Saúde

Cálculo renal em gatos: como se desenvolve? Tem cura? Veterinária explica tudo sobre o problema

O cálculo renal em gatos é mais comum do que você imagina. Saiba mais sobre a doença!
O cálculo renal em gatos é mais comum do que você imagina. Saiba mais sobre a doença!

Não é mistério que os felinos têm certa dificuldade para beber água no dia a dia. A questão é que muitas vezes isso acaba desencadeando vários problemas na saúde do gato, principalmente no sistema urinário, trazendo grande preocupação para os tutores. O cálculo renal em gatos é uma doença mais comum do que se imagina e precisa de alguns cuidados. Por isso, é essencial saber identificar um gato com problema renal para procurar a ajuda de um especialista o quanto antes. Para desvendar as principais dúvidas sobre o assunto, entrevistamos a médica veterinária Luciana Capirazzo, do Hospital Vet Popular. Veja só o que ela nos contou!

Cálculo renal em gatos: entenda o que é e como as temidas “pedras nos rins” são formadas

Popularmente conhecido como “pedra nos rins”, o cálculo renal em gatos - também chamado de urolitíase - se refere ao acúmulo excessivo de sais minerais no trato urinário dos gatos, segundo a profissional. “A formação do cálculo acontece por meio do acúmulo de sais minerais (como cálcio, sódio, potássio, magnésio, fósforo, hidrogênio, bicarbonato, entre outros) e que são filtrados pelo sistema renal”, explica.

Existem diferentes causas associadas a esse quadro, sendo que uma das principais é a falta de ingestão adequada de água. Isto é, quando o gato não bebe água o suficiente, os rins tendem a apresentar algumas falhas e, consequentemente, ficam mais vulneráveis a esse tipo de problema. Além disso, Luciana também destaca que infecções urinárias e cistites também são consideradas possíveis causas para o cálculo renal em gatos.

Problema renal em gatos: saiba quais são os fatores de risco

Além das causas já citadas, é importante estar atento a alguns elementos que também podem contribuir para a formação do cálculo renal em gatos. Um deles é a obesidade, conforme a médica veterinária alerta: “Esse é um fator de risco importante, já que o animal se torna sedentário devido ao excesso de peso, e isso é algo que pode levar à diminuição da ingestão de água”. Além disso, também é importante ter em mente que algumas raças de gato têm maior predisposição genética para ter problemas renais, como é o caso do gato Persa, Ragdoll e Exótico.

Gato com cálculo renal: aprenda a identificar os sintomas da doença

Não é muito difícil identificar um gato com problema renal, ainda mais se for um caso de pedra nos rins. Embora os felinos sejam animais que não gostam de demonstrar quando sentem dor ou desconforto, o tutor deve estar atento a alguns hábitos e comportamentos do animal. Os principais sintomas do cálculo renal em gatos são:

• Dor (principalmente ao urinar), o que leva ao aumento de tempo durante a micção (o ato de fazer xixi)

• Mudança da coloração da urina

• Alteração no odor da urina

• Diminuição da quantidade de urina e aumento da frequência da micção

Xixi no lugar errado

Ainda assim, a veterinária lembra: “Os sinais clínicos de urolitíase em felinos variam de acordo com o número de cálculos presentes, localização no trato urinário e características físicas do urólito”.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Como seria o seu domingo perfeito?

Como você fica em um dia de chuva?

Como seria a viagem ideal nas férias?

Como você costuma encontrar os amigos?

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Como é a sua rotina matinal?

Como é a sua agenda no fim de semana?

Schnauzer e Shih Tzu são raças muito independentes Golden Retriever e Yorkshire são cães que gostam de curtir a companhia dos humanos Border Collie e Jack Russell Terrier são cheios de energia e amam aventura
    A ração renal para gatos pode ajudar a melhorar a saúde do seu pet, mas precisa ser recomendada pelo veterinário
    A ração renal para gatos pode ajudar a melhorar a saúde do seu pet, mas precisa ser recomendada pelo veterinário

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    Cachorro ofegante: quais problemas o sintoma pode indicar?
    Saúde animal

    Cachorro ofegante: quais problemas o sintoma pode indicar?

