close
Cuidados

Quantos anos vive um gato? Descubra como calcular e os cuidados para o seu bichano viver mais

Atualizado · 08 de novembro de 2021 · 14h43

Publicado · 08/11/2021 · 14h15

O que vai determinar quantos anos vive um gato é a qualidade de vida que ele tem!
O que vai determinar quantos anos vive um gato é a qualidade de vida que ele tem!

Você já se perguntou quanto tempo vive um gato? Na hora de escolher um bichano para aumentar a família, é importante lembrar que esses animais têm uma expectativa de vida bem longa. A idade de gato - apesar de brincarem que eles têm sete vidas - é influenciada por alguns fatores: onde o pet vive, uma rotina saudável e castração são alguns deles. A idade do gato não tem nada a ver com raça ou porte. Na verdade, a quantidade de anos de gato tem uma relação muito maior com os cuidados que ele recebe para ter uma vida regada de bem-estar. Quer saber quantos anos vive um gato, como calcular quantos anos o gato tem, quantos anos dura um gato Siamês, vira-lata e outras raças e como você pode ajudar seu pet a ter mais longevidade? Confira a matéria a seguir!

Quanto tempo vive um gato? O lugar onde o gato vive tem influência

Definir quantos anos um gato vive, na verdade, depende de alguns fatores. Um dos principais é onde vivem os gatos. O ambiente possui uma enorme influência na idade do gato, já que oferece condições de vida diferentes. Mas, em média, o gato vive quantos anos? Para responder essa pergunta, é importante diferenciar os felinos que vivem na rua dos que são domesticados.

Um gato vive quantos anos nas ruas?

Com as voltinhas, a expectativa de quantos anos o gato vive é de 3 a 10 anos. Esse número tem a ver com a forma como é a vida de um gato que vive fora de casa. Na rua, o animal fica exposto a doenças graves, como FIV, FeLV, PIF e esporotricose. Sem contar que pode se envolver em alguma briga de gato e se machucar, além de correr o risco de ser atropelado. Assim, o tempo médio de vida de um gato acaba reduzido, já que as chances de problemas de saúde e acidentes acontecerem são bem maiores.

Até quantos anos vive um gato doméstico?

O gato doméstico tem a expectativa de vida de pelo menos 15 anos, podendo viver muito mais. O número maior de quantos anos gato vive dentro de casa pode ser explicado pelos cuidados recebidos, como ambientes limpos, vacinação e vermifugação, comida sempre presente, higiene pessoal e, principalmente, a castração. Você sabe quantos anos vive um gato castrado? Estudos comprovam que a castração aumenta a longevidade dos felinos, já que evita doenças sexualmente transmissíveis, reduz as fugas, a agressividade e a marcação de território, além de impedir o animal de se reproduzir. Por isso, para saber quanto tempo vive um gato castrado, coloque uns anos a mais nessa conta. Com todos esses benefícios, o bichano que passou pela castração pode chegar até os 20 anos ou mais!

A faixa etária de idade do gato é diferente dos humanos

Com essa noção de quantos anos os gatos vivem - de acordo com onde o gato mora e cuidados recebidos - é importante entender quais são as faixas etárias dos felinos. Como explicamos, ao pensar em quanto tempo de vida tem um gato, podemos usar uma média de 15 anos. Isso significa que nessa idade gato já é considerado idoso, mesmo que, para um humano, represente a adolescência. Outro exemplo é pensar quantos anos tem um gato de 2 anos. Para um humano, essa é a idade de um bebê, mas, para um bichano, significa que já é adulto. Para ajudar a entender melhor quantos anos vive um gato e qual a idade do gato que seu bichano tem, confira a tabela de faixa etária:

• Gato filhote - 6 a 12 meses
• Gato adulto - 1 a 7 anos
• Gato idoso - 8 a 12 anos
• Gato geriátrico - Após os 12 anos

Qual raça de gato você é?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

O que você mais gosta de fazer nos momentos de lazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Se você pudesse se descrever com uma palavra, quais das opções a seguir escolheria?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Alguém te chamou para sair para um lugar inusitado, o que você pensa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica depois de dormir pouco na noite anterior?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você viajou e se perdeu em uma cidade que não conhece muito: o que passa pela sua cabeça?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Quais dessas características você procuraria em um pet?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

O que seus amigos próximos pensam sobre você?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você gosta de curtir as férias?

