Cuidados dos animais

Dente de cachorro: um guia completo sobre a anatomia, troca de dentes e cuidados com a saúde bucal do pet

Publicado - 17 Abril 2020 - 17h27

Atualizado - 11 Abril 2024 - 14h35

Apesar de não serem muito lembrados no dia a dia, os dentes de cachorro exercem um papel super importante na vida do animal: alimentação, brincadeiras e comportamentos são influenciados por eles. Para começar, é com essa parte do corpo que os cães (principalmente os bebês) conhecem muitas coisas no mundo. Quando ainda são filhotes de cachorro, aprendem sobre limites: se morder o irmãozinho e ele reclamar, é porque precisa diminuir a força e morder com carinho - ele vai lembrar disso por toda a vida. O processamento dos alimentos que o cachorro come fica por conta deles também.

É com o dente de cachorro, ainda, que o animal pega objetos, brinca sozinho com seus brinquedos ou com os “aumigos” que encontra no parcão. Os dentes de cachorro também são responsáveis pelo pesadelo de todo tutor: a destruição - então, alguns truques e ensinamentos precisam ser aplicados para o animal entender que não pode sair por aí mordendo tudo que vê pela frente. Em cada fase da vida, os dentes de cachorro precisam de cuidados específicos para se manterem saudáveis e exercerem essas funções que moldam toda a vida do animalzinho. Para você entender melhor, o Patas da Casa preparou um guia completo com todas as informações que você precisa saber sobre o dente de cachorro. Chega mais!

Anatomia canina: quantos dentes tem um cachorro?

Antes de saber tudo sobre os dentes de cachorro, é importante entender o básico: a anatomia. Assim como os humanos, os cães têm vários tipos de dentes que exercem variadas funções. Se a sua dúvida é quantos dentes tem um cachorro adulto, a resposta é 42 - divididos entre incisivos, caninos, pré-molares e molares. Veja a diferença entre cada tipo de dente:

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

  • Os dentes da frente são os incisivos, que contabilizam seis na parte inferior e seis superiores. A principal função dos incisivos é raspar os alimentos - os antepassados dos cães domésticos usavam esses dentes para remover a carne de ossos. Hoje em dia, esses animais utilizam os incisivos para qualquer tipo de raspagem ou na tentativa de remover algo do pelo, como pulgas ou alguma sujeira;
  • Ainda na parte da frente e logo depois dos incisivos vêm os dentes caninos: dois em cima e dois na parte inferior. A anatomia longa e pontiaguda permite perfurar e triturar alimentos. Também é com os caninos que os cachorros seguram objetos que demandam mais força, como brinquedos, ossos e alimentos;
  • Em seguida estão os dentes de cachorro pré-molares: oito na parte superior (quatro de cada lado) e oito na parte de baixo. Esses dentes são mais afiados e utilizados para mastigar ou mesmo triturar alimentos;
  • Na parte de trás da boca estão os dentes molares, usados para quebrar alimentos mais duros ou secos antes da mastigação. Normalmente, o cachorro tem quatro molares na parte de cima e seis inferiores.

Dentição canina: cachorro tem dente de leite? Como cachorro troca de dentes?

A dentição é um processo muito importante (e às vezes bem incômodo) na vida de todo filhotinho. Assim como os humanos, o cachorro tem dente de leite que surge nas primeiras semanas para, então, dar lugar aos dentes permanentes um tempo depois. Essas etapas, claro, são bem mais rápidas do que como acontece com a gente. O filhote de cachorro nasce sem nenhum dente e se alimenta exclusivamente do leite materno. Por volta de 2 a 3 semanas de vida, começam a aparecer os primeiros dentes de leite do cachorro. Até a 8ª semana, mais ou menos, o animal terá 28 dentinhos temporários entre incisivos, caninos e pré-molares (os filhotes não têm dentes molares nessa fase). Esses dentes são pequenos, finos e pontiagudos, quase afiados.

O cachorro troca de dente entre os 4 e 7 meses: os dentes de leite caem para dar lugar aos 42 dentes definitivos. É tudo muito rápido e, às vezes, o tutor sequer percebe - talvez você até encontre seu filhote brincando com um dentinho de leite caído por aí se ele não engolir antes -, mas é possível notar alguns sintomas de dente nascendo em cachorro. O sinal clássico é começar a morder tudo que vê pela frente, inclusive você e outros membros da família, na tentativa de coçar a gengiva e até aliviar algum incômodo. Esse é um momento importante para impor limites ao animal e direcionar o comportamento para um brinquedo ou mordedores específicos.

