Cachorro

Antibiótico para cachorro: em quais casos é realmente necessário?

Publicado - 17 Dezembro 2019 - 17h45

Atualizado - 22 Abril 2024 - 19h51

Assim como ocorre com os humanos, o uso de antibiótico para cachorro é algo que só deve acontecer com a prescrição médica. Um dos tipos de medicamento que mais causa dúvidas relacionadas ao tempo de uso, a ação e aos efeitos no organismo de quem toma, o antibiótico é usado para tratar diversas patologias que podem atingir o animal. Mas, é preciso cautela e o tutor deve seguir exatamente o que foi passado pelo veterinário. Para clarear um pouco o mundo dos antibióticos na sua cabeça, nós juntamos tudo o que você precisa saber sobre o medicamento e em quais casos o uso é realmente necessário. Vem ver! 

Antibiótico para cachorro: como ele age no corpo do animal?

O antibiótico para cachorro é a opção de tratamento para as doenças que são causadas por uma infecção bacteriana. No organismo do cão, ele age atacando apenas a bactéria que está causando o problema: dependendo do tipo de antibiótico, ele pode matar as bactérias ou apenas impedir que elas se reproduzam, desacelerando os sintomas. É justamente por isso que o tratamento não deve ser interrompido caso o cachorro pareça melhor e ainda faltem alguns dias na prescrição do veterinário. O efeito do antibiótico (no caso, matar todas as bactérias que estiverem causando o problema) só é alcançado quando o ciclo é finalizado.

Outra curiosidade do antibiótico para cachorro é a razão pela qual ele não pode ser administrado no seu animal com frequência. Se as bactérias existentes no corpo do seu amigo “se acostumarem” com o medicamento, elas acabam criando uma resistência e deixam de ser enfraquecidas. Também é por isso que, em casos recorrentes de uma mesma doença, os profissionais costumam receitar antibióticos diferentes para o cachorro. 

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

 

Cachorro tomando remédio no colo de menino

 

Em quais casos o antibiótico para cachorro é realmente necessário? 

O seu veterinário de confiança sempre vai receitar o antibiótico para cachorro quando for necessário para que seu amigo de quatro patas fique bem, mas é sempre bom saber os casos em que ele é realmente indispensável. Dependendo da doença que o seu cãozinho tem, o tratamento com antibióticos é a principal opção de cuidado — alguns deles, nós listamos aqui embaixo. Dá uma olhada! 

  • Antibiótico para dermatite canina: a doença de pele em cachorro pode ser causada por uma série de fatores - um deles é a ação de bactérias. Esse tipo de dermatite infecciosa costuma ser comum em animais que têm o sistema imunológico comprometido e é diagnosticada depois de exames clínicos;

  • Antibiótico para otite canina: uma das doenças do ouvido mais comuns em cachorros, a otite canina pode ter uma série de causas, incluindo a ação de bactérias. O tratamento com antibiótico também deve ser indicado pelo veterinário depois de confirmação das causa da doença; 

  • Antibiótico para gripe canina: causada por uma bactéria famosa, a Bordetella bronchiseptica, a gripe canina pode ter vários nomes, mas depois de diagnosticada, geralmente é tratada com um antibiótico para cachorro. Ela pode ser prevenida ou amenizada com a vacina da gripe — fique atento e mantenha a carteira de vacinação do seu amigo sempre em dia;  

  • Antibiótico para infecção intestinal em cachorro: depois de ingerir algum alimento (ou qualquer outra coisa) contaminada por uma bactéria, é normal que o seu cachorro comece a apresentar os sintomas da infecção intestinal (diarreia, vômito, falta de apetite etc). A melhor forma de tratar é com o antibiótico para cachorro e ele deve ser receitado depois do diagnóstico e dos exames que vão mostrar qual bactéria é responsável pelo problema no animal; 

  • Antibiótico para doença do carrapato em cachorro: quando é causada por bactéria, a doença do carrapato é chamada de erliquiose e ataca o sistema imunológico do animal. Por isso, além dos próprios sintomas, abre caminho para que o animal contraia outras doenças. O uso do antibiótico específico para matar a bactéria é essencial para desacelerar o quadro e controlar a doença.

Redação: Ariel Cristina Borges

Adote um animal

Mulher compra "Lulu da Pomerânia" e toma um susto quando o pet cresce mais que o esperado

O Lulu da Pomerânia chama atenção por sua pelagem exuberante e personalidade simpática. Geralmente, cães dessa raça pesam até 3,5 kg...

Cuidados

Da tentativa de afogar banhista a carinho de estranhos: Golden vai à praia e tutor lista tudo que cachorro aprontou

O Golden Retriever é uma raça de cachorro conhecida pela energia inesgotável e pela enorme paixão por água, características que torn...

Comportamento

Cachorro "rouba" objeto pessoal de idosa e protagoniza uma das cenas mais engraçadas da internet

Um cachorro preto “ladrãozinho” protagonizou uma cena hilária que viralizou nas redes sociais.  Com quase 740 mil curtidas no T...

Adote um animal

Cane Corso filhote: o que esperar do cãozinho de porte gigante?

O Cane Corso filhote é um cachorro cheio de energia e que precisa de muita atenção, especialmente nos dois primeiros anos de vida. A...

Adote um animal

Mulher compra "Lulu da Pomerânia" e toma um susto quando o pet cresce mais que o esperado

O Lulu da Pomerânia chama atenção por sua pelagem exuberante e personalidade simpática. Geralmente, cães dessa raça pesam até 3,5 kg...

Cuidados

Da tentativa de afogar banhista a carinho de estranhos: Golden vai à praia e tutor lista tudo que cachorro aprontou

O Golden Retriever é uma raça de cachorro conhecida pela energia inesgotável e pela enorme paixão por água, características que torn...

Comportamento

Cachorro "rouba" objeto pessoal de idosa e protagoniza uma das cenas mais engraçadas da internet

Um cachorro preto “ladrãozinho” protagonizou uma cena hilária que viralizou nas redes sociais.  Com quase 740 mil curtidas no T...

Gato

Gato fofoqueiro acorda todo dia de madrugada por um motivo especial

Gatos são super observadores e estão sempre atentos a tudo. Além disso, para quem pensa que não, os bichanos podem, sim, ser bem com...

Ver todas