Saúde

Toxoplasmose em cães: o que é, como é transmitida, quais os sintomas e como é feito o tratamento?

A toxoplasmose em cães é uma doença que precisa de atenção. Saiba mais sobre o quadro
A toxoplasmose em cães é uma doença que precisa de atenção. Saiba mais sobre o quadro

A toxoplasmose é uma doença bastante conhecida no universo humano. O que poucas pessoas sabem é que, assim como acontece com a gente, os cães também podem desenvolver essa perigosa zoonose. Ela é causada por um protozoário chamado Toxoplasma Gondii, mas como será que ocorre essa transmissão? Quais são os principais sintomas da toxoplasmose em cães e que tratamentos são recomendados? Para esclarecer tudo sobre esse quadro infeccioso e como ele afeta a saúde do cachorro, o Patas da Casa reuniu em uma única matéria as informações mais importantes sobre a doença. Veja a seguir!

Como ocorre a transmissão da toxoplasmose em cães?

A toxoplasmose é uma doença infecciosa que pode acometer tanto os humanos quanto os animais - e os cães e gatos estão incluídos nessa lista. Apesar de atingir diferentes espécies, os felinos são os que levam a “culpa” pela transmissão da toxoplasmose (embora nem todos eles sejam hospedeiros do parasita), e por isso a enfermidade também é conhecida popularmente como “doença do gato”. Mas então, onde que os cães entram nessa situação? Antes de tudo, é necessário entender os ciclos de reprodução do parasita em questão, que age de duas formas diferentes em cada espécie.

Nos gatos ocorre o ciclo intestinal, onde os parasitas se reproduzem no intestino do felino, e os ovos do protozoário são eliminados por meio das fezes. Em seguida, os ovos atingem a maturidade no ambiente externo em um período que varia entre 1 a 5 dias. Já nos cachorros, a reprodução é através do ciclo extra intestinal. Nesse caso, ocorre a ingestão dos ovos pelo paciente e ao chegar no intestino os parasitas conseguem atingir a corrente sanguínea do animal, podendo infectar outros órgãos e partes do corpo dele.

Logo, é importante ficar atento aos locais que o cachorro tem acesso, pois o contato com superfícies contaminadas com o protozoário Toxoplasma Gondii oferecem um alto risco para a saúde do animal. O mesmo vale para a ingestão de carnes cruas que estejam infestadas com os parasitas causadores dessa doença. Vale destacar que os filhotes de cachorro e cães com a imunidade baixa estão mais sujeitos a contrair a toxoplasmose.

O cachorro transmite toxoplasmose para humanos?

Como se trata de uma zoonose, ou seja, uma doença que pode ser transmitida dos animais para os humanos, uma dúvida bastante comum é como pegar toxoplasmose de cachorro. A resposta é simples: os cães, diferentemente dos gatos, não são capazes de eliminar os ovos contaminados pelos parasitas pelas fezes. Lembra da questão do ciclo de reprodução? Então, isso responde a pergunta por si só, já que só os gatos detém esse poder. Os cachorros, por outro lado, sofrem a contaminação, mas o ciclo de reprodução se limita somente ao seu organismo, sem comprometer a saúde dos humanos.

O que pode acontecer é, por exemplo, um cachorro ter contato com um chão onde tinha fezes de um gato contaminado, e esses ovos ficarem “presos” na pata ou pelagem. 

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

As crises alérgicas costumam acontecer:

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
    Toxoplasmose: cachorro contaminado se sente mais fraco e sofre com perda de peso e letargia
    Toxoplasmose: cachorro contaminado se sente mais fraco e sofre com perda de peso e letargia

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    Toxoplasmose em cães: sintomas da doença são bem variados

    Nem sempre os cachorros desenvolvem sintomas de imediato, mas é sempre bom ficar de olho em alguns sinais. O cachorro com diarreia ou vomitando, por exemplo, já é um indicativo de que algo não vai bem com a saúde dele, mas são sintomas bem genéricos e que podem ter relação com várias outras enfermidades. Portanto, é preciso ter certa atenção quando o cachorro apresenta:

    Icterícia (mucosas amareladas)

    • Fraqueza

    • Tremores

    • Paralisia total ou parcial dos movimentos

    Convulsões

    • Letargia

    Falta de apetite

    • Dor abdominal

    As manifestações da doença vão depender principalmente do tecido que sofreu a lesão e da gravidade da situação. Como os parasitas da toxoplasmose em cães podem afetar diferentes órgãos, é necessário passar por uma avaliação clínica com o médico veterinário após perceber qualquer um dos sintomas descritos acima.

