close
Comportamento

Grama para gato: o que é, quais os benefícios e como plantar? Tudo sobre o assunto!

Atualizado · 15 de fevereiro de 2022 · 17h41

Publicado · 15/02/2022 · 17h33

A grama para gatos pode trazer vários benefícios para a saúde felina
A grama para gatos pode trazer vários benefícios para a saúde felina

Para ver seu bichinho de estimação feliz, uma aposta certeira é a grama para gatos! Basta oferecer um pouquinho de capim, alpiste ou até mesmo grama de milho de pipoca para comprovar isso. Sinônimo de diversão, os bichanos podem passar horas apreciando uma boa grama de gato (quem tem uma casa com jardim sabe bem do que estamos falando!). Eles brincam, se divertem e até chegam a comer um pouco do matinho.

Ah, e pode ficar despreocupado: mesmo ingerindo a grama, gato não vai passar mal. Pelo contrário, elas até fazem bem para a saúde e bem-estar dos nossos pets. Por isso, para entender exatamente o que é grama de gato, benefícios e a melhor forma de cultivar uma plantação em casa, o Patas da Casa preparou um guia com tudo que você precisa saber sobre o assunto. Vem com a gente!

O que é grama de gato?

Muita gente confunde catnip - a famosa erva de gato - com as tradicionais graminhas que são cultivadas dentro de casa e oferecidas aos pets. Mas sabia que não se trata da mesma coisa? Enquanto o catnip é uma planta que pertence à família da hortelã, o cultivo do capim para gato é feito a partir de sementes de trigo, milho, aveia, centeio e cevada. Além disso, diferentemente da erva catnip, as graminhas não servem como um estimulante e nem afloram os instintos animais, mas podem trazer outros benefícios!

As gramas de gato são fontes de fibras e servem como uma espécie de enriquecimento ambiental, evitando quadros de estresse ou ansiedade nos pets. Mas não para por aí: o capim vai muito além de puro entretenimento para os felinos. Ao mastigar a grama, ela ajuda a melhorar a digestão do gato. É por isso que quem convive já está mais do que acostumado a encontrar o gato “explorando” as plantas com a boca - só é importante ter um certo cuidado com o que se cultiva em casa porque nem todo tipo de relva é indicado para esses animais.

Gato comendo grama: por que isso acontece?

Flagrar um gato comendo grama é algo mais comum do que você imagina. Mas o que será que motiva esse tipo de comportamento? A maioria das respostas que encontramos na internet é baseada principalmente no que diz a crença popular: segundo a teoria, os gatos comem grama quando estão se sentindo mal por conta de algum problema digestivo. A ingestão da grama, por sua vez, ajudaria os felinos a expulsarem aquilo que causou a sensação ruim, especialmente quando o gato come algo que não deveria ou está prestes a expelir uma bola de pelos.

Até que isso tem um fundamento, pois uma das maiores vantagens de oferecer grama para gatos é que o seu consumo estimula a digestão e é capaz de prevenir diarreias e vômitos. No entanto, um estudo já comprovou que os gatos não necessariamente procuram a grama somente quando estão com problemas digestivos: na verdade, eles fazem isso independentemente de qualquer mal estar.

Esse é um comportamento meramente instintivo, e que tem uma explicação histórica. Mesmo que a alimentação felina seja estritamente carnívora, os ancestrais desses animais também se alimentavam com plantas para estimular o trato intestinal e expulsar possíveis parasitas do corpo, funcionando como uma espécie de vermífugo. Mesmo com a domesticação, esse foi um instinto natural que permaneceu ao longo dos anos, e é por isso que os gatos adoram comer umas plantinhas de vez em quando.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    A grama de gato melhora a digestão e ajuda a expelir bolas de pelo
    A grama de gato melhora a digestão e ajuda a expelir bolas de pelo

    Mais Lidas

    A cor da pelagem do gato determina a personalidade dele? Veja o que a ciência tem a dizer!
    Comportamento animal

    A cor da pelagem do gato determina a personalidade dele? Veja o que a ciência tem a dizer!

