close
Saúde

Olho de cachorro: como os cães enxergam, doenças oculares mais comuns, cuidados e mais

Atualizado · 30 de março de 2022 · 16h29

Publicado · 30/03/2022 · 16h29

O olho de cachorro não enxerga todas as cores, mas tem uma ótima capacidade noturna e periférica
O olho de cachorro não enxerga todas as cores, mas tem uma ótima capacidade noturna e periférica

Umas das grandes dúvidas sobre o universo canino é como o cachorro enxerga e quais cores podem ser percebidas por esses animais. Alguns acreditam que eles veem tudo em preto e branco, mas será que é verdade? Independentemente da resposta, é inegável que o olho de cachorro cumpre uma função muito importante na vida do seu pet. Por isso, é fundamental ter um cuidado especial com a visão canina! Tem vontade de aprender mais sobre o olho de cachorro? Reunimos abaixo várias informações sobre essa parte do corpo para que você entenda melhor como os cães enxergam, doenças comuns na região e os principais cuidados com os olhos do seu pet. Confira!

Com quantos dias filhote de cachorro abre os olhos?

Poucas pessoas sabem disso, mas os filhotes de cachorro nascem com os olhos fechados e demoram um tempinho para abri-los. Esse tempo varia entre 10 a 14 dias após o parto, sendo que algumas raças podem levar alguns dias a mais. O filhote de cachorro geralmente abre um olho de cada vez, então não se preocupe se por acaso você encontrar o doguinho apenas com um olho aberto.

Ah, e um ponto importante é que não se pode forçar o cachorro a abrir os olhos, ou isso pode prejudicar a visão do animal. O ideal é esperar que tudo aconteça naturalmente. Também é importante manter o pet em um local com pouca luminosidade, pois o olho de cachorro ainda é muito sensível nas primeiras semanas de vida.

Como os cachorros enxergam?

É bem provável que essa pergunta já tenha passado pela sua cabeça, pois até mesmo quem não é fã da espécie tem curiosidade em saber como cachorro enxerga. Começando pela distinção de cores, é importante desmistificar a ideia de que os cães veem tudo em preto e branco. Na verdade, esses animais conseguem ver o azul e o amarelo com mais facilidade (e até mesmo alguns tons de verde). Por outro lado, cores mais quentes e vibrantes - como vermelho, laranja e rosa - não são percebidas por eles. Nesse caso, os objetos com essas colorações assumem uma tonalidade cinza.

Isso acontece por causa da construção anatômica da retina deles. A quantidade de cones que os cães têm é bem menor do que a dos humanos, e essa é a estrutura responsável pela percepção das luzes e cores. É por isso que a forma como o cachorro enxerga não é igual a nossa: eles não têm acesso à mesma gama de cores que nós temos.

Já a visão dos cachorros noturna é bem aprimorada. Eles possuem um número maior de bastonetes, que é a estrutura que capta a luz dos ambientes, então, enxergam muito melhor no escuro do que uma pessoa com a visão perfeita. A habilidade, inclusive, era muito necessária antes da domesticação, pois a caça noturna era uma das principais atividades dos cães.

Outro ponto que se destaca é a visão periférica desses animais: como os olhos de cachorro ficam posicionados na lateral da cabeça, eles têm um alcance de 240º, em vez dos 180º que os humanos têm. No entanto, as imagens ficam mais nítidas no centro do campo de visão do que nas laterais, que costumam ter uma visão mais embaçada.

Cachorro do olho azul: 4 raças com essa característica

Apesar de não ser comum, é possível encontrar algumas raças de cachorro com o olho azul. Mas sabia que, ao contrário do que se pensa, o azul não é exatamente uma cor de olho? Na verdade, ele indica a ausência de pigmentação, e é comum quando o animal possui o gene merle (exceto no caso dos Huskies, que não possuem esse gene e têm o olho azul da mesma forma). Alguns cachorros de olho azul são:

O cachorro pode ainda ter olhos com duas cores diferentes (e geralmente uma delas é o azul). Nesse caso, é o que chamamos de heterocromia em cães, condição genética caracterizada por uma alteração na coloração da íris.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    Cachorro do olho azul: Husky é uma das raças com essa característica
    Cachorro do olho azul: Husky é uma das raças com essa característica
    O olho de cachorro Border Collie pode ser azul se ele tiver o gene merle
    O olho de cachorro Border Collie pode ser azul se ele tiver o gene merle
      Weimaraner é outro cachorro de olho azul que faz sucesso
    Weimaraner é outro cachorro de olho azul que faz sucesso
    O olho de cachorro pode ter duas cores se o animal tiver heterocromia, que é comum no Husky e no   Pastor Australiano
    O olho de cachorro pode ter duas cores se o animal tiver heterocromia, que é comum no Husky e no Pastor Australiano
    Cachorro do olho azul: Husky é uma das raças com essa característica
    O olho de cachorro Border Collie pode ser azul se ele tiver o gene merle
      Weimaraner é outro cachorro de olho azul que faz sucesso
    O olho de cachorro pode ter duas cores se o animal tiver heterocromia, que é comum no Husky e no   Pastor Australiano

    Mais Lidas

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    A cinomose canina é uma das doenças de cachorro mais perigosas e sérias, principalmente porque pode afetar cães de todas as idades e raças e é altamente contagiosa. O que causa cinomose é um vírus da família Paramyxovirus, e quando o animal não é tratado da forma correta, a doença pode até ser fatal (não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele). 

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar
    Saúde animal

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar

    Encontrar sangue nas fezes do cachorro é um sinal de que algo está fora do normal. O cocô com sangue em cachorro é uma questão que deve ser sempre levada a sério. Há diversas razões para isso acontecer, desde um episódio momentâneo - mais simples de resolver - até doenças mais graves - como a gastroenterite hemorrágica ou câncer em cães. 

    Glaucoma, uveíte, catarata em cachorro… quais são as doenças mais comuns nos olhos do cão?

    Basta ver algumas fotos de doenças nos olhos de cachorros para perceber como essa é uma região frágil e que pode machucar com uma facilidade enorme. O aspecto vermelho e com remela, por exemplo, muitas vezes já é um indício de problema. Por isso, todo cuidado é pouco quando se trata da saúde ocular do seu cãozinho.

    Sobre as doenças no olho de cachorro, o médico veterinário Thiago Ferreira, que é especializado em oftalmologia, revela: “Quando falamos de doenças oculares, as pessoas acreditam que a doença mais comum seja a catarata em cachorro. Mas apesar de ocupar um lugar importante nas causas de doenças oculares em cães, a catarata não é a mais comum. As mais comuns são, principalmente, úlcera de córnea e síndrome do olho seco. Em seguida observamos a incidência de catarata, uveíte e glaucoma em cachorro. A frequência é que muda de lugar para lugar, mas as duas primeiras doenças citadas, sem dúvidas, são mais frequentes.”

    6 doenças no olho do cachorro para ficar atento

    O olho do cachorro remelando ou vermelho geralmente é um sinal de que há algo de errado com a visão do seu amigo. Pode significar desde uma situação mais simples, como uma poeirinha que entrou no olho e causou certo incômodo, até uma questão mais séria, como a presença de uma doença ocular em cães. Para não restarem dúvidas, veja abaixo quais são os principais problemas que podem afetar o olho de cachorro:

    1) Catarata

    A catarata em cachorro é um quadro relativamente comum que acomete o cristalino e prejudica a noção espacial do animal. Um dos sinais que indicam a doença é a alteração do globo ocular que deixa o cristalino branco e opaco - e, aos poucos, pode se tornar acinzentado ou azulado. A longo prazo e sem o tratamento adequado, o cão pode ficar cego.

    “A catarata é caracterizada pela degeneração das fibras proteínas que constituem a lente interna dos olhos dos cães. Essa degeneração pode ser por conta da radiação UV, doenças endócrinas (como diabetes) ou por inflamações ou infecções dentro dos olhos”, explica o veterinário.

    2) Glaucoma

    O glaucoma em cachorro é uma doença silenciosa e perigosa que pode danificar seriamente a visão canina conforme evolui. “Esse problema consiste no aumento da pressão intraocular sustentada por alguma doença prévia que não permite que a pressão retorne a valores normais. Pode ser genético ou secundário à uveíte ou outros desbalanços que ocorrem dentro do olho de cachorro.”

    Os sintomas mais comuns no estágio inicial são o olho do cachorro vermelho ou remelando, com a perda dos reflexos e da visão de forma gradativa. Se já estiver em um estágio muito avançado, o glaucoma em cachorro deixa o olho esbranquiçado.