Nesta fase, você também pode perceber a gengiva do cachorro sangrando de forma leve. Não se preocupe, pois é super normal. É importante observar o animal: a dentição canina pode, inclusive, ser bem dolorosa. Além dos outros sinais mencionados, o cãozinho pode ficar mais apático, ter diarreia e chorar bastante. Se esses sintomas ficarem mais graves, é importante buscar a ajuda de um veterinário.

 

Dentes de cachorro filhote são bem fininhos e pontiagudos. Entre os 4 e 7 meses, eles caem para dar lugar aos permanentes Cachorro troca de dente e essa fase costuma ser muito dolorida. Invista em mordedores para aliviar o incômodo Cachorro filhote tem 28 dentes temporários Quantos dentes tem um cachorro? Um adulto possui 42 dentes, entre incisivos, caninos, pré-molares e molares O cachorro idoso tem os dentes mais desgastados pelo tempo - e também mais frágeis

 

Como saber a idade do cachorro pelos dentes?

 

Ao adotar um cachorro já adulto, é muito comum que o veterinário consiga determinar a idade aproximada dele apenas observando os dentes. Isso porque as características mudam em cada fase de vida do animal. Até 1 ano de vida, por exemplo, é possível observar todos os dentes definitivos, inclusive os molares, que são bem brancos e têm as extremidades arredondadas. Entre 1 ano e meio e 2 anos, os incisivos centrais de baixo adquirem uma forma mais quadrada, já que sofreram um pequeno desgaste, que será mais evidente ainda com o passar dos anos.

Já depois dos 6 anos de idade, que é quando o animal começa a entrar na velhice, todos os dentes terão as bordas mais quadradas e os caninos ficam mais arredondados. Uma dúvida comum é se o cachorro idoso perde dente nessa fase. Sim, mas isso depende muito mais dos cuidados com a saúde bucal que o animal recebeu ao longo da vida.

Dente de cachorro e alimentação

Como você já deve ter percebido, os dentes de cachorro têm um papel essencial na alimentação do animal, com funções bem específicas para facilitar esse processo. Por outro lado, o que seu pet come também interfere na saúde bucal dele. Alimentos não indicados para cães, principalmente os doces, podem afetar muito a saúde geral do cachorro e prejudicarem os dentes também. Normalmente, as rações possuem componentes que auxiliam a manter os dentes fortes e saudáveis - a ração de filhote, por exemplo, tem uma quantidade maior de minerais como cálcio e fósforo, que juntos participam da formação dos dentes. Além da ração, você pode comprar petiscos que possuem substâncias que ajudam a manter os dentes do cachorro limpos e saudáveis.

O cachorro não pode, em hipótese alguma, ingerir comidas preparadas para humanos. O sal, condimentos e outros temperos podem prejudicar a saúde geral do cachorro - e esses componentes também afetam os dentes. Se ele faz uma alimentação natural, os alimentos devem ser cozidos apenas com água.

Como cuidar do dente de cachorro na fase adulta e na velhice?

Os cuidados com os dentes do cachorro devem começar o mais cedo possível (os filhotes são mais adaptáveis). Além das questões que já alertamos sobre a alimentação, é super importante separar na rotina um momento para escovar os dentes do cachorro. Isso vai garantir a ele mais qualidade de vida, principalmente quando for idoso, e evitará problemas como o tártaro e o mau-hálito. 

Aprender como escovar dente de cachorro é muito fácil. Antes de tudo, providencie uma escova indicada para pets e uma pasta de dente para cachorro. Depois siga alguns passos:

Passo 1 - Antes de tudo, escolha um momento em que o cãozinho esteja calmo e relaxado. Comece com alguns carinhos na cabeça dele, passando para uma leve massagem no exterior da boca e, por fim, na parte de dentro. Massageie as gengivas do cachorro com o seu dedo para ele se acostumar com o movimento;

Passo 2 - Antes de inserir a escova de dente para cachorro, deixe que ele cheire e até lambe um pouquinho da pasta para sentir o gosto;

Passo 3 - Comece passando a escova pelos dentes com movimentos circulares, começando pelos incisivos e seguindo para a parte de trás. É importante abranger os dentes superiores e inferiores;

Passo 4 - Em seguida, direcione o movimento da gengiva para as pontas dos dentes. É importante alcançar os molares, que estão lá atrás;

Passo 5 - Quando o animal estiver mais acostumado, tente escovar os dentes pelo lado da língua.

Nas primeiras vezes, o cachorro vai tentar se desvencilhar. Não force e muito menos tente obrigá-lo a aceitar a escovação, pois isso pode traumatizar o animal e aí será mais difícil ainda no futuro. Assim como qualquer ensinamento, esse é um processo gradual. Para ajudar o cachorro a associar a escovação com algo positivo, não brigue, faça carinhos, elogie e dê petiscos como recompensa ao final. 

