Gato

Alimentação do gato: como fazer a transição para a ração renal?

Publicado - 17 Novembro 2020 - 15h02

Atualizado - 11 Abril 2024 - 14h35

Nathalia Breder / Médica Veterinária, com foco no atendimento em Nutrição de cães e gatos

CRMV CRMV: 9287/RJ

Formada em Medicina Veterinária pela UNIFESO em 2007 e pós-graduada em Clínica e Cirurgia de animais selvagens e exóticos pelo Qualittas, 2008, pós-graduada em Clínica e Cirurgia de pequenos animais (cães e gatos) pela Equalis, 2009. Mestranda em Nutrição de cães e gatos pela Universidade Federal de Lavras (UFLA/2022). Possuo diversos cursos dentro da área de nutrição desde 2008.

Juliana Melo / Repórter

Jornalista formada pela Facha (Faculdades Integradas Hélio Alonso). Sempre amei o universo pet e meu sonho sempre foi ter um cachorro ou gato, mas essa ainda é uma realidade um pouco distante pra mim. Me sinto um pouco Felícia perto dos bichinhos, e acho fantástico poder entender um pouco melhor o comportamento deles e ajudar tantos tutores por aí!

A oportunidade de entrar na equipe do Patas da Casa foi incrível, porque apesar de não ter um pet, sempre tive muita vontade de conhecer e compreender melhor esse universo. Hoje me sinto praticamente uma ‘expert’ em comportamento de cães e gatos e uma das maiores incentivadoras da adoção animal.

• Filme com animal preferido: “Sempre ao Seu Lado”
• Uma raça de cachorro: Dachshund
• Uma raça de gato: Maine Coon
• A curiosidade favorita sobre cachorros: A maneira como um cão se comporta depende principalmente da criação que ele recebe
• A curiosidade favorita sobre gatos: Os gatos enxergam os humanos como seus semelhantes (basicamente como se fôssemos gatos gigantes)
• Sobre o que mais gosta de escrever no universo pet: Comportamento animal
• Um aprendizado: Adotar um cachorro ou gato é uma das decisões mais bonitas que alguém pode tomar, mas que precisa ser feita com muita responsabilidade
• Nome de pet favorito: Bilbo

Quando pensamos na saúde dos felinos, é impossível não falar de alimentação. A melhor maneira de garantir o bom funcionamento do organismo desses animais é com a ração. Gato consegue encontrar todos os nutrientes que precisa nesse tipo de alimento. Existem vários tipos de ração que atendem a diferentes especificidades de cada pet. A ração renal para gatos, por exemplo, pode ser indicada em alguns casos de alterações renais. No entanto, o processo de transição de uma para a outra pode ser um pouco complicado, e é fundamental saber como fazer isso do jeitinho certo. Por isso, o Patas da Casa conversou com a médica veterinária Nathalia Breder, que é especialista em nutrição animal, e ela deu algumas dicas. Veja só!

Ração renal: gatos precisam de recomendação médica antes de iniciar a dieta

Antes de mais nada, é preciso entender o que é e para que serve a ração renal para gatos. De acordo com a especialista, esse tipo de alimento serve para a manutenção básica dos felinos, mas possui algumas restrições de quantidade, tipos de proteína e outros ingredientes. “A maioria das rações renais substituem a proteína animal pela vegetal, tentando minimizar a sobrecarga de fósforo no organismo”, revela. Além do mais, Nathalia explica que, por mais que essas restrições sejam necessárias para manter a saúde do gato renal, essa é uma dieta que não é indicada para qualquer alteração nos rins do animal. “Existem fases em que a ração é recomendada, e apenas o médico veterinário vai saber em que momento iniciar a nova dieta”, justifica.

Também vale destacar que a ração renal para gatos não deve ser utilizada como forma de prevenção, porque pode trazer consequências nada agradáveis para o peludinho. “Isso acarretaria exatamente o oposto, levando a uma doença renal”.

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Alimentação do gato: passo a passo de como fazer a transição da ração tradicional para a ração renal

O ideal é que, durante o processo de transição, o felino esteja com o paladar e o apetite normais, sem os enjoos que são comuns na doença renal. “Desta forma, a probabilidade dele não correlacionar a ração com o mal estar sentido durante a doença é maior e o sucesso da adaptação será melhor”, esclarece Nathalia. Além disso, a profissional orienta que o tutor deve misturar a ração de gato na seguinte proporção para facilitar o processo de transição:

1º dia: 80% da ração que ele já usa + 20% da ração renal.

