Gato

Cálculo renal em gatos: como se desenvolve? Tem cura? Veterinária explica tudo sobre o problema

Publicado - 19 Novembro 2020 - 15h35

Atualizado - 06 Maio 2024 - 12h19

Luciana Capirazzo / Especialista em Medicina Felina e odontologia veterinária

CRMV CRMV: 20.172- SP

Formada em Medicina Veterinária pela UNIP e pós-graduado em Lato Sensu. Especialização em Odontologia Veterinária.

Juliana Melo / Repórter

Jornalista formada pela Facha (Faculdades Integradas Hélio Alonso). Sempre amei o universo pet e meu sonho sempre foi ter um cachorro ou gato, mas essa ainda é uma realidade um pouco distante pra mim. Me sinto um pouco Felícia perto dos bichinhos, e acho fantástico poder entender um pouco melhor o comportamento deles e ajudar tantos tutores por aí!

A oportunidade de entrar na equipe do Patas da Casa foi incrível, porque apesar de não ter um pet, sempre tive muita vontade de conhecer e compreender melhor esse universo. Hoje me sinto praticamente uma ‘expert’ em comportamento de cães e gatos e uma das maiores incentivadoras da adoção animal.

• Filme com animal preferido: “Sempre ao Seu Lado”
• Uma raça de cachorro: Dachshund
• Uma raça de gato: Maine Coon
• A curiosidade favorita sobre cachorros: A maneira como um cão se comporta depende principalmente da criação que ele recebe
• A curiosidade favorita sobre gatos: Os gatos enxergam os humanos como seus semelhantes (basicamente como se fôssemos gatos gigantes)
• Sobre o que mais gosta de escrever no universo pet: Comportamento animal
• Um aprendizado: Adotar um cachorro ou gato é uma das decisões mais bonitas que alguém pode tomar, mas que precisa ser feita com muita responsabilidade
• Nome de pet favorito: Bilbo

Não é mistério que os felinos têm certa dificuldade para beber água no dia a dia. A questão é que muitas vezes isso acaba desencadeando vários problemas na saúde do gato, principalmente no sistema urinário, trazendo grande preocupação para os tutores. O cálculo renal em gatos é uma doença mais comum do que se imagina e precisa de alguns cuidados. Por isso, é essencial saber identificar um gato com problema renal para procurar a ajuda de um especialista o quanto antes. Para desvendar as principais dúvidas sobre o assunto, entrevistamos a médica veterinária Luciana Capirazzo, do Hospital Vet Popular. Veja só o que ela nos contou!

Cálculo renal em gatos: entenda o que é e como as temidas “pedras nos rins” são formadas

Popularmente conhecido como “pedra nos rins”, o cálculo renal em gatos - também chamado de urolitíase - se refere ao acúmulo excessivo de sais minerais no trato urinário dos gatos, segundo a profissional. “A formação do cálculo acontece por meio do acúmulo de sais minerais (como cálcio, sódio, potássio, magnésio, fósforo, hidrogênio, bicarbonato, entre outros) e que são filtrados pelo sistema renal”, explica.

Existem diferentes causas associadas a esse quadro, sendo que uma das principais é a falta de ingestão adequada de água. Isto é, quando o gato não bebe água o suficiente, os rins tendem a apresentar algumas falhas e, consequentemente, ficam mais vulneráveis a esse tipo de problema. Além disso, Luciana também destaca que infecções urinárias e cistites também são consideradas possíveis causas para o cálculo renal em gatos.

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Problema renal em gatos: saiba quais são os fatores de risco

Além das causas já citadas, é importante estar atento a alguns elementos que também podem contribuir para a formação do cálculo renal em gatos. Um deles é a obesidade, conforme a médica veterinária alerta: “Esse é um fator de risco importante, já que o animal se torna sedentário devido ao excesso de peso, e isso é algo que pode levar à diminuição da ingestão de água”. Além disso, também é importante ter em mente que algumas raças de gato têm maior predisposição genética para ter problemas renais, como é o caso do gato Persa, Ragdoll e Exótico.

