Carrapato

Sintomas da doença do carrapato: veja os mais comuns e aprenda a identificar se seu cachorro está doente!

Sintomas da doença do carrapato incluem apatia, falta de apetite, vômito e pontinhos vermelhos espalhados pelo corpo!
Sintomas da doença do carrapato incluem apatia, falta de apetite, vômito e pontinhos vermelhos espalhados pelo corpo!

O carrapato é um dos principais parasitas que ameaça o dia a dia e a saúde de cachorros criados em casa. Além da infestação ser incômoda para o animal, ele também pode transmitir a doença do carrapato — que, na verdade, pode se manifestar no corpo do animal de quatro formas diferentes. Os sintomas da doença do carrapato são a primeira forma de identificar o que está acontecendo com o seu cachorrinho. Para esclarecer todas as dúvidas sobre a doença do carrapato em cachorro, nós conversamos com a veterinária Renata Bloomfield, do Rio de Janeiro. Dá uma olhada no que ela explicou aqui embaixo! 

Patas da Casa: Quais são os principais sintomas da doença do carrapato em cachorro?

Renata Bloomfield: Depois da infestação de carrapatos, os pais de pet precisam ficar observando alguns pontos específicos, como as mucosas (gengiva e parte interna dos olhos): se estão rosa ou brancas — se estiverem brancas é porque o animal já está com alguma coisa. Além disso, o cachorro com a doença do carrapato tem falta de vitalidade e não quer mais correr, não quer mais brincar - ou até brinca, mas por menos tempo; tem falta de apetite, vômito, petéquia (que são pontinhos vermelhos espalhados pelo corpo) e sangramento no nariz sem ter sofrido nenhum acidente.

PC: Os sintomas podem variar de acordo com a bactéria responsável pela contaminação? Qual a diferença entre as apresentações da doença do carrapato em cachorro? 

RB: O carrapato transmite quatro doenças diferentes, sendo duas mais comuns e famosas: a babesiose e a erliquiose. Os sintomas são parecidos e a grande diferença é que nem todas são causadas por bactérias, só a erliquiose. A Ehrlichia canis entra nas células pela corrente sanguínea e acaba parando nos pequenos vasos do animal, causando a vasculite. Isso “ativa” o sistema imunológico do animal para a defesa, mas o próprio organismo não consegue segurar essa infestação ou combater a erliquiose. É aí que o animal fica com febre, falta de vitalidade, falta apetite e outros sintomas. 

A babesiose, por sua vez, é causada por um protozoário. Ele também fica na corrente sanguínea, mas a Babesia age dentro do eritrócito, que é a hemácia (célula sanguínea) jovem. Com o protozoário lá dentro, a hemácia para de levar oxigênio e nutrientes até os tecidos. Com isso, o animal vai ter as alterações de febre, petéquia, sangramento nasal e outros sintomas. 

Além dessas duas doenças mais comuns, o carrapato também transmite a Borrelia e a Rickettsia, que têm sintomas bem parecidos. As quatro apresentações da doença só podem ser diferenciadas pelo exame de sangue.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Como seria o seu domingo perfeito?

Como você fica em um dia de chuva?

Como seria a viagem ideal nas férias?

Como você costuma encontrar os amigos?

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Como é a sua rotina matinal?

Como é a sua agenda no fim de semana?

Schnauzer e Shih Tzu são raças muito independentes Golden Retriever e Yorkshire são cães que gostam de curtir a companhia dos humanos Border Collie e Jack Russell Terrier são cheios de energia e amam aventura
    Doença do carrapato em cachorro: se o seu animal está com aparência triste e não quer brincar, desconfie!
    Doença do carrapato em cachorro: se o seu animal está com aparência triste e não quer brincar, desconfie!

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    Cachorro ofegante: quais problemas o sintoma pode indicar?
    Saúde animal

    Cachorro ofegante: quais problemas o sintoma pode indicar?

    Encontrar o cachorro ofegante não é uma questão incomum na vida dos tutores. Normalmente, os peludos ficam mais cansados depois de um longo passeio ou brincadeiras, mas quando não houve nenhum estímulo é preciso ficar atento. Observe alguns sinais do cachorro ofegante: língua pra fora pode indicar calor ou cansaço, agora se o sintoma estiver acompanhado de tremores ou cachorro com dificuldade de respirar, o ideal é levá-lo imediatamente ao veterinário. Para saber como diferenciar e se há necessidade de buscar ajuda médica, nós conversamos com Ricardo Duarte, que é docente do curso de Medicina Veterinária do Centro Universitário FMU, de São Paulo.

    PC: Os sintomas podem variar de acordo com a bactéria responsável pela contaminação? Qual a diferença entre as apresentações da doença do carrapato em cachorro? 

    RB: O carrapato transmite quatro doenças diferentes, sendo duas mais comuns e famosas: a babesiose e a erliquiose. Os sintomas são parecidos e a grande diferença é que nem todas são causadas por bactérias, só a erliquiose. A Ehrlichia canis entra nas células pela corrente sanguínea e acaba parando nos pequenos vasos do animal, causando a vasculite. Isso “ativa” o sistema imunológico do animal para a defesa, mas o próprio organismo não consegue segurar essa infestação ou combater a erliquiose. É aí que o animal fica com febre, falta de vitalidade, falta apetite e outros sintomas. 

