Gato

Dente de gato: tudo que você precisa saber sobre a saúde bucal dos felinos

Publicado - 25 Agosto 2021 - 17h00

Atualizado - 14 Maio 2024 - 18h53

Você sabe quando os gatos trocam de dente? Quantas vezes é necessário escovar os dentes do gato? Ou com quanto tempo nasce os dentes dos gatos filhotes? Embora a dentição felina seja esquecida por alguns tutores, a região é uma das partes mais importantes dos nossos bichanos. O dente de gato exerce um papel fundamental na alimentação e ainda influencia no comportamento do pet. Com os dentes de gato, filhote conhece o mundo e aprende a se defender. Por isso, a saúde bucal necessita de cuidados especiais para que a dentição de gato se mantenha saudável e capaz de exercer as funções que moldam a vida do bichinho. 

Gatos trocam de dente? Entenda mais sobre a dentição felina 

Sim, os gatos trocam de dente! O ciclo de dentição dos gatos, ao contrário do que muitos tutores pensam, é bem parecido com o dos humanos. Ou seja: o gato tem dente de leite que, depois de um tempo, dá lugar aos permanentes. Entretanto, no gato, troca de dente tende a acontecer em etapas mais rápidas do que as nossas. Podemos dividir da seguinte forma:

  • Dentes de leite: a partir da segunda ou terceira semana de vida, gato tem dente de leite começando a surgir, normalmente os incisivos.
  • Dentes caninos: já é possível notar os dentes de gatos caninos crescendo a partir da quarta ou quinta semana.
  • Dentes de gato filhote completos: até o fim da sexta semana o bichano já terá 26 dentes de gato temporários. Eles são pequenos, finos e bem afiados. Nesta fase, os felinos não possuem dentes molares. Por isso, um filhote de gato possui menos dentes que um gato adulto.
  • Gato troca de dente: entre o terceiro e sétimo mês de vida, os gatos trocam de dente. Os dentes de leite caem para dar lugar aos 30 dentes definitivos. Por se tratar de um processo rápido, muitas vezes, o tutor sequer percebe que seu bichano está passando por aquele momento - exceto quando encontra um dentinho de leite caído pelo chão da casa. 

Quais os sintomas da troca de dentes do gato? O filhote trocando de dente sente dor?

Quando os gatos trocam de dente pode acontecer dele sentir bastante desconforto. Por isso, esse processo merece um pouco mais de atenção. Quando o gato perde dente, é possível que sinta dores e coceira na gengiva. Isso resulta no hábito de morder tudo que vê pela frente na tentativa de aliviar o incômodo. Durante esse período que o gato troca de dente, o ideal é investir em um brinquedo atóxico ou um mordedor específico para direcionar o comportamento e prevenir infecções ou machucados na região. Isso ajuda a garantir o bem-estar e a segurança do seu pet.

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Além disso, quando os gatos trocam de dente, é possível notar quadros de gengivite e mau hálito. Nesse caso, não precisa se desesperar já que é comum que isso ocorra. Além destes sinais, o gatinho pode ficar mais reservado, estressado e sem apetite. Por isso, é importante observá-lo e buscar ajuda de um médico veterinário caso os sintomas piorem. 

 

Gatinho mordendo dedo de tutor
 

Afinal, quantos dentes tem um gato?

Uma das principais dúvidas dos gateiros de primeira viagem - e até mesmo dos mais experientes - é quantos dentes tem um gato. Para a surpresa de alguns, a dentição de gato conta com diferentes tipos de dentes que exercem determinadas funções. Sendo assim, um gato adulto tem 30 dentes divididos entre incisivos, caninos, pré-molares e molares. Descubra abaixo a diferença entre eles:

  • Na dentição de gato, existem doze dentes incisivos divididos igualmente na parte inferior e superior da boca. Em formato de lança, os dentes de gato incisivos possuem a função de "rasgar" os alimentos - os antepassados dos gatos usavam esses elementos para prender as presas e remover a carne de ossos. Por outro lado, os felinos domésticos usam os incisivos para mastigar os alimentos como carnes;

  • Também posicionados na parte da frente da dentição, gatos possuem quatro dentes caninos - dois na parte superior e dois na parte inferior. Com uma anatomia maior e mais pontiaguda do que os incisivos, os dentes caninos são responsáveis por perfurar e triturar alimentos. Também é com os caninos que os bichanos seguram e mordem objetos que demandam mais força, como brinquedos, caixas de papelão e outros;

  • Logo depois dos caninos vêm os dentes pré-molares: seis na parte de cima e quatro na parte debaixo. Esses dentes de gato costumam ser maiores e mais afiados e, por isso, garantem uma superfície de corte maior facilitando no processo de mastigação e trituração dos alimentos;

  • Por fim, na parte de trás da boca, estão os dentes molares. Encarregados de quebrar a ração do gato antes da mastigação, esses dentes de gato contabilizam dois molares na parte de cima e dois inferiores.