    Gato cinza, branco, preto, laranja, rajado ou com cores misturadas: o que não falta é variedade quando o assunto é a cor do gato. Esse, inclusive, acaba sendo um dos maiores critérios que os tutores usam na hora de adotar um bichano e, acredite se quiser, isso pode ajudar bastante a entender o comportamento do animal no dia a dia. Nem todo mundo sabe, mas é possível definir a personalidade dos gatos pela cor (ou pelo menos chegar muito próximo disso).

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
    Comportamento animal

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

    Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Linguagem canina: por que seu cachorro vira a cabeça quando você fala com ele?
    Comportamento animal

    Linguagem canina: por que seu cachorro vira a cabeça quando você fala com ele?

    A linguagem corporal canina é tão expressiva que às vezes é possível entender os cães mesmo que eles não falem. Seja qual for a personalidade do cachorro, todos têm um comportamento canino tão revelador que, só de movimentar as orelhas, já dá para perceber o que o pet sente ou quer. Porém, não são apenas os humanos que compreendem a linguagem de cachorro. Já aconteceu de você falar algo com seu cãozinho e ele, imediatamente, virar a cabeça?

    Quais são os tipos de grama para gatos?

    1) Grama de trigo para gatos

    Esse grama de gato é uma das mais populares e pode ser encontrado em pet shops, mas você também pode recorrer a mercados ou casas de alimentos naturais. Além de possuir muitas vitaminas e minerais, essa graminha rende bons momentos de diversão para o pet e ainda por cima pode ser usada para os adeptos do famoso “suco verde”. Ou seja, você e seu gatinho saem no lucro! 

    O cultivo da grama de trigo para gatos costuma ser bem simples: tudo que você precisa fazer é hidratar as sementes antes de colocar em um vaso com terra. Também há a possibilidade de plantio sem terra, com a estratégia da estufa.

    2) Grama de alpiste para gatos

    Existem duas formas de encontrar as sementes de grama de alpiste para gatos: embaladas em serragem indicadas para felinos ou para pássaros. A segunda versão é a mais econômica e pode ser usada da mesma forma, sem causar qualquer prejuízo ao animal. A única coisa que diferencia uma da outra é o formato de embalagem e a quantidade. Também é possível encontrar a graminha já desenvolvida, que custa um pouco mais caro.

    Para cultivá-la desde o início, a recomendação é deixar as sementes de alpiste em uma bacia com água por cerca de 24 horas. Isso ativa o processo de germinação e favorece o crescimento da planta de maneira muito mais rápida.

    3) Grama de milho para gatos

    Essa é a versão mais popular entre os gateiros que preferem plantar a grama de gato em casa mesmo. Além do ótimo custo benefício, o cultivo é muito simples e a plantinha já começa a dar os primeiros brotinhos bem rápido. A única atenção é que a grama de milho para gatos não pode ser feita com o milho da pipoca de micro-ondas, que já vem embaladinho pronto para entrar no eletrodoméstico. O ideal é utilizar o milho de pipoca natural.

    Grama do gato: evite plantas com flores ou que sejam potencialmente tóxicas

    Já deu para perceber que a grama para gatos faz muito sucesso, mas é muito importante ter cuidado com a escolha do que se cultiva em casa. Ainda que a grama de gato seja saudável e possa ser oferecida sem problemas para os pets, também existem algumas plantas venenosas para gatos que podem ser bastante prejudiciais para a saúde dos animais. Alguns exemplos são:

    • Espada-de-são-jorge-
    • Tulipa
    • Lírio
    • Azalea
    • Copo-de-leite

    A recomendação, no geral, é evitar plantas com flores ou que sejam consideradas tóxicas. Existem várias listas na internet que revelam quais são as plantas seguras para gatos ou não, mas também vale conversar com um profissional de confiança caso você queira comprar uma espécie diferente que não esteja nas listas. 

    Ah, e lembre-se: ter uma planta em casa não quer dizer que ela deve ser oferecida para o gatinho, mesmo que ela não seja tóxica. É para isso que existem as gramas para gatos!

    5 benefícios da grama para gatos

    1) Auxilia na digestão felina. 

    2) A grama de gato é rica em fibras e outros nutrientes. 

    3) Previne desconfortos intestinais, vômitos e diarreias.

    4) É um petisco natural e saudável.

