Cuidados dos animais

Cachorro paraplégico: quais os cuidados mais importantes?

Publicado - 04 Julho 2022 - 17h37

Atualizado - 19 Abril 2024 - 19h33

Luiz Malfatti / Ortopedia Veterinária

CRMV -SP 34.715

Graduação pela Unimonte (São Judas Tadeu) 2013 Pós graduação em ortopedia e cirurgias neuroespinais pelo Unip/Cetac - 2019

Juliana Melo / Repórter

Jornalista formada pela Facha (Faculdades Integradas Hélio Alonso). Sempre amei o universo pet e meu sonho sempre foi ter um cachorro ou gato, mas essa ainda é uma realidade um pouco distante pra mim. Me sinto um pouco Felícia perto dos bichinhos, e acho fantástico poder entender um pouco melhor o comportamento deles e ajudar tantos tutores por aí!

A oportunidade de entrar na equipe do Patas da Casa foi incrível, porque apesar de não ter um pet, sempre tive muita vontade de conhecer e compreender melhor esse universo. Hoje me sinto praticamente uma ‘expert’ em comportamento de cães e gatos e uma das maiores incentivadoras da adoção animal.

• Filme com animal preferido: “Sempre ao Seu Lado”
• Uma raça de cachorro: Dachshund
• Uma raça de gato: Maine Coon
• A curiosidade favorita sobre cachorros: A maneira como um cão se comporta depende principalmente da criação que ele recebe
• A curiosidade favorita sobre gatos: Os gatos enxergam os humanos como seus semelhantes (basicamente como se fôssemos gatos gigantes)
• Sobre o que mais gosta de escrever no universo pet: Comportamento animal
• Um aprendizado: Adotar um cachorro ou gato é uma das decisões mais bonitas que alguém pode tomar, mas que precisa ser feita com muita responsabilidade
• Nome de pet favorito: Bilbo

Conviver com um cachorro paraplégico ou com mobilidade reduzida é uma situação que requer atenção e cuidados específicos com a rotina do pet. Para começar, é fundamental marcar uma consulta com um veterinário para entender as causas e avaliar a possibilidade de o animal recuperar os movimentos das patas. Caso seja confirmado que ele não vai voltar a andar, alguns acessórios - como o carrinho para cachorro paraplégico - podem facilitar a vida do pet. Saiba quais são os principais cuidados com um pet nessa situação!

Paralisia em cachorro: o que pode causar?

Você já parou para pensar quais doenças podem deixar o cachorro paraplégico? Segundo o veterinário ortopedista veterinário Luiz Malfatti, os quadros que podem ocasionar na paralisia em cachorro são:

  • Mielopatia degenerativa
  • Cinomose
  • Raiva
  • Meningite
  • Lesões da coluna vertebral (hérnias ou traumas)

Além do mais, a paralisia repentina em cachorro é uma outra possibilidade. Nesses casos, o médico veterinário esclarece que o botulismo e a polirradiculoneurite são quadros que costumam deixar o animal paraplégico momentaneamente. Veja a explicação para cada uma das enfermidades:

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Botulismo:intoxicação alimentar em cachorro causada por uma bactéria chamada Clostidrium Botulinum. A toxina ingerida, normalmente por alimentos crus, no lixo ou até estragados, é absorvida pelo estômago e intestino do animal e distribuída na corrente sanguínea”.

Polirradiculoneurite: “paralisia progressiva causada por uma inflamação aguda dos nervos”.

Meu cachorro parou de andar de repente. Ele pode recuperar os movimentos?

Essa é outra dúvida comum quando o tutor repara que o cachorro parou de andar de uma hora para outra. Sobre o retorno da mobilidade, o médico veterinário destaca: “Tudo vai depender da afecção do cãozinho. Lesões de coluna muitas vezes podem ser tratadas tanto conservativamente quanto cirurgicamente e apresentar melhoras. Já outras lesões mais graves ou com demora no diagnóstico e tratamento podem não ter volta”.

