Gato

Gato idoso pode desenvolver Alzheimer?

Publicado - 29 Setembro 2020 - 17h17

Atualizado - 02 Maio 2024 - 17h20

A idade também chega para os animais de estimação. No caso de um gato idoso, a atenção com alimentação e saúde deve ser redobrada nessa fase da vida. No entanto, às vezes mesmo com tantos cuidados, alguns problemas se tornam inevitáveis, como é o caso da demência em gatos. Você já se perguntou se gato tem Alzheimer alguma vez? Na verdade, a condição é conhecida no universo veterinário como Síndrome da Disfunção Cognitiva, uma condição que apresenta sinais semelhantes ao Alzheimer em humanos. Para desvendar isso, reunimos em uma única matéria as principais informações sobre o assunto. Veja a seguir!

Gato idoso tem mais chances de desenvolver o problema cognitivo

Segundo uma pesquisa realizada pela Universidade de Edimburgo, na Escócia, os gatos idosos estão propensos a desenvolver algo semelhante à doença de Alzheimer. Chamada de síndrome da disfunção cognitiva felina, a doença surge conforme o animal vai ficando mais velho e, assim como o Alzheimer, também é um quadro degenerativo do sistema nervoso central. Logo, é algo que está diretamente relacionado com a capacidade de aprendizado, memória e compreensão do animal e, por isso, muitas pessoas se referem a esta condição como se fosse um tipo de demência em gatos.

Veja alguns sintomas da síndrome da disfunção cognitiva em gatos

Quando se trata de um gato idoso, não é só a parte física que fica mais vulnerável às doenças: a saúde mental do animal também pode ser prejudicada. Por isso, quem tem um gatinho e desconfia que ele possa estar enfrentando um transtorno como a síndrome da disfunção cognitiva felina, é importante ficar atento a alguns sinais.

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Como essa condição afeta significativamente o lado cognitivo dos bichanos, é comum encontrar o gato idoso confuso no ambiente em que vive. Ele pode se perder pela casa, esquecer onde fica sua caixa de areia e até mesmo onde dorme. Então, se o seu gatinho já tem uma idade avançada e passou a fazer xixi fora do banheiro de uma hora para outra, esse pode ser um sinal de que algo não vai bem com a cabecinha dele. Além disso, miados excessivos, alterações no padrão de sono e no comportamento do animal também podem ser observados.

 

Gato preto em cima de mesa observado por tutora idosa
Gatos idosos que têm a síndrome da disfunção cognitiva felina podem ficar confusos na casa onde moram

 

Existe tratamento para a demência em gatos?

Assim como acontece com os humanos acometidos pelo Alzheimer, não existe uma cura para a síndrome da disfunção cognitiva em gatos. Contudo, isso não quer dizer que não é possível retardar a progressão da doença nos felinos. Pelo contrário: com o diagnóstico determinado pelo médico veterinário, é possível iniciar uma rotina de cuidados que buscam impedir a piora da doença. Existem, inclusive, alternativas farmacológicas que podem ou não serem indicadas pelo profissional durante o tratamento, dependendo de cada caso. Além disso, suplementos nutricionais e/ou dietas específicas também podem ser indicadas. Mas lembre-se: tudo isso deve ser acompanhado de perto por um especialista.

Saiba como lidar com a síndrome da disfunção cognitiva felina

Antes de mais nada, é importante entender que o gato idoso que está com dificuldades cognitivas não vai responder aos comandos da mesma forma que antes, e brigar com ele só pode piorar tudo. O seu amigo não entende o que está acontecendo, e é importante ser compreensivo com essa nova condição dele. Além do mais, uma boa ideia é estimulá-lo constantemente, tanto no aspecto físico quanto mental. Seja com brinquedos interativos ou com qualquer outro tipo de brincadeira que faça seu gatinho se animar, o tutor deve se preocupar em fornecer uma boa qualidade de vida ao seu amigo de quatro patas neste momento.

Redação: Juliana Melo

 

Cachorro

Pancreatite em cachorro: aprenda a reconhecer 6 sinais da doença que vão ajudar no diagnóstico mais rápido

A pancreatite em cachorro é uma doença que merece a atenção dos tutores. A patologia afeta o pâncreas, órgão essencial para a produç...

Comportamento

Gato miando: 8 segredos que não te contaram sobre a principal forma de comunicação dos felinos

Qualquer pai de pet está acostumado a ouvir o gato miando em casa pelos mais diversos motivos. Às vezes é fome, vontade de receber c...

Comportamento

Como saber se o gato te escolheu como dono: 6 coisas para observar e descobrir se você é o humano favorito do seu pet

O sonho de todo gateiro é ser a pessoa favorita dos bichanos. Mas como saber se o gato te escolheu como dono? Será que existem indíc...

Comportamento

Sonhar com gato é bom ou ruim? Veja o que os especialistas têm a dizer sobre o significado desses sonhos

Existem diferentes formas de se interpretar um sonho, principalmente quando envolvem animais de estimação. Sonhar com gato, por exem...

Cachorro

Dogo Argentino: 10 curiosidades para conhecer o cachorro parecido com Pitbull

O Dogo Argentino é um cachorro grande e imponente. Em um primeiro momento, ele pode até assustar quem não conhece, principalmente po...

Cachorro

Pancreatite em cachorro: aprenda a reconhecer 6 sinais da doença que vão ajudar no diagnóstico mais rápido

A pancreatite em cachorro é uma doença que merece a atenção dos tutores. A patologia afeta o pâncreas, órgão essencial para a produç...

Adote um animal

Cachorro pequeno: essas são as 10 menores raças de cachorro do mundo todo

Ter um cachorro pequeno em casa é sinônimo de fofura e alegria. Como são menores, esses doguinhos se adaptam mais facilmente ao espa...

Comportamento

Gato miando: 8 segredos que não te contaram sobre a principal forma de comunicação dos felinos

Qualquer pai de pet está acostumado a ouvir o gato miando em casa pelos mais diversos motivos. Às vezes é fome, vontade de receber c...

Ver todas