Cachorro

100 curiosidades sobre cachorros que vão te impressionar

Chegou a hora de desvendar algumas curiosidades sobre cachorros!
Chegou a hora de desvendar algumas curiosidades sobre cachorros!

Todo mundo sabe que o cachorro é o melhor amigo do homem, mas será que você realmente conhece o seu amigo de quatro patas? Existem várias curiosidades sobre cachorro que muitas vezes surpreendem a gente. Seja por causa de um comportamento animal que não faz muito sentido na nossa cabeça - como o hábito de “cavar” antes de dormir -, ou seja porque nunca pesquisamos muito a fundo sobre a anatomia do cachorro. Mas uma coisa é garantida: esse maravilhoso universo canino é muito além do que imaginamos. Pensando nisso, o Patas da Casa fez uma lista com 100 curiosidades sobre o cachorro para estreitar ainda mais a sua relação com o seu doguinho e até mesmo para descobrir coisas que nunca passaram pela sua cabeça. Veja só!

Veja a seguir 100 curiosidades sobre cachorros que você provavelmente não sabia!

1) A audição canina é extremamente aguçada. Enquanto os humanos são capazes de captar frequências somente entre 16 e 20.000 Hz, o ouvido do cachorro consegue identificar até 40.000 Hz.

2) Muita gente se pergunta quantos anos vive um cachorro, e geralmente é entre 10 e 13 anos. Mas, em alguns casos, o cachorro pode viver muito mais do que isso, podendo chegar até 16 anos.

3) O tutor pode aprender como ensinar cachorro a sentar, deitar e dar a pata sem precisar da ajuda de um adestrador profissional. Basta treinamento constante e não desistir!

4) As glândulas sudoríparas de um cão se localizam nas suas patas.

5) A gestação de cachorro pode gerar, em média, 6 filhotes por vez, se ele for de porte pequeno ou médio. Já no caso de cachorros grandes, o número pode chegar a 15.

6) Cães se enrolam como uma bola na hora de dormir para se manterem aquecidos e se protegerem de possíveis predadores.

7) O rabo de cachorro é uma extensão da coluna do animal, pois também é composto por vértebras.

8) Como o tamanho do rabo do cachorro pode variar, o número de vértebras pode ser de 5 a 20 vértebras, que são separadas por discos moles.

9) Assim como os humanos têm digitais únicas, a impressão do focinho do cachorro também é exclusiva para cada animal e serve para identificá-lo de forma eficaz.

10) O hábito de cavar com as patas traseiras depois de fazer xixi é uma forma de marcar território comum entre os machos adultos.

11) Cães só dormem de barriga para cima quando se sentem seguros naquele ambiente.

12) Para quem não sabe quantos dentes tem um cachorro: com cerca de dois meses, o cão já possui 28 dentes temporários. Depois da troca, ele fica com 42 dentes definitivos.

13) “Por que os cachorros uivam?” Simples: essa é forma que eles encontram para se comunicar à distância com outros cães. A frequência e o timbre dos uivos podem ser ouvidos de longe.

14) Os cachorros possuem um canal exclusivo para o olfato. Sendo assim, quando um cão inspira parte do ar segue a rota dos pulmões enquanto a outra segue um caminho dedicado exclusivamente para identificar cheiros.

15) E por falar em cheiros, você sabia que quando os cachorros cheiram o rabo uns dos outros isso é um sinal de cumprimento? É como se fosse o famoso aperto de mão dos humanos. Inusitado, né?

16) Os cães são verdadeiros campeões em variedade de tamanhos, raças e formas. Existe cachorro para todos os gostos, e é praticamente impossível não encontrar um amigão que seja perfeito para você.

17) A pata de cachorro possui um “quinto dedo”, chamado de ergô e que tem uma função parecida com o polegar dos humanos: é com ele que o animal consegue segurar comida, brinquedos e outros objetos.

18) O cachorro sente saudade e demonstra isso por meio da linguagem corporal canina, como o famoso olhar de cão tristonho.

19) Os filhotes de cachorro nascem surdos, cegos e sem dentes. Mas calma, isso não é definitivo: em menos de três semanas de vida eles começam a adquirir os sentidos.

20) Cães possuem uma terceira pálpebra no olho, chamada membrana nictitantes. É ela que ajuda a limpar os restos e o muco de seus globos oculares e produzir lágrimas.

21) Os cachorros podem fingir estar doentes de vez em quando só para chamar a atenção do seu tutor.

22) Quando um cãozinho lambe o nariz, isso é uma tentativa de colocar o cheiro que sente em sua boca.