Dentes do gato podem revelar a idade do bichano

Ao adotar um gato, nem sempre é possível ter a informação exata de quando o bichano nasceu. Verificar os dentes dos gatos é uma das maneiras mais comuns e fáceis de descobrir quantos anos o felino tem, assim como nos cachorros. Isso porque as características dos dentes mudam em cada fase de vida do seu bigodudo. Nos primeiros meses de vida, por exemplo, os dentinhos de gato de leite costumam ser pequenos e um pouco translúcidos. Entre um e dois anos de vida, é possível notar todos os dentes do gato definitivos, inclusive os molares, que são brancos e com extremidades arredondadas.

A partir do terceiro ano de vida dos gatos, dentes costumam apresentar uma coloração mais amarelada e pequenos desgastes, que tendem a ficar mais evidentes com o passar dos anos. Já depois dos 7 anos de idade, quando o bichano entra na velhice, é normal que os dentes dos gatos tenham as bordas mais desgastadas e os caninos mais arredondados. Embora essa fase da vida seja associada a perda dos dentes do gato, isso pode variar de acordo com os cuidados com a saúde bucal que o animal recebeu ao longo da vida.

Gato perde dentes depois de adulto?

Os dentes de gato adulto não costumam cair com facilidade. Quando o gato perde dente na fase adulta, provavelmente tem relação com algum problema de saúde bucal. A doença periodontal, por exemplo, é uma das que podem levar a esse quadro quando não é devidamente tratada. O acúmulo de tártaro na dentição dos gatos é uma das principais causas que levam a esse problema. As placas de sujeira acumuladas ao longo da vida do pet causam mau hálito e escurecem os dentes.

O gato ainda pode desenvolver uma gengivite (deixando a região avermelhada) que pode evoluir para a doença periodontal, infeccionando e destruindo as estruturas no entorno do dente. Quando não tratado, existe a possibilidade de cair os dentes de gato. Em casos mais graves, a doença no dente de gato pode alcançar a corrente sanguínea e chegar a outros órgãos, causando complicações à saúde do seu amigo. A doença periodontal atinge hoje, em diferentes graus, mais de 70% dos felinos com mais de 3 anos de idade. Para evitar que isso aconteça com seu pet, a higiene bucal é fundamental. 

 

Pessoa escovando os dentes de gatinho
Escovar dente de gato é fundamental para evitar acúmulo de sujeiras e o surgimento de doenças, como tártaro e gengivite

 

Alimentação adequada ajuda a manter a saúde dos dentinhos de gato

Você já deve ter ouvido falar que a alimentação do seu bichano interfere diretamente na saúde dele, certo? Isso inclui a saúde dos dentes do gato. Uma dieta equilibrada e rica em nutrientes é capaz de contribuir não só para o desenvolvimento como para a higiene bucal do animal. Sendo assim, é importante evitar os alimentos não indicados para gatos, especialmente os doces. Eles podem prejudicar a saúde do dente de gato, já que contribuem para o acúmulo do tártaro, além de afetar o bem-estar geral do animal.

Além disso, é necessário se certificar de que a ração oferecida ao bichano corresponde à fase de vida dele. Os dentes dos gatos - assim como o restante do corpo - precisam de componentes específicos para se manterem fortes e saudáveis. A ração do gato filhote, por exemplo, oferece uma quantidade maior de minerais, como cálcio e fósforo, que são responsáveis pela formação dos dentes. Felinos nessa fase da vida precisam desses alimentos para que seus dentes cresçam da maneira correta. Para manter os dentes do gato limpos e saudáveis, os petiscos também são bem-vindos. De quebra, eles ainda alegram seu bichano! 

