Adestramento

5 motivos pelos quais seu cachorro late em casa

Seu cachorro late muito? Saiba o que fazer para melhorar isso!
Seu cachorro late muito? Saiba o que fazer para melhorar isso!

O cachorro latindo pode significar várias coisas: é com essa comunicação que eles conseguem sinalizar para seus humanos o que querem e, até mesmo, se há algo incomodando ou alguém por perto que apresenta perigo. Cada cachorro tem uma personalidade e, por isso, alguns latem mais e outros menos. Há estudos também que apontam a diferença de latidos entre as raças. Agora, se você tem um cachorro que late muito a ponto de causar problemas com vizinhos, é necessário avaliar a melhor alternativa para ajudar o animal e conviver pacificamente com a vizinhança. Afinal, para quem não tem cães, o latido de cachorro pode ser um grande incômodo. 

Cachorro latindo: conheça os principais motivos! 

Se você quer saber como fazer o cachorro parar de latir, anote a primeira dica: não adianta gritar pedindo que ele pare! Os cachorros entendem o grito como um incentivo para continuar com esse comportamento. Ou seja: ele entende que você está brincando e quer participar daquele momento “divertido”. Isso gera mais ansiedade e, em vez de parar, os latidos só vão aumentar.  Mantenha a calma e leia as nossas dicas para entender a linguagem do seu animal e saber como agir. Abaixo estão seis motivos pelos quais seu cão pode estar latindo: 

  1. Comunicação

A comunicação mais eficaz dos cães é o latido. A sonoridade, a frequência e até mesmo a postura corporal ao latir são maneiras de identificar em quais casos aquele latido se encaixa. O ideal é não punir esse comportamento, afinal, o animal não tem culpa de latir. Observe a frequência antes de tomar uma atitude!

  1. Ansiedade

Sim, os cães podem ser ansiosos independente da raça. A ansiedade tem a ver com os estímulos que o animal recebe no dia a dia. Cães que são muito apegados aos seus donos, podem latir e chorar no momento que perceberem que estão sozinhos e isso pode causar um problema. A ansiedade dos cães pode ser controlada com a oferta de brinquedos, passeios e outros estímulos. 

  1. Alarmes

A capacidade auditiva dos cães é superior a dos humanos. Eles escutam o som cerca de quatro segundos antes e em um volume bem maior. Por isso, é normal que antes de uma visita chegar na porta da sua casa, seu cão já comece a latir. Qualquer pequeno barulhinho pode acordar o cachorro. É por isso que eles não costumam gostar de ambientes onde o som é muito alto, pois isso incomoda seus ouvidos. Se você escuta seu cão latir no quintal para o portão ou até mesmo no apartamento para um local específico, ele pode estar tentando te avisar sobre alguma coisa. 

A mesma coisa serve para os passeios, onde cães podem latir para pessoas nas ruas, caso achem que ela pode vir a apresentar algum perigo. É importante sempre prestar atenção no cachorro latindo, se sua “voz” é mais grossa ou mais aguda, para identificar o que o latido quer dizer

  1. Dor ou medo

Um latido arrastado, uníssono ou até meio esganiçado: fique atento pois o cachorro pode estar sentindo dor e a única forma de te avisar é com latidos. Você já viu um cachorro se machucar na rua ou em um parque de cachorros? É comum eles tentarem chamar atenção com os latidos. Se tiver algum outro cão por perto, a reação dele sempre será parar o que está fazendo e ir em direção ao cachorro que está latindo de dor. Em casa, a situação pode ser semelhante. A qualquer sinal, busque ajuda de um veterinário!

  1. Brincadeiras

Cachorros são filhos e isso não é apenas uma frase clichê. Como as crianças, eles se comunicam com outros quando estão brincando. Eles podem latir, grunhir e até mesmo rosnar para sinalizar a brincadeira, o importante é que ele consiga ser entendido pelo outro animal (ou humano), para que o encontro seja agradável para todos os envolvidos. É normal que, ao pegar um brinquedo, o cão lata na direção de seu humano. Encare isso como uma forma fofa de te convidar para se divertir!

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

question quiz stamp

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

Question Header Background
question quiz stamp

As crises alérgicas costumam acontecer:

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Question Header Background
question quiz stamp

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Question Header Background
question quiz stamp

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

Question Header Background
question quiz stamp

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

Question Header Background

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
    Um cão que late demais pode ter problemas na vizinhança
    Um cão que late demais pode ter problemas na vizinhança

    Mais Lidas

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
    Comportamento animal

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

    Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
    Comportamento animal

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

    Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos
    Comportamento animal

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos

    Quem tem um gatinho já deve ter percebido que eles costumam afofar ou “amassar pãozinho” em algumas circunstâncias específicas. Os movimentos lembram uma massagem. Antes de deitar, quando estão no colo do dono ou quando encontram uma coberta fofinha e macia. Se mesmo sem saber porquê eles fazem isso a gente já acha a coisinha mais linda do mundo, imaginem depois de saber? Vem com a gente desvendar!

    Meu cachorro late muito quando eu saio. O que fazer?

    Se o seu cachorro late muito quando você sai de casa, com certeza ele está sofrendo de ansiedade de separação. O ideal é procurar um adestrador. O profissional vai observar o que aflige o animal e escolher a melhor forma de deixar ele mais calmo. Uma boa dica é sempre gastar a energia de seu cão, seja com o passeio diário ou com o uso de enriquecimento ambiental. Deixe disponível brinquedos, petiscos e outras atividades para que ele possa se entreter no tempo em que você estiver ausente. Também é válido procurar uma creche ou day-care, onde o animal não vai ficar sozinho. Na creche, ele vai ter contato com outros cães, pessoas e atividades, além de gastar a energia e não incomodar ninguém com os seus latidos. 