    Saiba como é feito o diagnóstico da toxoplasmose em cães

    Se houver qualquer suspeita da doença, o tutor deve levar o cachorro para uma consulta veterinária o quanto antes. Só assim é possível obter o diagnóstico correto e, em seguida, dar início ao tratamento. Além de observar os sinais clínicos, o médico veterinário provavelmente vai pedir uma série de exames para confirmar a suspeita da toxoplasmose em cães. O exame de sorologia, por exemplo, é capaz de identificar se o organismo canino esteve em contato com o parasita e produziu anticorpos para combater a infecção. Com a exclusão de outras doenças - como a cinomose, doença que é facilmente confundida com a toxoplasmose -, o profissional pode prosseguir com a indicação de tratamentos específicos.

    Toxoplasmose em cães: o consumo de carne crua deve ser evitado
    Toxoplasmose em cães: o consumo de carne crua deve ser evitado

    Tratamento da toxoplasmose: cachorro pode precisar de antibióticos e outros medicamentos para se recuperar

    Para tratar a toxoplasmose em cães, o médico precisa avaliar cada caso de forma particular e de acordo com a região que foi afetada pela doença. Mas de uma maneira geral, os veterinários recomendam o uso de antibióticos por algumas semanas, uma medida necessária para controlar a infecção, além de outros medicamentos que vão auxiliar na melhora do sistema imunológico do animal. No entanto, é importante ter em mente que mesmo com a condução do tratamento, os parasitas não são eliminados completamente do corpo do hospedeiro, e por isso pode ter a chance de uma reincidência da toxoplasmose. Cachorro precisa de consultas regulares com um profissional para garantir que não houve uma nova contaminação.

    Como prevenir a toxoplasmose em cães?

    É totalmente possível prevenir a toxoplasmose em cães com alguns cuidados básicos. O primeiro deles é evitar a ingestão de carnes cruas pelo cachorro, pois corre o risco dele ingerir um alimento contaminado. Portanto, o cozimento de qualquer carne é fundamental antes de oferecer ao seu amigo de quatro patas.

    Fora isso, é importante evitar que o cachorro tenha contato direto com as fezes de gatos ou com superfícies contaminadas pelos ovos dos parasitas. Depois do passeio, limpe muito bem as patinhas e até mesmo os pelos (no caso de cães que gostam de rolar pelo chão) só por precaução. Para quem vive com um gato e cachorro na mesma casa, é necessário estabelecer um limite para que o cão não tenha acesso à caixa de areia do animal.

    Redação: Juliana Melo

    Epilepsia em gatos: veterinária tira dúvidas sobre o problema de saúde

    Próxima matéria

    Epilepsia em gatos: veterinária tira dúvidas sobre o problema de saúde

    Hiperadrenocorticismo em cães: o que é, quais os sintomas e como tratar? Saiba tudo sobre a doença endócrina
    Saúde

    Hiperadrenocorticismo em cães: o que é, quais os sintomas e como tratar? Saiba tudo sobre a doença endócrina

    Assim como os humanos, os cachorros também podem desenvolver um quadro de hiperadrenocorticismo. Também chamada de Síndrome de Cushing, a doença acontece quando a hipófise, glândula responsável por produzir hormônios que regulam o funcionamento da parte endócrina do organismo, passa a não funcionar corretamente. A hiperadrenocorticismo é popularmente conhecido por atingir cachorros idosos e, por isso, seus sintomas podem ser facilmente confundidos com o envelhecimento natural dos animais. Sendo assim, é importante ficar atento aos sinais do seu cãozinho e sempre investigá-los. Para entender melhor o assunto, o Patas da Casa conversou com a veterinária Gabriela Teixeira, que contou tudo sobre o hiperadrenocorticismo em cães. Confira!

