Cachorro

Giárdia em cães: 13 perguntas e respostas sobre a doença de cachorro

Publicado - 09 Junho 2023 - 16h57

Atualizado - 11 Abril 2024 - 14h35

A giardíase canina é uma doença que deixa muitos tutores de cachorro preocupados. Além de causar sintomas desagradáveis, a giárdia em cães pode até mesmo levar o animal à morte se não for tratada a tempo. Quais são os sintomas de giárdia em cães, o que ela causa no corpo do pet e como preveni-la são algumas das dúvidas que muitos pais e mães de pet têm sobre a doença.

Para ajudar a entender melhor a giardíase em cães, o Patas da Casa separou 10 perguntas e respostas que respondem todas as questões que podem surgir sobre essa enfermidade.

1) O que é giárdia em cães?

A giardíase canina é uma infecção parasitária que ataca o intestino do cachorro. Causada por um protozoário chamado Giardia lamblia, a doença é considerada uma zoonose, ou seja, pode ser transmitida para humanos. Além disso, esse parasita também consegue se alojar no corpo de outras espécies de mamíferos, aves e anfíbios. Porém, os casos de giardíase em cães são os mais comuns.

Imagem Quiz:Teste seus conhecimentos sobre a saúde de cachorro!

Teste seus conhecimentos sobre a saúde de cachorro!

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

2) Como o cão contrai a giardíase canina?

O contágio da giardíase em cães acontece a partir do contato ou ingestão dos oocistos do protozoário. Eles geralmente estão presentes em água, alimentos e fezes contaminados. Como os cãezinhos têm o costume de colocar tudo que veem pela frente na boca, qualquer objeto contaminado que seja mordido pode causar a doença.

3) Como a giárdia em cães se desenvolve no corpo do pet?

O protozoário causador da giardíase canina se aloja em órgãos do sistema digestivo do cachorro, principalmente no intestino delgado. Os cistos do parasita se desenvolvem lá dentro e se multiplicam, causando inflamações. Esses cistos da giardíase em cães são eliminados com as fezes do animal. Por isso, caso outro cão entre em contato com essas fezes contaminadas, ele também vai contrair a doença.

4) Quais são os sintomas de giárdia em cães?

Como a giardíase em cães é uma doença no trato intestinal, os sintomas costumam ser relacionados a problemas nessa região. O principal é a diarreia em cachorro. Ela pode ser contínua ou intermitente (para por um tempo e depois volta). Geralmente é possível encontrar sangue nas fezes do cachorro e, em alguns casos, pode haver muco e pequenos cistos, além de um odor bem forte.

Na giárdia em cães, sintomas comuns além da diarreia são vômito, dor abdominal, gases, perda de peso e apetite, apatia, anorexia, queda de pelo, cansaço e desidratação em casos mais graves, por conta de diarreia e vômito excessivos.

5) Como a giárdia canina sai nas fezes?

As fezes de cachorro com giárdia costumam ter a presença de cistos nas fezes dos cães. Porém, existem outras doenças que também causam esse problema. Outras infecções por protozoários, doenças inflamatórias no intestino, neoplasias e até mesmo intolerância alimentar também podem ser razões para os cistos nas fezes. Por isso, prestar atenção em todos os sinais e levar o pet a um veterinário para fazer o diagnóstico preciso é tão importante.

Além disso, vale lembrar que a quantidade de cistos não tem relação com a gravidade da doença. A frequência com que saem pode variar a cada dia. Isso significa que um cão com muitos cistos nas fezes não necessariamente tem um quadro mais grave que outro com poucos - até mesmo porque a quantidade varia de um dia para outro em um mesmo animal.

6) Como é feito o diagnóstico da giárdia em cães?

 

O exame de fezes muitas vezes pode não ser tão preciso, pois é comum que a amostra recolhida não contenha os traços de giárdia. Cachorro, então precisa de exames complementares, de forma  que o diagnóstico da giardíase em cães costuma ser feito pela análise de três amostras de fezes diferentes. Além disso, outros exames como o parasitário e o sorológico podem ser requisitados para confirmar a suspeita. A análise do histórico do animal também é fundamental para definir o diagnóstico da giárdia canina com precisão.

Cachorro marrom e branco apático deitado na camaCachorro defecando na gramaCachorro com giárdia em cães com inchaço abdominalCachorro preto cabisbaixoCachorro branco sendo avaliado por veterinário

7) A giardíase canina é mais grave em filhotes?

A giardíase canina é uma doença que, se não for tratada rápida e corretamente, pode levar o animal à morte. O cuidado deve ser ainda maior no caso dos filhotes de cachorro. A doença costuma ser mais grave nos cães com idade entre três e seis meses de vida. Quando contraem a giárdia em cães, filhotes demoram mais a se recuperar, pois seu sistema imunológico ainda não está totalmente desenvolvido. Assim, os filhotinhos normalmente estão mais suscetíveis a contrair a doença e pode ser mais difícil de se recuperar caso o tratamento não seja iniciado logo.  

