Comportamento

Como saber se o gato miando muito está sentindo dor ou algum incômodo?

O som de gato miando está fora do normal? Entenda quando isso pode indicar um problema!
O som de gato miando está fora do normal? Entenda quando isso pode indicar um problema!

Flagrar um gato miando é algo normal para quem escolhe ter a companhia de um bichano em casa. Afinal, essa é uma das principais formas que os felinos encontram para se comunicar com os seus humanos. No entanto, o som de gato miando deve virar um sinal de alerta quando se tornar algo excessivo ou vem acompanhado de outros comportamentos, já que pode indicar que algo não vai bem com a saúde e o bem-estar do animal. Para evitar que o incômodo do seu pet passe despercebido, é importante estar atento aos tipos de miado de gato que indicam esse problema. Veja abaixo como identificar um gato miando de dor e os quadros que podem estar relacionados!

Miado de gato: algumas características do som podem indicar que seu bichano está sentindo dor ou incômodo

Se você tem um bichano em casa, provavelmente já deve ter se acostumado com o miado de gato, certo? Embora esse som seja a maneira mais prática do seu pet se comunicar com você, ele também pode ser sinônimo de um gato com dor. Nesse caso, é comum que o miado seja alto, demorado e repetitivo, ou seja, diferente daquele ruído tranquilo e calmo que o animal costuma fazer quando está apenas em busca de atenção ou um pouco de petisco. Além disso, o miado de gato com dor tende a ser parecido com o som alto que o seu bichano emite quando está em apuros ou preso em algum lugar. Ao perceber essas semelhanças ou notar que o barulho do seu pet está cada vez mais alto e frequente, o ideal é levá-lo ao veterinário o quanto antes, principalmente se o miado estiver acompanhado de outros sinais, como lambedura excessiva, vômito e falta de apetite.

Gato miando muito pode indicar problemas no trato urinário do animal

Existe uma série de sinais que podem indicar problemas no trato urinário do seu gatinho. Um gato miando muito é um deles. Acontece que algumas doenças, como a infecção urinária em gatos, costumam causar muita dor e incômodo ao seu bichano na hora de urinar, o que resulta nos miados excessivos. Nesse caso, é comum que o comportamento felino seja acompanhado de outros sintomas, como sangue na urina, aumento da frequência urinária com diminuição do volume e até mesmo mudanças na coloração e na textura do xixi de gato. Por esse motivo, é importante que o tutor preste bastante atenção no seu amigo e separe um tempinho para levá-lo ao veterinário. Assim, será possível garantir o diagnóstico correto do animal e iniciar o tratamento mais adequado.

Descubra se você é um cachorro ou um gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

No fim de semana, você é o amigo que...?

As férias estão chegando! Vai viajar?

Chegou a hora de escolher a comida! Quem é você?

Que música você escolhe para arrasar no karaokê?

E sobre seus cuidados de beleza?

Vai ficar em casa com o mozão? Você prefere:

Ihhh, você recebeu uma crítica no trabalho… Como reage?

Você é um cachorro! Você é um gato! Você é um gatorro!
    O som do gato miando pode ser um sinal de estresse ou ansiedade
    O som do gato miando pode ser um sinal de estresse ou ansiedade

    Mais Lidas

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    As 7 raças de cachorro que mais precisam gastar energia
    Comportamento animal

    As 7 raças de cachorro que mais precisam gastar energia

    Manter a frequência de passeios no dia a dia do seu amigo de quatro patas é algo necessário para todas as raças de cachorro. Além dos benefícios que a socialização desses momentos traz, para muitos animais, essa caminhada é atividade física suficiente para o gasto de energia diário. Raças mais preguiçosas, que só devem se movimentar para manter a saúde, não precisam de muito tempo dedicado a essa área, mas nem todas são assim: para equilibrar, existem algumas raças de cachorro têm energia de sobra. Pensando no bem da saúde do seu animal e buscando evitar que ele desconte essa disposição acumulada em outras partes da casa, nós separamos algumas raças que precisam de agitação para ficar bem no dia a dia. Dá uma olhada!

