachorro é importante que todos que moram na casa estejam de acordo. Seu pet será seu novo melhor amigo mas, querendo ou não, as pessoas que vivem com você também terão que conviver com ele.

Para colocar alguém dentro de casa, seja pessoa ou animal, é preciso conversar e ter certeza que está tudo bem. Se você adotar um cachorro e não falar nada, alguém pode reclamar e não aceitar essa decisão. Algumas pessoas podem ter alergia, medo de cachorro ou apenas não querem essa responsabilidade. Sem conversa, isso pode gerar um mal estar entre os familiares e para o cão também. Além disso, imagina se você não puder mais ficar com o bichinho? Após adotar cachorro, devolvê-lo é uma experiência muito ruim para o animal. Portanto, antes de adotar cachorro evite problemas e tenha certeza que todos estão de acordo com a decisão.

 

Como adotar um cachorro?

 

Vontade de adotar cachorro todo mundo tem. Mas a verdade é que existem alguns critérios para a adoção de cachorro ser realizada de fato. Não é qualquer um que pode sair pegando um cãozinho e chamar de seu. Na hora de adotar cachorro, algumas exigências são feitas. Primeiro, é necessário ter no mínimo 21 anos e apresentar RG, CPF e comprovante de residência. Isso é fundamental para garantir que o cão terá realmente um lugar seguro e adequado para viver. Além disso, ao adotar cachorro você terá que assinar um termo de responsabilidade. Isso é fundamental para comprovar que você está se responsabilizando a cuidar do pet e a garantir boas condições de vida a ele.

Dependendo de onde se adota cachorros, você ainda preencherá uma ficha cadastral, descrevendo como será seu dia a dia com o cão, pontuando se existem outros animais de estimação na casa e descrevendo sua casa e suas condições. Com isso, os lugares para adotar cachorros conhecem melhor seu perfil e já sabem mais ou menos que cães se dariam bem com você. Todos esses cuidados de como adotar um cachorro são essenciais para garantir uma adoção responsável. 

Adotar cachorro abandonado: o que fazer ao encontrar um cãozinho na rua?

Os animais abandonados nas ruas são uma triste realidade no Brasil. Só neste ano, uma pesquisa revelou que 30 milhões de animais estão sujeitos todos os dias a situações de maus-tratos, doenças e fome. Por isso, adotar cachorro abandonado é muitas vezes o primeiro pensamento ao encontrar um pet nessa condição. Mas, antes de levar o seu amigo para casa, é preciso saber como adaptá-lo ao novo lar e, principalmente, como cuidar bem dele. Para te ajudar na adoção de cachorro abandonado, separamos algumas dicas: 

  • Tenha calma ao se aproximar do cão: ao adotar um cachorro abandonado, lembre que ele pode se assustar com você e se afastar. O primeiro passo é conquistar sua confiança. Aproxime do cão com calma e, assim que estiver perto, deixe que ele faça o contato final. Ofereça comida, use voz suave e aguarde até que ele esteja confortável com você.

  • Verifique se o cachorro possui alguma identificação: depois de aproximar, verifique se o cão possui coleira com plaquinha de identificação, pois ele pode estar perdido, e não abandonado. Por isso, antes de adotar um cachorro na rua, certifique-se de que ele não possui uma família.

  • Leve-o ao veterinário: ao adotar um cachorro abandonado, é fundamental levá-lo ao veterinário. O profissional vai checar se seu novo amigo tem alguma doença ou ferimento que precise ser tratado antes de entrar em contato com outros animais ou com sua família. 

  • Prepare sua casa: quando você adotar um cachorro, será necessário adaptar o lugar onde você mora. Quem vive em apartamento, por exemplo, deve instalar tela de proteção em janelas e varandas para evitar acidentes. Também separe o espaço do cachorro na casa. O cantinho exclusivo do pet deve reunir a caminha e os potes de água e ração. 

  • Ajude na adaptação do seu novo pet: nos primeiros dias e semanas após adotar cachorro, é comum passar por um período de adaptação, o que pode levar a sintomas de ansiedade, falta de apetite ou hábitos de se esconder dos membros da família. Mas isso é normal! Os cães podem sofrer com mudanças repentinas, então seja paciente e mostre todo o carinho e amor que puder. 

Adotar um cachorro é para vida toda

Você deve ter notado que adotar cachorro não é uma tarefa tão simples quanto parece. Mas isso tem uma razão importante e especial. Pets são como filhos e precisam de cuidados específicos para viverem felizes e saudáveis. Por isso, não adianta pensar que um bichinho de estimação é apenas um enfeite ou companhia. É necessário ter responsabilidade.

Ao adotar cachorro você terá gastos mensais, preocupações com higiene e cuidados com alimentação e bem-estar. Além disso, você precisa garantir que seu pet esteja feliz, então deve ter sempre um tempinho para ele, seja com brincadeiras ou passeios ao ar livre. Além dessas responsabilidades ao adotar um cachorro, é importante cuidar da saúde do pet, levando ele ao veterinário com regularidade e mantendo o calendário de vacinas sempre atualizado. Esses cuidados vão garantir uma boa vivência entre tutor e animal de estimação - ou melhor, entre melhores amigos. Afinal, ao adotar cachorro a melhor recompensa é ter um companheiro leal e carinhoso por toda a vida!

Redação: Úrsula Gomes e Maria Luísa Pimenta

Publicada originalmente em: 13/03/2020

Atualizada em: 19/08/2021

Comportamento

Cachorro e gato deixam as desavenças de lado e se unem para missão que parecia impossível

Existe uma crença de que cachorro e gato são inimigos naturais. Ao longo dos anos, a relação entre as duas espécies foi retratada na...

Cachorro

Com quantos anos você descobriu que é possível descobrir a idade de cachorro pelos dentes?

Em casos de adoção animal, em que a maioria dos cães são resgatados da rua, é inevitável surgir a curiosidade de qual é a idade do p...

Adote um animal

As 7 raças de cachorro mais engraçadas que existem - o último da lista chama atenção por um detalhe curioso

Cada raça de cachorro tem características físicas únicas e muito particulares. São esses traços que muitas vezes nos ajudam a difere...

Adote um animal

Esses são os gatos mais caros do mundo - e filhote de um deles pode custar mais de R$600 mil

Os gatos de origem genética rara e aparência exótica conquistam cada vez mais o coração dos gateiros. Além de encantadores na aparên...

Comportamento

Cachorro e gato deixam as desavenças de lado e se unem para missão que parecia impossível

Existe uma crença de que cachorro e gato são inimigos naturais. Ao longo dos anos, a relação entre as duas espécies foi retratada na...

Cachorro

Com quantos anos você descobriu que é possível descobrir a idade de cachorro pelos dentes?

Em casos de adoção animal, em que a maioria dos cães são resgatados da rua, é inevitável surgir a curiosidade de qual é a idade do p...

Adote um animal

As 7 raças de cachorro mais engraçadas que existem - o último da lista chama atenção por um detalhe curioso

Cada raça de cachorro tem características físicas únicas e muito particulares. São esses traços que muitas vezes nos ajudam a difere...

Gato

Gato que frequentava Universidade se forma e recebe título de "Doutor em Litter-ature"

Histórias de bichinhos de estimação frequentando a universidade sempre ganham um lugar especial no nosso coração. Foi o que acontece...

Ver todas