Saúde

Sintomas de insuficiência renal em cães: conheça mais sobre a doença no animal

A insuficiência renal em cães é uma doença silenciosa: conheça mais sobre ela aqui
A insuficiência renal em cães é uma doença silenciosa: conheça mais sobre ela aqui

A insuficiência renal é tão séria no mundo animal quanto é para nós, humanos. Os sintomas silenciosos são o que costuma gerar dúvidas nos donos: muita gente se pergunta, inclusive, se o cachorro com insuficiência renal sente dor. Para esclarecer mais detalhes sobre o tratamento e as causas da doença que pode diminuir a qualidade de vida e, em casos extremos, até pode até ser fatal para o seu cachorro, nós conversamos com o veterinário Jorge Morais, fundador da rede Animal Place. Veja, aqui embaixo, o que ele contou! 

Patas da Casa: Quais são os principais sintomas da insuficiência renal em cães? 

Jorge Morais: Os sintomas são muito variáveis. Por ser uma doença silenciosa, o animal só vai apresentar sintomas quando o processo se tornar avançado. Nesses casos o tutor poderá notar problemas com apetite, vômitos regulares, alteração na coloração da urina (fica muito clara) e aumento no volume do xixi (esses 2 últimos podem ser indício de alteração na filtração renal).

PC: Como esses sintomas são tratados? 

JM: Os sintomas devem ser avaliados por exames de sangue e de urina para caracterizar o quadro renal. Normalmente, o tratamento é focado em melhorar a dieta evitando sobrecarga dos rins e medicações que estimulem o aumento na filtração renal.

PC: O que causa a insuficiência renal em cães?

JM: A insuficiência renal em cães tem origens variadas, que vão desde a hipoplasia renal congênita (uma deficiência na formação dos rins) até agressões renais causadas por infecções recorrentes e por erros na dieta.

Descubra se você é um cachorro ou um gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

No fim de semana, você é o amigo que...?

As férias estão chegando! Vai viajar?

Chegou a hora de escolher a comida! Quem é você?

Que música você escolhe para arrasar no karaokê?

E sobre seus cuidados de beleza?

Vai ficar em casa com o mozão? Você prefere:

Ihhh, você recebeu uma crítica no trabalho… Como reage?

Você é um cachorro! Você é um gato! Você é um gatorro!
    A insuficiência renal em cães pode ser tratada com o soro na veia
    A insuficiência renal em cães pode ser tratada com o soro na veia

    Mais Lidas

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Cachorro ofegante: quais problemas o sintoma pode indicar?
    Saúde animal

    Cachorro ofegante: quais problemas o sintoma pode indicar?

    Encontrar o cachorro ofegante não é uma questão incomum na vida dos tutores. Normalmente, os peludos ficam mais cansados depois de um longo passeio ou brincadeiras, mas quando não houve nenhum estímulo é preciso ficar atento. Observe alguns sinais do cachorro ofegante: língua pra fora pode indicar calor ou cansaço, agora se o sintoma estiver acompanhado de tremores ou cachorro com dificuldade de respirar, o ideal é levá-lo imediatamente ao veterinário. Para saber como diferenciar e se há necessidade de buscar ajuda médica, nós conversamos com Ricardo Duarte, que é docente do curso de Medicina Veterinária do Centro Universitário FMU, de São Paulo.

    Vermífugo para cachorro: veterinária tira todas as dúvidas sobre o intervalo de uso do remédio
    Saúde animal

    Vermífugo para cachorro: veterinária tira todas as dúvidas sobre o intervalo de uso do remédio

    Você certamente já ouviu falar em vermífugo para cães. Mas sabe, exatamente, para que ele serve? Quem tem animal de estimação precisa estar atento a uma série de cuidados para manter a saúde do bichinho em dia - e usar esse remédio no período certo é uma dessas medidas indispensáveis para a proteção do pet. Como o nome já indica, o medicamento previne doenças causadas por vermes, como a Dirofilaria immitis, Toxocara canis e Giárdia sp.

