Passeio

Posso passear com a cadela no cio? Confira 5 dicas do que fazer no período

É possível, sim, passear com a sua cadelinha enquanto ela está no cio mas alguns cuidados devem ser tomados!
É possível, sim, passear com a sua cadelinha enquanto ela está no cio mas alguns cuidados devem ser tomados!

Passear com o cachorro é essencial para manter a saúde, criar vínculos e gastar a energia do seu pet, mas a caminhada com uma cadela no cio pode ser um grande desafio para os tutores. Nesse período, o cheiro e a urina da fêmea são capazes de atrair os machinhos de longe. Por isso, sempre surge a dúvida: posso passear com a cadela no cio ou devo mantê-la em casa? A verdade é que depende de vários fatores e alguns cuidados precisam ser tomados em qualquer situação.

Se você mora em uma casa com um quintal, por exemplo, pode usar esse espaço para brincar e gastar a energia da cadela no cio. Mas atenção! É importante garantir que ela não terá acesso à rua e nem contato com cães que possam rondar a casa atraídos pelo cheiro da fêmea. O cenário é totalmente diferente se você vive em um local pequeno ou se a cadela está acostumada a sair todos os dias para fazer xixi e cocô na rua. Nesse caso, você precisará tomar alguns cuidados durante o passeio. Entenda abaixo o comportamento da sua cadela no período do cio e veja dicas de como deixar o passeio mais tranquilo e seguro.

Quanto tempo dura o cio de uma cadela?

O cio dura cerca de 3 semanas, com algumas variações para menos ou mais tempo e é composto por várias fases. Na primeira, denominada proestro, haverá maior produção de estrogênio e a fêmea pode sangrar entre 7 e 9 dias - os machos já são atraídos pelo cheiro da cadela, mas ela ainda não o aceita. A segunda fase (estro) é o período de ovulação. A cadela não terá mais sangramento e já passa a aceitar os machos. Por isso, cuidado redobrado nesse período - que pode durar de 4 a 12 dias!

As fases seguintes são o diestro e o anestro: no primeiro, os altos níveis de progesterona têm a função de desenvolver a gravidez. Já o anestro se caracteriza pela inatividade reprodutiva e baixa produção de hormônios.

Cadela no cio: quais os cuidados necessários durante o passeio?

Primeiramente, se você não espera uma reprodução e filhotinhos em casa, o ideal é castrar a sua cachorra. Além de evitar as preocupações com o cio, a esterilização é uma forma de prevenir diversas doenças, inclusive o câncer. Se a castração não estiver nos seus planos por agora, é necessário garantir a segurança da cadela no cio durante os passeios. Veja algumas dicas:

Não deixe de usar coleira e guia

Ao passear com o cachorro, a coleira e a guia são importantes para mantê-lo mais seguro. No caso da cadela no cio, esses acessórios são indispensáveis. Você precisa ter esse controle para evitar uma fuga. Lembre-se que a sua cachorra estará com os hormônios, literalmente, à flor da pele;

Mantenha a atenção

A atenção precisa ser redobrada nos passeios com uma cadela no cio. É importante que você guie a caminhada e mantenha a liderança do seu pet;

Evite passeios em parques e lugares movimentados

Durante o período do cio, não leve sua cadela para parques e lugares com muitos cachorros. Esses ambientes podem ser estressantes para o animal e ainda vai atiçar a curiosidade dos machos. Em algumas fases do cio, a cadela pode ficar mais agressiva, inclusive com outras fêmeas;

Planeje a rota e mude o horário dos passeios

Se você sabe que a vizinha vai passear com o cachorro macho em determinado horário, o ideal é evitar o encontro com a sua cadela no cio. Busque caminhos menos movimentados e em horários mais calmos, como bem cedinho ou à noite;

Avise os tutores para não se aproximarem com o cachorro

Inevitavelmente você cruzará com outros cachorros durante o passeio. Mantenha a sua cadela na guia curta e avise os tutores para não se aproximarem. Se for possível, vá para o outro lado da rua ou mude o caminho.