    5) Pode ser usada para ajudar a expelir bolas de pelos.

    Um cuidado com a grama de gato é evitar que o animal se aproxime dos brotos antes que eles atinjam 6 cm de altura
    Um cuidado com a grama de gato é evitar que o animal se aproxime dos brotos antes que eles atinjam 6 cm de altura

    Grama dos gatos: como escolher o melhor tipo para o seu amigo?

    Qualquer um dos tipos de grama para gatos é uma opção válida para entreter e lidar com um gato estressado! Mas geralmente o que mais pesa nessa escolha é a questão do custo-benefício, bem como a praticidade. Por isso, para quem procura algo descomplicado, a sugestão é procurar por mudas de plantas já cultivadas, prontas para enterrar. Já para quem gosta de colocar a mão na massa, a grama de gato mais acessível é o milho de pipoca. Outra dica que pode funcionar é colocar vários tipos de sementes em um único recipiente e, depois que a graminha começar a crescer, é só observar a preferência do seu pet! 

    Qual a quantidade e frequência ideais para oferecer grama para gatos?

    Por ser algo que faz parte dos instintos do gato, não há muito com o que se preocupar: o pet vai costuma consumir uma quantidade regular de matinho sem exageros. Então a nossa sugestão é deixar a grama  de gato disponível o tempo todo, porque não é algo que faz mal e o próprio animal tem a noção de “limite” e ficam satisfeitos com pouco.

    Se por acaso você observar seu gatinho comendo uma quantidade muito grande de erva, o motivo pode ser um déficit nutricional. Nesses casos, o melhor a se fazer é levá-lo ao veterinário para entender se ele está com anemia ou algum outro problema de saúde. 

    Como plantar grama para gato? Confira um passo a passo!

    Já falamos algumas vezes que a grama de gato pode ser plantada na sua própria casa (mesmo quem mora em apartamento ou em uma casa sem quintal, por exemplo). Portanto, se você quer aprender como plantar grama para gato com milho de pipoca ou qualquer uma das sementes indicadas nesta matéria, é só acompanhar as orientações abaixo:

    Passo 1: Escolha o tipo de semente de grama de gato;

    Passo 2: Separe um recipiente - como um vaso - para o plantio;

    Passo 3: Coloque terra com adubo (de preferência orgânico) dentro do recipiente, reservando um pouco para cobrir os grãos;

    Passo 4: Borrife água até a terra ficar bem úmida;

    Passo 5: Adicione as sementes de grama para gatos (cerca de 200g de milho de pipoca são suficientes, dependendo do tamanho do recipiente)

    Passo 6: Cubra os grãos com a terra reservada;

    Passo 7: Borrife água novamente até ficar úmido;

    Passo 8: Coloque o vaso em uma janela bem iluminada e regue em dias alternados. É importante não encharcar, ou a grama de gato pode não crescer;

    Passo 9: Evite o contato do gato com a planta durante todo o processo, ou ele pode se sentir tentado a mexer e destruir todo o trabalho.

    Passo 10: Demora algumas semanas até a graminha crescer. Quando as folhas estiverem com cerca de 6 centímetros, é o momento certo de oferecê-la ao pet!

    Redação: Juliana Melo

    Gatos sonham? O que significa sonhar com gato? Entenda tudo sobre o sono dos felinos e outras curiosidades

    Próxima matéria

    Gatos sonham? O que significa sonhar com gato? Entenda tudo sobre o sono dos felinos e outras curiosidades

    Galgo Afegão: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro
    Grandes

    Galgo Afegão: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro

    O Galgo Afegão, também chamado de Afghan Hound, é um cachorro originário do Oriente Médio com aparência exótica e charmosa, difícil de passar despercebido. O que poucas pessoas sabem é que, por trás da postura elegante e independente do cão Afegão, existe um ótimo companheiro de quatro patas, cheio de energia para gastar e amor para dar. Mas o que é necessário saber sobre essa raça de cachorro antes de comprar ou adotar um exemplar? Como é a personalidade do Afghan Hound e que cuidados são necessários com o cãozinho? 

