close
Saúde

Cálculo renal em gatos: como se desenvolve? Tem cura? Veterinária explica tudo sobre o problema

Atualizado · 19 de novembro de 2020 · 15h35

Publicado · 19/11/2020 · 15h35

O cálculo renal em gatos é mais comum do que você imagina. Saiba mais sobre a doença!
O cálculo renal em gatos é mais comum do que você imagina. Saiba mais sobre a doença!

Não é mistério que os felinos têm certa dificuldade para beber água no dia a dia. A questão é que muitas vezes isso acaba desencadeando vários problemas na saúde do gato, principalmente no sistema urinário, trazendo grande preocupação para os tutores. O cálculo renal em gatos é uma doença mais comum do que se imagina e precisa de alguns cuidados. Por isso, é essencial saber identificar um gato com problema renal para procurar a ajuda de um especialista o quanto antes. Para desvendar as principais dúvidas sobre o assunto, entrevistamos a médica veterinária Luciana Capirazzo, do Hospital Vet Popular. Veja só o que ela nos contou!

Cálculo renal em gatos: entenda o que é e como as temidas “pedras nos rins” são formadas

Popularmente conhecido como “pedra nos rins”, o cálculo renal em gatos - também chamado de urolitíase - se refere ao acúmulo excessivo de sais minerais no trato urinário dos gatos, segundo a profissional. “A formação do cálculo acontece por meio do acúmulo de sais minerais (como cálcio, sódio, potássio, magnésio, fósforo, hidrogênio, bicarbonato, entre outros) e que são filtrados pelo sistema renal”, explica.

Existem diferentes causas associadas a esse quadro, sendo que uma das principais é a falta de ingestão adequada de água. Isto é, quando o gato não bebe água o suficiente, os rins tendem a apresentar algumas falhas e, consequentemente, ficam mais vulneráveis a esse tipo de problema. Além disso, Luciana também destaca que infecções urinárias e cistites também são consideradas possíveis causas para o cálculo renal em gatos.

Problema renal em gatos: saiba quais são os fatores de risco

Além das causas já citadas, é importante estar atento a alguns elementos que também podem contribuir para a formação do cálculo renal em gatos. Um deles é a obesidade, conforme a médica veterinária alerta: “Esse é um fator de risco importante, já que o animal se torna sedentário devido ao excesso de peso, e isso é algo que pode levar à diminuição da ingestão de água”. Além disso, também é importante ter em mente que algumas raças de gato têm maior predisposição genética para ter problemas renais, como é o caso do gato Persa, Ragdoll e Exótico.

Gato com cálculo renal: aprenda a identificar os sintomas da doença

Não é muito difícil identificar um gato com problema renal, ainda mais se for um caso de pedra nos rins. Embora os felinos sejam animais que não gostam de demonstrar quando sentem dor ou desconforto, o tutor deve estar atento a alguns hábitos e comportamentos do animal. Os principais sintomas do cálculo renal em gatos são:

• Dor (principalmente ao urinar), o que leva ao aumento de tempo durante a micção (o ato de fazer xixi)

• Mudança da coloração da urina

• Alteração no odor da urina

• Diminuição da quantidade de urina e aumento da frequência da micção

Xixi no lugar errado

Ainda assim, a veterinária lembra: “Os sinais clínicos de urolitíase em felinos variam de acordo com o número de cálculos presentes, localização no trato urinário e características físicas do urólito”.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    A ração renal para gatos pode ajudar a melhorar a saúde do seu pet, mas precisa ser recomendada pelo veterinário
    A ração renal para gatos pode ajudar a melhorar a saúde do seu pet, mas precisa ser recomendada pelo veterinário

    Mais Lidas

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    A cinomose canina é uma das doenças de cachorro mais perigosas e sérias, principalmente porque pode afetar cães de todas as idades e raças e é altamente contagiosa. O que causa cinomose é um vírus da família Paramyxovirus, e quando o animal não é tratado da forma correta, a doença pode até ser fatal (não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele). 

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar
    Saúde animal

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar

    Encontrar sangue nas fezes do cachorro é um sinal de que algo está fora do normal. O cocô com sangue em cachorro é uma questão que deve ser sempre levada a sério. Há diversas razões para isso acontecer, desde um episódio momentâneo - mais simples de resolver - até doenças mais graves - como a gastroenterite hemorrágica ou câncer em cães. 

    Cálculo renal e insuficiência renal em gatos: qual a diferença entre os dois quadros?

    É comum que alguns tutores se confundam com os dois problemas, mas é importante ter em mente que eles não representam necessariamente a mesma coisa. O que pode acontecer é que as pedras nos rins podem desencadear a insuficiência renal nos gatos, já que, dependendo da gravidade da situação, os rins do animal começam a falhar. Contudo, a insuficiência renal também pode ser desencadeada por vários outros fatores e pode ser de dois tipos: aguda ou crônica. Já sobre os sintomas, alguns deles podem ser comuns nas duas doenças já que, assim como acontece com o cálculo renal, os gatos com insuficiência renal sentem dor e também podem apresentar algumas mudanças de comportamento, como fazer xixi no lugar errado.