Question Header Background

Sua personalidade aventureira combina com o Bobtail Japonês! Você é divertido assim como o gato Siamês! Sua personalidade ranzinza combina com o gato Maine Coon! Você é preguiçoso como um gatinho Persa!
    A idade de gato filhote vai dos 6 aos 12 meses
    A idade de gato filhote vai dos 6 aos 12 meses
    A idade do gato considerado adulto é de 1 a 7 anos
    A idade do gato considerado adulto é de 1 a 7 anos
    Os anos de gato idoso vão dos 8 aos 12 anos de vida
    Os anos de gato idoso vão dos 8 aos 12 anos de vida
    Após os 12 anos, idade de gato já é considerada a de um gato geriátrico
    Após os 12 anos, idade de gato já é considerada a de um gato geriátrico
    A idade de gato filhote vai dos 6 aos 12 meses
    A idade do gato considerado adulto é de 1 a 7 anos
    Os anos de gato idoso vão dos 8 aos 12 anos de vida
    Após os 12 anos, idade de gato já é considerada a de um gato geriátrico

    Mais Lidas

    Veja 12 dicas de como acabar com carrapatos no quintal
    Cuidados dos animais

    Veja 12 dicas de como acabar com carrapatos no quintal

    O carrapato em cachorro, assim como as pulgas, é uma das principais causas de aborrecimento nos donos de pets. Mesmo usando coleiras ou remédio para carrapato, o animal não está livre de pegar esses parasitas tão incômodos e que podem causar problemas graves. Às vezes, um simples passeio ao ar livre já pode gerar dores de cabeça se o local estiver infestado. Para controle, é importante não só proteger o animal, mas também fazer uma limpeza do ambiente.

    Quanto tempo vive um gato?
    Cuidados dos animais

    Quanto tempo vive um gato?

    Afinal, um gato vive quantos anos? Não é mistério que a companhia de um bichano muda a vida de qualquer pessoa para melhor, e, se dependesse de nós, nossos gatinhos viveriam para sempre. No entanto, isso não é possível e muitos tutores têm dúvidas quando o assunto é a expectativa de vida. Gato, querendo ou não, é como se fosse um filho, e é muito fácil se apegar a esses animais no dia a dia. 

    Os 10 erros mais comuns na hora de cuidar de gato
    Cuidados dos animais

    Os 10 erros mais comuns na hora de cuidar de gato

    Até mesmo os tutores mais experientes podem cometer alguns erros quando o assunto é cuidar de gato. Uma dúvida muito comum, por exemplo, é se a castração de gato é realmente necessária. Além disso, muitos humanos cometem o erro de tratar os felinos como se eles fossem cães, embora eles tenham comportamentos claramente distintos. No geral, os gatos são mais reservados, independentes e valorizam muito sua privacidade, diferente dos cachorros. P

    O que fazer para o cachorro parar de marcar território: 7 dicas para lidar com o xixi fora do lugar!
    Cuidados dos animais

    O que fazer para o cachorro parar de marcar território: 7 dicas para lidar com o xixi fora do lugar!

    Ter um cãozinho em casa é só alegria, mas é sempre bom que o dono esteja preparado para lidar com alguns comportamentos inconvenientes do animal. Um deles é o xixi fora do lugar para deixar o cheiro em todos os cantos da casa. O que fazer para o cachorro parar de marcar território? O costume é desagradável e pode até tirar o sossego de muitos tutores por aí. Para te ajudar, separamos algumas dicas para evitar que o cachorro marque território em casa e faça xixi onde não deve. Acompanhe!

