Saúde

Fungo em cachorro: entenda o problema e saiba como tratar

Fungo em cachorro: descubra como eles atingem o cachorro, os sintomas e tratamentos
Fungo em cachorro: descubra como eles atingem o cachorro, os sintomas e tratamentos

Com transmissão simples, o fungo em cachorro é uma das principais preocupações dos tutores de pets — principalmente daqueles que costumam conviver com outros animais. Eles podem ser os vetores de uma série de doenças que vão desde as micoses de pele, com ação superficial, até infecções mais sérias, que atingem o organismo do animal internamente. Uma das melhores formas de prevenir esse tipo de coisa com o seu amigo de quatro patas é conhecendo mais sobre como os diferentes tipos de fungo em cães agem. Para tirar suas dúvidas, falamos um pouco sobre eles aqui embaixo: dá uma olhada! 

Fungo em cachorro: como o animal pode ser contaminado

O seu cachorro pode ser infectado por diferentes tipos de fungos em várias situações do dia a dia, que vão bem além de ter contato com um animal previamente contaminado. Alguns fungos entram no organismo dele pelo sistema respiratório, outros podem se desenvolver na natureza e entrar em contato direto com o cachorro e ainda há os fungos que são naturais do corpo do animal e se tornam um problema quando passam a se reproduzir exageradamente. Justamente por isso, a prevenção do fungo em cachorro acontece com cuidados gerais com a saúde do animal e com o ambiente em que ele vive. Olha só o que você pode fazer para evitar o problema:

  • Sempre seque muito bem o cachorro depois do banho, de brincadeiras na água e da chuva (a umidade propicia a proliferação de fungos);

  • Mantenha o ambiente em que ele vive sempre bem limpo e seco;

  • Não deixe o animal ficar muito exposto ao calor;

  • Ofereça alimentação de qualidade para o animal (o organismo forte e nutrido tem mais chances de lutar contra a ação dos fungos);

  • Procure tratar, com rapidez e eficiência, problemas como alergias, disfunções hormonais, hipersensibilidade na pele e outras contaminações por parasitas, já que elas podem facilitar a ação dos fungos;

  • Fique atento aos sinais e sintomas de fungos depois do tratamento com remédios fortes, como corticoides e antibióticos. 

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

question quiz stamp

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

Question Header Background
question quiz stamp

As crises alérgicas costumam acontecer:

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Question Header Background
question quiz stamp

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Question Header Background
question quiz stamp

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

Question Header Background
question quiz stamp

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

Question Header Background

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
    O fungo em cachorro causa feridas na pele que começam como essa
    O fungo em cachorro causa feridas na pele que começam como essa

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    Sintomas da ação de fungo em cachorro 

    As formas de identificar os diferentes tipos de infecção por fungo em cachorro vão variar de acordo com o tipo de ação que o microorganismo tem no corpo do animal. Quando ele causar uma doença de pele, perceber que alguma coisa está fora do comum é bem simples. Elas costumam ser bem comuns em áreas mais abafadas do corpo do animal, como as orelhas caídas, mas podem atingir qualquer parte do corpo. Veja, aqui embaixo, os sinais que começam a aparecer no corpo do seu amigo:

    Quando a infecção fúngica é sistêmica, ou seja, atinge um ou mais órgãos internos do animal, os sintomas vão variar de acordo com a parte do corpo afetada. Ainda assim, no primeiro desses sinais, o ideal é ir imediatamente à emergência veterinária para que seu animal seja examinado, diagnosticado e tenha o tratamento prescrito. Fique atento em casos de:

    • Febre;

    • Tosse;

    • Espirros em excesso;

    • Problemas na região dos olhos;

    • Feridas no corpo;

    • Letargia;

    • Diminuição do apetite;

    • Perda de peso. 

    Fungos em cães: tratamento caseiro com vinagre desacelera o desenvolvimento do problema

    Na hora de começar a usar um remédio para fungos em cachorro, você vai precisar da prescrição de um veterinário, feita depois que o animal é examinado. Ainda assim, até a consulta, você pode dar uma neutralizada nas infecções superficiais aplicando uma mistura de vinagre de maçã e água na região afetada. Esse não é o tratamento definitivo: seu amigo vai precisar de ajuda profissional mesmo que as feridas pareçam estar melhorando. 

    Dependendo do caso, o uso de sabonetes e shampoos específicos vai ser suficiente para resolver o problema. Pomadas, sprays e cremes também podem ser receitados. Quando o problema é uma infecção sistêmica, é comum que o animal precise tomar remédios orais. Em todos os casos, quanto mais cedo acontecer o diagnóstico, mais simples será o tratamento. Evite o uso de qualquer substância por conta própria.

    Redação: Ariel Cristina Borges 

    Gato obeso: como saber se o seu pet está acima do peso?

    Próxima matéria

    Gato obeso: como saber se o seu pet está acima do peso?

