Diarreia

Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar

A presença de sangue nas fezes do cachorro é o sinal claro de que tem algo de errado com o animal. Fique atento!
A presença de sangue nas fezes do cachorro é o sinal claro de que tem algo de errado com o animal. Fique atento!

A presença de sangue nas fezes do cachorro é um assunto especialmente preocupante para os tutores, uma vez que o cocô ensanguentado indica que algo está fora do normal. A questão deve ser sempre levada a sério, pois há diversas razões para isso acontecer desde um episódio momentâneo, simples de resolver,  até doenças mais graves, como a gastroenterite hemorrágica e o câncer em cachorros. Ao perceber o sangue, pode ser muito útil fotografar ou recolher uma amostra das fezes do seu cão e levá-la ao veterinário. O diagnóstico correto da causa permitirá um tratamento imediato. Veja, a seguir, as principais causas por trás do cachorro fazendo fezes com sangue e saiba o que fazer para ajudar a prevenir o problema.

Primeiro passo: identificar o tipo de sangue nas fezes de cachorro

Mesmo que não seja uma tarefa agradável, é importante observar e saber descrever corretamente a aparência das fezes de cachorro com sangue para que o veterinário possa determinar a origem do problema. Há dois tipos de fezes de cachorro com sangramento: a hematoquezia, caracterizada por uma coloração vermelha brilhante, e a melena, definida pelo surgimento de fezes com um sangue mais escuro. 

Sangue nas fezes do cachorro: causas da hematoquezia

A Hematoquezia é a presença de sangue vermelho brilhante e fresco nas fezes dos cachorros. Geralmente ela indica um sangramento no sistema digestivo inferior de um cão, incluindo o cólon ou o reto. Esse tipo de fezes com sangue pode ser a consequência de um problema menor e passageiro. No entanto, se o evento for persistente, isso pode sinalizar algo mais sério e não deve ser ignorado. Veja algumas das possíveis causas da hematoquezia em cães:

  • Lesões retais quando o cão engole materiais não digeríveis e/ou pontiagudos, como fragmentos ósseos, pedaços de plástico, farpas de madeira e meias;

  • Agentes infecciosos, como bactérias, protozoários e parasitas intestinais (como a giárdia);

  • Parvovírus, uma doença viral séria, frequentemente encontrada em filhotes não vacinados. Além da hematoquezia, os sintomas da parvovirose incluem vômito, letargia e perda de apetite;

  • Pólipos no cólon, reto ou ânus;

  • Gastroenterite hemorrágica (caracterizada por grandes quantidades de fezes soltas e sanguinolentas)

  • Hemorroidas;

  • Alergias alimentares, intolerâncias, ingestão de comida estragada, alterações na dieta e superalimentação;

  • Doenças inflamatórias intestinais, como a colite;

  • Saculite anal (inflamação dos sacos anais);

  • Ingestão de sangue (ao lamber uma ferida, por exemplo);

  • Estresse por mudanças de rotina.

Fezes de cachorro com sangue: causas da melena

Diferentemente da hematoquezia, que apresenta sinais de sangue fresco, a melena aponta o surgimento de sangue digerido nas fezes, ou seja, o sangramento começa no sistema digestivo superior e pode representar um problema de saúde mais grave. A aparência clássica da melena são as fezes negras, brilhantes, pegajosas e fétidas. Como a cor é mais escura, geralmente é mais difícil identificar a presença de sangue. Uma boa dica é transferir as fezes para cima de um guardanapo ou folha de papel branca. Veja algumas das possíveis causas da melena em cães:

  • Tumores ou câncer, especialmente em cachorros mais velhos;

  • Irritação e ulceração intestinal, causadas pela administração prolongada de corticosteroides e agentes anti-inflamatórios não esteroides (AINEs), como a aspirina e o paracetamol;

  • Algumas doenças metabólicas, como insuficiência renal e hepática, pancreatite canina e hipoadrenocorticismo;

  • Parasitas;

  • Úlceras pépticas;

  • Exposição a toxinas ou corpos estranhos no sistema gastrointestinal;

  • Traumas e complicações pós-cirúrgicas (o problema pode aparecer até 72 horas após a cirurgia);

  • Distúrbios que envolvem coagulação anormal do sangue. O veneno de rato pode causar distúrbios de coagulação e sangramento, por exemplo.

Descubra se você é um cachorro ou um gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

No fim de semana, você é o amigo que...?

As férias estão chegando! Vai viajar?

Chegou a hora de escolher a comida! Quem é você?

Que música você escolhe para arrasar no karaokê?

E sobre seus cuidados de beleza?

Vai ficar em casa com o mozão? Você prefere:

Ihhh, você recebeu uma crítica no trabalho… Como reage?

