Saúde

Cachorro lambendo a pata sem parar? Veja o que esse comportamento pode indicar

Cachorro lambendo as patas: saiba mais sobre como resolver esse problema.
Cachorro lambendo as patas: saiba mais sobre como resolver esse problema.

Você já se perguntou o motivo por trás do cachorro lambendo a pata? Às vezes, é normal o dono interpretar como um comportamento natural e não se preocupar. Aí está o erro: cachorros lambendo as patas podem, sim, significar um problema de saúde. Toda ação canina tem uma explicação e, se não for o caso de uma doença, é uma questão de comportamento. Para entender mais sobre o problema, conversamos com dois tutores que passam pela situação.

Cachorro lambendo a pata pode ser ansiedade!

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

As crises alérgicas costumam acontecer:

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
    Cachorro lambendo a pata: a Lola tem esse comportamento quando não recebe atenção.
    Cachorro lambendo a pata: a Lola tem esse comportamento quando não recebe atenção.

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    A ansiedade em cães é muito comum e, em alguns casos, pode desencadear problemas graves, como a obesidade canina. Ela não só acaba com os móveis dos tutores, como prejudica a saúde mental e física do animal. O ideal é buscar a ajuda de um veterinário para lidar com o comportamento. Em alguns casos, o floral para ansiedade pode ajudar.

    É o caso do Lola, cachorra da Marcella Castoldi, que mora no Rio Grande do Sul. Ela e seu marido perceberam, há quase 2 anos, que a cadelinha lambia as patinhas e sempre estava machucada, com irritações entre os dedos e nos coxins. “De início, a gente achava que ela se lambia pelos machucados. Começamos a observar se não era por causa dos produtos que usávamos no chão ou alguma ferida feita durante um passeio, mas era o contrário. Ela se lambia tanto que estava machucando as patinhas. Em função disso ela teve uma sepsia, que passou das patinhas para a boca e os ouvidos”, conta. 

    A cachorra costuma se lamber quando é contrariada ou quando não recebe atenção. Se ela está deitada na cama e precisa sair ou se não há espaço no sofá, por exemplo, os ataques de lambedura se tornam mais frequentes. 

    Cachorro lambendo a pata excessivamente: Bruce foi diagnosticado com estresse

    Por que cachorro lambe a pata? O Bruce faz uso de medicamentos para evitar a lambedura.
    Por que cachorro lambe a pata? O Bruce faz uso de medicamentos para evitar a lambedura.

    O Bruce, cachorro da Cláudia Fernandes, do Rio de Janeiro, teve uma história parecida com a da cachorrinha Lola. Depois de um tempo, ao reparar no cachorro lambendo as patas, a Cláudia percebeu que a região começou a ficar escurecida. Bruce começou a choramingar e morder o local, como se estivesse coçando muito. “À princípio, foi diagnosticado como dermatite atópica. Podia ser alergia a produtos de limpeza ou ao próprio shampoo usado no banho. Fizemos várias ações, mas como a alergia não cessou, veio o diagnóstico de estresse”, explica.

    O Bruce é acompanhado por um veterinário clínico geral e um especialista em dermatologia. Hoje, ele também usa medicamentos orais com corticóides e sprays para aplicação na pata, que amenizam temporariamente a lambedura. A observação do comportamento, no entanto, é constante.

    Cachorro lambendo a pata: conheça outras possíveis causas

    Existem outras razões que levam os cães a lamber as patas excessivamente. Um desses motivos pode ser a existência de pulgas e carrapatos no animal. Os parasitas podem morder nas extremidades dos dedos e até nos coxins, gerando uma ferida. Em alguns casos, a simples presença dos parasitas já causa incômodo, levando o animal a morder a região na tentativa de aliviar a coceira. 

    Outro caso pode ser a dermatite atópica canina, um transtorno muito comum nos cães. O problema pode se desenvolver no contato do animal com ácaros, poeiras e até produtos de limpeza. Há alguns estudos que mostram que essa dermatite também é de caráter hereditário. Seja como for, é importante ver se o seu cãozinho não está lambendo a pata por causa de uma alergia

    Por último, seu cachorro pode lamber as patas por estar sentindo dor. Ao passear, caso o asfalto esteja quente, ele pode queimar as almofadinhas e a lambedura é a alternativa que ele encontra para aliviar. Caso perceba que o seu cão está lambendo a patinha sem parar, verifique se não há queimaduras, presença de corpos estranhos (vidro, farpas de madeira, pedrinhas) ou feridas ainda mais graves.

    Cachorro lambendo a pata: dicas para evitar o problema

    Se o seu cachorro demonstrar esse tipo de comportamento, você pode ajudá-lo investindo em outras alternativas para que ele evite essa atitude. Caso seja qualquer um dos outros motivos listados acima, o médico veterinário saberá a melhor maneira de tratar o seu amigo. Mas, separamos algumas dicas para você evitar esse problema: 

    • Invista em enriquecimento ambiental

    Um cão que não fica no tédio é um cão feliz! E para isso vale investir em passeios e brinquedos inteligentes que vão estimular seu peludo a caçar a própria comida. Já existem muitos produtos no mercado que podem ajudá-lo a ter dias mais movimentados.

    • Creche ou passeador de cachorro

    Se você não fica muito tempo em casa e acha que essa pode ser uma das razões pelas quais o seu cãozinho fica ansioso (e desconta na patinha) vale a pena procurar por uma creche para cães. Nela, seu peludo vai se distrair com atividades próprias e com a presença de outros animais, e não vai ligar para a patinha. Caso a opção da creche não seja viável para o seu orçamento, você pode procurar por um passeador de cachorro para gastar a energia acumulada.