8) Existe remédio para giárdia em cães?

A giardíase canina tem cura, principalmente se tratada logo no início. Geralmente, o tratamento consiste em remédio para giárdia em cães, um antibiótico prescrito pelo veterinário. Normalmente, precisa ser tomado de cinco a sete dias. Já no caso de uma giardíase em cães avançada e mais grave, com quadro de desidratação, pode ser necessária a internação para realizar a reposição de eletrólitos com a aplicação de soro. 

9) Como é feita a prevenção da giardíase canina?

Não é difícil prevenir a giárdia em cão, basta adotar algumas medidas de higiene. É importante impedir o cachorro de visitar locais que possam estar contaminados e outros pets com suspeita de giardíase canina. Nunca deixe também o cão chegar perto das fezes de outros animais, pois podem estar contaminadas. Além disso, é importante manter sempre a limpeza do ambiente onde vive. Uma solução de cloreto de benzalcônio é ótima para a desinfecção de um local.

10) Existe vacina contra a giárdia em cães?

Sim! A vacina contra a giárdia em cachorro é, assim como a higiene, uma das principais formas de prevenção da doença. Ela age no organismo do pet criando uma resposta imunológica forte para a doença. Por isso, mesmo que após a aplicação da vacina seu pet contraia a giardíase canina, as chances de um caso grave são mínimas.

Além disso, ela ajuda a impedir que a doença seja propagada facilmente no ambiente. Ou seja, a vacina contra giárdia em cães protege não só o seu pet, como impede que outros sejam contaminados também. A vacinação pode ser realizada em filhotes a partir de oito semanas de vida, com segunda dose após 21 a 28 dias. O reforço anual também é necessário para manter seu pet sempre protegido. 

11) Quantos dias dura a giárdia em cachorros?

O tempo de duração da giardíase em cachorro depende do tratamento e se houve alguma reinfecção durante este período. No geral, é uma doença que pode durar de 4 a 12 dias, sendo necessário realizar exames periódicos para o controle efetivo do tratamento nos dias que sucedem o término.

12) O que acontece se não tratar a giárdia canina?

Quando falamos da giárdia em cachorro, sintomas principais envolvem diarreia, vômitos, dores abdominais  e perda de peso. Se a doença não for devidamente tratada, além de fatal, pode provocar uma série de prejuízos à saúde do animal como: má absorção de nutrientes, atraso no desenvolvimento do animal e problemas de capacidade cognitiva.

13) Qual vermífugo para giárdia em cães?

A giardíase em cachorro deve ser tratada exclusivamente por um veterinário de confiança. A automedicação, mesmo com a melhor das intenções, pode acabar agravando o quadro do paciente. Por isso, o ideal é seguir as recomendações passadas por um profissional, inclusive sobre qual o melhor vermífugo para cachorro.

Redação: Maria Luísa Pimenta 

Publicado originalmente em: 03/09/2021
Atualizado em: 09/06/2023

Adote um animal

Mulher compra "Lulu da Pomerânia" e toma um susto quando o pet cresce mais que o esperado

O Lulu da Pomerânia chama atenção por sua pelagem exuberante e personalidade simpática. Geralmente, cães dessa raça pesam até 3,5 kg...

Cuidados

Da tentativa de afogar banhista a carinho de estranhos: Golden vai à praia e tutor lista tudo que cachorro aprontou

O Golden Retriever é uma raça de cachorro conhecida pela energia inesgotável e pela enorme paixão por água, características que torn...

Comportamento

Cachorro "rouba" objeto pessoal de idosa e protagoniza uma das cenas mais engraçadas da internet

Um cachorro preto “ladrãozinho” protagonizou uma cena hilária que viralizou nas redes sociais.  Com quase 740 mil curtidas no T...

Adote um animal

Cane Corso filhote: o que esperar do cãozinho de porte gigante?

O Cane Corso filhote é um cachorro cheio de energia e que precisa de muita atenção, especialmente nos dois primeiros anos de vida. A...

Adote um animal

Mulher compra "Lulu da Pomerânia" e toma um susto quando o pet cresce mais que o esperado

O Lulu da Pomerânia chama atenção por sua pelagem exuberante e personalidade simpática. Geralmente, cães dessa raça pesam até 3,5 kg...

Cuidados

Da tentativa de afogar banhista a carinho de estranhos: Golden vai à praia e tutor lista tudo que cachorro aprontou

O Golden Retriever é uma raça de cachorro conhecida pela energia inesgotável e pela enorme paixão por água, características que torn...

Comportamento

Cachorro "rouba" objeto pessoal de idosa e protagoniza uma das cenas mais engraçadas da internet

Um cachorro preto “ladrãozinho” protagonizou uma cena hilária que viralizou nas redes sociais.  Com quase 740 mil curtidas no T...

Gato

Gato fofoqueiro acorda todo dia de madrugada por um motivo especial

Gatos são super observadores e estão sempre atentos a tudo. Além disso, para quem pensa que não, os bichanos podem, sim, ser bem com...

Ver todas