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

question quiz stamp

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

Question Header Background
question quiz stamp

As crises alérgicas costumam acontecer:

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Question Header Background
question quiz stamp

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Question Header Background
question quiz stamp

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

Question Header Background
question quiz stamp

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

Question Header Background

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
    A Nala, essa chow chow lindona que acabou de fazer 1 aninho, já passou pelo primeiro cio e sua dona não teve problemas com o passeio
    A Nala, essa chow chow lindona que acabou de fazer 1 aninho, já passou pelo primeiro cio e sua dona não teve problemas com o passeio

    Mais Lidas

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
    Comportamento animal

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

    Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
    Comportamento animal

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

    Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos
    Comportamento animal

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos

    Quem tem um gatinho já deve ter percebido que eles costumam afofar ou “amassar pãozinho” em algumas circunstâncias específicas. Os movimentos lembram uma massagem. Antes de deitar, quando estão no colo do dono ou quando encontram uma coberta fofinha e macia. Se mesmo sem saber porquê eles fazem isso a gente já acha a coisinha mais linda do mundo, imaginem depois de saber? Vem com a gente desvendar!

    De quanto em quanto tempo a cadela entra no cio?

    O primeiro cio de uma cadela ocorre entre os 6 e 12 meses de idade e pode variar pelo tamanho e raça - geralmente, as fêmeas de pequeno porte começam mais cedo do que as cachorrinhas maiores. É normal ter irregularidade nos primeiros ciclos, por isso é importante ter o acompanhamento de um veterinário para garantir que está tudo bem com ela, certo?! Quando alcança a normalidade, a cadela passa a entrar no cio com um intervalo aproximado de 6 meses.

    A Nala, uma chow chow de 1 ano, teve o primeiro cio com apenas 5 meses e sua família não teve dificuldades na rua. “Os passeios foram super tranquilos. Mesmo ela sendo de porte grande, não tivemos problemas graves - apenas alguns estranhamentos com fêmeas, mas nada sério”, contou a tutora Leonor Militão. O cio da Nala teve uma duração mais longa que o normal: foram 21 dias de sangramento. “Nos primeiros dias, ela ficou mais quietinha e a vulva ficou muito inchada. Levamos no veterinário para ver se era normal sangrar por muito tempo e, como era o primeiro cio, estava tudo certo”.

    Vacina anticoncepcional é uma opção válida?

    Algumas pessoas recorrem à vacina anticoncepcional para evitar o cio e a gravidez canina, mas esse método não é recomendado pelos veterinários. A alta dose de hormônios pode ser muito prejudicial à saúde da sua cadelinha e ainda aumenta a chance dela desenvolver piometra (grave infecção no útero) e câncer de mama. A melhor solução sempre será a castração! Não deixe de conversar com o veterinário antes de qualquer procedimento com o seu cão, isso pode salvar a vida dele.

    Redação: Luana Lopes

    Hotel pet friendly: como funcionam as hospedagens que aceitam cachorros?

    Próxima matéria

    Hotel pet friendly: como funcionam as hospedagens que aceitam cachorros?

    Como dar comprimido para gato? Confira 6 dicas que irão ajudar
    Cuidados

    Como dar comprimido para gato? Confira 6 dicas que irão ajudar

    Quem tem gato já deve ter percebido a guerra que é dar remédio, principalmente quando é comprimido. Isso porque, diferente dos cachorros que costumam aceitar o remédio disfarçado na comida, os gatos são muito seletivos e conseguem perceber qualquer coisa diferente no potinho. Caso o seu gato seja guloso, você até pode tentar amassar o comprimido até virar pó e misturar no sachê para gatos, mas se essa técnica não funcionar, você pode tentar outras que vamos ensinar!

    Meu cachorro tem medo de passear na rua, o que fazer? Dicas parar preparar o cão para o passeio
    Passeio

    Meu cachorro tem medo de passear na rua, o que fazer? Dicas parar preparar o cão para o passeio

    Todos os cachorros, independente de raça e porte, precisam passear na rua. Além de ser um ótimo exercício físico, ajuda o cachorro a desestressar, liberar energia, socializar com outros cães e estreitar os laços com seus donos. Os cachorros são animais muito sociáveis e ativos e, por isso, a hora do passeio é sempre de muita euforia. Se esse é o caso do seu cachorro, aproveite cada minuto e o leve para dar uma volta na rua sempre que possível. Mas alguns cachorrinhos podem desenvolver o medo de passear. Nesses casos, você precisa ler essa matéria porque nós vamos te ajudar com algumas dicas!