Gato com cálculo renal: aprenda a identificar os sintomas da doença

Não é muito difícil identificar um gato com problema renal, ainda mais se for um caso de pedra nos rins. Embora os felinos sejam animais que não gostam de demonstrar quando sentem dor ou desconforto, o tutor deve estar atento a alguns hábitos e comportamentos do animal. Os principais sintomas do cálculo renal em gatos são:

• Dor (principalmente ao urinar), o que leva ao aumento de tempo durante a micção (o ato de fazer xixi)

• Mudança da coloração da urina

• Alteração no odor da urina

• Diminuição da quantidade de urina e aumento da frequência da micção

Xixi no lugar errado

Ainda assim, a veterinária lembra: “Os sinais clínicos de urolitíase em felinos variam de acordo com o número de cálculos presentes, localização no trato urinário e características físicas do urólito”.

 

Tutora segurando pote enquanto gato come ração dentro dele

 

Cálculo renal e insuficiência renal em gatos: qual a diferença entre os dois quadros?

 

É comum que alguns tutores se confundam com os dois problemas, mas é importante ter em mente que eles não representam necessariamente a mesma coisa. O que pode acontecer é que as pedras nos rins podem desencadear a insuficiência renal nos gatos, já que, dependendo da gravidade da situação, os rins do animal começam a falhar. Contudo, a insuficiência renal também pode ser desencadeada por vários outros fatores e pode ser de dois tipos: aguda ou crônica. Já sobre os sintomas, alguns deles podem ser comuns nas duas doenças já que, assim como acontece com o cálculo renal, os gatos com insuficiência renal sentem dor e também podem apresentar algumas mudanças de comportamento, como fazer xixi no lugar errado.

Como é feito o diagnóstico de cálculo renal em gatos?

Caso haja qualquer suspeita de um gato com problema renal, o tutor precisa levá-lo o quanto antes para uma consulta com um médico veterinário. Somente um profissional pode analisar e descobrir o que está acontecendo com a saúde do seu amigo de quatro patas. No caso do diagnóstico de cálculo renal em gatos, Luciana destaca que exames como urinálise e exames de imagem (raio-x simples e contrastado, ultrassom abdominal e tomografia computadorizada) podem ser solicitados de acordo com a necessidade de cada paciente. Além disso, a profissional acrescenta uma observação: “Alguns exames, como hemograma, função hepática e eletrólitos, auxiliam no diagnóstico de algumas doenças relacionadas com o desenvolvimento dos cálculos”.

Cálculo renal em gatos: tratamento vai depender da causa

De nada adianta buscar o tratamento do problema renal em gatos sem saber o que causou isso, certo? “Antes de partirmos para o tratamento, devemos identificar a causa e a localização do cálculo”, alerta a veterinária. Ou seja, a análise de um especialista conta bastante para saber qual é o tratamento mais adequado para o quadro do paciente. Portanto, procurar por alternativas de remédio caseiro para cálculo renal em gatos na internet não deve ser uma opção, e muito menos automedicar o seu pet. No geral, mudanças na alimentação do animal podem ajudar a melhorar, assim como o uso de medicamentos específicos e prescritos pelo veterinário. O aumento de ingestão de água também é outro fator fundamental nesse processo, e que deve fazer parte da vida do bichano até o fim da sua vida. Além dessas medidas, Luciana também revela que cirurgia também pode ser uma possibilidade de tratamento, dependendo da gravidade do caso.