23) O sistema digestivo do cachorro é mais rápido do que o de outros animais, pois a alimentação deles é muito rica em nutrientes que garantem que a absorção seja feita com mais rapidez.

24) Em 6 anos, uma fêmea pode gerar cerca de 66 filhotes. Por isso a castração é fundamental!

25) A castração de cachorro, inclusive, não serve apenas para evitar a gravidez indesejada. Ela também pode ajudar a prevenir algumas doenças, como o câncer de mama e o câncer de próstata.

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

question quiz stamp

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

Question Header Background
question quiz stamp

As crises alérgicas costumam acontecer:

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Question Header Background
question quiz stamp

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Question Header Background
question quiz stamp

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

Question Header Background
question quiz stamp

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

Question Header Background

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
    Comportamento canino: os cães amam a companhia dos seus humanos!
    Comportamento canino: os cães amam a companhia dos seus humanos!

    Mais Lidas

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
    Comportamento animal

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

    Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
    Comportamento animal

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

    Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos
    Comportamento animal

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos

    Quem tem um gatinho já deve ter percebido que eles costumam afofar ou “amassar pãozinho” em algumas circunstâncias específicas. Os movimentos lembram uma massagem. Antes de deitar, quando estão no colo do dono ou quando encontram uma coberta fofinha e macia. Se mesmo sem saber porquê eles fazem isso a gente já acha a coisinha mais linda do mundo, imaginem depois de saber? Vem com a gente desvendar!

    26) O barulho de chuva incomoda a audição aguçada dos cães, principalmente se vier acompanhado de trovões.

    27) O movimento das orelhas de um cachorro é uma das diversas formas que esses animais encontram para se comunicar.

    28)  A obesidade canina é a doença mais comum nessa espécie.

    29) Os dentes de cachorro são capazes de revelar a idade aproximada de um animal.

    30) Falando em dentes, sabia que os cães às vezes “sorriem” como uma tentativa de fazer com que os tutores lhe deem carinho?

    31) A temperatura corporal de um cachorro saudável varia entre 38 e 39º. Caso esteja muito acima ou abaixo disso, é importante procurar a ajuda de algum médico veterinário, porque pode ser indicativo de doença.

    32) O número de ossos do cachorro depende da sua idade, raça e gênero. Mas, no geral, um cão adulto costuma ter entre 319 e 321 ossos.

    33) Os cães fazem cocô em alinhamento com o campo magnético da Terra. Como eles são sensíveis a pequenas variações no campo, costumam fazer suas necessidades com o corpo alinhado ao eixo Norte-Sul quando há poucas variações no magnetismo. 

    34) Cachorros não conseguem enxergar as mesmas cores que os humanos. Na verdade, tudo que eles veem são cores em uma escala de azul e amarelo.

    35) Aprender como calcular a idade do cachorro não é muito difícil. 2 anos de um cachorro de pequeno, médio e grande porte equivalem, respectivamente, a 25, 21 e 18 anos de um humano.

    36) A função do rabo do cachorro é fornecer amortecimento e flexibilidade ao seu amigo.

    37) A gestação de uma cadela pode durar até 60 dias.

    38) Os cachorros também podem sofrer com algumas doenças psicológicas como os humanos, como ansiedade e depressão.

    39) Além disso, várias outras doenças que acometem os cães também são conhecidas no mundo dos humanos, como a conjuntivite e diabetes.

    40) Os cachorros podem ser tão espertos quanto uma criança de 2 anos de idade.

    41) O mesmo hormônio (oxitocina) que faz com o que seu cão te ame, também é capaz de fazê-lo se apaixonar por outros cães.

    42) Já se perguntou qual a velocidade máxima que seu amigo de quatro patas pode atingir? Pasme: um cachorro pode correr até 30 km/h, em média, sendo que algumas raças chegam até a ultrapassar esse limite.

    43) As orelhas do cachorro têm cerca de 18 músculos, permitindo que o animal mude a posição das orelhas com mais facilidade na hora de captar sons e ruídos, mesmo que a metros de distância.

    44) Os cães podem ser treinados para identificar mudanças no corpo humano, como doenças.

    45) A dentição canina começa a se desenvolver por volta de 2 a 3 semanas de vida.

    46) O cachorro entende o que falamos. O nível de compreensão deles é totalmente diferente, claro, mas ainda assim eles são capazes de associar algumas palavras, como o seu próprio nome e comandos básicos de treinamento

    47) Um cachorro pequeno ou de médio porte consegue atingir metade do peso que ele vai ter na fase adulta ainda nos primeiros 6 meses de vida.