    Kelpie Australiano: saiba tudo sobre a raça de cachorro
    Raças

    Kelpie Australiano: saiba tudo sobre a raça de cachorro

    O que não faltam são raças de cachorro para a gente se apaixonar, e o Kelpie Australiano é só mais um doguinho dessa lista! De origem australiana, esse é um dos poucos cães que foram desenvolvidos no país - mas isso não foi um impedimento para logo depois conquistarem muitos fãs ao redor do mundo. Com um jeitinho bem amigável, brincalhão e inteligente, o Kelpie Australiano - também chamado de Australian Kelpie - tem tudo para ser uma companhia incrível para o seu dia a dia. 

    Boston Terrier: saiba tudo sobre essa raça de cachorro pequena
    Pequenos

    Boston Terrier: saiba tudo sobre essa raça de cachorro pequena

    Para quem sempre sonhou em ter um cachorro de raça pequeno, o Boston Terrier é a companhia certa! Embora ele ainda seja muito confundido com o Bulldog Inglês, o cãozinho desta raça tem qualidades únicas e excepcionais. Amigáveis, brincalhões e com muita energia, os cachorros da raça Boston Terrier são muito fáceis de lidar no dia a dia e amam agradar seus tutores. Além disso, eles são super adaptáveis e conseguem conviver bem em praticamente qualquer lugar. 

    Dogue Alemão: origem, porte, saúde, temperamento... saiba tudo sobre a raça de cachorro gigante
    Grandes

    Dogue Alemão: origem, porte, saúde, temperamento... saiba tudo sobre a raça de cachorro gigante

    Uma das raças de cachorros gigantes mais famosas é a do Dogue (ou Dog) Alemão, que também é conhecida como cão Dinamarquês. O motivo para isso é simples: trata-se da mesma raça do famoso personagem de desenho animado Scooby Doo. Mas a verdade é que o cão Dogue Alemão vai muito além do seu tamanho e aparência robusta: ele é um amigo de quatro patas extremamente leal, dócil e carinhoso. 

    Chihuahua: personalidade, saúde, cuidados e mais... saiba tudo sobre essa raça de cachorro pequeno
    Pequenos

    Chihuahua: personalidade, saúde, cuidados e mais... saiba tudo sobre essa raça de cachorro pequeno

    Quem nunca viu aquele cãozinho simpático de “Legalmente Loira”? Se você não lembra desse filme (ou não é da sua geração), deixou de conhecer uma das mais brilhantes atuações de um Chihuahua, o menor - e mais corajoso - cão do mundo. O cachorro é pequeno, mas sua origem é cercada de teorias e histórias: não se sabe ao certo se ele é descendente do Techichi, um cão selvagem do México pré-colonial, se surgiu na China e foi levado por comerciantes espanhóis para o restante do mundo ou se é resultado de cruzamentos do Techichi com alguma raça minúscula chinesa.

    Ver Todas >

    Lúpus canino: como a doença autoimune em cães se desenvolve e quais as raças mais afetadas?
    Saúde animal

    Lúpus canino: como a doença autoimune em cães se desenvolve e quais as raças mais afetadas?

    Uma doença conhecida entre os humanos que também atinge os nossos amigos de quatro patas é o lúpus em cachorro. Essa doença autoimune em cães acontece quando células saudáveis do organismo atacam a si mesmas, deixando o sistema imunológico canino fragilizado e propenso a contrair diversos problemas de saúde. O lúpus canino não é muito conhecido e nem sempre é fácil detectar os sintomas clínicos.

    Sarcoma de aplicação em felinos: veterinária tira todas as dúvidas sobre esse tipo de tumor em gatos
    Saúde animal

    Sarcoma de aplicação em felinos: veterinária tira todas as dúvidas sobre esse tipo de tumor em gatos

    O sarcoma de aplicação em felinos é um tipo de tumor de pele bastante preocupante e que precisa de muita atenção. Embora não se saiba ao certo qual a causa do problema, o sarcoma de aplicação pode afetar significativamente a saúde do gato e por isso é importante observar qualquer alteração no corpo do animal, especialmente se houver reações inflamatórias em forma de nódulos.

    Bexiga do gato: tudo que você precisa saber sobre o trato urinário inferior dos felinos
    Saúde animal

    Bexiga do gato: tudo que você precisa saber sobre o trato urinário inferior dos felinos

    A infecção urinária em gatos é um problema muito comum. A bexiga do gato é um dos órgãos mais atingidos por infecções que são capazes de debilitar todo o sistema excretor. Esse órgão com habilidade de expandir seu tamanho é fundamental no bom funcionamento do organismo de um gato, sendo um dos principais responsáveis pela eliminação da urina. Mas você sabe onde fica a bexiga do gato? Ou qual é sua função? E você tem ideia de que doenças mais afetam essa região?

    Síndrome de Wobbler: entenda mais sobre a doença que afeta raças de cachorros grandes
    Saúde animal

    Síndrome de Wobbler: entenda mais sobre a doença que afeta raças de cachorros grandes

    A síndrome de wobbler é uma doença que afeta principalmente raças de cachorro de grande porte. Ela atinge as vértebras e a medula espinhal do cachorro, desencadeando problemas neurológicos e de locomoção. O tratamento precisa ser o mais rápido possível, pois a síndrome de wobbler pode avançar para estágios mais graves e trazer consequências sérias ao animal. .

    Ver Todas >