close
Vacinas

Vacinação de gatos: 6 perguntas e respostas sobre a imunização obrigatória felina

Atualizado · 15 de dezembro de 2021 · 16h35

Publicado · 14/12/2021 · 16h35

As vacinas para gatos são a principal maneira de prevenir doenças graves no animal
As vacinas para gatos são a principal maneira de prevenir doenças graves no animal

As vacinas para gatos protegem o animal de diversas doenças que, sem esse cuidado, podem deixar a saúde do animal bastante debilitada. Como nenhum pai ou mãe de pet gosta de ver seu felino doente, a tabela de vacinas para gatos deve ser seguida à risca. Porém, é muito comum que tutores tenham dúvidas sobre a vacina de gato obrigatória. Quais as imunizações que devem ser tomadas? A partir de quantos meses pode vacinar o gato? Qual o preço para aplicar vacina para gatos? O Patas da Casa te responde essas e outras perguntas sobre o assunto para que não restem mais dúvidas. Confira!

1) Quais as vacinas para gatos obrigatórias?

É importante saber quais as vacinas para gatos que deve obrigatoriamente tomar logo nos primeiros meses de vida e reforçadas anualmente. A primeira vacina de gato é a polivalente, que protege, de uma só vez, contra várias doenças. Pode ser a V3 (tripla), a V4 (quádrupla) ou vacina V5 para gatos (quíntupla). A V3 protege contra panleucopenia felina, calicivirose e rinotraqueíte. A V4 protege contra essas mesmas doenças e a clamidiose. Já a vacina V5 para gatos combate todas as doenças anteriores, também protege contra a FeLV (leucemia felina). Além da polivalente, a vacina para gato antirrábica, contra a raiva felina, também é obrigatória. Existem ainda, as vacinas não obrigatórias.

2) A partir de quantos meses pode vacinar o gato?

A vacinação para gatos deve começar quando o pet ainda é filhote. Isso porque é apenas com ela que o gato ficará seguro para entrar em contato com ambientes externos e outros animais, com menor risco de adoecer. Mas afinal, a partir de quantos meses pode vacinar o gato? A vacina de gato polivalente (V3, V4 ou vacina V5 para gatos) é a primeira que o bichano deve tomar e pode ser aplicada a partir de 60 dias de vida, com duas doses de reforço. Após a última dose, o gato já pode receber a antirrábica (normalmente por volta de 12 semanas de vida). Mas, se você adotar um gato adulto não vacinado, saiba que ele pode - e deve - receber a vacinação. Porém, é preciso primeiro levá-lo ao veterinário para checar se sua saúde está em dia. A vacina para gato não pode ser aplicada se o pet estiver doente - ele deve se curar antes de receber.

3) Qual é a tabela de vacinas para gatos ideal?

É muito importante que o tutor cumpra a vacinação de gatos nas datas corretas. Por isso, confira a tabela de vacinas para gatos a seguir e já marque no seu calendário:

  • Vacina de gato polivalente (V3, V4, V5): A primeira dose da polivalente, seja V3, V4 ou vacina V5 para gatos, é aplicada a partir de 60 dias. A segunda dose deve ser feita 21 dias depois. Após mais 21 dias, é aplicada a terceira e última dose. É necessário realizar o reforço da vacina polivalente para gatos todos os anos.
  • Vacina de gato antirrábica: Pode ser aplicada a partir do 4° mês de vida, após terminar todas as doses da polivalente. A vacina de gato antirrábica também necessita de reforço anual.
Qual raça de gato você é?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

O que você mais gosta de fazer nos momentos de lazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Se você pudesse se descrever com uma palavra, quais das opções a seguir escolheria?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Alguém te chamou para sair para um lugar inusitado, o que você pensa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica depois de dormir pouco na noite anterior?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você viajou e se perdeu em uma cidade que não conhece muito: o que passa pela sua cabeça?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Quais dessas características você procuraria em um pet?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

O que seus amigos próximos pensam sobre você?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você gosta de curtir as férias?

