Especial fim de ano!

Vai viajar no Natal e Ano Novo? Veja o que fazer com o seu gatinho durante o recesso!

Publicado - 21 Dezembro 2023 - 14h30

Atualizado - 11 Abril 2024 - 14h35

Laura Furtado / Redatora

Jornalista em formação pela Universidade Federal Fluminense (UFF), em Niterói. Desde pequena, sempre tive um amor e carinho especial por todos os animais. Quando completei 6 anos, meus pais me presentearam com um cãozinho da raça Bichon Frisé que chamamos de Billy. Foi o dia mais feliz da minha vida, fiquei horas chorando sem acreditar que ele era meu. Billy viveu 14 anos com a gente, mas virou uma estrelinha em 2019 depois de uma história linda ao nosso lado.

Em 2019, ganhei da minha sogra uma Dachshund, o famoso salsichinha, e desde então minha vida voltou a fazer sentido. Pode parecer clichê, mas nada explica o sentimento de amor e carinho que ter um pet proporciona. Nós decidimos chamar ela de Teteia, e não poderia existir nome melhor pra descrever ela. Teteia significa moça atraente, e a minha Teteia salsicha é realmente a coisa mais linda do mundo, além de ser extremamente carinhosa, companheira e engraçada.

Em 2023, participei de uma entrevista e entrei para o time do Patas da Casa. Fiquei muito feliz, porque sempre tive afinidade e carinho pelos animais, e não há nada melhor do que escrever sobre coisas que a gente ama, né. Me identifiquei de cara com os valores do Patas e sempre considerei o projeto de suma importância para tutores que, assim como eu, buscam se informar para garantir o melhor para os pets. Desde então, cada dia tem sido um aprendizado, e sou muito feliz por fazer parte de um projeto tão especial quanto o Patas.

• Filme com animal preferido: “Marley e Eu”
• Uma raça de cachorro: Vira-lata
• Uma raça de gato: Siamês
• A curiosidade favorita sobre cachorros: Os cães de suporte emocional podem agir como 'terapeutas', ajudando pacientes com ansiedade, depressão, autismo e estresse pós-traumático
• A curiosidade favorita sobre gatos: Os gatinhos tem efeitos positivos na sáude mental e física dos humanos
• Sobre o que mais gosta de escrever no universo pet: Comportamento animal
• Um aprendizado: Adotar cachorro ou gato pode mudar a vida das pessoas e dos animais para melhores, trazendo muito amor e felicidade
• Nome de pet favorito: Larica

Viajar durante as festas de Natal e Ano Novo é tradição para muitas pessoas. Para os tutores de felinos, é comum surgir a dúvida de quanto tempo um gato pode ficar sozinho durante esse período. Com os cachorros, o indicado é deixá-los desacompanhados por até oito horas, mas quando nos referimos aos gatos, existe uma crença de que eles podem passar longos períodos de tempo sozinhos por serem animais mais independentes e reservados. Mas será que pode deixar gato sozinho por 3 dias ou mais? O que devo fazer para manter a qualidade de vida do pet durante a ausência do tutor? O Patas da Casa vai te esclarecer essas dúvidas! 

Descubra quanto tempo o gato pode ficar sozinho em casa de acordo com a idade

Existem alguns fatores que devem ser levados em consideração na hora de definir quantos dias um gato pode ficar sozinho, como a idade e personalidade do felino. No caso da idade do gato, é preciso diferenciar os adultos dos filhotes: os filhotes de gato exigem maior atenção dos tutores porque ainda estão em desenvolvimento. Por isso, até os dois meses, gatos filhotes podem ficar sozinhos por no máximo uma hora; do segundo ao sexto mês, cerca de quatro horas; a partir dos sexto mês de vida, o gato pode ser deixado sozinho durante cerca de oito horas. 

Já na fase adulta, o gato pode ficar sozinho por aproximadamente dois dias, desde que tenha tudo que precisa para manter-se durante o período de ausência do tutor, como comida suficiente, caixa de areia para gatos limpa, água e brinquedos.

Imagem Quiz:Seu gato gosta mais de comida, sonecas ou de você?

Seu gato gosta mais de comida, sonecas ou de você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

A personalidade influencia em quanto tempo um gato pode ficar sozinho?

Outro fator que influencia no tempo em que gatos podem ficar sozinhos é a personalidade do animal. Gatos mais brincalhões, sociáveis e curiosos tendem a sentir falta da interação humana e podem ficar ansiosos quando são deixados sozinhos por muito tempo. Já um gato carente, que é mais apegado ao dono, pode ficar triste e estressado com a ausência do tutor. Por outro lado, gatos mais independentes podem se adaptar com mais facilidade à ausência do tutor e não sofrer tanto. Contudo, independente da personalidade e comportamento do gato, é fundamental atender as necessidades básicas do animal e garantir maneiras de entretê-lo. 