    48) Já cachorros grandes demoram cerca de 1 ano até atingirem a metade do seu peso corporal na fase adulta.

    49) Se você não sabe quantas horas um cachorro dorme por dia: chegou a hora da verdade. Um cão adulto costuma dormir entre 12 e 14 horas por dia.

    50) Os filhotes de cachorros, por outro lado, devem dormir de 16 a 18 horas por dia porque ainda estão na fase de crescimento e precisam de maior descanso.

    Alguns cachorros podem sofrer com a ansiedade de separação
    Alguns cachorros podem sofrer com a ansiedade de separação

    51) Por sua vez, o cachorro idoso tem naturalmente mais sono e pode dormir tanto quanto um filhotinho (mas não mais do que isso, hein?).

    52) Outros fatores que também influenciam no sono do cachorro são raça, alimentação e problemas de saúde. Por isso, leve sempre seu amigão ao veterinário. 

    53) Fazer carinho no cachorro libera um hormônio conhecido como oxitocina, que é considerado bom tanto para os humanos quanto para os cães.

    54) Alguns cachorros também “trabalham”, sabia? Tem cão de guarda, de pastoreio, policial, cão-guia ou terapeuta. São muitas opções!

    55) O cachorro mais preguiçoso do mundo é do Bulldog Inglês.

    56) Apesar de ser bem pequenininho, o Pinscher é a uma das raças mais valentes do mundo canino! Quem disse que tamanho é documento?

    57) E por falar no Pinscher, o cãozinho pode ter até quatro “tamanhos” diferentes, mas que não são oficiais. São eles o Pinscher 0, 1, 2 e miniatura.

    58) O Basenji é a única raça de cachorro que não sabe latir. Ele se comunica principalmente através de um uivo prolongado e agudo.

    59) O Lundehund Norueguês é o único cachorro que tem seis dedos em cada pata. Essa foi uma evolução natural da raça, que no passado tinha como principal função caçar o papagaio do mar.

    60) O Border Collie é considerado a raça de cachorro mais inteligente do mundo.

    61) A raça Bloodhound é capaz de farejar odores, mesmo que já tenham passado mais de 300 horas de existência.

    62) O cachorro da raça Greyhound é um dos mais velozes do mundo, podendo correr até 80 km/h.

    63) Segundo o American Kennel Club, o Labrador Retriever é a raça mais popular que existe.

    64) Além do Labrador, não podemos deixar de dar destaque também para o famoso cachorro vira-lata, que é um dos mais queridinhos aqui no Brasil, embora não tenha raça definida.

    65) O Pug é uma raça de cachorro mais antiga do que se pensa. Tanto é que a esposa de Napoleão Bonaparte, Josephine, tinha um exemplar. Era uma cadelinha que levava o nome de Fortune.

    66) O cachorro mais pesado que já foi registrado era um São Bernardo chamado Benedictine. Ele pesava 166 kg.

    67) Um filhote de Dálmata não nasce com pintas. Na verdade, eles inicialmente são todos brancos e as pintas se desenvolvem somente depois de algum tempo.

    68) Algumas raças de cachorro soltam menos pelos e são ideais para pessoas alérgicas, como o Poodle e o Maltês.

    69) Também existem raças que são ótimas companhias para quem tem crianças em casa, como o Golden Retriever, Labrador e Collie.

    70) Os cachorros são animais onívoros. Isso quer dizer que eles não devem se alimentar apenas de carne.

    71) O xixi de cachorro tem um pH muito ácido e que é capaz de corroer metais. Por isso, se você tem um cãozinho, tenha sempre muito cuidado para que ele não faça xixi em pneus e portões de ferro. Caso contrário, eles podem enferrujar.

    72) Dentre os barulhos que o cachorro não gosta, podemos destacar os fogos de artifício, sirenes, aspiradores de pó e secadores de cabelo.

    73) Já os cheiros que o cachorro não gosta normalmente são os com aroma cítricos, pimenta, acetona, esmalte e produtos de limpeza no geral.

    74) Alguns animais podem sofrer com a ansiedade de separação, e é importante o tutor aprender como diminuir o estresse do cão durante a sua ausência.

    75) Os sinais mais comuns da ansiedade de separação são arranhar portas, chorar, latir e uivar insistentemente, defecar e urinar fora do local adequado.

     

    Não importa qual seja o tamanho ou a raça de cachorro: todos eles estão cheios de amor para dar
    Não importa qual seja o tamanho ou a raça de cachorro: todos eles estão cheios de amor para dar

    76) O bocejo de cachorro é sinal de empatia, principalmente se for logo depois de ver o seu tutor bocejar. É uma forma do animal dizer “eu estou com você!”. 