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
    Comportamento animal

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

    Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

    Amor de gato: 10 formas do seu bichano dizer que você é muito importante para ele
    Comportamento animal

    Amor de gato: 10 formas do seu bichano dizer que você é muito importante para ele

    Se você tem um felino em casa, com certeza já deve ter se questionado como saber se seu gato te ama. Pelo fato dos felinos serem muito reservados, e às vezes independentes, fica mais difícil decifrar o amor de gato - diferente dos cães, que expressam isso de um jeito eufórico e quase exagerado. Os bichanos demonstram afeto pelos humanos de um jeito delicado e único, com atitudes que podem até passar despercebidas.

    Gato miando alto é um dos principais sintomas do "Alzheimer felino"

    Sim, é isso mesmo! Os felinos também podem desenvolver um quadro parecido com o Alzheimer e, nesse caso, o miado de gato é um dos principais sinais da doença. Também conhecida como “catzheimer”, a patologia degenera o sistema nervoso, afetando a cognição e a memória. Assim como nos humanos, a idade avançada e a predisposição genética são as principais causas do quadro. Quanto aos sintomas, além do miado excessivo, olhar vazio, desorientação, agressividade e até o desprezo pelo dono também podem indicar um gato com Alzheimer. Além disso, os felinos também podem apresentar comportamentos inusitados, como manter a testa na parede e permanecer nessa posição por muito tempo.

    Miado de gato também pode estar relacionado a estresse ou ansiedade

    Além de indicar que algo não vai bem com a saúde do seu bichano, o miado de gato excessivo pode ser um sinal de que o seu gato está estressado ou ansioso. Nesse caso, o miado costuma ser bem alto e acompanhado de comportamentos agressivos, higienização excessiva e até mesmo automutilação. Para amenizar o quadro, o tutor deve ficar por perto, ter calma e paciência, especialmente se o animal estiver exposto a algo novo, como mudanças na rotina ou chegada de um novo pet na casa. Certifique-se de que ele tenha um local aconchegante onde possa se refugiar nesses momentos. Outra atitude que pode ajudar é investir em brinquedos para gatos para garantir a diversão do seu gatinho. Lembre-se: um felino entretido tem menos chances de ficar estressado e ansioso. 

    Redação: Úrsula Gomes

     

    Quais são as 7 raças de cachorro mais obedientes?

    Próxima matéria

    Quais são as 7 raças de cachorro mais obedientes?

    Como saber se meu gato está com algum problema renal?
    Saúde

    Como saber se meu gato está com algum problema renal?

    Os problemas renais são muito comuns em gatos e representam o pesadelo de todo pai ou mãe desse tipo de pet. As causas normalmente estão ligadas à alimentação e até com a própria fisiologia dos felinos: os gatos têm uma quantidade reduzida de néfrons nos rins, estruturas que filtram as impurezas do sangue e produzem a urina, por exemplo. Esse e outros fatores contribuem para o surgimento de doenças no órgão, que levam à insuficiência renal em gatos - isto é, quando os rins perdem a capacidade de funcionar normalmente.

    Meu gato está miando muito, o que fazer? Descubra o motivo do miado
    Comportamento

    Meu gato está miando muito, o que fazer? Descubra o motivo do miado

    O miado de gato é muito mais do que apenas um sonzinho. Donos que conhecem muito bem os seus animais conseguem identificar quando estão com dor, fome ou felizes apenas pelo miado. Mas quando o miado está exagerado é bom perceber outros comportamentos para identificar o real motivo. Filhotes de gato, por exemplo, costumam miar mais por separação da mãe, insegurança e até mesmo estranhamento do novo lar. Já quando separamos por raças, os campeões de miados são: gato siamês filhote, singapura e maine coon.