    Parvovirose canina: descubra o que é, sintomas, prevenção e como funciona o tratamento da doença viral
    Saúde

    Parvovirose canina: descubra o que é, sintomas, prevenção e como funciona o tratamento da doença viral

    Uma das doenças virais de cachorro mais sérias e comuns que existem, o vírus da parvovirose atinge, principalmente, animais que não foram imunizados contra este e outros vírus. Entre os principais sintomas da parvovirose, o vômito, a diarreia com sangue, e a desidratação podem ser destacados, ou seja: mesmo que o diagnóstico chegue bem cedo, o tratamento deve começar o quanto antes, já que a parvovirose pode ser fatal. Para esclarecer todas dúvidas sobre a parvovirose canina, nós conversamos com a veterinária Jackeline Ribeiro. Dá uma olhada no que ela contou!

    Giárdia em cães: transmissão, sintomas, tratamento e prevenção... saiba tudo sobre a doença!
    Diarreia

    Giárdia em cães: transmissão, sintomas, tratamento e prevenção... saiba tudo sobre a doença!

    A giárdia em cães ou giardíase, como é conhecida a doença, é uma zoonose — ou seja: também pode ser transmitida para humanos — causada por um protozoário que age na corrente sanguínea do cachorro contaminado. A partir do contágio, a giárdia causa uma série de alterações gástricas no animal. Mesmo que tenha cura, a giárdia canina pode matar se não for devidamente tratada. Para esclarecer diferentes dúvidas, como contágio, tratamento e as diferentes formas de prevenção da doença, conversamos com o veterinário Thiago Félix, de Brasília. Dá uma olhada!

    Leishmaniose canina: o que é, sintomas, tratamento, vacina e formas de prevenção da doença
    Saúde

    Leishmaniose canina: o que é, sintomas, tratamento, vacina e formas de prevenção da doença

    A leishmaniose canina é uma doença causada por um protozoário chamado Leishmania. Mesmo que seja comum em animais, a leishmaniose também pode ser transmitida para humanos e, nos dois casos, pode debilitar o organismo o suficiente para ser fatal. Para falar mais sobre a doença e esclarecer dúvidas sobre o contágio, remédios, prevenção e tratamento para leishmaniose canina, nós conversamos com Priscila Larrussa, veterinária do grupo Vet Popular.

    Ver Todas >

    Como aumentar a imunidade do gato? Veja algumas dicas!
    Saúde animal

    Como aumentar a imunidade do gato? Veja algumas dicas!

    A preocupação com a saúde dos gatos é inevitável, afinal os bichanos são praticamente como se fossem filhos de quatro patas para os seres humanos. Por isso, além de oferecer uma boa alimentação para esses animais, muitos tutores também procuram por alternativas de como melhorar a imunidade do seu gato para evitar problemas de saúde. Como muitos sabem, a vitamina C é indispensável nessa missão, mas onde ela pode ser encontrada? 

    Quais as doenças mais comuns que atingem o sistema digestivo do cachorro?
    Saúde animal

    Quais as doenças mais comuns que atingem o sistema digestivo do cachorro?

    O sistema digestivo do cachorro é composto por boca, esôfago, estômago, intestino delgado, intestino grosso e ânus e cada um desses órgãos possui uma atividade específica durante a digestão dos alimentos. O problema é que, assim como ocorre com os humanos, os cães também podem sofrer com algumas doenças que atingem o sistema digestivo canino e que são causadas por fatores que variam desde a ingestão de alimentos contaminados até quadros de estresse ou ansiedade. 

    Anticoncepcional para gatos: veterinária aponta os perigos da vacina para cio de gato
    Saúde animal

    Anticoncepcional para gatos: veterinária aponta os perigos da vacina para cio de gato

    Já parou para pensar como ocorre o cruzamento entre os gatos? Os machos sempre estão dispostos a acasalar, mas as fêmeas precisam estar no período do cio para aceitar a aproximação. O primeiro cio costuma ocorrer quando o animal atinge a puberdade, que normalmente é entre o 8º e o 10º mês de vida. Esse costuma ser um período bastante delicado para todos, que precisam já que a gata passa por uma grande carga de estresse. 

    Saúde animal

    "Meu cachorro tem muita fome": quando a fome em excesso passa a ser uma compulsão alimentar?

    Quando se trata da alimentação do cachorro, normalmente a situação que mais aflige os tutores é quando o animal não quer comer ração. Contudo, é importante ter muita atenção se o comportamento do seu amigo for o contrário disso, porque às vezes o cachorro comendo muito é um sinal de compulsão alimentar - o que pode trazer prejuízos para a saúde do pet a longo prazo. 

    Ver Todas >