    77) O cachorro sente frio e é importante saber como protegê-los das baixas temperaturas.

    78) Já viu um cachorro cavando a cama antes de deitar? A explicação para é simples: trata-se de uma tentativa de aquecer o local antes de se deitar, e também é uma forma de marcar território.

    79) Cachorro sente culpa? Bom, não. Mas não quer dizer que eles não entendam quando fazem algo de errado, e é por isso que costumam ficar com aquele olhar de cachorro arrependido.

    80) Algumas raças de cães são naturalmente mais agitadas e ativas, mas vale ficar de olho. Se a agitação for grande mesmo depois de passear e praticar exercícios físicos, pode ser um sinal de hiperatividade.

    81) O cachorro sofre quando muda de dono, principalmente se ele for adulto ou idoso. Os animais também criam afeto e carinho por aqueles que vivem com ele, e todo o processo de mudança pode deixar o cãozinho bem triste e traumatizado.

    82) Cães adultos que “mamam” no cobertor pode ser um sinal de ansiedade e até mesmo o indicativo de doença. É sempre bom investigar!

    83) Os cães também exigem alguns cuidados básicos como cortar as unhas, escovar os dentes, limpar os ouvidos e escovar os pelos regularmente.

    84) Cachorro castrado tem uma sobrevida maior do que aqueles que não foram castrados.

    85) Existem alguns mitos quando falamos do cachorro vira-lata, como que ele não fica doente e que pode comer de tudo, sem seguir uma dieta.

    86) Na verdade, todos os cachorros precisam de uma alimentação adequada ao seu porte e idade. Cães adultos não podem comer a mesma ração que os filhotes, da mesma forma que um cachorro grande não pode comer o mesmo alimento que um cãozinho pequeno.

    87) Quando você vê um cachorro triste, é importante buscar a ajuda de um médico. Provavelmente é indicativo de alguma doença.

    88) Brinquedos interativos ajudam a estimular a cognição dos cachorros, deixando-os mais espertos.

    89) O enriquecimento ambiental para cães é fundamental para oferecer uma boa qualidade de vida ao seu amigão.

    90) Cachorros idosos podem desenvolver a síndrome da disfunção cognitiva canina, que é um quadro bastante semelhante ao Alzheimer em humanos.

    91) O comportamento dos humanos também pode influenciar no comportamento do cachorro. Então se um cãozinho tem um dono muito estressado, ele também pode acabar “pegando” esse hábito para ele.

    92) Não importa qual seja a raça: passear com cachorro e a prática de atividades físicas é essencial para manter seu amigo de quatro patas bem longe da obesidade.

    93) A melhor maneira de educar um cãozinho é com a técnica do adestramento positivo, oferecendo recompensas sempre que ele “acertar” o objetivo.

    94) O cachorro não pode e nem deve tomar banho diariamente como os humanos. Na verdade, o ideal é que isso aconteça, no mínimo, a cada 15 dias, mas é algo que também varia de raça para raça.

    95) Dá para saber o tamanho do cachorro filhote pela pata dele. Se ela for desproporcional e maior do que o resto do seu corpo, isso quer dizer que ele ainda vai crescer bastante. Senão, o porte dele será pequeno.

    96) Quanto antes a socialização do cachorro acontecer, mais fácil será a convivência dele com outras pessoas e outros animais.

    97) Às vezes um cãozinho fica boa parte do tempo com a boca aberta porque é assim que ele troca o calor necessário para se adaptar a temperatura do ambiente, principalmente em dias mais quentes.

    98) O cheirinho desagradável que costuma acompanhar a pata de cachorro é causado por bactérias e fungos da região, mas que não trazem malefícios ao animal.

    99) Os filhotes de cachorro normalmente choram porque sentem saudade da mãe e dos seus irmãos. Mas também pode ser porque sentem fome, frio ou medo.

    100) Não importa qual cachorro você escolha, uma coisa é certa: ele vai ser o melhor amigo de quatro patas que você vai encontrar na vida! É muito amor para um bichinho só.

    Redação: Juliana Melo

     

    Hotel pet friendly: como funcionam as hospedagens que aceitam cachorros?

    Próxima matéria

    Hotel pet friendly: como funcionam as hospedagens que aceitam cachorros?

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana
    Grandes

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana

    Um dos cãezinhos mais surpreendentes é o Cane Corso. Embora ele não seja tão popular quanto outras raças de cachorro grande, como o Labrador e o Golden Retriever, o Cane Corso é dono de um enorme coração e tem uma personalidade incrível. Algumas pessoas podem até se intimidar com o tamanho e a postura imponente do doguinho, mas só quem convive com um Cane Corso sabe como estes cães são adoráveis e carinhosos.

