Diversidade pet

Mielopatia degenerativa em cães: 5 perguntas e respostas sobre a doença que pode deixar o cachorro paraplégico

Publicado - 16 Agosto 2022 - 09h00

Atualizado - 21 Abril 2024 - 20h56

A Mielopatia Degenerativa é uma doença de cachorro que assusta muitos tutores por aí. Ela é um mal que acomete a medula espinhal do cão, trazendo uma série de problemas que vão afetar a qualidade de vida do animal e podem até mesmo levar à morte. Comparada à esclerose lateral amiotrófica (ELA) em humanos, a doença também provoca a perda gradual dos movimentos do cão, resultando em um pet que não consegue movimentar suas patas e posteriormente, fazer suas necessidades básicas. Se você desconfia de que seu amigo de quatro patas pode estar com Mielopatia Degenerativa e tem perguntas sobre como lidar com essa enfermidade, respondemos às maiores dúvidas que os tutores costumam ter.

Mielopatia degenerativa: doença de cachorro é crônica, lenta e progressiva

Essa é uma doença do cachorro que infelizmente pode deixar o pet paraplégico. Ela também diminui a expectativa de vida do animal e traz muita frustração na rotina do doguinho e do seu tutor. Começando com pequenos sinais, como fraqueza nas patas e um comportamento mais quieto do peludo, a Mielopatia degenerativa é progressiva, com o cão cambaleando ao andar e posteriormente se arrastando para se locomover. Tudo de forma lenta: os estágios da doença podem levar anos de uma fase a outra, mas isso não impede que o cão tenha muito sofrimento durante a progressão dos sintomas.

Geralmente as causas estão relacionadas a uma mutação no gene SOD1. Essa alteração é vista como uma degeneração dos neurônios e modifica todo o sistema neurológico do cachorro. Ela atrapalha a transmissão de informações do cérebro para o sistema nervoso central - mais especificamente para os nervos que estão localizados na medula espinhal - afetando então os movimentos. Em suma, a Mielopatia degenerativa em cães é um ruído na comunicação entre o corpo e todo o sistema nervoso, deixando o animal até mesmo sem os reflexos que os protegem em situações de emergência. Nos humanos, algo semelhante acontece e recebe o nome de esclerose lateral amiotrófica (ELA). Em ambos os casos, os movimentos dos portadores são afetados progressivamente até a sua paralisação completa.

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

1. A Mielopatia degenerativa em cães é genética?

Infelizmente, ainda não há explicações científicas que mostrem a real causa desta doença no cachorro. Porém há indícios de que esta é uma condição hereditária entre os cães, enquanto algumas vertentes da veterinária a consideram uma doença autoimune. Desta forma, é impossível afirmar a origem deste distúrbio, bem como evitá-la. Mas há indicações formas de tratamento que ajudam na manutenção dos movimentos, aliviando os sintomas da doença.

2. É uma doença que atinge somente os cães e de grande porte?

mielopatia degenerativa em cães: cachorro deitado no chão de casa
<strong>Comum em Pastor Alemão, a Mielopatia degenerativa também pode atingir raças menores e até os felinos</strong>

A Mielopatia degenerativa é mais comum em cães e percebida principalmente naqueles de grande porte. Por isso, há um senso comum de que ela pode ser exclusiva de grandes raças, como o Pastor Alemão. Mas isso não quer dizer que ela também não possa atingir raças de cachorro menores ou até mesmo outros animais domésticos, como o gato. É raro, mas os felinos também podem sofrer de Mielopatia degenerativa. Os sintomas são os mesmos dos cães e desconfie caso o bichano fique mais quieto que o normal.

3. Quais os estágios e sintomas da Mielopatia degenerativa?

Os primeiros sinais são fraqueza nas patas e dificuldades do cão para andar. O começo é de difícil diagnóstico e muitas vezes ela pode ser confundida com a Hérnia de Disco em cães. A Mielopatia degenerativa dificilmente acomete o cão filhote e os sintomas começam a aparecer a partir dos cinco anos de idade, progredindo até que o cão fique idoso.