2º dia: 60% da ração que ele já usa + 40% da ração renal.

3º dia: 40% da ração que ele já usa + 60% da ração renal.

4º dia: 20% da ração que ele já usa + 80% da ração renal.

5º dia: 100% da ração renal.

alimentação do gato: gato comendo ração

A Mia, gatinha da Ana Heloísa, precisou se adaptar a ração renal para gatos. Saiba como foi o processo!

 

Diagnosticada com problemas renais, a Mia, gatinha da Ana Heloísa, precisou trocar de ração como parte do tratamento. Segundo a tutora, o processo foi tranquilo, mas ela não aceitou o novo alimento de primeira. Só depois de conversar com a veterinária é que Ana descobriu que a melhor forma de fazer a transição é não associando a ração renal  com o enjoo que normalmente os felinos sentem nessa fase da doença. “As primeiras vezes que ofereci essa ração foram sempre depois do tratamento com soro + medicação para enjoo ou depois do medicamento que ajuda a estimular o apetite (tudo prescrito pela veterinária)”, revela.

No entanto, quando a proporção da ração renal aumentou, Mia passou a rejeitar o alimento. Para reverter isso, Ana Heloísa precisou trocar de marca e escolher outra ração para gatos renais: “Agora ela está comendo super bem e 100% da ração renal. Como tutora, a dica é ter paciência e prestar atenção aos sinais que o gatinho dá sobre o melhor momento de oferecer o alimento.”

Cuidados importantes na hora de realizar a transição para a ração renal para gatos

• Pode utilizar o sachê renal para saborizar a ração seca, ou oferecer separadamente; 

• Não se deve introduzir a ração no ambiente de internação para ele não correlacionar o sabor do produto com o momento de estresse e enjoo;

• Lembre-se que a introdução da ração renal deve ser feita quando o gatinho está estável dentro da doença; 

• Não se deve usar frango para saborizar a ração em hipótese alguma, visto que a carne de frango tem alta concentração de fósforo, que é exatamente o que é evitado na formulação da ração renal. A taxa precisa ser monitorada constantemente no paciente. 

Redação: Juliana Melo

Comportamento

Mais rápido do mundo: gato skatista quebra recorde impressionante e entra para o Guinness

Sabia que existem vários gatos recordistas por aí? Algum tempo atrás, uma gata de 27 anos foi reconhecida pelo Guinness Book como o ...

Brinquedos

Esse brinquedo de gato faz tanto sucesso na minha casa que meus gatos não querem parar de brincar: diversão garantida!

Não é preciso muito para deixar os felinos felizes e relaxados. Basta um brinquedo de gato que instigue os instintos da espécie e os...

Adoção

Casal atravessa o oceano para tirar férias relaxantes e acaba resgatando um gato de rua machucado

O Dia dos Namorados Pet não é só um momento para celebrar o amor que você sente pelo seu gato ou cachorro. É também época para recon...

Comportamento

Com quantos anos você descobriu que os gatos no Egito eram divindades e símbolos de proteção?

Você sabia que os gatos no Egito eram adorados e vistos como criaturas místicas? A relação entre humanos e gatos ao longo da históri...

Comportamento

Gatinho entra em profundo sofrimento quando é separado de seu brinquedo favorito

Identificar um gato triste não é tão fácil quanto parece. Ao contrário dos cachorros, que são animais expressivos, os felinos demons...

Comportamento

Mais rápido do mundo: gato skatista quebra recorde impressionante e entra para o Guinness

Sabia que existem vários gatos recordistas por aí? Algum tempo atrás, uma gata de 27 anos foi reconhecida pelo Guinness Book como o ...

Comportamento

São mais de 100 sons diferentes: a incrível capacidade de comunicação dos gatos vai te deixar de queixo caído

Com certeza o som de gato mais conhecido é o miado. Mas você sabia que os gatos são capazes de emitir mais de 100 sons diferentes? I...

Brinquedos

Esse brinquedo de gato faz tanto sucesso na minha casa que meus gatos não querem parar de brincar: diversão garantida!

Não é preciso muito para deixar os felinos felizes e relaxados. Basta um brinquedo de gato que instigue os instintos da espécie e os...

Ver todas