Gato

Clamidiose felina: saiba tudo sobre a doença que pode atingir os gatos

Publicado - 24 Janeiro 2020 - 20h01

Atualizado - 11 Abril 2024 - 14h35

A clamidiose felina é uma doença que pode ser facilmente confundida com a conjuntivite em gatos, mesmo que apenas num primeiro momento. Com o contágio facilmente possibilitado pelo contato do animal infectado com outros gatos e pessoas (a clamidiose é uma zoonose e também pode ser transmitida para humanos), o cuidado com a prevenção da clamidiose é tão importante quanto o tratamento. Para esclarecer algumas dúvidas e falar sobre a doença aqui, nós conversamos com a Dra. Luciana Capirazzo, a veterinária especialista em felinos do Hospital Veterinário Vet Popular. Veja, aqui embaixo, o que ela nos contou. 

Clamidiose felina: a causa e a ação no corpo do animal

Assim como outras doenças infecciosas, a clamidiose é causada por uma bactéria — nesse caso, a Chlamydophila felis. “Essa bactéria causa uma infecção ocular que pode ser transmitida com facilidade de um gato para outro e, por isso, é mais frequente em animais que vivem em grupo”, explica Luciana. A princípio, ela deixa o gato com olho vermelho, mas os sintomas não param por aí. “Os sintomas da clamidiose felina incluem infecção respiratória, olhos vermelhos e inchados, secreção ocular, nasal, espirros e tosse”, completa a profissional. Em casos mais sérios, o gato também pode ter lesões como úlceras na região do globo ocular. 

O que fazer ao identificar os sintomas de clamidiose felina no seu gato

A clamidiose felina é uma doença séria que tem um tratamento específico, mas que pode ser facilmente confundida com outras condições de saúde por causa de seus sintomas comuns. Além da conjuntivite, primeira possibilidade a passar na cabeça dos tutores que encontram o gato com olho vermelho, ela também pode passar por gripe felina por causa da aparente infecção respiratória. O tratamento equivocado, nesse caso, pode piorar a situação do seu amigo, ou seja, você só tem, realmente, uma coisa a fazer: “O ideal é sempre procurar pelo médico veterinário, evitando, assim, receitas caseiras e a administração de medicamentos por conta própria”, aconselha Luciana. 

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Durante a consulta, é normal que o profissional examine o seu gato buscando eliminar as outras possibilidades de doenças com o mesmo conjunto de sintomas. A informação sobre a quantidade de gatos que convivem com seu amigo também é muito importante e pode ser determinante na definição do quadro. “Para ter um diagnóstico, o veterinário realizará exame clínico e poderá pedir, também, alguns laboratoriais para confirmação”, explica a profissional. Em muitos casos, a clamidiose é confirmada apenas com a análise da secreção do animal infectado. 

clamidiose felina: gato doente deitado

Como funciona o tratamento da clamidiose felina 

 

Depois do diagnóstico confirmado, chega a hora de tratar a clamidiose felina: “O tratamento só deve ser feito mediante receita do veterinário. Ele pode contar com antibióticos para impedir a reprodução da bactéria e pomadas oftálmicas. Além da medicação, é importante que o dono faça a higiene do animal, limpando os olhos dele com gaze limpa e umedecida com água ou soro”, explica Luciana. O tratamento com antibióticos deve ser feito por todo o período indicado pelo veterinário, mesmo que seu gato aparente melhora, já que só assim as bactérias podem ser realmente combatidas. Não se esqueça: enquanto o animal estiver tomando os medicamentos, vai precisar ficar isolado para garantir a eficácia do tratamento. 

As diferentes formas de transmissão da clamidiose felina

Como já falamos acima, a clamidiose felina é transmitida apenas através do contato direto de um animal saudável com a secreção de um que esteja infectado, mas essa não é a única forma de contaminação: “Gatas prenhas podem transmitir a doença para os filhotes durante e depois do parto”, afirma a veterinária. Por isso, na hora de adotar um gatinho, tente saber do histórico de saúde da mãe dele. Caso não seja possível, informe isso ao veterinário para que ele possa ser examinado e tratado caso tenha sido contaminado.

A clamidiose felina pode ser prevenida: fique atento

Mesmo que possa ser encontrada em muitos ambientes, a bactéria responsável pela clamidiose só se reproduz no corpo de um hospedeiro. Por isso, uma boa forma de evitar a contaminação é limitando o contato do seu gato a ambientes conhecidos, com outros animais que têm os mesmos cuidados. Além disso, manter o ambiente em que muitos gatos convivem sempre limpos e higienizados com hipoclorito de sódio também ajuda a matar as bactérias. 

Uma das vacinas para gatos também tem seu papel na hora de evitar a clamidiose: é o caso da vacina quádrupla felina, que conta com o antígeno para a doença. Ela é uma das vacinas obrigatórias para o filhote de gato e também protege contra a panleucopenia (também conhecida como "cinomose felina"), a rinotraqueíte e a calicivirose. A V4 tem a primeira dose aplicada a partir dos 42 dias de vida do gato e mais doses que devem ser aplicadas com intervalos de 21 dias cada. 

Redação: Ariel Cristina Borges

Comportamento

Filme para assistir com meu gato: 11 filmes protagonizados por gatinhos para ver acompanhado do seu pet

Quem precisa de uma noite badalada quando você pode aproveitar o momento para assistir filmes do lado do seu bichinho de estimação, ...

Gato

Tipos de gato Savannah: curiosidades sobre a raça híbrida que é uma das mais caras do mundo

Considerado um dos felinos mais caros do mundo, o gato Savannah é cheio de curiosidades e características impressionantes. A raça, q...

Adote um animal

Os nomes para gatos fêmeas mais famosos do momento: 100 dicas para escolher como chamar seu novo pet em 2024

Existem muitas opções de nomes para gatos fêmeas para escolher depois da adoção.  A inspiração para nomes de gatos pode vir de ...

Cachorro

Pancreatite em cachorro: aprenda a reconhecer 6 sinais da doença que vão ajudar no diagnóstico mais rápido

A pancreatite em cachorro é uma doença que merece a atenção dos tutores. A patologia afeta o pâncreas, órgão essencial para a produç...

Comportamento

Filme para assistir com meu gato: 11 filmes protagonizados por gatinhos para ver acompanhado do seu pet

Quem precisa de uma noite badalada quando você pode aproveitar o momento para assistir filmes do lado do seu bichinho de estimação, ...

Gato

Tipos de gato Savannah: curiosidades sobre a raça híbrida que é uma das mais caras do mundo

Considerado um dos felinos mais caros do mundo, o gato Savannah é cheio de curiosidades e características impressionantes. A raça, q...

Cachorro

O Chow Chow é perigoso e hostil? Saiba o que é mito e o que é verdade sobre a personalidade da raça de cachorro

O Chow Chow é um cachorro de porte médio, super peludo e conhecido por ter a língua azul. A raça, de origem chinesa, conquista muito...

Adote um animal

Os nomes para gatos fêmeas mais famosos do momento: 100 dicas para escolher como chamar seu novo pet em 2024

Existem muitas opções de nomes para gatos fêmeas para escolher depois da adoção.  A inspiração para nomes de gatos pode vir de ...

Ver todas