De origem alemã, o Doberman foi criado inicialmente para ser um cão de guarda por conta do forte instinto protetor e obediência. Podendo alcançar até 72 cm, o peso  da raça pode variar entre 32 a 45 kg. Ou seja: são animais de corpo musculoso, atlético e forte. Cheios de energia, essa raça carrega uma fama de cachorro bravo que não é completamente verdade, já que seu comportamento vai depender principalmente da criação que recebeu. 

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Não tenho pets
Tenho cão
Tenho gato
Tenho cão e gato
Autorizo receber comunicações e publicidade da NESTLÉ®.

Os Dobermans são dóceis e extremamente leais, além de serem considerados uma das raças de cachorro mais inteligentes do mundo. Outra característica física que chama bastante atenção na raça são as orelhas para cima, mas o que poucos sabem é que esse traço não é natural da raça. Então por que o Doberman tem orelha para cima? O Patas da Casa vai te explicar! 

Orelha de Doberman: é normal ficar em pé?

A questão da orelha do Doberman é bastante polêmica, já que para ficar desta forma, o cachorro filhote precisa passar por um procedimento cirúrgico que envolve o seu corte, prática considerada ilegal no Brasil. Infelizmente, é um procedimento muito comum em algumas raças de cães, como o Pitbull, Boxer e Dogue Alemão, para adequar a aparência do animal à anatomia canina considerada “padrão”.

A essa prática é dado o nome conchectomia, um procedimento invasivo e doloroso, em que os cães são submetidos a cirurgia para cortar suas orelhas. Mas o que leva os tutores a irem atrás dessa técnica?  Os donos que submetem seus pets a esse procedimento argumentam uma série de benefícios, como evitar problemas de ouvido e aumentar a capacidade de escuta. Entretanto, esse pensamento está completamente equivocado! 

Ao contrário do que é dito, não existe nenhuma comprovação de que a conchectomia faça algum bem para a saúde do animal, então em hipótese alguma ela deve ser cogitada, já que o único motivo da sua realização é satisfazer os desejos estéticos dos seus tutores. 

Por que a orelha de Doberman fica em pé? A orelha normal do Doberman é voltada para baixoA conchectomia é um procedimento cirúrgico que envolve o corte da orelha do animal A orelha de Doberman normalmente é cortada quando o cão é filhote

Quais os riscos de cortar a orelha do cachorro?  

A conchectomia, além de ser um procedimento estético bastante doloroso e traumático para o seu amigo, também pode ser bastante prejudicial para a saúde animal. Por ser  realizada no cachorro filhote, ou seja, quando o sistema imunológico é mais fraco e sua capacidade de defesa mais baixa. O procedimento deixa o cão extremamente vulnerável a possíveis infecções decorrentes da cirurgia.

Também pode ocorrer sangramentos, alergia no cachorro decorrente da anestesia, e em alguns casos, com o agravamento de infecções, pode levar à morte do cachorro. Por isso, por se tratar de uma cirurgia que não traz nenhum benefício ao cão, não vale o risco! 

Cortar a orelha do animal é crime!

Desde 2008, o Conselho Federal de Medicina Veterinária proibiu as cirurgias estéticas em pets. Essa prática é considerada um crime previsto no artigo 39 da Lei de Crimes Ambientais, que proíbe maus-tratos e mutilação dos animais.  Essa lei também engloba a caudectomia, a amputação do rabo dos cachorros, e a remoção de garras de gato, um cruel procedimento que vai contra a natureza do animal. 

Segundo a legislação, todo veterinário que se envolver com essa prática corre o risco de perder o registro no Conselho de Medicina Veterinária, e a pena prevista pode ser de 3 meses a 1 ano. Então, não submeta seu cãozinho à conchectomia em hipótese alguma, respeite a integridade física do seu animal.