Você é um cachorro! Você é um gato! Você é um gatorro!
    -
    -
    Sangue nas fezes do cachorro: essa é a aparência da hematoquezia
    Sangue nas fezes do cachorro: essa é a aparência da hematoquezia
    Já a melena é caracterizada por um sangue mais fresco nas fezes do cachorro
    Já a melena é caracterizada por um sangue mais fresco nas fezes do cachorro
    -
    Sangue nas fezes do cachorro: essa é a aparência da hematoquezia
    Já a melena é caracterizada por um sangue mais fresco nas fezes do cachorro

    Mais Lidas

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Cachorro ofegante: quais problemas o sintoma pode indicar?
    Saúde animal

    Cachorro ofegante: quais problemas o sintoma pode indicar?

    Encontrar o cachorro ofegante não é uma questão incomum na vida dos tutores. Normalmente, os peludos ficam mais cansados depois de um longo passeio ou brincadeiras, mas quando não houve nenhum estímulo é preciso ficar atento. Observe alguns sinais do cachorro ofegante: língua pra fora pode indicar calor ou cansaço, agora se o sintoma estiver acompanhado de tremores ou cachorro com dificuldade de respirar, o ideal é levá-lo imediatamente ao veterinário. Para saber como diferenciar e se há necessidade de buscar ajuda médica, nós conversamos com Ricardo Duarte, que é docente do curso de Medicina Veterinária do Centro Universitário FMU, de São Paulo.

    Vermífugo para cachorro: veterinária tira todas as dúvidas sobre o intervalo de uso do remédio
    Saúde animal

    Vermífugo para cachorro: veterinária tira todas as dúvidas sobre o intervalo de uso do remédio

    Você certamente já ouviu falar em vermífugo para cães. Mas sabe, exatamente, para que ele serve? Quem tem animal de estimação precisa estar atento a uma série de cuidados para manter a saúde do bichinho em dia - e usar esse remédio no período certo é uma dessas medidas indispensáveis para a proteção do pet. Como o nome já indica, o medicamento previne doenças causadas por vermes, como a Dirofilaria immitis, Toxocara canis e Giárdia sp.

    Saúde do cachorro: fezes com sangue necessitam de um diagnóstico preciso

    Assim que você notar o seu cachorro fazendo fezes com sangue, tente identificar qual é o tipo de cocô sangrento (hematoquezia ou melena). Caso fique na dúvida, tire uma foto ou recolha uma amostra para que o veterinário de sua confiança possa analisar precisamente. A maioria das causas é secundária ou passa rapidamente, mas algumas são mais graves e precisam de atenção veterinária imediata, como o câncer e a parvovirose.

    Após a análise fecal, o médico levará em conta o histórico de saúde completo do animal e identificará outros sintomas. Alguns testes ajudarão a diagnosticar corretamente a origem do problema, como o raio-x para verificar sinais incomuns no abdômen e no trato digestivo. Exames físicos e de urina, biópsias de tecidos, colonoscopia e um hemograma também poderão ser realizados.

    Sangue nas fezes do cachorro: como tratar o problema após o diagnóstico do veterinário

    O tratamento do cachorro com sangue nas fezes pode variar de caso a caso, dependendo da doença ou complicação de saúde que provocou o sintoma. Há casos menos perigosos que podem incluir a prescrição de probióticos, antibióticos, anti-inflamatórios e alterações na dieta do animal (como a adição de fibras). Já condições médicas mais graves podem exigir hospitalização e até intervenção cirúrgica. Portanto, como há risco de morte para o cão, é fundamental agir rápido assim que for notado o problema.

    Como prevenir o sangue nas fezes dos cães?

    Com sangue nas fezes, cachorro algum está completamente bem. Para ajudar a evitar que o seu pet desenvolva esse tipo de problema, há algumas medidas de prevenção que você pode introduzir no dia a dia: manter objetos perigosos e toxinas fora do alcance do animal, seguir uma alimentação adequada para cães, perceber comportamentos anormais de estresse, aplicar vermífugos e dar as vacinas necessárias.

    Se a origem do problema for algo que fuja do seu controle, ligue para o veterinário assim que você encontrar o seu cachorro fazendo fezes moles com sangue. Se o seu animal de estimação estiver agindo normalmente, com apetite e um bom nível de energia, geralmente é seguro esperar até o dia seguinte para procurar o atendimento.

    Redação: Guilherme Segal

    Hipotireoidismo e hipertireoidismo em gatos: qual a diferença, como identificar e quais os tratamentos?

    Próxima matéria

    Hipotireoidismo e hipertireoidismo em gatos: qual a diferença, como identificar e quais os tratamentos?