    Parasitas em gatos: como deixar o felino longe desses incômodos?
    Saúde

    Parasitas em gatos: como deixar o felino longe desses incômodos?

    Apesar de não se falar muito nos parasitas em gatos, essa é uma preocupação que você deve ter constantemente. Mesmo que ele viva dentro de casa e não tenha acesso à rua, o gato pode ser contaminado por pulgas, carrapatos, ácaros e vermes. Esses pequenos invasores se instalam na pele ou no organismo do seu bichano e podem provocar incômodos e até doenças graves. Por outro lado, não é difícil prevenir os parasitas de gatos: basta inserir alguns cuidados na rotina do animal, como remédios e até mudanças na limpeza do ambiente em que ele vive.

    Vai se mudar de casa? Veja algumas dicas para adaptar seu gato ao novo ambiente!
    Comportamento

    Vai se mudar de casa? Veja algumas dicas para adaptar seu gato ao novo ambiente!

    Gatos são conhecidos pela independência e instinto territorialista, mas a verdade é que os felinos também são muito apegados aos seus pertences. Casa, brinquedos, caminha, móveis e humanos, tudo entra nessa lista. Se o seu gato costuma ter um lugar preferido para dormir ou ama ficar na janela observando o movimento da rua, saiba que qualquer mudança na rotina pode deixá-lo estressado, ansioso e até doente.

    Ver Todas >

    Como combinar as prateleiras para gatos com a decoração da sua casa?
    Comportamento animal

    Como combinar as prateleiras para gatos com a decoração da sua casa?

    Quem tem gato em casa sabe que eles amam ficar nas alturas! Esses animais sobem em tudo que podem, sejam janelas, móveis ou até eletrodomésticos. Os gatinhos, por serem curiosos, exploram cada cantinho do lar e acabam se tornando os verdadeiros donos da casa. As prateleiras para gatos são ótimas para recreação e bem-estar dos bichanos. Mas como combinar esse espaço feito para os felinos com a decoração? 

    Cachorro feliz: veja em infográfico as coisas que mais despertam os hormônios da felicidade no seu pet
    Comportamento animal

    Cachorro feliz: veja em infográfico as coisas que mais despertam os hormônios da felicidade no seu pet

    Todo cachorro tem um jeitinho brincalhão que é capaz de despertar a felicidade em qualquer humano. Mas o que é mais importante na hora de deixar o cachorro feliz? A verdade é que os cães não exigem muita coisa: uma ração gostosa, alguns brinquedinhos, passeios e carinho dos donos já são suficientes para ativar os hormônios da felicidade nesses seres maravilhosos.

    Como encontrar um cachorro perdido? Veja as dicas de quem passou pela experiência
    Comportamento animal

    Como encontrar um cachorro perdido? Veja as dicas de quem passou pela experiência

    Um cachorro desaparecido tem chances de ser encontrado, principalmente se estiver com uma coleira de identificação e os tutores agirem imediatamente na busca. Os cães são animais ágeis e a fuga é uma situação que pode ocorrer por diferentes motivos - em viagens, passeios ou até com aquela porta entreaberta ao receber uma visita. Foi o que aconteceu com o cãozinho Caju, que fugiu depois da família se envolver em um acidente de carro na região de Curitiba.

    Pode passear com cachorro nos dias de muito calor? Qual a melhor forma de fazer isso?
    Comportamento animal

    Pode passear com cachorro nos dias de muito calor? Qual a melhor forma de fazer isso?

    Passear com cachorro é um momento que estreita laços e ainda faz bem para a saúde, tanto do animal quanto do tutor. Cães precisam de exercícios na rotina para gastar energia e evitar quadros de estresse e ansiedade. Apesar de ser um momento muito prazeroso e necessário, é preciso ter cuidado com a saúde e a segurança do seu animal, principalmente nos dias de muito calor. 

    Ver Todas >