    Como é feito o diagnóstico de cálculo renal em gatos?

    Caso haja qualquer suspeita de um gato com problema renal, o tutor precisa levá-lo o quanto antes para uma consulta com um médico veterinário. Somente um profissional pode analisar e descobrir o que está acontecendo com a saúde do seu amigo de quatro patas. No caso do diagnóstico de cálculo renal em gatos, Luciana destaca que exames como urinálise e exames de imagem (raio-x simples e contrastado, ultrassom abdominal e tomografia computadorizada) podem ser solicitados de acordo com a necessidade de cada paciente. Além disso, a profissional acrescenta uma observação: “Alguns exames, como hemograma, função hepática e eletrólitos, auxiliam no diagnóstico de algumas doenças relacionadas com o desenvolvimento dos cálculos”.

    Cálculo renal em gatos: tratamento vai depender da causa

    De nada adianta buscar o tratamento do problema renal em gatos sem saber o que causou isso, certo? “Antes de partirmos para o tratamento, devemos identificar a causa e a localização do cálculo”, alerta a veterinária. Ou seja, a análise de um especialista conta bastante para saber qual é o tratamento mais adequado para o quadro do paciente. Portanto, procurar por alternativas de remédio caseiro para cálculo renal em gatos na internet não deve ser uma opção, e muito menos automedicar o seu pet. No geral, mudanças na alimentação do animal podem ajudar a melhorar, assim como o uso de medicamentos específicos e prescritos pelo veterinário. O aumento de ingestão de água também é outro fator fundamental nesse processo, e que deve fazer parte da vida do bichano até o fim da sua vida. Além dessas medidas, Luciana também revela que cirurgia também pode ser uma possibilidade de tratamento, dependendo da gravidade do caso.

    Ração renal: gatos doentes precisam de alimentação específica e regrada

    Se você tem um gato com problema renal, é bem provável que uma das medidas recomendadas pelo veterinário seja a substituição da ração tradicional por uma específica para animais com a doença. Contudo, como muitos tutores sabem, os felinos são bastante apegados à rotina e não gostam de nenhum tipo de mudança - e isso inclui a alimentação deles. É por isso que é muito importante saber como introduzir a nova ração renal para gatos na dieta do seu amigo. “A troca de ração para os gatos deve ser feita com muito cuidado. Como esses animais possuem apetite muito seletivo, eles podem desenvolver quadros de estresse com as mudanças na alimentação”, explica Luciana.

    Confira um passo a passo de como introduzir a ração renal na rotina do seu pet:

    • Dias 1 e 2: comece com 90% da ração antiga e 10% da ração renal para gatos;

    • Dias 3 e 4: misture 75% da ração antiga e 25% da ração renal para gatos;

    • Dias 5, 6 e 7: misture 50% da ração antiga e 50% da ração renal para gatos;

    • Dias 8 e 9: misture 25% da ração antiga e 75% da ração renal para gatos,

    • Dia 10: ofereça 100% da ração renal para gatos e observe.

    Cálculo renal em gatos: é possível prevenir a doença?

    Cuidar da saúde do gato não é nenhum bicho de sete cabeças, mas exige algumas responsabilidades, principalmente quando o assunto é prevenção do cálculo renal nos felinos. O primeiro passo é estimular a ingestão de líquidos, e isso pode ser feito de diferentes formas, segundo a profissional: as fontes de água para gato, por exemplo, são uma excelente forma de incentivar o bichano a beber água. Além disso, aumentar o número de potes espalhados pela casa e oferecer ração úmida também são alternativas que podem ajudar. Outras dicas incluem evitar o sobrepeso do animal, estimulando-o sempre com brincadeiras e jogos interativos, e evitar também a retenção urinária. Para isso, o tutor deve disponibilizar mais do que um banheiro para gato em diferentes ambientes. Ah, e claro: não se esqueça de fornecer uma alimentação de boa qualidade para o seu amigo de quatro patas. Essa é uma medida que conta bastante para manter a saúde do pet em dia.

    Redação: Juliana Melo

    Como aumentar a imunidade do cachorro e tudo sobre o sistema imunológico dos cães

    Próxima matéria

    Como aumentar a imunidade do cachorro e tudo sobre o sistema imunológico dos cães

    Saiba tudo sobre o gato Himalaia: origem, características, personalidade, cuidados e muito mais
    Raças

    Saiba tudo sobre o gato Himalaia: origem, características, personalidade, cuidados e muito mais

    O gato Himalaia é, sem dúvidas, uma das raças mais queridinhas e desejadas pelos amantes de felinos. Ele reúne em sua genética a mistura de outras duas raças que são muito populares: o gato Persa e o Siamês. Ou seja, é carisma e fofura em dose dupla! Além disso, esse gatinho tem uma personalidade super dócil e tranquila, sendo a companhia perfeita para quem sempre sonhou em ter um bichinho de estimação. Se esse é o seu caso, ou se você já tem um gato do Himalaia e quer conhecer tudo sobre ele, essa matéria vai te ajudar bastante. 