    Como apresentar um novo filhotinho a um gato adulto que já mora na casa? Veja as dicas de alguns tutores
    Histórias reais

    Como apresentar um novo filhotinho a um gato adulto que já mora na casa? Veja as dicas de alguns tutores

    Resolver adotar um gato filhote é sempre uma grande aventura. Os filhotes preenchem qualquer ambiente com muita alegria e amor. Mas, além de aprender como cuidar de gatos filhotes, quem já tem um gato adulto ou idoso em casa precisa pensar muito bem em como introduzir o novo membro na família. O processo de adaptação nem sempre é fácil, e é fundamental saber como conduzir essa apresentação da melhor forma possível, respeitando o espaço de cada um e torcendo para que eles se deem bem. 

    6 dicas para distrair o seu cachorro que passa um tempo sozinho em casa
    Brinquedos

    6 dicas para distrair o seu cachorro que passa um tempo sozinho em casa

    O sonho de todo pai ou mãe de pet (principalmente os mais apegados) é passar o dia inteiro ao lado do animal para que ele não se sinta sozinho. Infelizmente, na maioria dos casos isso não é possível - a não ser que você seja aposentado ou trabalhe de casa. Esse apego também ocorre na perspectiva do bichinho: ansiedade de separação, cachorro entediado e destruição na casa são os sinais mais comuns.

    Ver Todas >

    Comportamento animal

    "Meu cachorro destrói tudo": o que fazer e como direcionar o comportamento do pet?

    Quem tem um cachorro destruidor sabe bem a sensação de chegar em casa e encontrar o sofá destruído, o controle remoto mordido ou a caminha dele destroçada. Esse comportamento traz problemas tanto para o tutor quanto para o cão e, por isso, é importante saber como evitá-lo. Algumas mudanças na rotina, como comprar uma cama para cachorros destruidores e passear mais com o cachorro, podem ser necessárias para controlar seu pet. 

    6 sons que os cachorros odeiam
    Comportamento animal

    6 sons que os cachorros odeiam

    Sabia que existem sons que os cachorros odeiam? É isso mesmo: alguns ruídos e barulhos simplesmente são insuportáveis para os ouvidos dos pets. A explicação para isso está na audição canina, que é extremamente sensível. Para se ter uma ideia, os humanos são capazes de identificar frequências entre 16 e 20.000 Hz, enquanto um cãozinho chega a escutar até 40.000 Hz. 

    Adestramento de cães: como lidar com o cachorro latindo para outros cachorros no passeio?
    Comportamento animal

    Adestramento de cães: como lidar com o cachorro latindo para outros cachorros no passeio?

    “Meu cachorro faz escândalo quando sai” - se você está familiarizado com esse tipo de situação, deve estar se perguntando qual é a melhor forma de corrigir o comportamento do seu amigo de quatro patas, não é mesmo? Bom, a verdade é que quando o assunto é passear com o cachorro, cada bichinho reage de uma forma diferente. Alguns são mais tranquilos, enquanto outros são super agitados. Mas o que fazer quando o cachorro late muito no passeio?

    Anatomia externa canina: veja o infográfico e aprenda mais sobre as partes do corpo do cachorro
    Comportamento animal

    Anatomia externa canina: veja o infográfico e aprenda mais sobre as partes do corpo do cachorro

    A anatomia canina é tão fascinante que sempre aparece uma nova curiosidade para nos surpreender. Afinal, o universo dos cães é repleto de segredos! Todas as partes do corpo do cachorro possuem características, funções e estruturas completamente diferentes e igualmente interessantes. No caso da anatomia externa do cachorro, o foco fica em todas as partes que enxergamos só de olhar para o animal. 

    Ver Todas >