    PC: Qual é o diferencial da ração renal para cães com essa dificuldade?

    JM: As dietas renais diferem das das dietas comuns por utilizarem um teor mais baixo de proteína, exigindo assim menor utilização dos rins na digestão. A ração renal também fornece ao animal proteínas de cadeia curta que são digeridas com facilidade, fazendo com que o pet tenha uma menor de excreção de ureia pela urina. Ou seja: elas poupam a função renal.

    PC: O rim do cachorro parou de funcionar: como é o tratamento?

    JM: Quando o animal tem a total perda da função renal, o tratamento fica, infelizmente, bem difícil. Normalmente ele é baseado em fluidoterapia (soro) com uma regularidade de medicamentos que protegem o estômago e o fígado.  Nos casos mais difíceis, indica-se ainda a diálise que pode ser feita em cachorro grande (pets ficam ligados a uma máquina de hemodiálise) ou a diálise peritoneal em cachorros pequenos (opção de tratamento no qual o processo ocorre dentro do corpo do paciente, com auxílio de um filtro natural como substituto da função renal), sempre com acompanhamento de um especialista, neste caso, um nefrologista.

    PC: A insuficiência renal em cães pode ser prevenida?

    JM: Devido à variabilidade das causas que podem levar à insuficiência renal, eu não diria que ela é de total prevenção porque é causada por fatores que vão além do que a gente pode controlar. No entanto, a doença pode ser diagnosticada precocemente e, nesse caso, quando entramos com o tratamento certo temos como aumentar a longevidade e a qualidade de vida desse paciente. Por isso, a minha sugestão é realizar sempre check-ups periódicos com o veterinário para que o problema seja detectado cedo. 

    Redação: Ariel Cristina Borges 

    O que a doença do carrapato causa no organismo do cachorro?

    Próxima matéria

    O que a doença do carrapato causa no organismo do cachorro?

    Giárdia em cães: transmissão, sintomas, tratamento e prevenção... saiba tudo sobre a doença!
    Diarreia

    Giárdia em cães: transmissão, sintomas, tratamento e prevenção... saiba tudo sobre a doença!

    A giárdia em cães ou giardíase, como é conhecida a doença, é uma zoonose — ou seja: também pode ser transmitida para humanos — causada por um protozoário que age na corrente sanguínea do cachorro contaminado. A partir do contágio, a giárdia causa uma série de alterações gástricas no animal. Mesmo que tenha cura, a giárdia canina pode matar se não for devidamente tratada. Para esclarecer diferentes dúvidas, como contágio, tratamento e as diferentes formas de prevenção da doença, conversamos com o veterinário Thiago Félix, de Brasília. Dá uma olhada!

    Gripe canina, tosse canina ou tosse dos canis: conheça mais sobre as causas, sintomas e tratamento da doença
    Saúde

    Gripe canina, tosse canina ou tosse dos canis: conheça mais sobre as causas, sintomas e tratamento da doença

    Em algumas regiões do país, dizer que alguém está com “tosse de cachorro” é sinal de que a pessoa está com tosse seca, geralmente provocada por alguma irritação na garganta. O que muita gente não sabe é que, no mundo dos animais, o cachorro com tosse muitas vezes está doente — e a condição dele é bem parecida com algo comum para humanos: a gripe. Mesmo que, geralmente, a gripe canina

    Hiperadrenocorticismo em cães: o que é, quais os sintomas e como tratar? Saiba tudo sobre a doença endócrina
    Saúde

    Hiperadrenocorticismo em cães: o que é, quais os sintomas e como tratar? Saiba tudo sobre a doença endócrina