    Gato Singapura: tudo que você precisa saber sobre a raça
    Raças

    Gato Singapura: tudo que você precisa saber sobre a raça

    Com uma beleza extraordinária, o gato Singapura deixa qualquer um babando. Esse felino de pequeno porte é considerado uma das menores raças de gato que existem. Entretanto, suas características físicas singulares não param por aí: os olhos grandes e expressivos são outra particularidade da raça. Além disso, a raça Singapura possui uma personalidade dócil e amigável. Ficou curioso para conhecer mais sobre essa raça de gato?

    Khao Manee: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de gato tailandesa (e muito rara!)
    Raças

    Khao Manee: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de gato tailandesa (e muito rara!)

    O Khao Manee tem um grande potencial para ser um dos grandes queridinhos entre os apaixonados por gatos. Com olhos de cores marcantes e pelo branquinho, o felino desta raça possui uma aparência rara que chama atenção e é uma ótima companhia para qualquer família. De origem tailandesa, esse gatinho é super amigável e ama estar ao lado dos seus humanos - e até mesmo de outros animais. Para conhecer mais a fundo o gato Khao Manee, o Patas da Casa separou as principais informações sobre esse bichano incrível. Dá uma olhada!

    Van Turco: saiba tudo sobre essa raça de gato
    Raças

    Van Turco: saiba tudo sobre essa raça de gato

    Já ouviu falar no gato Turkish Van? Também chamado de Van Turco ou o contrário, Turco Van, o animal desta raça é muito cobiçado e especial aos olhos dos amantes de felinos. Extremamente dócil e cativante, não é muito difícil entender por que as pessoas se apaixonam por esse bichano de pelagem felpuda e macia. Mas afinal, que outras características são típicas desta raça de gato? Como é a personalidade dele? Que cuidados são necessários no dia a dia do gatinho? Para desvendar todas essas questões, preparamos uma matéria com tudo que você precisa saber sobre o Van Turco. Dá só uma olhada!

    Ver Todas >

    Como tirar tártaro de cachorro? Entenda como funciona o procedimento
    Saúde animal

    Como tirar tártaro de cachorro? Entenda como funciona o procedimento

    Demorar para tirar tártaro de cachorro pode causar problemas sérios à saúde. O tártaro nada mais é que o acúmulo de sujeira nos dentes que forma uma placa bacteriana. Com ela, o dente do cachorro passa a sofrer com dor, sensibilidade e inflamações na gengiva causadas pelas bactérias ali presentes. O problema é que o tártaro em cachorro se alastra rapidamente, podendo causar perda dos dentes, infecções graves e até mesmo atingir outros órgãos. Mas afinal, como tirar tártaro de cachorro? O Patas da Casa conversou com Mariana Lage-Marques, médica veterinária especialista em odontologia. 

    Gato obeso: saiba quais as consequências da obesidade na saúde felina
    Saúde animal

    Gato obeso: saiba quais as consequências da obesidade na saúde felina

    O gato obeso pode ser incrivelmente fofo e apertável, mas isso não quer dizer que ele não precisa de cuidados e atenção com a saúde. A verdade é que a obesidade felina - que muitas vezes não é perceptível para os tutores - acaba abrindo portas para uma série de problemas mais sérios. Por isso, saber identificar quando o animal está acima do peso é importante para buscar orientação profissional e ajudar o gato obeso a perder peso.

    Pneumonia em gatos: veterinário explica tudo sobre a doença
    Saúde animal

    Pneumonia em gatos: veterinário explica tudo sobre a doença

    A pneumonia em gatos - ou pneumonia felina - é uma doença respiratória que pode se desenvolver por vários motivos. Às vezes uma queda na imunidade é suficiente para o problema atingir os peludos, mas na maioria dos casos ele deriva de uma simples gripe que não foi tratada do jeito certo. Por isso, a atenção com o gato gripado deve ser enorme! Quanto antes for diagnosticado e tiver o tratamento adequado, menores são as chances de você ter um gato com pneumonia.

    Como é feito tratamento de câncer em cachorro?
    Saúde animal

    Como é feito tratamento de câncer em cachorro?

    Receber o diagnóstico de câncer em cachorro é um momento muito triste para qualquer tutor. A doença é agressiva e traz diversas complicações à saúde do animal. Além de os sintomas do câncer de cachorro serem bem intensos, o tratamento também é bastante delicado e requer atenção especial. A quimioterapia em cães é o tratamento mais conhecido, mas existem outras formas de tratar a doença. 

    Ver Todas >