 

Cuidar dos dentes do cachorro garante a ele mais qualidade de vida O tártaro em cachorro é um problema sério, causado principalmente pelo acúmulo de sujeira Quer ver seu cachorro mostrando os dentes saudáveis? Escovação e cuidados com a alimentação garantem isso Escovar os dentes do cachorro evita problemas sérios e que causam incômodos ao animal

 

Tártaro em cachorro: problema é evitado com a escovação frequente e outros cuidados

 

O tártaro em cachorro - também conhecido como cálculo dentário - é um problema recorrente e resultado do acúmulo de sujeira decorrente da falta de cuidados ao longo da vida do animal. Alimentos não indicados para cães e falta de escovação são as causas mais comuns. Os resquícios de comida e outras coisas que o animal ingere formam uma placa de bactérias. Com o tempo, o dente do cachorro ficará escuro e também pode surgir mau hálito e uma coloração mais avermelhada nas gengivas. À princípio, essas bactérias causam sensibilidade e dor de dente em cachorro, mas elas não param de se desenvolver e podem causar infecções na gengiva e até fazer o dente de cachorro cair. Em casos mais graves, alcançam a corrente sanguínea e chegam a outros órgãos: isso pode causar complicações e até matar o cachorro.

A limpeza do tártaro em cães é feita pelo veterinário em um procedimento que demanda anestesia geral. A cirurgia, no entanto, não é recomendada para cachorros idosos e animais que possuem algum problema de saúde, como cardiopatias. Neste caso, o profissional vai indicar outras formas de tratamento menos invasivas e com resultados mais demorados. Por isso, procure sempre veterinários de confiança e especialistas no assunto para tratar o tártaro em cachorro.

Dente de cachorro: cuidado com o que o seu cachorro morde por aí

Além de tudo o que já falamos, tome cuidado com os brinquedos e móveis que o cachorro pode morder - isso vale tanto para filhotes quanto para cães adultos. Um osso ou outro objeto mais duro pode quebrar o dente do cachorro e abrir o canal, gerando infecções. Observe sempre a boca do seu amigo em busca de algo incomum. Se perceber qualquer coisa, leve-o ao veterinário o quanto antes para uma avaliação.

Redação: Luana Lopes

Adoção

Esses são os 210 nomes de cachorro macho mais famosos: encontre a melhor ideia para chamar o pet que acabou de adotar

Escolher um nome de cachorro macho nem sempre é fácil, já que a variedade de opções pode deixar muitos tutores perdidos. É possível ...

Raças

O cachorro mais popular de todos: saiba qual é a raça mais pesquisada no Brasil em 2024

As raças de cachorro mais populares geralmente incluem nomes como o Shih Tzu, Golden Retriever e Yorkshire. Mas sabia que tem um cão...

Cuidados

Plantei essa grama de gato e meus pets ficaram loucos: dá pra fazer com um ingrediente barato que você tem em casa

A grama de gato é uma plantinha cheia de benefícios e totalmente segura, cultivada especialmente para os bichanos. Além de deixar os...

Raças

Lulu da Pomerânia, Spitz Alemão e Zwergspitz são a mesma raça? Diferentes nomenclaturas causam confusão entre adotantes

O Spitz Alemão é uma das raças de cachorro favoritas para quem vive em apartamento. Além de pequeno, esse cãozinho conhecido pela pe...

Adoção

Esses são os 210 nomes de cachorro macho mais famosos: encontre a melhor ideia para chamar o pet que acabou de adotar

Escolher um nome de cachorro macho nem sempre é fácil, já que a variedade de opções pode deixar muitos tutores perdidos. É possível ...

Raças

O menor gato do mundo é selvagem, praticamente cabe na palma da mão e tem a pelagem laranja

Quando pensamos no menor gato do mundo, é inevitável não considerar algumas raças de gato domésticas que são famosas pela baixa esta...

Raças

O cachorro mais popular de todos: saiba qual é a raça mais pesquisada no Brasil em 2024

As raças de cachorro mais populares geralmente incluem nomes como o Shih Tzu, Golden Retriever e Yorkshire. Mas sabia que tem um cão...

Cuidados

Plantei essa grama de gato e meus pets ficaram loucos: dá pra fazer com um ingrediente barato que você tem em casa

A grama de gato é uma plantinha cheia de benefícios e totalmente segura, cultivada especialmente para os bichanos. Além de deixar os...

Ver todas