    3) Uveíte

    Se você encontrou o olho do cachorro vermelho, inchado e com uma lacrimação excessiva, pode ser um sinal de uveíte. Sobre a doença, o médico veterinário explica: “É a inflamação dentro dos olhos, na parte colorida, chamada de íris e em toda sua continuação, que vai até a região posterior dos olhos. Essa inflamação pode acontecer por infecções, câncer e doenças imunomediadas. Em alguns casos, ocorre de forma secundária à catarata”.

    Como atinge uma área bem sensível, o olho de cachorro lacrimejando sem parar já é um sinal de alerta para a uveíte em cães. Em alguns casos, pode haver pontos de sangramento e fotofobia (sensibilidade à luz). 

    4) Conjuntivite

    A conjuntivite em cachorro é outra doença ocular que pode afetar a espécie, mas com menor incidência do que em humanos. “Trata-se da inflamação na membrana que recobre a parte branca dos olhos, que chamamos de esclera. Recobre também o interior das pálpebras. Mas, apesar de ser comum em seres humanos, em cães ela é rara. A conjuntiva avermelhada pode ser um sinal comum a várias doenças, mas não necessariamente reflete uma infecção na conjuntiva. Vale ressaltar que a conjuntivite alérgica ou secundária ao ressecamento do olho acaba por ser comum, mas não é a causa primária”.

    De toda forma, um dos principais sintomas que podem ser observados nesses casos é o cachorro com olho remelando e vermelho. O animal também costuma ter uma certa dificuldade em manter os olhos abertos e lacrimeja bastante.

    5) Olho de cereja 

    Para quem não sabe o que é olho de cereja, cachorro sofre com o problema quando a glândula da terceira pálpebra aumenta de tamanho e fica projetada para fora, como se fosse uma bolinha no canto interno do olho. “Essa glândula serve como glândula lacrimal extra, que seres humanos não possuem. Elas se expõem devido a falha no desenvolvimento do seu ligamento, que a prende na órbita óssea. Devido sua função importante, o ideal seria seu reposicionamento cirúrgico ao invés da remoção”, afirma o médico.

    Também chamado de "cherry eye", o olho de cereja pode atingir um ou ambos os olhos. É bem fácil de percebê-lo, já que a protuberância fica bem exposta e tem uma coloração avermelhada. O quadro ainda pode causar lacrimação excessiva ou ressecamento ocular.

    6) Síndrome do olho seco

    Outro problema que pode surgir é a síndrome do olho seco em cachorro, afetando a lubrificação da região dos olhos e que pode causar um ressecamento crônico. “Essa é uma doença que acomete a produção e/ou a qualidade da lágrima. Sem uma lágrima saudável, o cão passa a produzir quantidade exorbitante de secreção pegajosa, semelhante a pus. A causa na maioria das vezes é genética e se não tratada, além do paciente ficar desconfortável, tende a ficar cego”, alerta.

    A catarata em cachorro, assim como o glaucoma, são doenças perigosas
    A catarata em cachorro, assim como o glaucoma, são doenças perigosas
    A remela no olho de cachorro se torna um problema quando é muito abundante e frequente
    A remela no olho de cachorro se torna um problema quando é muito abundante e frequente
    As   fotos de doenças nos olhos de cachorros provam como essa é uma região delicada
    As fotos de doenças nos olhos de cachorros provam como essa é uma região delicada
    Olho de cereja: cachorro fica com a glândula da terceira pálpebra bem exposta e vermelha
    Olho de cereja: cachorro fica com a glândula da terceira pálpebra bem exposta e vermelha
    Em caso de doença, olho de cachorro deve ser avaliado por um profissional
    Em caso de doença, olho de cachorro deve ser avaliado por um profissional
    Olho do cachorro com remela é normal quando ele acorda, mas é preciso higienizar a área
    Olho do cachorro com remela é normal quando ele acorda, mas é preciso higienizar a área
    A catarata em cachorro, assim como o glaucoma, são doenças perigosas
    A remela no olho de cachorro se torna um problema quando é muito abundante e frequente
    As   fotos de doenças nos olhos de cachorros provam como essa é uma região delicada
    Olho de cereja: cachorro fica com a glândula da terceira pálpebra bem exposta e vermelha
    Em caso de doença, olho de cachorro deve ser avaliado por um profissional
    Olho do cachorro com remela é normal quando ele acorda, mas é preciso higienizar a área

    Dúvidas comuns sobre problemas oculares em cães

    Cachorro com olho azul é indicativo de cegueira? 