    Encontrou sangue nas fezes do gato? O que o sintoma pode indicar?
    Diarreia

    Encontrou sangue nas fezes do gato? O que o sintoma pode indicar?

    Parte da vida como mãe e pai de pet envolve tarefas que não são as mais agradáveis do mundo, mas que não deixam de ser necessárias. Uma delas é observar o cocô do seu amigo: descobrir sangue nas fezes do gato (ou do cachorro) é algo que deve, no mínimo, chamar a sua atenção. Por ser um sintoma que pode indicar várias condições diferentes, quanto maior for a quantidade de informações que você tiver sobre a situação, melhor. Para te ajudar nesse momento, nós conversamos com a Dra. Luciana Capirazzo, que é a veterinária especializada em felinos do Hospital Vet Popular

    Sangue nas fezes do cachorro pode ser giárdia? Veterinário explica os sintomas da doença
    Diarreia

    Sangue nas fezes do cachorro pode ser giárdia? Veterinário explica os sintomas da doença

    Por mais que não seja a atividade mais agradável do mundo, é na hora de analisar os xixis, cocôs e vômitos eventuais do nosso cachorro que a gente descobre que alguma coisa não está indo tão bem. Um cachorro vomitando sangue, por exemplo, pode estar com uma série de viroses e doenças — o mesmo acontece quando o sangue sai nas fezes do animal. Esse é, inclusive, uma das principais ações da giárdia em cães: o verme age no sistema digestório do animal e causa a giardíase, doença que pode ser transmitida para os humanos e é comum em cachorros que frequentam canis, parques e outros lugares em que têm contato com outros animais.

    Dogo Argentino: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de cachorro grande
    Grandes

    Dogo Argentino: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de cachorro grande

    Você já ouviu falar no Dogo Argentino? Essa é uma raça de cachorro que teve origem em um país vizinho ao nosso, a Argentina. Embora pareçam sérios, os cães desta raça são uns amores e têm tudo para te conquistar, principalmente se o que você procura é um amigo de quatro patas bem leal e parceiro. Mas antes de comprar ou adotar um cachorro desta raça, que tal conhecê-lo um pouco mais a fundo? 

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Ver Todas >

    Gato idoso pode desenvolver Alzheimer?
    Saúde animal

    Gato idoso pode desenvolver Alzheimer?

    A idade também chega para os animais de estimação. No caso de um gato idoso, a atenção com alimentação e saúde deve ser redobrada nessa fase da vida. No entanto, às vezes mesmo com tantos cuidados, alguns problemas se tornam inevitáveis, como é o caso da demência em gatos. Você já se perguntou se gato tem Alzheimer alguma vez? Na verdade, a condição é conhecida no universo veterinário como Síndrome da Disfunção Cognitiva, uma condição que apresenta sinais semelhantes ao Alzheimer em humanos. 

    O que a doença do carrapato causa no organismo do cachorro?
    Saúde animal

    O que a doença do carrapato causa no organismo do cachorro?

    Cuidar da saúde do cachorro é dever de todo tutor! Por isso, às vezes até mesmo uma simples alteração no apetite do animal pode ser indicativo de que tem algo de errado com o seu amigo de quatro patas. Quando se trata da doença do carrapato, cachorro pode apresentar diferentes sintomas do quadro. O problema pode se manifestar de várias formas no organismo do cachorro - algumas mais comuns do que outras. 

    8 mitos e verdades sobre a saúde dos gatos
    Saúde animal

    8 mitos e verdades sobre a saúde dos gatos

    Quando se trata da saúde de gato, uma coisa é certa: todo o cuidado é pouco. Embora exista a lenda de que os bichanos possuem sete vidas, alguns cuidados específicos influenciam diretamente no bem-estar e, principalmente, na expectativa de vida do seu amigo. Ainda assim, é comum que alguns tutores tenham dúvidas sobre as medidas necessárias para proteger o seu pet e evitar as principais doenças de gato, especialmente os gateiros de primeira viagem. 

    Batimentos cardíacos de cachorro: qual a frequência considerada normal e como medir?
    Saúde animal

    Batimentos cardíacos de cachorro: qual a frequência considerada normal e como medir?

    Todo mundo sabe que os cães são donos de um enorme coração, sempre dispostos a dar muito amor e carinho para quem quiser receber. Contudo, é sempre importante ficar atento a possíveis alterações no coração de cachorro, e saber como medir os batimentos cardíacos do animal pode ajudar bastante nessas horas. Mas então, como analisar isso da forma correta? Qual é a frequência considerada normal quando se trata dos batimentos cardíacos de um cachorro?

    Ver Todas >