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana
    Grandes

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana

    Um dos cãezinhos mais surpreendentes é o Cane Corso. Embora ele não seja tão popular quanto outras raças de cachorro grande, como o Labrador e o Golden Retriever, o Cane Corso é dono de um enorme coração e tem uma personalidade incrível. Algumas pessoas podem até se intimidar com o tamanho e a postura imponente do doguinho, mas só quem convive com um Cane Corso sabe como estes cães são adoráveis e carinhosos.

    Gato Singapura: tudo que você precisa saber sobre a raça
    Raças

    Gato Singapura: tudo que você precisa saber sobre a raça

    Com uma beleza extraordinária, o gato Singapura deixa qualquer um babando. Esse felino de pequeno porte é considerado uma das menores raças de gato que existem. Entretanto, suas características físicas singulares não param por aí: os olhos grandes e expressivos são outra particularidade da raça. Além disso, a raça Singapura possui uma personalidade dócil e amigável. Ficou curioso para conhecer mais sobre essa raça de gato?

    Saiba tudo sobre o gato Himalaia: origem, características, personalidade, cuidados e muito mais
    Raças

    Saiba tudo sobre o gato Himalaia: origem, características, personalidade, cuidados e muito mais

    O gato Himalaia é, sem dúvidas, uma das raças mais queridinhas e desejadas pelos amantes de felinos. Ele reúne em sua genética a mistura de outras duas raças que são muito populares: o gato Persa e o Siamês. Ou seja, é carisma e fofura em dose dupla! Além disso, esse gatinho tem uma personalidade super dócil e tranquila, sendo a companhia perfeita para quem sempre sonhou em ter um bichinho de estimação. Se esse é o seu caso, ou se você já tem um gato do Himalaia e quer conhecer tudo sobre ele, essa matéria vai te ajudar bastante. 

    Ver Todas >

    Enriquecimento ambiental para cães: o que é?
    Comportamento animal

    Enriquecimento ambiental para cães: o que é?

    Já ouviu falar no enriquecimento ambiental para cães? Apesar do conceito parecer novo, ele já faz parte da vida dos nossos doguinhos há um bom tempo: trata-se de estímulos físicos, mentais e sociais que melhoram o bem-estar e a qualidade de vida dos nossos pets. Isso pode incluir desde brinquedos para cachorro e brincadeiras, até passeios e socialização com outros animais e pessoas. 

    Enriquecimento ambiental para gatos: o que é?
    Comportamento animal

    Enriquecimento ambiental para gatos: o que é?

    O enriquecimento ambiental para gatos é um cuidado necessário para oferecer uma boa qualidade de vida aos nossos amigos de quatro patas. Apesar da domesticação ter acontecido há bastante tempo, vários instintos permaneceram com os felinos ao longo dos anos e é importante não inibir isso. Na verdade, os tutores devem saber como direcionar o comportamento do animal para os lugares certos - e é aí que entra a ideia de enriquecimento ambiental. 

    Cachorro uivando: tudo sobre o comportamento canino
    Comportamento animal

    Cachorro uivando: tudo sobre o comportamento canino

    O uivo de cachorro desperta muita curiosidade em nós, humanos. Diferente do latido, esse som é bem mais alto e envolve uma expressão corporal bem específica: de pé ou sentados, os cães inclinam a cabeça para trás, levantam o focinho, olham para cima e então emitem o uivo. É um gestual que lembra bastante seus ancestrais, os lobos, e que serve basicamente para a comunicação. Descubra tudo sobre cachorro uivando!

    Gato selvagem: conheça a história das raças silvestres originárias do Brasil
    Comportamento animal

    Gato selvagem: conheça a história das raças silvestres originárias do Brasil

    Mesmo que o gato doméstico seja mais conhecido, os gatos selvagens continuam por aí nos mais diferentes habitats. Claro que eles não são encontrados andando na rua e nem podem viver dentro de casa, mas fora dos meios urbanos existem diferentes espécies. E se você pensa que gatos silvestres só existem em locais bem distantes do mundo, você está bem enganado. Uma thread no Twitter feita pela Bárbara Ruzzi enumerou 10 espécies de gato selvagem brasileiro. Sim, nosso país é o lar de muitos gatos silvestres por aí! 

    Ver Todas >