Question Header Background

Sua personalidade aventureira combina com o Bobtail Japonês! Você é divertido assim como o gato Siamês! Sua personalidade ranzinza combina com o gato Maine Coon! Você é preguiçoso como um gatinho Persa!
    É fundamental seguir o calendário de vacina de gato corretamente para que seu pet esteja sempre saudável
    É fundamental seguir o calendário de vacina de gato corretamente para que seu pet esteja sempre saudável

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    A cinomose canina é uma das doenças de cachorro mais perigosas e sérias, principalmente porque pode afetar cães de todas as idades e raças e é altamente contagiosa. O que causa cinomose é um vírus da família Paramyxovirus, e quando o animal não é tratado da forma correta, a doença pode até ser fatal (não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele). 

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar
    Saúde animal

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar

    Encontrar sangue nas fezes do cachorro é um sinal de que algo está fora do normal. O cocô com sangue em cachorro é uma questão que deve ser sempre levada a sério. Há diversas razões para isso acontecer, desde um episódio momentâneo - mais simples de resolver - até doenças mais graves - como a gastroenterite hemorrágica ou câncer em cães. 

    4) Para aplicar a vacina para gatos, o preço é muito alto?

    Ao adotar um gatinho, todo ano você deve separar o dinheiro específico para a vacinação. Assim como os custos com ração para gatos e idas ao veterinário, o gasto com a vacinação é essencial. Dependendo de qual for a vacina para gatos, preço pode variar. A vacina para gatos antirrábica normalmente custa entre R$ 50 e R$60. Nos tipos polivalentes de vacina para gatos, o valor pode ser ainda maior. As vacinas para gato V3 e V4 normalmente ficam em torno de R$80 e R$120. Já a vacina V5 para gatos é um pouco mais cara, podendo custar entre R$120 e R$150. Mesmo que os valores possam ser um pouco elevados, lembre-se que estamos falando de algo que deixará seu bichinho completamente protegido de doenças graves, então vale a pena. De qualquer forma, fique atento às campanhas de vacinação para gatos. Muitas cidades promovem anualmente de forma gratuita, principalmente a antirrábica. 

    5) Tem problema atrasar as vacinas para gatos?

    Sim. O calendário de vacinas do gato precisa ser seguido à risca pois, ao atrasar, o pet fica vulnerável. O objetivo das vacinas para gatos é proteger o animal de diferentes quadros. Caso atrase alguma das doses ou o reforço anual, ele ficará sem proteção - e adoecer justo nela janela de tempo. Por isso, assim que perceber que atrasou a vacina para gatos, leve o animal ao veterinário para que ele possa avaliá-lo. Caso esteja saudável, leve o pet para tomar a vacina de gato o mais rápido possível. Lembrando que se o felino estiver doente, é preciso primeiro tratar a doença e só depois aplicar a imunização.

    6) As vacinas para gatos podem causar reações no animal?

    Qualquer vacina pode causar certas reações após a aplicação. Com a vacina para gatos não é diferente. Porém, isso não é muito comum e, quando acontece, são sintomas leves. As reações mais comuns que a vacina para gato pode causar são dor no local da aplicação e febre. Provavelmente vai passar em 24h, mas, se isso não acontecer, leve o bichano ao veterinário que fez a aplicação. 

    Redação: Maria Luísa Pimenta

    Quais são as raças de cachorro braquicefálico? Shih Tzu, Bulldogs, Pug e muito mais

    Próxima matéria

    Quais são as raças de cachorro braquicefálico? Shih Tzu, Bulldogs, Pug e muito mais

    Raça Pinscher: 12 perguntas e respostas sobre a raça de cachorro pequeno
    Pequenos

    Raça Pinscher: 12 perguntas e respostas sobre a raça de cachorro pequeno

    Apesar da fama de nervosinho, a raça Pinscher definitivamente conquistou um espaço enorme no coração dos brasileiros. Não é à toa que o Pinscher virou um fenômeno na internet e hoje é praticamente impossível encontrar alguém que não se renda aos encantos do cãozinho. Mas, ao mesmo tempo em que o Pinscher é um cachorro cheio de personalidade e estilo, muitos fãs da raça têm dúvidas sobre o seu comportamento, convivência ou até mesmo quanto custa um Pinscher. 

    Quantas horas um gato dorme por dia? Gatos sonham? Saiba tudo sobre o ciclo do sono dos felinos
    Comportamento

    Quantas horas um gato dorme por dia? Gatos sonham? Saiba tudo sobre o ciclo do sono dos felinos

    Não há nada mais fofo do que ver um gato dormindo. Essa, inclusive, é uma cena bastante comum na vida dos pais de pet, já que os felinos aproveitam boa parte da vida intercalando sonecas. Mas você já parou para pensar quantas horas dorme um gato? Às vezes parece até que esse ciclo dura o dia todo… será que esse é um comportamento normal ou pode ser motivo de preocupação? O que os gatos sonham (se é que ele sonham)? São muitas perguntas que precisam ser respondidas, mas não se preocupe. 