Gatos podem ficar sozinhos, mas precisam de alguns cuidados 

Não basta saber quanto tempo o gato pode ficar sozinho em casa, é preciso seguir alguns cuidados para garantir o bem-estar do felino, como preparar o local em que o pet vai ficar sozinho. Confira o que fazer para deixar o gato sozinho durante a ausência dos tutores para as festas de fim de ano: 

  • Água e comida: certifique-se de manter água fresca para manter o gato hidratado. Opte por uma fonte de água para gatos, que incentiva a hidratação dos felinos, e dura mais tempo. Deixe uma quantidade suficiente de ração para gatos. Você pode colocar o alimento em diferentes potes espalhados pela casa ou utilizar um comedouro automático para gatos
  • Arranhadores: o arranhador para gatos permite que os felinos expressem o comportamento natural e instintivo da espécie de arranhar, o que também ajuda a relaxar. Além disso, os arranhadores evitam que os gatinhos destruam os móveis da casa durante a ausência do tutor.
  • Enriquecimento ambiental para gatos: o enriquecimento ambiental para gatos é super importante para estimular os felinos a se movimentarem e gastar energia quando estiverem desacompanhados. Para os gatos hiperativos, sociáveis e brincalhões, essa atitude evita que o felino fique entediado e triste. Você pode utilizar brinquedos interativos para gatos e espalhar umas caixas de papelão pela casa.
  • Cuidado com os fogos de artifício: se você for deixar o gatinho sozinho durante o Ano Novo, é preciso tomar alguns cuidados extras para o felino não se incomodar tanto com a queima de fogos da virada. Para acalmar um gato com medo de fogos, você pode preparar um cantinho aconchegante em um local com o som abafado, como o banheiro. Uma dica é usar uma caixa de papelão ou caixa de transporte com cobertores dentro e um pouco de catnip espalhado. 
gato ao lado do pote de ração e água
Gatos podem ficar sozinhos por até 2 dias, desde que suas necessidades básicas sejam atendidas

Vou viajar 3 dias, posso deixar meu gato sozinho?

“Vou viajar 3 dias, posso deixar meu gato sozinho?”. Se você está pensando em ficar mais de dois dias fora de casa,  o ideal é contratar uma cat sitter, que nada mais é do uma babá de gatos. Essa é a maneira mais segura de deixar o felino sozinho em casa por um período maior de tempo, porque o cat sitter é um profissional que sabe exatamente como cuidar de gato. Suas responsabilidades envolvem trocar água e comida do animal, limpar a caixa de areia e brincar com o gato para que ele não se sinta tão sozinho. Se a dúvida é quanto custa contratar uma cat sitter, o valor médio pode variar de R$70 a R$100 para o período de uma hora. O segundo valor é cobrado caso o pet precise de algum cuidado médico, como a fluidoterapia em gatos, mas o preço do serviço pode variar de acordo com a região em que o tutor mora. Então se você quer saber como deixar gato sozinho por 4 dias ou mais, pesquise orçamentos na cidade em que você reside.

O que o gato sente quando o dono viaja?

Descobrir o que o gato sente quando o dono viaja não é muito difícil. Assim como os humanos sentem falta dos pets quando viajam, os gatos sentem saudades do dono quando ele viaja. Isso acontece porque os gatos possuem uma forte ligação com o dono e sentem falta da presença deles em sua rotina. Gatos miando excessivamente, sem apetite e tristes podem indicar que ele está sentindo a falta do tutor. 

Comportamento

Meu gato está intimidando meu cachorro: 7 dicas aprovadas por um vet para lidar com a situação

Ter um cachorro e gato convivendo em harmonia em casa é o sonho de qualquer tutor - mas a realidade pode ser bem diferente. Por sere...

Adoção

Parece que a internet está obcecada pelo gato marrom: saiba porque todo mundo quer um!

Você já viu um gato marrom por aí? Diferente dos gatos pretos, malhados e frajolas, esses peludinhos são bem raros e, ao mesmo tempo...

Cuidados

Direitos dos animais em condomínios: advogada lista o que os condomínios podem proibir ou não sobre a presença de cães e gatos

Já ouviu falar nos direitos dos animais? Pois saiba que, assim como nós, os nossos pets também são protegidos pela lei. Existe a lei...

Comportamento

Gata invade programa de TV ao vivo, bebe a água de convidado e mostra quem manda no lugar: "dona e proprietária da emissora"

Já contamos por aqui histórias de gato invadindo residências, gato invadindo casamento, mas nunca a de um gato que invadiu um progra...

Histórias reais

Vira-lata caramelo invade festa junina e faz participação especial na hora quadrilha

Não tem jeito: o vira-lata caramelo sempre dá um jeito de abrilhantar qualquer enredo. Se há algum tempo viralizaram histórias de ca...

Comportamento

Meu gato está intimidando meu cachorro: 7 dicas aprovadas por um vet para lidar com a situação

Ter um cachorro e gato convivendo em harmonia em casa é o sonho de qualquer tutor - mas a realidade pode ser bem diferente. Por sere...

Cachorro

Esses são os 6 sinais que seu cachorro te ama mais visíveis - e provam que você é a "casca de bala" dele e vice-versa

Frases para cachorro de amor podem revelar muito sobre os sentimentos humanos sobre os fortes vínculos que são criados com os pets. ...

Adoção

Parece que a internet está obcecada pelo gato marrom: saiba porque todo mundo quer um!

Você já viu um gato marrom por aí? Diferente dos gatos pretos, malhados e frajolas, esses peludinhos são bem raros e, ao mesmo tempo...

Ver todas