    Como fazer cachorro parar de latir?

    Não existe fórmula mágica, somente treino, dedicação e paciência. A primeira coisa é não recompensar o cão quando ele latir em um momento inadequado, pois ele vai entender que ao latir, consegue uma recompensa. A segunda é investir em algum comando para associar o latido a certos momentos ou então fazer o cão parar de latir. De todas as maneiras, é preciso treino e, em alguns casos, a ajuda de um profissional. Não se esqueça que, ao impedir um cão de latir, isso também pode ocasionar problemas. Afinal, é assim que eles se comunicam!

    Redação: Júlia Cruz

     

    Veja 100 fotos de cachorro para se apaixonar!

    Próxima matéria

    Veja 100 fotos de cachorro para se apaixonar!

    5 motivos pelos quais seu cachorro coça as orelhas
    Cuidados

    5 motivos pelos quais seu cachorro coça as orelhas

    Mesmo que muitas vezes sejam esquecidas na hora dos cuidados, as orelhas do seu cachorrinho são bem sensíveis e precisam de bastante atenção. De vez em quando, é comum que algum incômodo pontual faça o seu cachorro ficar coçando a orelha, mas quando isso se torna algo frequente e você percebe um incômodo maior no animal, vale a pena ficar atento.

    Pelo de cachorro pela casa? Veja quais raças soltam mais e como minimizar o problema
    Raças

    Pelo de cachorro pela casa? Veja quais raças soltam mais e como minimizar o problema

    Amor à primeira vista é um sentimento comum ao adotar ou comprar um cãozinho. Mas, também é normal deixar para segundo plano uma pesquisa completa sobre as características e comportamentos de determinadas raças. E é em casa, depois de alguns dias que se percebe um incômodo: a queda de pelo em cachorro. De repente, aparecem vários tufos pela casa e você sequer entende como é possível o bichinho soltar tanto pelo.

    Ração para cachorro: quais os erros mais comuns na hora de alimentar um cãozinho?
    Ração

    Ração para cachorro: quais os erros mais comuns na hora de alimentar um cãozinho?

    É normal cometer alguns erros quando se trata da alimentação do cachorro, principalmente no caso de quem nunca teve um bichinho de estimação antes. Com o tempo e as orientações do veterinário, o tutor geralmente aprende o que o cão pode ou não pode comer, qual melhor ração para cachorro e a quantidade certa de comida que deve ser oferecida para o pet no dia a dia. O perigo é quando esses erros continuam acontecendo, porque isso pode acabar prejudicando a saúde do cachorro futuramente.

    Creche para cachorro: entenda o serviço, quando é necessário e quais são os benefícios para o seu cão
    Cuidados

    Creche para cachorro: entenda o serviço, quando é necessário e quais são os benefícios para o seu cão

    Os cães são animais que, na maior parte do tempo, não gostam de ficar sozinhos - afinal, antes de serem domesticados, eles viviam livres em matilhas. Com a vida urbana, muitos cães acabam não recebendo os estímulos adequados para gastar energia e socializar com outros animais e pessoas. Para auxiliar a vida do tutor, que nem sempre consegue estar perto de seu pet durante o dia, existem muitas alternativas. Uma delas é a creche para cachorro: uma acomodação diária em que você pode deixar seu amigo em um lugar totalmente adaptado para cães.

    Ver Todas >

    Gato-de-bengala: quais os comportamentos selvagens que a raça possui?
    Comportamento animal

    Gato-de-bengala: quais os comportamentos selvagens que a raça possui?

    O gato Bengal - também conhecido como gato-de-bengala - tem uma história fascinante: a raça é derivada do cruzamento entre um felino doméstico e um leopardo selvagem. Na prática, isso quer dizer que, diferente da maioria dos gatinhos que vemos por aí, o gato Bengal tem uma aparência inusitada e um comportamento ainda mais instintivo por ser descendente direto de selvagens. 

    Setembro amarelo: 9 coisas que um cachorro ou gato pode fazer para te ajudar a enfrentar a doença
    Comportamento animal

    Setembro amarelo: 9 coisas que um cachorro ou gato pode fazer para te ajudar a enfrentar a doença

    No mês do Setembro Amarelo, as campanhas sobre a prevenção do suicídio ganham um grande destaque. Cuidar da saúde mental é muito importante, e o acompanhamento de médicos e terapeutas são fundamentais para auxiliar no tratamento de depressão. O que poucas pessoas sabem é que, aliado a isso, ter um bichinho de estimação também faz toda a diferença na vida de pessoas que convivem com a doença.

    Gato Munchkin: preço, comportamento e convivência com esse bichano
    Comportamento animal

    Gato Munchkin: preço, comportamento e convivência com esse bichano "rebaixado"

    O gato Munchkin - carinhosamente apelidado de gato “salsicha” - é um dos felinos mais adoráveis que existem. Ele tem pernas curtinhas e um corpo alongado, o que faz com que muitas pessoas se refiram a ele como gato rebaixado ou gato anão. Mas além da aparência inusitada, o que será que esse bichano tem de tão especial? A convivência com o Munchkin com certeza é algo surpreendente.

    5 coisas que o cachorro latindo pode significar
    Comportamento animal

    5 coisas que o cachorro latindo pode significar

    O cachorro latindo é um comportamento mais comum dos que os tutores esperam. Afinal, como todos sabem, os latidos fazem parte da linguagem canina e são uma forma do seu amigo de quatro patas se expressar. Mas você sabia que existem vários tipos de latidos de cachorro, e cada um deles representa uma situação diferente? É importante ficar atento ao comportamento animal, mas também treinar o seu ouvido para conseguir decifrar o verdadeiro significado por trás de um cachorro latindo.

    Ver Todas >