    Assim como os humanos, os cachorros também podem desenvolver um quadro de hiperadrenocorticismo. Também chamada de Síndrome de Cushing, a doença acontece quando a hipófise, glândula responsável por produzir hormônios que regulam o funcionamento da parte endócrina do organismo, passa a não funcionar corretamente. A hiperadrenocorticismo é popularmente conhecido por atingir cachorros idosos e, por isso, seus sintomas podem ser facilmente confundidos com o envelhecimento natural dos animais. Sendo assim, é importante ficar atento aos sinais do seu cãozinho e sempre investigá-los. Para entender melhor o assunto, o Patas da Casa conversou com a veterinária Gabriela Teixeira, que contou tudo sobre o hiperadrenocorticismo em cães. Confira!

    Babesiose canina: o que é e sintomas mais comuns. Saiba tudo sobre esse tipo da doença do carrapato!
    Carrapato

    Babesiose canina: o que é e sintomas mais comuns. Saiba tudo sobre esse tipo da doença do carrapato!

    Os carrapatos são o pesadelo de qualquer dono de cachorro! Além de provocar coceiras, alergias e outros incômodos, o parasita também é responsável por transmitir doenças muito graves aos cães. Mesmo que seja algo relativamente comum entre os animais, o problema não deve ser subestimado pelos tutores. A doença do carrapato, como é popularmente conhecida, pode se manifestar de quatro maneiras diferentes, dependendo da espécie do parasita infectado. A Babesiose canina é uma das principais formas de manifestação da enfermidade. Por isso, preparamos um guia completo sobre tudo o que você precisa saber!

    Ver Todas >

    8 mitos e verdades sobre a saúde dos gatos
    Saúde animal

    8 mitos e verdades sobre a saúde dos gatos

    Quando se trata da saúde de gato, uma coisa é certa: todo o cuidado é pouco. Embora exista a lenda de que os bichanos possuem sete vidas, alguns cuidados específicos influenciam diretamente no bem-estar e, principalmente, na expectativa de vida do seu amigo. Ainda assim, é comum que alguns tutores tenham dúvidas sobre as medidas necessárias para proteger o seu pet e evitar as principais doenças de gato, especialmente os gateiros de primeira viagem. 

    Batimentos cardíacos de cachorro: qual a frequência considerada normal e como medir?
    Saúde animal

    Batimentos cardíacos de cachorro: qual a frequência considerada normal e como medir?

    Todo mundo sabe que os cães são donos de um enorme coração, sempre dispostos a dar muito amor e carinho para quem quiser receber. Contudo, é sempre importante ficar atento a possíveis alterações no coração de cachorro, e saber como medir os batimentos cardíacos do animal pode ajudar bastante nessas horas. Mas então, como analisar isso da forma correta? Qual é a frequência considerada normal quando se trata dos batimentos cardíacos de um cachorro?

    Infecção urinária em gatos: quais são as mudanças comportamentais mais comuns?
    Saúde animal

    Infecção urinária em gatos: quais são as mudanças comportamentais mais comuns?

    A infecção urinária em gatos é um quadro mais comum do que se imagina quando se trata da saúde dos bichanos. Embora seja associada à baixa ingestão de água, a doença pode ser causada por uma série de fatores, que variam desde causas bacterianas à estresse e ansiedade. Quando não tratada, a patologia pode causar bastante incômodo ao animal, o que pode ser percebido com algumas mudanças no comportamento do gato. 

    Conheça algumas vacinas para gatos não obrigatórias
    Saúde animal

    Conheça algumas vacinas para gatos não obrigatórias

    As vacinas para gatos são fundamentais na prevenção de diversas doenças felinas. Por isso, ao adotar um bichano, uma das principais orientações dos veterinários é que o seu pet passe pela atualização de vacinas obrigatórias, como a antirrábica e a quádrupla felina, que previne doenças como a panleucopenia e rinotraqueíte. Ainda assim, elas não são suficientes para proteger o animal de todas as patologias que ele pode adquirir ao longo da vida.

    Ver Todas >