    Pequinês: tudo o que você precisa saber sobre a raça de cachorro pequeno
    Pequenos

    Pequinês: tudo o que você precisa saber sobre a raça de cachorro pequeno

    Para quem procura por raças de cachorro pequeno, o Pequinês pode ser a companhia perfeita. Além de se adaptar muito bem a apartamentos e outros espaços reduzidos, esse pequeno cãozinho é dotado de uma personalidade carinhosa, amigável e extremamente leal aos seus humanos. Apesar da baixa estatura, o cachorro Pequinês também é super corajoso, e uma das maiores provas de que tamanho não é documento. 

    Dogo Argentino: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de cachorro grande
    Grandes

    Dogo Argentino: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de cachorro grande

    Você já ouviu falar no Dogo Argentino? Essa é uma raça de cachorro que teve origem em um país vizinho ao nosso, a Argentina. Embora pareçam sérios, os cães desta raça são uns amores e têm tudo para te conquistar, principalmente se o que você procura é um amigo de quatro patas bem leal e parceiro. Mas antes de comprar ou adotar um cachorro desta raça, que tal conhecê-lo um pouco mais a fundo? 

    Schnauzer: tamanho, pelagem, saúde e preço... tudo o que você precisa saber sobre a raça de cachorro
    Raças

    Schnauzer: tamanho, pelagem, saúde e preço... tudo o que você precisa saber sobre a raça de cachorro

    A raça de cachorro Schnauzer é conhecida pela cabeça em formato quadrado e o bigode característico. Ele é um dos cachorros mais queridos no Brasil e seu temperamento dócil e brincalhão contribui muito para isso. Mas muitas pessoas não conhecem a fundo as principais características do Schnauzer. Por exemplo, você sabia que existem três tamanhos dessa raça? Se você já ama esse cãozinho e está pensando em adotar um Schnauzer, é importante saber o máximo possível sobre a raça antes de tomar a decisão. O Patas da Casa te conta tudo o que você precisa saber sobre a origem do Schnauzer, suas características físicas, temperamento, saúde e até os valores caso você queira comprar um. Confira tudo!

    Ver Todas >

    Comportamento animal

    "Meu cachorro destrói tudo": o que fazer e como direcionar o comportamento do pet?

    Quem tem um cachorro destruidor sabe bem a sensação de chegar em casa e encontrar o sofá destruído, o controle remoto mordido ou a caminha dele destroçada. Esse comportamento traz problemas tanto para o tutor quanto para o cão e, por isso, é importante saber como evitá-lo. Algumas mudanças na rotina, como comprar uma cama para cachorros destruidores e passear mais com o cachorro, podem ser necessárias para controlar seu pet. 

    6 sons que os cachorros odeiam
    Comportamento animal

    6 sons que os cachorros odeiam

    Sabia que existem sons que os cachorros odeiam? É isso mesmo: alguns ruídos e barulhos simplesmente são insuportáveis para os ouvidos dos pets. A explicação para isso está na audição canina, que é extremamente sensível. Para se ter uma ideia, os humanos são capazes de identificar frequências entre 16 e 20.000 Hz, enquanto um cãozinho chega a escutar até 40.000 Hz. 

    Adestramento de cães: como lidar com o cachorro latindo para outros cachorros no passeio?
    Comportamento animal

    Adestramento de cães: como lidar com o cachorro latindo para outros cachorros no passeio?

    “Meu cachorro faz escândalo quando sai” - se você está familiarizado com esse tipo de situação, deve estar se perguntando qual é a melhor forma de corrigir o comportamento do seu amigo de quatro patas, não é mesmo? Bom, a verdade é que quando o assunto é passear com o cachorro, cada bichinho reage de uma forma diferente. Alguns são mais tranquilos, enquanto outros são super agitados. Mas o que fazer quando o cachorro late muito no passeio?

    Anatomia externa canina: veja o infográfico e aprenda mais sobre as partes do corpo do cachorro
    Comportamento animal

    Anatomia externa canina: veja o infográfico e aprenda mais sobre as partes do corpo do cachorro

    A anatomia canina é tão fascinante que sempre aparece uma nova curiosidade para nos surpreender. Afinal, o universo dos cães é repleto de segredos! Todas as partes do corpo do cachorro possuem características, funções e estruturas completamente diferentes e igualmente interessantes. No caso da anatomia externa do cachorro, o foco fica em todas as partes que enxergamos só de olhar para o animal. 

    Ver Todas >