    Encontrar o cachorro ofegante não é uma questão incomum na vida dos tutores. Normalmente, os peludos ficam mais cansados depois de um longo passeio ou brincadeiras, mas quando não houve nenhum estímulo é preciso ficar atento. Observe alguns sinais do cachorro ofegante: língua pra fora pode indicar calor ou cansaço, agora se o sintoma estiver acompanhado de tremores ou cachorro com dificuldade de respirar, o ideal é levá-lo imediatamente ao veterinário. Para saber como diferenciar e se há necessidade de buscar ajuda médica, nós conversamos com Ricardo Duarte, que é docente do curso de Medicina Veterinária do Centro Universitário FMU, de São Paulo.

    Cálculo renal e insuficiência renal em gatos: qual a diferença entre os dois quadros?

    É comum que alguns tutores se confundam com os dois problemas, mas é importante ter em mente que eles não representam necessariamente a mesma coisa. O que pode acontecer é que as pedras nos rins podem desencadear a insuficiência renal nos gatos, já que, dependendo da gravidade da situação, os rins do animal começam a falhar. Contudo, a insuficiência renal também pode ser desencadeada por vários outros fatores e pode ser de dois tipos: aguda ou crônica. Já sobre os sintomas, alguns deles podem ser comuns nas duas doenças já que, assim como acontece com o cálculo renal, os gatos com insuficiência renal sentem dor e também podem apresentar algumas mudanças de comportamento, como fazer xixi no lugar errado.

    Como é feito o diagnóstico de cálculo renal em gatos?

    Caso haja qualquer suspeita de um gato com problema renal, o tutor precisa levá-lo o quanto antes para uma consulta com um médico veterinário. Somente um profissional pode analisar e descobrir o que está acontecendo com a saúde do seu amigo de quatro patas. No caso do diagnóstico de cálculo renal em gatos, Luciana destaca que exames como urinálise e exames de imagem (raio-x simples e contrastado, ultrassom abdominal e tomografia computadorizada) podem ser solicitados de acordo com a necessidade de cada paciente. Além disso, a profissional acrescenta uma observação: “Alguns exames, como hemograma, função hepática e eletrólitos, auxiliam no diagnóstico de algumas doenças relacionadas com o desenvolvimento dos cálculos”.

    Cálculo renal em gatos: tratamento vai depender da causa

    De nada adianta buscar o tratamento do problema renal em gatos sem saber o que causou isso, certo? “Antes de partirmos para o tratamento, devemos identificar a causa e a localização do cálculo”, alerta a veterinária. Ou seja, a análise de um especialista conta bastante para saber qual é o tratamento mais adequado para o quadro do paciente. Portanto, procurar por alternativas de remédio caseiro para cálculo renal em gatos na internet não deve ser uma opção, e muito menos automedicar o seu pet. No geral, mudanças na alimentação do animal podem ajudar a melhorar, assim como o uso de medicamentos específicos e prescritos pelo veterinário. O aumento de ingestão de água também é outro fator fundamental nesse processo, e que deve fazer parte da vida do bichano até o fim da sua vida. Além dessas medidas, Luciana também revela que cirurgia também pode ser uma possibilidade de tratamento, dependendo da gravidade do caso.

    Ração renal: gatos doentes precisam de alimentação específica e regrada

    Se você tem um gato com problema renal, é bem provável que uma das medidas recomendadas pelo veterinário seja a substituição da ração tradicional por uma específica para animais com a doença. Contudo, como muitos tutores sabem, os felinos são bastante apegados à rotina e não gostam de nenhum tipo de mudança - e isso inclui a alimentação deles. É por isso que é muito importante saber como introduzir a nova ração renal para gatos na dieta do seu amigo. “A troca de ração para os gatos deve ser feita com muito cuidado. Como esses animais possuem apetite muito seletivo, eles podem desenvolver quadros de estresse com as mudanças na alimentação”, explica Luciana.