    Como calcular a idade de gato? Saiba como é feito o cálculo

    Não existe uma fórmula científica que determine quanto tempo vive um gato. Para descobrir a idade do gato, muitas pessoas fazem a conta dos 7 anos, que é bem conhecida para definir a idade dos cachorros, mas já sabemos que também não é assim que funciona. Quando falamos de gato, idade pode ser descoberta através de outro cálculo. A teoria costuma ser bem aceita por veterinários, mas não há nenhum embasamento científico. Essa hipótese não depende do porte, tamanho ou raça do gatinho, é só uma tese que pode ser usada para justificar a idade deles. Para saber quantos anos tem um gato, basta fazer a conta a seguir:

    • O primeiro ano de vida do gato equivale a 14 anos de vida humana;

    • O segundo ano de vida do gato equivale a 10 anos. Ou seja: aos dois anos de idade ele já teria 24 anos;

    • A partir do terceiro ano de vida, começa a se somar mais quatro anos para cada aniversário. Aos 3 anos, o gatinho já tem 28 anos;

    • Se no terceiro aniversário ele já tem 28, no quarto ano de vida ele terá 32 (28 + 4 = 32);

    • No quinto aniversário, por exemplo, ele tem 36 anos (32 + 4 = 36).

    Estimular o instinto felino aumenta quanto tempo vive um gato

    Os gatos são animais que possuem instintos muito presentes. Correr, caçar, perseguir e investigar não são apenas atividades divertidas para eles, mas uma necessidade. Mas você sabia que isso tem relação com quantos anos vive um gato? Esses exercícios são essenciais na promoção de uma boa qualidade de vida para o bichano, deixando-o mais ativo, não só fisicamente mas também mentalmente. Quando os instintos são incentivados, o gato tem a cognição estimulada. Além disso, as atividades de caça e corrida evitam problemas de peso, garantindo uma vida menos sedentária e mais saudável.

    Lembra do que falamos sobre quanto tempo vive um gato doméstico? O bichano dentro de casa recebe maiores cuidados, o que proporciona mais tempo de vida. Se o local onde o gato vive pode ser pequeno, com menos espaço para realizar seu comportamento natural, esquecemos que os pets domesticados também têm instintos que precisam ser estimulados. 

    Pode ter certeza que, incentivar o lado explorador do gato dará ainda mais tempo de vida a ele, pois o deixará mais ativo e saudável. Dependendo de onde gato vive, uma das melhores maneiras de estimular isso é através da gatificação do ambiente. Não precisa deixar o seu gato ir na rua para que ele expresse seus comportamentos naturais. Um ambiente gatificado - com nichos, prateleiras e arranhadores - pode dar muito mais qualidade de vida ao seu amigo, que vai ter a oportunidade de sempre explorar o ambiente e se exercitar.

    Quanto tempo vive um gato Siamês? Saiba a expectativa de vida de algumas raças

    Como explicamos, as raças não definem quantos anos um gato vive. Os principais fatores que determinam a idade que um gato vive são os cuidados que recebe e o ambiente onde vive. Algumas raças, porém, possuem tendências a problemas de saúde que podem, sim, encurtar a expectativa de vida caso não recebam os cuidados e atendimentos médicos regularmente. Raças de tamanhos muito pequenos, por exemplo, têm propensão a problemas ósseos que causam dores articulares, o que pode deixá-lo menos estável - assim como os de porte muito grande.

    Além disso, gatos braquicefálicos têm disfunções anatômicas que favorecem o aparecimento de problemas de saúde, principalmente doenças respiratórias. Isso não quer dizer que a contagem de quantos anos o gato sobrevive com a condição de braquicefalia ou com outros problemas de saúde seja pequena. Esses casos apenas precisam de mais cuidados do que outras raças para garantir a longevidade. Um exemplo são as raças Persa e o Birmanês que, apesar de braquicefálicos, podem viver tranquilamente por 15 anos. 

    Definir qual raça de gato vive mais pode ser difícil por conta das variáveis. Mas, sem dúvidas, o número de quantos anos vive um gato Siamês é um dos maiores. A raça é uma das mais saudáveis e atléticas. Por isso, o tempo de vida de um gato Siamês costuma ser prolongado, com uma média de 15 anos - mas é muito comum que vivam até os 20.