    Saiba tudo sobre o gato Himalaia: origem, características, personalidade, cuidados e muito mais
    Raças

    Saiba tudo sobre o gato Himalaia: origem, características, personalidade, cuidados e muito mais

    O gato Himalaia é, sem dúvidas, uma das raças mais queridinhas e desejadas pelos amantes de felinos. Ele reúne em sua genética a mistura de outras duas raças que são muito populares: o gato Persa e o Siamês. Ou seja, é carisma e fofura em dose dupla! Além disso, esse gatinho tem uma personalidade super dócil e tranquila, sendo a companhia perfeita para quem sempre sonhou em ter um bichinho de estimação. Se esse é o seu caso, ou se você já tem um gato do Himalaia e quer conhecer tudo sobre ele, essa matéria vai te ajudar bastante. 

    Gato Caracal doméstico: descubra tudo sobre essa curiosa raça felina
    Raças

    Gato Caracal doméstico: descubra tudo sobre essa curiosa raça felina

    O Caracal é uma espécie de gato selvagem cujo habitat natural são regiões semidesérticas ou florestas secas localizadas entre África, península Árabe e Índia. O que poucas pessoas sabem é que a partir do felino Caracal selvagem - que também leva o nome de lince do deserto -, surgiu o que conhecemos hoje como gato Caracal doméstico. Na prática, o animal é resultado do cruzamento direto de um Caracal com uma raça de gato domesticada.

    Ver Todas >

    Mordida de cachorro: o que fazer ao ser atacado por um cão?
    Saúde animal

    Mordida de cachorro: o que fazer ao ser atacado por um cão?

    Levar uma mordida de cachorro é sempre uma situação inesperada. Seja de um animal desconhecido ou do seu próprio pet, um ataque pode ser muito perigoso. Pela mordida, o cachorro pode transmitir muitas doenças ao homem, sejam infecções mais brandas ou doenças graves, como a raiva. Como não podemos prever que um cão vai nos atacar, é importante estar sempre preparado. 

    Pancreatite canina: como é a recuperação da doença?
    Saúde animal

    Pancreatite canina: como é a recuperação da doença?

    Quando o cachorro desenvolve pancreatite canina, é muito importante começar a tratar desde cedo. A doença é considerada uma das mais comuns que atingem o sistema digestivo do cachorro, além de uma das mais graves. A pancreatite no cachorro acomete o pâncreas e debilita todo o sistema digestivo, trazendo sintomas bem desconfortáveis ao animal. A demora no diagnóstico pode acabar levando o animal a óbito. O cachorro com pancreatite canina precisa iniciar o tratamento o quanto antes para conseguir se recuperar. 

    Dente de gato: como preservar a saúde bucal do seu felino?
    Saúde animal

    Dente de gato: como preservar a saúde bucal do seu felino?

    A pasta e a escova de dente para gatos são os principais aliados para a boa higiene bucal dos felinos. Escovar os dentes do gato evita doenças, previne o mau hálito e preserva os dentinhos. Seja quando o gato troca de dente ou quando já é um bichano idoso, a dentição felina requer cuidados especiais em todas as fases da vida. Saber como escovar os dentes do gato corretamente é o primeiro passo para garantir a higiene bucal, além de uma alimentação balanceada. 

    Giárdia canina: como funciona a vacina contra a doença?
    Saúde animal

    Giárdia canina: como funciona a vacina contra a doença?

    A giárdia canina é uma doença infecciosa causada por um protozoário que pode acometer cães, gatos e seres humanos. Essa zoonose ocorre quando o cachorro ingere cistos do protozoário, que podem estar presentes na água e alimentos. Além disso, como os cachorrinhos são animais que usam a boca para diversas funcionalidades, é possível que o pet colete o parasita lambendo um brinquedo, bebendo água de uma poça ou mastigando algum objeto. Ficar de olho em como prevenir a doença é muito importante, visto que a giárdia em cães é transmitida para outros animais com facilidade. 

    Ver Todas >