    Confira um passo a passo de como introduzir a ração renal na rotina do seu pet:

    • Dias 1 e 2: comece com 90% da ração antiga e 10% da ração renal para gatos;

    • Dias 3 e 4: misture 75% da ração antiga e 25% da ração renal para gatos;

    • Dias 5, 6 e 7: misture 50% da ração antiga e 50% da ração renal para gatos;

    • Dias 8 e 9: misture 25% da ração antiga e 75% da ração renal para gatos,

    • Dia 10: ofereça 100% da ração renal para gatos e observe.

    Cálculo renal em gatos: é possível prevenir a doença?

    Cuidar da saúde do gato não é nenhum bicho de sete cabeças, mas exige algumas responsabilidades, principalmente quando o assunto é prevenção do cálculo renal nos felinos. O primeiro passo é estimular a ingestão de líquidos, e isso pode ser feito de diferentes formas, segundo a profissional: as fontes de água para gato, por exemplo, são uma excelente forma de incentivar o bichano a beber água. Além disso, aumentar o número de potes espalhados pela casa e oferecer ração úmida também são alternativas que podem ajudar. Outras dicas incluem evitar o sobrepeso do animal, estimulando-o sempre com brincadeiras e jogos interativos, e evitar também a retenção urinária. Para isso, o tutor deve disponibilizar mais do que um banheiro para gato em diferentes ambientes. Ah, e claro: não se esqueça de fornecer uma alimentação de boa qualidade para o seu amigo de quatro patas. Essa é uma medida que conta bastante para manter a saúde do pet em dia.

    Redação: Juliana Melo

    É normal cachorro roncar? Em quais casos o ronco precisa de atenção?

    Próxima matéria

    É normal cachorro roncar? Em quais casos o ronco precisa de atenção?

    Gato Chartreux: saiba tudo sobre a raça de pelagem cinza
    Raças

    Gato Chartreux: saiba tudo sobre a raça de pelagem cinza

    O Chartreux é uma de raça gato cinza bastante querida entre os apaixonados por felinos. E não é à toa, né? Extremamente dócil e carinhoso, é muito fácil entender o motivo por trás da paixão dos gateiros por esse bichano de pelagem cinza e focinho gordinho, o que lembra bastante um ursinho de pelúcia. No entanto, a características desse gatinho não se resumem apenas à sua aparência. Pensando nisso, reunimos aqui as principais informações sobre a origem, o temperamento, os cuidados e as curiosidades sobre o gato Chartreux. Vem se apaixonar por esse felino com a gente!

    Khao Manee: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de gato tailandesa (e muito rara!)
    Raças

    Khao Manee: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de gato tailandesa (e muito rara!)

    O Khao Manee tem um grande potencial para ser um dos grandes queridinhos entre os apaixonados por gatos. Com olhos de cores marcantes e pelo branquinho, o felino desta raça possui uma aparência rara que chama atenção e é uma ótima companhia para qualquer família. De origem tailandesa, esse gatinho é super amigável e ama estar ao lado dos seus humanos - e até mesmo de outros animais. Para conhecer mais a fundo o gato Khao Manee, o Patas da Casa separou as principais informações sobre esse bichano incrível. Dá uma olhada!

    Van Turco: saiba tudo sobre essa raça de gato
    Raças

    Van Turco: saiba tudo sobre essa raça de gato

    Já ouviu falar no gato Turkish Van? Também chamado de Van Turco ou o contrário, Turco Van, o animal desta raça é muito cobiçado e especial aos olhos dos amantes de felinos. Extremamente dócil e cativante, não é muito difícil entender por que as pessoas se apaixonam por esse bichano de pelagem felpuda e macia. Mas afinal, que outras características são típicas desta raça de gato? Como é a personalidade dele? Que cuidados são necessários no dia a dia do gatinho? Para desvendar todas essas questões, preparamos uma matéria com tudo que você precisa saber sobre o Van Turco. Dá só uma olhada!