Para saber se o cachorro paraplégico pode voltar a andar, é essencial consultar um médico veterinário de confiança e que entenda sobre o assunto. Existem chances de o doguinho recuperar os movimentos, desde que o quadro seja diagnosticado e tratado adequadamente. “Nos casos de hérnia de disco em cães, podem ser realizadas cirurgias para descompressão do disco herniado. Alguns casos menos graves também podem ser tratados com fisioterapia e acupuntura veterinária”.

cachorro paraplégico usando cadeira de rodas
<strong>M eu cachorro parou de andar com as patas traseiras: algumas doenças podem ter relação com o quadro</strong>

4 cuidados mais importantes com um cachorro paraplégico

1) Cadeira de rodas para cachorro pode melhorar a qualidade de vida do pet. Com ela, seu doguinho terá mais autonomia para se movimentar sem depender de você. Ainda assim, é importante lembrar que o animal não deve passar o dia com a cadeira - o recomendado é ficar, no máximo, duas horas com o acessório e sempre supervisionar.

2) A cadeirinha para cachorro paraplégico nem sempre é recomendada. Se o caso do seu cão não for muito grave e houver chances de ele voltar a andar, a cadeira de roda para cachorro não é indicada porque pode dificultar o retorno da locomoção.

3) Higiene do cachorro precisa de atenção especial. Os cães paralíticos normalmente têm maior dificuldade para fazer suas necessidades e precisam de uma mãozinha dos tutores. Por isso, você deve redobrar a atenção com o seu amigo nessas horas para ajudá-lo.

4) Adaptar a casa é um cuidado importante. Se você tem um cachorro paraplégico e mora em um lugar com mais de um andar, ou com áreas “restritas”, não deixe de instalar um portão para cachorro nesses lugares. Assim você evita que acidentes aconteçam.

Redação: Juliana Melo

Cachorro

Dogo Argentino: 10 curiosidades para conhecer o cachorro parecido com Pitbull

O Dogo Argentino é um cachorro grande e imponente. Em um primeiro momento, ele pode até assustar quem não conhece, principalmente po...

Cachorro

Pancreatite em cachorro: aprenda a reconhecer 6 sinais da doença que vão ajudar no diagnóstico mais rápido

A pancreatite em cachorro é uma doença que merece a atenção dos tutores. A patologia afeta o pâncreas, órgão essencial para a produç...

Adote um animal

Cachorro pequeno: essas são as 10 menores raças de cachorro do mundo todo

Ter um cachorro pequeno em casa é sinônimo de fofura e alegria. Como são menores, esses doguinhos se adaptam mais facilmente ao espa...

Adote um animal

50 nomes para cadelas pretas: ideias criativas para te ajudar a nomear o pet recém-adotado

Encontrar uma lista com 50 nomes para cadelas recém-adotadas não é uma tarefa muito difícil. Afinal, existem milhares de inspirações...

Cachorro

Dogo Argentino: 10 curiosidades para conhecer o cachorro parecido com Pitbull

O Dogo Argentino é um cachorro grande e imponente. Em um primeiro momento, ele pode até assustar quem não conhece, principalmente po...

Cachorro

Pancreatite em cachorro: aprenda a reconhecer 6 sinais da doença que vão ajudar no diagnóstico mais rápido

A pancreatite em cachorro é uma doença que merece a atenção dos tutores. A patologia afeta o pâncreas, órgão essencial para a produç...

Adote um animal

Cachorro pequeno: essas são as 10 menores raças de cachorro do mundo todo

Ter um cachorro pequeno em casa é sinônimo de fofura e alegria. Como são menores, esses doguinhos se adaptam mais facilmente ao espa...

Comportamento

Gato miando: 8 segredos que não te contaram sobre a principal forma de comunicação dos felinos

Qualquer pai de pet está acostumado a ouvir o gato miando em casa pelos mais diversos motivos. Às vezes é fome, vontade de receber c...

Ver todas