    Já vimos que algumas raças de cachorro nascem com o olho azul, e geralmente isso está associado com o gene de cachorro merle. O problema é que, apesar de dar um toque especial e bonito à aparência do cãozinho, esse gene abre portas para alguns problemas de saúde como a surdez e a cegueira. Por isso, não se recomenda o cruzamento entre dois cães com essas características.

    Vale destacar também que se o seu cachorro não nasceu com o olho azul, mas vem adquirindo essa coloração, pode ser sinal de algum problema ocular que, se não tratado, pode levar à cegueira.

    Remela no olho do cachorro é sempre sinal de doença?

    Não. A remela muitas vezes é o resquício de lágrimas que secaram e se acumularam no olho durante à noite, então é normal que o cachorro acorde com o olho remelando - e é importante limpar a remela do cachorro pela manhã. Mas se isso acontecer várias vezes ao longo do dia, mesmo depois de higienizar a região ocular, é importante investigar a causa do problema. Dependendo da abundância e cor da secreção, também é bom conversar com um oftalmologista.

    Remela no olho do cachorro pode ser verme?

    Dificilmente esse será um indicativo de cachorro com verme, mas pode acontecer. Nesse caso, outros sintomas também poderão ser percebidos, como diarreia, vômitos, anemia, falta de apetite e alteração na coloração e textura das fezes. Por isso, o ideal é manter os vermífugos do seu amigo sempre em dia!

    Remédio caseiro para olho inflamado de cachorro funciona?

    Se houver qualquer suspeita de problema no olho de cachorro, procure um médico veterinário. Não é recomendado utilizar remédios caseiros nem qualquer medicamento sem orientação profissional, mesmo que a intenção seja boa. Apesar de parecer uma solução adequada, qualquer tipo de automedicação pode prejudicar ainda mais o animal ao invés de ajudá-lo.

    Cuidados importantes com o olho de cachorro

    Quem pensa que os cuidados com a higiene do cachorro se restringem a escovar os dentes, dar banho e cortar as unhas do animal está muito enganado. Assim como qualquer outra parte do corpo, o olho de cachorro merece uma atenção especial para manter a visão do pet sempre funcionando perfeitamente. “O primeiro cuidado seria a avaliação por parte do(a) veterinário(a) oftalmologista. É necessário avaliar se existe alguma condição que poderia evoluir para a cegueira, mesmo que não haja sinais claros disso”, conta Thiago.

    Além disso, é importante manter uma limpeza regular da região com soro fisiológico, especialmente em raças de cachorro com olhos esbugalhados - como o Pug -, seguindo orientação profissional. Veja as dicas passadas pelo oftalmologista:

    - Limpeza diária pingando de duas a três gotas de solução fisiológica comprada em farmácia dentro dos olhos e secando suavemente o excesso é benéfico. 

    - Nos passeios de carro, não permitir que o cão permaneça com a cabeça fora do veículo em movimento, pois isso pode gerar ressecamento grave do olho de cachorro, estimulando o cão a coçar e lesionar os olhos. 

    - No banho e tosa, não permita que seu cão permaneça em máquinas de secagem automática, principalmente se for de raças braquicefálicas (de focinho curto). Essas máquinas também geram ressecamento grave dos olhos, o que faz com que o cão coce os olhos.

    Redação: Juliana Melo

    Saiba tudo sobre o complexo gengivite estomatite felina

    Próxima matéria

    Saiba tudo sobre o complexo gengivite estomatite felina

    Olho de gato: como os felinos enxergam, doenças oculares mais comuns, cuidados e mais
    Cuidados

    Olho de gato: como os felinos enxergam, doenças oculares mais comuns, cuidados e mais

    Já se perguntou como é a visão de um gato? Há quem diga que os felinos enxergam tudo em preto e branco, enquanto outros dizem que não. Além disso, outra dúvida muito comum é se os gatos enxergam no escuro (e, nesse caso, muitos se questionam sobre como funciona a visão noturna desses animais). O que ninguém pode negar é que o olho de gato exerce um papel fundamental na vida dos bichinhos, e por isso é nosso dever tentar entender mais sobre o assunto.