    • Evite produtos de limpeza com muitos químicos

    Os nossos cães estão sempre em contato com o chão. Eles deitam, lambem, rolam, comem do chão e, às vezes, podem se intoxicar com produtos de limpeza que possuem muitos químicos. Nesse caso, vale a pena investir em produtos próprios para cães, que possuem em sua fórmula ingredientes que não prejudicam animais. Vale também pesquisar como fazer o seu próprio produto de limpeza. 

    Redação: Júlia Cruz

    Gato picado por abelha: o que fazer?

    Próxima matéria

    Gato picado por abelha: o que fazer?

    Pequinês: tudo o que você precisa saber sobre a raça de cachorro pequeno
    Pequenos

    Pequinês: tudo o que você precisa saber sobre a raça de cachorro pequeno

    Para quem procura por raças de cachorro pequeno, o Pequinês pode ser a companhia perfeita. Além de se adaptar muito bem a apartamentos e outros espaços reduzidos, esse pequeno cãozinho é dotado de uma personalidade carinhosa, amigável e extremamente leal aos seus humanos. Apesar da baixa estatura, o cachorro Pequinês também é super corajoso, e uma das maiores provas de que tamanho não é documento. 

    Dogo Argentino: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de cachorro grande
    Grandes

    Dogo Argentino: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de cachorro grande

    Você já ouviu falar no Dogo Argentino? Essa é uma raça de cachorro que teve origem em um país vizinho ao nosso, a Argentina. Embora pareçam sérios, os cães desta raça são uns amores e têm tudo para te conquistar, principalmente se o que você procura é um amigo de quatro patas bem leal e parceiro. Mas antes de comprar ou adotar um cachorro desta raça, que tal conhecê-lo um pouco mais a fundo? 

    O que fazer para o cachorro parar de marcar território: 7 dicas para lidar com o xixi fora do lugar!
    xixi

    O que fazer para o cachorro parar de marcar território: 7 dicas para lidar com o xixi fora do lugar!

    Ter um cãozinho em casa é só alegria, mas é sempre bom que o dono esteja preparado para lidar com alguns comportamentos inconvenientes do animal. Um deles é o xixi fora do lugar para deixar o cheiro em todos os cantos da casa. O que fazer para o cachorro parar de marcar território? O costume é desagradável e pode até tirar o sossego de muitos tutores por aí. Para te ajudar, separamos algumas dicas para evitar que o cachorro marque território em casa e faça xixi onde não deve. Acompanhe!

    100 curiosidades sobre cachorros que vão te impressionar
    Cachorro

    100 curiosidades sobre cachorros que vão te impressionar

    Todo mundo sabe que o cachorro é o melhor amigo do homem, mas será que você realmente conhece o seu amigo de quatro patas? Existem várias curiosidades sobre cachorro que muitas vezes surpreendem a gente. Seja por causa de um comportamento canino que não faz muito sentido na nossa cabeça - como o hábito de “cavar” antes de dormir -, ou seja porque nunca pesquisamos muito a fundo sobre a anatomia do cachorro. 

    Ver Todas >

    Epilepsia em gatos: veterinária tira dúvidas sobre o problema de saúde
    Saúde animal

    Epilepsia em gatos: veterinária tira dúvidas sobre o problema de saúde

    Quando se trata da saúde do gato, todo cuidado é pouco. Assim como acontece com os humanos, os felinos também são vulneráveis a vários problemas bem desagradáveis, como a epilepsia. O distúrbio afeta o sistema nervoso central e gera consequências como a convulsão em gatos. A situação pode assustar bastante os tutores, por isso é importante conhecer cada detalhe da doença. 

    Como aumentar a imunidade do gato? Veja algumas dicas!
    Saúde animal

    Como aumentar a imunidade do gato? Veja algumas dicas!

    A preocupação com a saúde dos gatos é inevitável, afinal os bichanos são praticamente como se fossem filhos de quatro patas para os seres humanos. Por isso, além de oferecer uma boa alimentação para esses animais, muitos tutores também procuram por alternativas de como melhorar a imunidade do seu gato para evitar problemas de saúde. Como muitos sabem, a vitamina C é indispensável nessa missão, mas onde ela pode ser encontrada? 

    Quais as doenças mais comuns que atingem o sistema digestivo do cachorro?
    Saúde animal

    Quais as doenças mais comuns que atingem o sistema digestivo do cachorro?

    O sistema digestivo do cachorro é composto por boca, esôfago, estômago, intestino delgado, intestino grosso e ânus e cada um desses órgãos possui uma atividade específica durante a digestão dos alimentos. O problema é que, assim como ocorre com os humanos, os cães também podem sofrer com algumas doenças que atingem o sistema digestivo canino e que são causadas por fatores que variam desde a ingestão de alimentos contaminados até quadros de estresse ou ansiedade. 

    Anticoncepcional para gatos: veterinária aponta os perigos da vacina para cio de gato
    Saúde animal

    Anticoncepcional para gatos: veterinária aponta os perigos da vacina para cio de gato

    Já parou para pensar como ocorre o cruzamento entre os gatos? Os machos sempre estão dispostos a acasalar, mas as fêmeas precisam estar no período do cio para aceitar a aproximação. O primeiro cio costuma ocorrer quando o animal atinge a puberdade, que normalmente é entre o 8º e o 10º mês de vida. Esse costuma ser um período bastante delicado para todos, que precisam já que a gata passa por uma grande carga de estresse. 

    Ver Todas >