Escovar dente de gato com frequência evita incômodos e doenças

A escovação dos dentes do gato é outro cuidado que deve fazer parte da rotina do seu bichano. Assim como os humanos, felinos também podem acumular sujeiras e restos de alimentos que favorecem a proliferação de bactérias. Isso causa o surgimento de infecções, que quando não tratadas podem resultar em quadros mais graves. O hábito simples de escovar os dentinhos de gato é uma das principais formas de garantir qualidade de vida ao seu pet - principalmente no gato idoso - evitando problemas odontológicos comuns nos felinos, como a reabsorção dentária. Parecida com a cárie, a doença causa dores e inflamação na gengiva.

A destruição do dente de gato pode acontecer em casos mais graves, assim como na doença periodontal. Muitas vezes, o quadro passa despercebido e só é diagnosticado em estágio avançado com uma radiografia intraoral. Visitar um dentista veterinário ao menos uma vez por ano é essencial no cuidado da dentição felina. A avaliação contínua ajuda a manter um controle da saúde bucal. Caso o pet comece a apresentar problemas nos dentes de gato, o veterinário pode prescrever alguns tratamentos especiais. A limpeza de tártaro, por exemplo, é uma ótima medida para prevenir problemas graves no dentinho de gato.

Como escovar os dentes de gatos? 

Escovar dente de gato é uma tarefa mais fácil do que muitos tutores imaginam. Antes de tudo, é preciso criar um ambiente tranquilo e calmo para o bichano. Um gato estressado dificilmente irá permitir que você encoste na boca dele. É necessário providenciar uma pasta de dente de gato e uma escova indicada para pets. Antes de inserir a escova de dente de gato em sua boca, deixe que ele cheire e até lambe um pouquinho da pasta para sentir o gosto. Nesse momento, vale investir em um carinho para que seu amigo associe a escovação com algo prazeroso.

Comece passando a escova pelos dentes de gato com movimentos circulares, escovando os incisivos e seguindo para a parte de trás. De início, é provável que não consiga limpar todos os dentes do gato da melhor maneira possível, mas não se preocupe: o seu gatinho vai precisar de um tempo para se acostumar com o processo. A frequência da escovação dos dentes do gato pode ser estabelecida com o veterinário, mas o ideal é que aconteça no mínimo três vezes por semana. 

Redação: Úrsula Gomes e Maria Luísa Pimenta

Publicada originalmente em: 28/08/2020

Atualizada em: 25/08/2021

Comportamento

Aprenda a interpretar cada miado de gato: foi com essas dicas que consegui me aproximar mais ainda do meu pet

Mesmo que os gatos não saibam falar, a linguagem felina é muito rica e expressiva. Além da postura corporal, o miado de gato tem uma...

Saúde

O que acontece no corpo da gata no cio? Dos miados estridentes aos picos hormonais, veja todas as mudanças que ela enfrenta

Não precisa ser expert no universo felino para conseguir identificar uma gata no cio. Dos miados estridentes aos picos hormonais, o ...

Comportamento

"Amor de gato": foi assim que aprendi a interpretar as emoções do meu gatinho e percebi que sou o amor da vida dele

O amor de gato é um sentimento especial e gratificante que os bichanos demonstram por seus donos. Mas ao contrário dos cães, eles ex...

Comportamento

Meu gato está intimidando meu cachorro: 7 dicas aprovadas por um vet para lidar com a situação

Ter um cachorro e gato convivendo em harmonia em casa é o sonho de qualquer tutor - mas a realidade pode ser bem diferente. Por sere...

Comportamento

Aprenda a interpretar cada miado de gato: foi com essas dicas que consegui me aproximar mais ainda do meu pet

Mesmo que os gatos não saibam falar, a linguagem felina é muito rica e expressiva. Além da postura corporal, o miado de gato tem uma...

Saúde

O que acontece no corpo da gata no cio? Dos miados estridentes aos picos hormonais, veja todas as mudanças que ela enfrenta

Não precisa ser expert no universo felino para conseguir identificar uma gata no cio. Dos miados estridentes aos picos hormonais, o ...

Cachorro

Com ajuda do ChatGPT, mulher cria site para mostrar como os cachorros enxergam de verdade: testamos por aqui!

Você já se perguntou como os cachorros enxergam? Essa é uma dúvida comum entre muitas pessoas, sejam elas tutoras de um pet ou não. ...

Comportamento

"Amor de gato": foi assim que aprendi a interpretar as emoções do meu gatinho e percebi que sou o amor da vida dele

O amor de gato é um sentimento especial e gratificante que os bichanos demonstram por seus donos. Mas ao contrário dos cães, eles ex...

Ver todas