    Muitas pessoas pensam que a contagem de quanto tempo vive um gato vira-lata é maior que os felinos de raça. Os vira-latas costumam ser associados a ter uma saúde de ferro e, consequentemente, viver mais, o que não é verdade. Mas então, o gato vira-lata vive quantos anos? A contagem de quantos anos vive um gato vira-lata é a mesma que qualquer outro peludo, em torno de 15 anos. O que importa é a qualidade de vida que o gato, seja com raça ou sem raça definida, vai ter. 

    Para aumentar quanto tempo vive um gato, cuidados como castração, alimentação e vacinação são essenciais
    Para aumentar quanto tempo vive um gato, cuidados como castração, alimentação e vacinação são essenciais

    Fatores de risco podem diminuir quantos anos o gato vive

    Definir quanto tempo vive um gato doméstico depende de muitos fatores relacionados ao ambiente e condições oferecidas. Porém, a idade com quantos anos o gato morre é apenas uma média, pois qualquer um pode passar por situações que ofereçam risco de diminuir seu tempo de vida antes do tempo. Como explicamos, o gatinho na rua corre risco de viver menos. Porém, existem fatores que podem diminuir os anos de gato, mesmo os domésticos.

    Os gatos normalmente sofrem com problemas nos rins, pois, naturalmente, não têm o costume de beber muita água. Doenças como insuficiência renal podem aparecer e diminuir a expectativa de vida. Por isso, é tão importante estimular a hidratação do animal. Além disso, os maiores fatores de risco que diminuem quantos anos um gato sobrevive são as doenças. Por isso, é importante visitar frequentemente o veterinário e ficar atento a possíveis sintomas, além da vacinação e vermifugação em dia. 

    Outros problemas comuns que diminuem a idade que um gato vive são psicológicas. Gatos podem ter depressão, ansiedade e estresse, condições que desgastam o pet mentalmente. A má alimentação é outro fator de risco. É preciso oferecer ração de qualidade na quantidade e frequência corretas. Além disso, deve ser ração específica para cada idade de gato, pois elas possuem os nutrientes essenciais para o bom desenvolvimento do animal. A falta de castração é outro fator de risco, pois o gato não castrado tem mais chance de desenvolver certas doenças, brigar com outros animais e fugir de casa, se expondo aos perigos externos. O acesso às ruas deve ser evitado.  

    Você terá muitos anos de gato ao seu lado, então é preciso responsabilidade para adotar e cuidar

    Como podemos perceber, o gato vive, normalmente, por muitos anos. Sua expectativa de vida costuma ser elevada, maior que a de muitos outros animais. Por isso, adotar um gatinho requer grande responsabilidade a longo prazo. Você passará anos cuidando dele, então é preciso ter certeza de que está disposto a mantê-lo sempre ao seu lado com boas condições. Ao adotar um gatinho, é preciso entender que ele fará parte de sua vida e levar em conta sua presença para planejar o futuro. Portanto, viagens, trabalhos, mudanças de casa, aumento da família… tudo que vier a acontecer deve ser planejado sabendo que seu gatinho vai estar ali com você para presenciar esses momentos por muito tempo, sempre precisando de cuidados, carinho e atenção. Adotar um gato é realmente como se fosse como ter um filho, com uma longa vida pela frente com você!

    Como aumentar o tempo médio de vida de um gato: conheça algumas dicas 

    A idade dos gatos é determinada pelo ambiente, ração que come e até o nível de água que bebe durante o dia. Quando falamos da idade do gato, não importa a raça, o porte, cor e nem o comportamento do animal. Por muito tempo, a ideia de que gatos são seres independentes e zero apegados aos seus donos era quase uma verdade absoluta. É por isso que o livre acesso dos felinos para as famosas voltinhas na rua se tornaram tão comuns. Ainda bem que esse pensamento mudou: os gatos sentem, sim, afeto e zelo pela sua família. Hoje em dia, sabemos que os gatinhos precisam de muita qualidade de vida para viverem melhor e por mais tempo. Tela para gatos, vacinação em dia e nenhum acesso à rua são alguns cuidados que seu felino merece para ficar livre de acidentes e doenças graves. Para aumentar os anos de gato e garantir uma vida melhor, vale a pena investir em cuidados no dia a dia. Você deve prestar atenção nesses pontos: 