    Munchkin: curiosidades, origem, características, cuidados e personalidade... tudo sobre o
    Raças

    Munchkin: curiosidades, origem, características, cuidados e personalidade... tudo sobre o "gato salsicha"

    Gato anão e gato salsicha são algumas denominações usadas para se referir ao Munchkin, um adorável felino com as pernas curtinhas e coluna alongada. A raça de gato não é uma das mais populares do Brasil, mas com certeza chama a atenção pela sua forma física “diferenciada”. Muito doce e cheio de energia, o Munchkin é uma mistura de fofura, inteligência e companheirismo.

    Ver Todas >

    Quais são os vermes em gatos mais comuns?
    Saúde animal

    Quais são os vermes em gatos mais comuns?

    Uma situação mais comum do que se pensa é encontrar um gato com verme. Até mesmo os bichanos que não têm o hábito de sair de casa com frequência podem acabar desenvolvendo esse tipo de problema, pois os ovos desses parasitas podem ser facilmente transportados para dentro de casa em sapatos e roupas. Além disso, se o seu gatinho tem mania de comer outros bichinhos, como insetos ou roedores, ele também fica mais vulnerável aos vermes em gatos. Portanto, é importante saber quais são os tipos de vermes de gato mais comuns e como eles podem afetar a saúde dos felinos. Para maiores esclarecimentos, preparamos uma matéria com o que você precisa saber sobre o assunto.

    Anatomia do cachorro: tudo o que você precisa saber sobre o funcionamento do corpo do seu pet
    Saúde animal

    Anatomia do cachorro: tudo o que você precisa saber sobre o funcionamento do corpo do seu pet

    Já parou para pensar como funciona o corpo do cachorro? A anatomia canina é repleta de curiosidades que podem nos surpreender. Uma das mais conhecidas é que os cães não enxergam todas as cores, mas isso está longe de ser o fato mais intrigante sobre a anatomia do cachorro. Pensando nisso, o Patas da Casa reuniu tudo que você precisa saber sobre o corpo do seu amigo de quatro patas - desde os principais órgãos e sistemas do animal, até os cinco sentidos. Veja a seguir!

    Como é a saúde do Husky Siberiano? A raça de cachorro tem propensão para desenvolver alguma doença?
    Saúde animal

    Como é a saúde do Husky Siberiano? A raça de cachorro tem propensão para desenvolver alguma doença?

    É praticamente impossível resistir ao charme de um Husky Siberiano. A raça tem uma forte presença, com pelos brilhantes e um olhar penetrante que às vezes até chega a intimidar. Mas quem pensa que eles são cães agressivos devido à semelhança com lobos se engana. No fundo, o Husky Siberiano (filhote ou adulto) é um super companheiro, carinhoso e bastante apegado a sua família. O problema é que a raça pode ter alguns probleminhas de saúde no decorrer da sua vida, mesmo que ele receba todos os cuidados necessários. A seguir, separamos as principais doenças que podem acometer a saúde do cachorro Husky.

    Como identificar o carrapato em gato?
    Saúde animal

    Como identificar o carrapato em gato?

    Uma dúvida que alguns tutores tem é se gato pega carrapato, e a resposta para isso é sim: os bichanos não estão imunes a esse tipo de problema. Não é a situação mais comum de acontecer, principalmente no caso de gatos caseiros. No entanto, se o animal tem o hábito de dar umas escapulidas de vez em quando, mora em uma casa com quintal ou divide o espaço com um cãozinho, as chances de encontrar um carrapato em gato em algum momento são altas. Portanto, é importante saber como identificar o parasita e também como tirar carrapato de gato. Para te ajudar nessa missão, preparamos uma matéria com as principais informações sobre o assunto!

    Ver Todas >