Em estágio mais avançado, o animal começa a perder o controle fisiológico, necessitando muitas vezes de fralda para cachorro para fazer suas necessidades e manter sua higiene. E na fase terminal da doença, o cão pode apresentar também problemas respiratórios. Neste momento, é capaz do cão ter perdido todo o movimento das patas e também da cervical, tornando- se um cachorro paraplégico

4. A Mielopatia degenerativa canina tem cura?

Esta é uma doença que não tem cura e o seu diagnóstico só pode ser feito após a morte do cachorro, com análise microscópica dos tecidos. Geralmente os veterinários realizam exames de raio x, tomografias computadorizadas, ressonância magnética e até teste de urina para descartar a possibilidade de outras doenças. Com nenhum diagnóstico fechado e a persistência ou piora dos sintomas, se trabalha com a possibilidade de Mielopatia degenerativa e do tratamento contínuo para manter a qualidade de vida do animal enquanto a doença segue seu curso.

A fisioterapia para cães pode ajudar na mielopatia cervical degenerativa, além do uso de suplementos e medicamentos para manter a saúde do animal que podem ser receitados pelo veterinário. Por conta da falta de movimentação, o cão pode ganhar peso, então se considera também uma dieta alimentar específica para nas necessidades do cachorro com mielopatia, com rações de qualidade ou até mesmo alimentação natural canina. É possível também o uso de acupuntura durante o tratamento. E, percebendo o aumento das complicações, a eutanásia também pode ser vista como uma solução para cessar o sofrimento do cachorro, ainda que seja uma decisão muito dolorosa para o tutor.

5. Mielopatia degenerativa: cães podem receber algum tipo de medida preventiva contra a doença?

É possível retardar o início dos sintomas se o tutor evitar que o cão se acidente dentro de casa e preste muita atenção no local onde costuma levá-lo para passear. Se o cão costuma sofrer muitas quedas, seja dentro, ou fora de casa, a recomendação é que busque um espaço mais seguro para caminhar - com piso plano, porém aderente - e sejam feitas adaptações no lar.

Tapetes antiderrapantes são uma solução para que o cão não escorregue ou faça muito esforço para se locomover. Manter uma boa altura dos potes de água e ração, principalmente se for um animal de grande porte, previne que ele tenha uma posição inadequada para se alimentar. Manter a saúde do cachorro com visitas frequentes ao veterinário e vacinas em dia, também pode prevenir o desenvolvimento prematuro da Mielopatia degenerativa, além de evitar outras doenças.

Adote um animal

Nomes para cachorro com a letra A: mais de 100 ideias para nomear o seu pet

Pesquisar e selecionar nomes para cachorro para o mais novo integrante da família é uma das partes mais divertidas do processo de ad...

Adote um animal

Maltês: 12 coisas que você precisa saber antes de ter um

Se você está em busca de um cachorro fofo e cheio de personalidade, o Maltês talvez seja a escolha perfeita. Esperto, dócil e brinca...

Adote um animal

Fiapo de manga: a nova "raça" de cachorro vira-lata que tem feito sucesso na internet

Há quem diga que vira-lata caramelo representa mais o Brasil do que samba e futebol - não à toa que existem propostas de lei para el...

Cachorro

Cruzamento de cachorro: tudo que você precisa saber sobre o assunto

O cruzamento de cachorro é um assunto que desperta a curiosidade da maioria dos tutores. Enquanto alguns se preocupam em evitar que ...

Gato

Os melhores gatos para famílias com crianças: veja a lista com as 10 raças mais indicadas

Quando se trata de escolher um bichano para as crianças, algumas raças de gato se destacam por serem os companheiros ideais. Com per...

Comportamento

Tem um gato arranhando o sofá? Cientistas identificaram as causas desse comportamento e mostram como fazer o pet parar

Conviver com um gato arranhando o sofá é um problema que vários tutores têm dificuldade de corrigir. Apesar de ser um instinto nato ...

Adote um animal

Nomes para cachorro com a letra A: mais de 100 ideias para nomear o seu pet

Pesquisar e selecionar nomes para cachorro para o mais novo integrante da família é uma das partes mais divertidas do processo de ad...

Adote um animal

Maltês: 12 coisas que você precisa saber antes de ter um

Se você está em busca de um cachorro fofo e cheio de personalidade, o Maltês talvez seja a escolha perfeita. Esperto, dócil e brinca...

Ver todas