    • Ração de qualidade e água à disposição

    Gatos são animais com um estômago mais sensível do que os cães e não devem comer qualquer coisa. Uma ração de qualidade é essencial para ajudar na manutenção do pelo, além de deixá-lo forte e saudável. Os gatinhos também devem se hidratar bastante. Água para os felinos nunca é demais! Invista em fontes e bebedouros, principalmente nos dias mais quentes. A ração úmida, ou sachê para gatos, ajuda e muito na questão da ingestão de água e evita problemas de insuficiência renal. 

    • Higiene da caixinha é essencial

    A caixa de areia para gatos precisa estar sempre limpa. Independentemente de qual seja seu ano, gato de qualquer idade é bem higiênico e exigente em relação a isso. As necessidades do animal devem ser recolhidas diariamente e é necessário retirar toda a areia e lavar a caixa pelo menos uma vez por semana. Essa rotina de limpeza nos anos de gato faz muita diferença para os felinos e evita doenças. 

    • Castre o seu animal

    A castração é realmente um ato de amor! Castrar seu gatinho promove muitos benefícios e, ao contrário do que muitas pessoas pensam, não modifica a personalidade do animal - na verdade, diminui as chances de fugas, doenças e agressividade. Isso é uma forma de aumentar os anos de vida do animal.

    • Vá ao veterinário regularmente

    É importante manter o seu gatinho com as vacinas em dia e fazer uma visita ao veterinário, independente do animal estar doente ou não. O ideal é, em qualquer idade de gato, fazer um hemograma pelo menos a cada seis meses, principalmente se o animal for idoso ou estiver entrando na velhice.

    Redação: Júlia Cruz e Maria Luísa Pimenta

    Publicada originalmente em: 27/11/2019
    Atualizada em: 01/11/2021

    Hidratante para patas de gato: o que é, como funciona e qual a indicação?

    Próxima matéria

    Hidratante para patas de gato: o que é, como funciona e qual a indicação?

    Gato Manês: descubra curiosidades, características, personalidade e cuidados com o
    Raças

    Gato Manês: descubra curiosidades, características, personalidade e cuidados com o "Manx cat"

    Diferente de quem prefere cachorros, os amante de felinos normalmente não se importam tanto com a raça antes de comprar ou adotar um gatinho. Mas mesmo que isso não seja um fator primordial na hora de escolher seu amigo de quatro patas, é bom saber que existem diferentes tipos de raça de gato. Dentre elas, o “Manx cat” - também conhecido como Gato Manês - é uma das mais populares e que carrega uma característica muito particular: os animais dessa raça não têm rabo. Parece esquisito, mas o que falta de rabo, sobra em amor! Saiba mais sobre a raça de gato que vai conquistar o seu coração a seguir.

    Saiba tudo sobre o gato Himalaia: origem, características, personalidade, cuidados e muito mais
    Raças

    Saiba tudo sobre o gato Himalaia: origem, características, personalidade, cuidados e muito mais

    O gato Himalaia é, sem dúvidas, uma das raças mais queridinhas e desejadas pelos amantes de felinos. Ele reúne em sua genética a mistura de outras duas raças que são muito populares: o gato Persa e o Siamês. Ou seja, é carisma e fofura em dose dupla! Além disso, esse gatinho tem uma personalidade super dócil e tranquila, sendo a companhia perfeita para quem sempre sonhou em ter um bichinho de estimação. Se esse é o seu caso, ou se você já tem um gato do Himalaia e quer conhecer tudo sobre ele, essa matéria vai te ajudar bastante. 