Ração renal: gatos doentes precisam de alimentação específica e regrada

Se você tem um gato com problema renal, é bem provável que uma das medidas recomendadas pelo veterinário seja a substituição da ração tradicional por uma específica para animais com a doença. Contudo, como muitos tutores sabem, os felinos são bastante apegados à rotina e não gostam de nenhum tipo de mudança - e isso inclui a alimentação deles. É por isso que é muito importante saber como introduzir a nova ração renal para gatos na dieta do seu amigo. “A troca de ração para os gatos deve ser feita com muito cuidado. Como esses animais possuem apetite muito seletivo, eles podem desenvolver quadros de estresse com as mudanças na alimentação”, explica Luciana.

Confira um passo a passo de como introduzir a ração renal na rotina do seu pet:

• Dias 1 e 2: comece com 90% da ração antiga e 10% da ração renal para gatos;

• Dias 3 e 4: misture 75% da ração antiga e 25% da ração renal para gatos;

• Dias 5, 6 e 7: misture 50% da ração antiga e 50% da ração renal para gatos;

• Dias 8 e 9: misture 25% da ração antiga e 75% da ração renal para gatos,

• Dia 10: ofereça 100% da ração renal para gatos e observe.

Cálculo renal em gatos: é possível prevenir a doença?

Cuidar da saúde do gato não é nenhum bicho de sete cabeças, mas exige algumas responsabilidades, principalmente quando o assunto é prevenção do cálculo renal nos felinos. O primeiro passo é estimular a ingestão de líquidos, e isso pode ser feito de diferentes formas, segundo a profissional: as fontes de água para gato, por exemplo, são uma excelente forma de incentivar o bichano a beber água. Além disso, aumentar o número de potes espalhados pela casa e oferecer ração úmida também são alternativas que podem ajudar. Outras dicas incluem evitar o sobrepeso do animal, estimulando-o sempre com brincadeiras e jogos interativos, e evitar também a retenção urinária. Para isso, o tutor deve disponibilizar mais do que um banheiro para gato em diferentes ambientes. Ah, e claro: não se esqueça de fornecer uma alimentação de boa qualidade para o seu amigo de quatro patas. Essa é uma medida que conta bastante para manter a saúde do pet em dia.

Redação: Juliana Melo

O menor gato do mundo é selvagem, praticamente cabe na palma da mão e tem a pelagem laranja

Quando pensamos no menor gato do mundo, é inevitável não considerar algumas raças de gato domésticas que são famosas pela baixa esta...

Plantei essa grama de gato e meus pets ficaram loucos: dá pra fazer com um ingrediente barato que você tem em casa

A grama de gato é uma plantinha cheia de benefícios e totalmente segura, cultivada especialmente para os bichanos. Além de deixar os...

Salmiak: possível nova raça de gato com pelos "grisalhos" é descoberta por cientistas

Cerca de 74 raças de gato são oficialmente reconhecidas pela TICA (The International Cat Association), um órgão que registra os pedi...

Esses são os 6 sinais mais comuns de verme de gato: alguns passam despercebidos até se você for um tutor muito atento

Assim como o verme em cachorro filhote e adulto, um dos problemas mais preocupantes que podem afetar os bichanos é o verme de gato. ...

Esses são os 210 nomes de cachorro macho mais famosos: encontre a melhor ideia para chamar o pet que acabou de adotar

Escolher um nome de cachorro macho nem sempre é fácil, já que a variedade de opções pode deixar muitos tutores perdidos. É possível ...

O menor gato do mundo é selvagem, praticamente cabe na palma da mão e tem a pelagem laranja

Quando pensamos no menor gato do mundo, é inevitável não considerar algumas raças de gato domésticas que são famosas pela baixa esta...

O cachorro mais popular de todos: saiba qual é a raça mais pesquisada no Brasil em 2024

As raças de cachorro mais populares geralmente incluem nomes como o Shih Tzu, Golden Retriever e Yorkshire. Mas sabia que tem um cão...

Plantei essa grama de gato e meus pets ficaram loucos: dá pra fazer com um ingrediente barato que você tem em casa

A grama de gato é uma plantinha cheia de benefícios e totalmente segura, cultivada especialmente para os bichanos. Além de deixar os...

Ver todas