Alimentação animal

Vitamina para cachorro idoso: é necessário?

Publicado - 12 Setembro 2019 - 19h31

Atualizado - 11 Abril 2024 - 14h35

Depois da fase de filhotes, a terceira idade é um dos períodos mais delicados no que se trata da saúde de cachorro. Assim como acontece com os humanos, é comum que eles fiquem com o organismo naturalmente mais debilitado e que, por isso, não consigam mais manter o mesmo ritmo da juventude. A troca da ração comum por uma específica para idosos é o primeiro passo na adaptação, mas a suplementação com vitaminas também pode ser necessária para aumentar o bem estar do seu amigo. Descubra mais sobre isso aqui embaixo! 

O que muda no organismo do cachorro idoso com o tempo? 

Para entender porque seu cachorro precisa de mudanças na alimentação e nos cuidados gerais depois dos 7 ou 8 anos de idade, é ideal saber em detalhes o que acontece com o corpo dele nessa fase da vida. Um dos primeiros pontos a serem observados fica por conta da energia: é bem comum que ele passe mais tempo deitado, durma por períodos mais longos e não tenha mais tanta disposição para atividades físicas tão pesadas. 

A movimentação do animal também é afetada por diferentes condições de saúde que podem atingir os ossos e as articulações das patas. Algumas raças, inclusive, têm predisposição para esse tipo de problema na terceira idade e, se esse for o caso, o tratamento preventivo junto de um veterinário pode ser uma opção. Além disso, é comum que os cachorros idosos encontrem dificuldade para enxergar, ouvir e, até mesmo, mastigar — o que justifica os grãos mais aerados e macios da ração específica para essa fase da vida.

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

vitamina para cachorro idoso: cão comendo pote de ração
A ração e as vitaminas para cachorro idoso devem ser recomendadas pelo veterinário.

Antes de oferecer vitaminas para o seu cachorro, não deixe de visitar o veterinário

 

Mesmo que existam alguns sintomas a todos os cachorros idosos, cada organismo reage à passagem de tempo de uma forma diferente. Por isso, antes de mudar completamente a alimentação do animal ou de começar a oferecer a ele vitaminas à parte, é essencial ir a uma consulta com o veterinário. O profissional vai passar os exames necessários para determinar quais vitaminas estão em falta no corpo do cachorro e quais são as condições de saúde dele que podem ser atenuadas ou completamente resolvidas com o suplemento vitamínico ou um tratamento contínuo com medicamentos. Para garantir a saúde e o bem estar do seu animal, evite dar qualquer um desses passos por conta própria, ok?

De quais vitaminas o cachorro idoso normalmente precisa? 

Além das substâncias que o corpo do animal tem mais dificuldade em produzir nessa fase da vida, na hora de incrementar a alimentação dele com as vitaminas indicadas pelo veterinário, você vai precisar saber para que cada uma delas serve. Dê uma olhada, aqui embaixo, numa lista com as mais comuns para a terceira idade do cachorro:

  • Vitamina A: uma das únicas substâncias que agem diretamente na visão do animal, ela é indicada para os animais que têm predisposição a doenças como a catarata e a cegueira;

  • Vitaminas do complexo B: cada uma das vitaminas do complexo B têm uma finalidade específica, mas no geral, elas costumam ajudar muito no metabolismo do animal;

  • Vitamina D: ajuda na absorção de cálcio pelo organismo e também age na coagulação do sangue e nos músculos do animal;

  • Vitamina E: a vitamina E é responsável por prevenir e ajudar no tratamento de problemas nos músculos do animal, como a distrofia muscular;

  • Cálcio: assim como outros minerais, o cálcio é essencial para fortalecer os ossos do cachorro e evitar doenças específicas, como a osteoporose

Redação: Ariel Cristina Borges

Cachorro

Dogo Argentino: 10 curiosidades para conhecer o cachorro parecido com Pitbull

O Dogo Argentino é um cachorro grande e imponente. Em um primeiro momento, ele pode até assustar quem não conhece, principalmente po...

Cachorro

Pancreatite em cachorro: aprenda a reconhecer 6 sinais da doença que vão ajudar no diagnóstico mais rápido

A pancreatite em cachorro é uma doença que merece a atenção dos tutores. A patologia afeta o pâncreas, órgão essencial para a produç...

Adote um animal

Cachorro pequeno: essas são as 10 menores raças de cachorro do mundo todo

Ter um cachorro pequeno em casa é sinônimo de fofura e alegria. Como são menores, esses doguinhos se adaptam mais facilmente ao espa...

Adote um animal

50 nomes para cadelas pretas: ideias criativas para te ajudar a nomear o pet recém-adotado

Encontrar uma lista com 50 nomes para cadelas recém-adotadas não é uma tarefa muito difícil. Afinal, existem milhares de inspirações...

Cachorro

Dogo Argentino: 10 curiosidades para conhecer o cachorro parecido com Pitbull

O Dogo Argentino é um cachorro grande e imponente. Em um primeiro momento, ele pode até assustar quem não conhece, principalmente po...

Cachorro

Pancreatite em cachorro: aprenda a reconhecer 6 sinais da doença que vão ajudar no diagnóstico mais rápido

A pancreatite em cachorro é uma doença que merece a atenção dos tutores. A patologia afeta o pâncreas, órgão essencial para a produç...

Adote um animal

Cachorro pequeno: essas são as 10 menores raças de cachorro do mundo todo

Ter um cachorro pequeno em casa é sinônimo de fofura e alegria. Como são menores, esses doguinhos se adaptam mais facilmente ao espa...

Comportamento

Gato miando: 8 segredos que não te contaram sobre a principal forma de comunicação dos felinos

Qualquer pai de pet está acostumado a ouvir o gato miando em casa pelos mais diversos motivos. Às vezes é fome, vontade de receber c...

Ver todas