    Gato cego: 7 cuidados essenciais para garantir a segurança e bem-estar do bichano em casa
    Cuidados

    Gato cego: 7 cuidados essenciais para garantir a segurança e bem-estar do bichano em casa

    Adotar um gatinho requer algumas adaptações em casa para criar um ambiente seguro e confortável para o animal, onde ele possa expressar seus comportamentos naturais e descansar sempre que quiser. Agora quando o bichano precisa de cuidados especiais, como é o caso do gato cego, a situação se torna mais delicada ainda. Será que é preciso tomar precauções extras para mantê-lo em segurança? Como ajudar o gatinho a viver melhor? Como proporcionar a ele um ambiente mais adaptado? Para te ajudar a deixar sua casa pronta para receber o seu novo amigo da melhor forma e em um ambiente seguro, confira 7 dicas e cuidados indispensáveis para lidar com um gato cego.

    Como é viver com um gato amputado? Veja 2 histórias e descubra como cuidar de um gatinho com deficiência
    Histórias reais

    Como é viver com um gato amputado? Veja 2 histórias e descubra como cuidar de um gatinho com deficiência

    Um gato deficiente precisa de muitos cuidados, principalmente devido a sua limitação locomotiva. Não é à toa que, na hora da adoção, esses animais geralmente são deixados de lado e dificilmente encontram um lar. Mas é preciso desconstruir esse pensamento e dar uma chance a esses felinos que, assim como qualquer outro bichinho, só quer encontrar uma família para amar e ser amado. Por isso, trazemos hoje duas histórias incríveis de tutores que abriram as portas da sua casa para um gato deficiente. A Gabriela, tutora do Pererê, e o Rafael, que era tutor do Maguila e já tem a sua segunda gatinha paraplégica, Magali, compartilharam um pouquinho da rotina de quem vive com um gato amputado. Confira!

    Ver Todas >

    Hidratante para patas de cachorro: soluções naturais funcionam? Quais as mais indicadas?
    Cuidados dos animais

    Hidratante para patas de cachorro: soluções naturais funcionam? Quais as mais indicadas?

    O hidratante para patas de cachorro não é um produto muito comum em casas com pets. Apesar disso, é algo que pode ser acrescentado nos cuidados com os cães. Os coxins do cachorro são uma parte do corpo exposta, que pode ficar ressecada pelo contato com diferentes superfícies, como pisos mais ásperos, asfalto, terra e areia, além do impacto das altas temperaturas. Por isso, o creme hidratante para patas de cachorro é algo que pode ajudar a dar mais qualidade de vida ao pet. 

    Jornal ou tapete higiênico para cachorro? Veja 5 motivos para preferir a segunda opção!
    Cuidados dos animais

    Jornal ou tapete higiênico para cachorro? Veja 5 motivos para preferir a segunda opção!

    Afinal, o que é melhor: jornal ou tapete higiênico para cachorro? Todo tutor já se perguntou isso alguma vez na vida, e para quem é pai de pet de primeira viagem essa dúvida é ainda mais comum. Apesar de um jornal velho para cachorro ser uma opção prática e barata, não é o mais recomendado para cuidar das necessidades do seu animal de estimação. Isso porque, além de não ser apropriado para absorver o xixi, o material pode causar alergias nos cães.

    Tapete gelado para cachorro funciona mesmo? Veja a opinião de tutores que têm o acessório
    Cuidados dos animais

    Tapete gelado para cachorro funciona mesmo? Veja a opinião de tutores que têm o acessório

    O tapete gelado para cães é um famoso truque que alguns tutores usam para aliviar o calor do pet. O acessório costuma ser muito indicado para o verão, que normalmente atinge altas temperaturas em todo o Brasil. Aliás, esse é um cuidado que não pode ser deixado de lado nos dias mais quentes: fique atento ao comportamento do pet e busque alternativas para aliviar o calor. Mas será que o tapete gelado para cachorro realmente funciona? 

    Cachorro soltando muito pelo: troca de pelagem ocorre mais no calor ou no frio?
    Cuidados dos animais

    Cachorro soltando muito pelo: troca de pelagem ocorre mais no calor ou no frio?

    Ao perceber um cachorro soltando muito pelo, a preocupação é inevitável. O que nem todo mundo sabe é que o processo de troca de pelagem é totalmente natural em alguns casos e não é indício de nenhum problema de saúde ou algo do tipo. Mas será que as estações do ano influenciam nisso? Será que no verão as quedas são mais frequentes do que no inverno? 

    Ver Todas >