    Bullmastiff: origem, características e cuidados... conheça a raça de cachorro do Reino Unido
    Raças

    Bullmastiff: origem, características e cuidados... conheça a raça de cachorro do Reino Unido

    A raça Bullmastiff é um cachorro grande e robusto, mas que não deixa a desejar no temperamento afetuoso e gentil. Esse cãozinho britânico, que surgiu no século XIX, conquista as pessoas por onde passa. Sempre em alerta, ativo, companheiro e fiel aos tutores, o Bullmastiff estará sempre pronto para proteger a família e seu território. Por não ser uma raça de cachorro tão comum no Brasil, elaboramos um guia com todas as informações que você precisa saber sobre o Bulmastiff, que também é chamado por Bulmastife e Bulmastife Boxer. 

    Tudo sobre o cachorro Boxer: origem, personalidade, saúde, características físicas e cuidados
    Grandes

    Tudo sobre o cachorro Boxer: origem, personalidade, saúde, características físicas e cuidados

    Se você sempre sonhou em ter um cachorro grande dentro de casa, a raça Boxer certamente é uma opção que não vai te decepcionar. Por trás da aparência robusta e que pode ser considerada até um pouco intimidante para alguns, existe um cãozinho companheiro e com muito amor para oferecer aos seus humanos. Conheça um pouco mais sobre o comportamento da raça, cuidados com a saúde e quanto custa um cachorro Boxer.

    Tudo sobre o Dálmata: conheça as características, personalidade e cuidados com essa raça de cachorro grande
    Grandes

    Tudo sobre o Dálmata: conheça as características, personalidade e cuidados com essa raça de cachorro grande

    Um cachorro Dálmata é facilmente reconhecido graças a sua aparência particular e também ao filme “101 Dálmatas”, desenho que se tornou muito popular na década de 60 e que faz um grande sucesso até hoje. Mas o que esse cãozinho tem de tão especial, além das suas famosas manchas? Para quem sempre quis ter um Dálmata para chamar de seu, chegou o momento de desvendar tudo sobre essa raça de cachorro grande: características físicas, temperamento, personalidade, que cuidados são necessários, preço e como é a saúde desse animal. Vem que a gente te conta!

    Ver Todas >

    Lama biliar em cães: o que é, como se desenvolve e qual o tratamento
    Saúde animal

    Lama biliar em cães: o que é, como se desenvolve e qual o tratamento

    A lama biliar em cães é uma doença que afeta o sistema digestivo do cachorro. Apesar de ser pouco conhecida, a condição está relacionada com a produção de bile, substância essencial no processo de digestão. Muitas vezes confundida com a colecistite em cães, a lama biliar não causa no cachorro tantos transtornos à saúde de início, mas pode levar a uma inflamação mais grave do órgão. Por ser uma doença mais desconhecida, muitas dúvidas surgem: o que causa a lama biliar? 

    PIF felina: como prevenir a grave doença que afeta os gatos?
    Saúde animal

    PIF felina: como prevenir a grave doença que afeta os gatos?

    Sem dúvidas, a PIF felina é um dos maiores medos de pais e mães de pet. Considerada uma das doenças mais graves em gato, a peritonite infecciosa felina é altamente infecciosa e causa diversos transtornos para a saúde. O gato com PIF sofre com falta de apetite, perda de peso, aumento do abdômen, dificuldade de respirar, problemas de coordenação… são tantas consequências que deixam o animal extremamente frágil. O pior de tudo é que a doença PIF não tem cura e nem vacina. 

    Se viu a terceira pálpebra do gato exposta, fique atento! Pode se tratar da Síndrome de Haw
    Saúde animal

    Se viu a terceira pálpebra do gato exposta, fique atento! Pode se tratar da Síndrome de Haw

    A Síndrome de Haw em gatos é um quadro que ocorre quando a terceira pálpebra (que deveria ficar escondida) se projeta para fora, cobrindo parte do olho do gato. Essa doença ocular felina é de fácil diagnóstico e tem um tratamento simples, mas é importante que o auxílio veterinário entre em ação logo no início. O tutor deve observar se existe algo diferente nos olhos do gato!

    Cachorro tem tireoide? Veja a resposta!
    Saúde animal

    Cachorro tem tireoide? Veja a resposta!

    Você sabia que cachorro com hipotireoidismo é uma condição mais comum do que se imagina? A anatomia canina ao mesmo tempo que é bem diferente da humana, tem muitas coisas bastante parecidas. Diversos órgãos presentes no nosso corpo também existem - em diferentes proporções, é claro - no corpo do animal. Um deles é a tireoide. Todo cachorro tem tireoide e essa glândula é tão importante para eles quanto é para nós. Inclusive, é bem comum que o animal sofra com disfunções relacionadas a ela. 

    Ver Todas >