    A babesiose, por sua vez, é causada por um protozoário. Ele também fica na corrente sanguínea, mas a Babesia age dentro do eritrócito, que é a hemácia (célula sanguínea) jovem. Com o protozoário lá dentro, a hemácia para de levar oxigênio e nutrientes até os tecidos. Com isso, o animal vai ter as alterações de febre, petéquia, sangramento nasal e outros sintomas. 

    Além dessas duas doenças mais comuns, o carrapato também transmite a Borrelia e a Rickettsia, que têm sintomas bem parecidos. As quatro apresentações da doença só podem ser diferenciadas pelo exame de sangue.

    PC: Como tratar o cachorro com doença do carrapato que não quer comer? 

    RB: Geralmente, os cachorros têm falta de apetite porque ficam amuados e enjoadinhos quando estão doentes. Para estimular esse apetite, mimar o animal nesse momento pode ser um perigo, porque a gente acaba oferecendo besteira, como um pedacinho de pão ou um prato de comida. Hoje em dia, temos à disposição ótimos veterinários nutricionistas e eles passam dietas caseiras para animais que estão em convalescência para melhorarem mais rápido e estimular o apetite. Um outro cuidado que deve existir com o cachorro doente tem relação com o oferecimento de alimentos hipercalóricos, que fazem o animal engordar em vez de ser nutrido.

    PC: Além dos sintomas, existe alguma outra maneira de confirmar o diagnóstico de doença do carrapato em cachorro? 

    RZ: Os sintomas, na verdade, servem para mostrar que o animal está com alguma coisa, mas a gente ainda não sabe o que. Se ele teve carrapato e ficou amuadinho, não quer comer e teve pontinhos vermelhos na barriga, posso dizer que é babesiose? Não. A gente geralmente pede um hemograma, um exame bioquímico, radiografia e ultrassonografia. Para fechar o diagnóstico, são necessários exames como UPCR e ELISA, que são bem específicos e indicam se o animal já teve contato com esses agentes.

    Quando a gente pede um exame de sangue, hemograma ou bioquímica, ultrassonografia ou radiografia, a intenção é avaliar a extensão da doença. Muitas pessoas podem achar que não existe a necessidade de outros exames quando um já é o suficiente para saber o que o animal tem, mas é preciso saber a extensão do estrago que esse agente fez no organismo do cachorro. Os exames também servem para um acompanhamento no meio e no final do tratamento, deixando todo mundo tranquilo ao saber que o animal já está bem, sem nenhuma infestação. 

    Redação: Ariel Cristina Borges

    Quais as doenças genéticas de cachorro mais comuns?

    Próxima matéria

    Quais as doenças genéticas de cachorro mais comuns?

    Babesiose canina: o que é e sintomas mais comuns. Saiba tudo sobre esse tipo da doença do carrapato!
    Carrapato

    Babesiose canina: o que é e sintomas mais comuns. Saiba tudo sobre esse tipo da doença do carrapato!

    Os carrapatos são o pesadelo de qualquer dono de cachorro! Além de provocar coceiras, alergias e outros incômodos, o parasita também é responsável por transmitir doenças muito graves aos cães. Mesmo que seja algo relativamente comum entre os animais, o problema não deve ser subestimado pelos tutores. A doença do carrapato, como é popularmente conhecida, pode se manifestar de quatro maneiras diferentes, dependendo da espécie do parasita infectado. A Babesiose canina é uma das principais formas de manifestação da enfermidade. Por isso, preparamos um guia completo sobre tudo o que você precisa saber!

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Carrapato

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    Como saber se o cachorro está doente? Veja alguns sinais que devem ligar o alerta!
    Saúde

    Como saber se o cachorro está doente? Veja alguns sinais que devem ligar o alerta!

    Quem convive com um cão no dia a dia costuma conhecer bem o comportamento do bichinho e logo percebe quando algo não está normal. No entanto, mesmo quem tem um olhar atento pode se perguntar "como saber se o cachorro está doente?" diante de uma mudança no temperamento ou um quadro mais grave como vômito e diarreia. O veterinário é a pessoa certa para avaliar os sintomas, dar um diagnóstico preciso e orientar a respeito do melhor tratamento, mas antes de levar o pet no médico é importante entender os sinais de que ele realmente está mal para poder explicar a situação na clínica. Reunimos dicas certeiras sobre o assunto para te ajudar a cuidar do cachorro quando ele apresentar algum desconforto. Confira!

    Gato envenenado: aprenda a identificar os sintomas e o que fazer de imediato!
    Saúde

    Gato envenenado: aprenda a identificar os sintomas e o que fazer de imediato!

    Infelizmente, a ideia de que os gatos estão 100% seguros dentro de casa é uma ilusão. Os felinos são animais curiosos e suas peripécias podem acabar transformando qualquer ambiente controlado em um mar de perigos. Por isso, é muito importante se manter atento aos sinais comportamentais e físicos do animal para identificar possíveis problemas, como intoxicações e envenenamentos. Em momentos como esses, pensar rápido e saber agir de imediato pode fazer toda a diferença! Por isso, descubra o que fazer caso o seu gato seja envenenado ou intoxicado!

    Ver Todas >

    Pode dar dipirona para gato? Descubra se o medicamento é permitido e quais são as recomendações
    Saúde animal

    Pode dar dipirona para gato? Descubra se o medicamento é permitido e quais são as recomendações

    O uso da dipirona é algo comum entre os humanos, mas quando recomendada para os animais domésticos pode gerar dúvidas nos tutores. Normalmente receitado para aliviar dores e baixar a febre, o medicamento começou a ser comercializado no Brasil em 1922. A ação anti-inflamatória da dipirona possui poucos efeitos colaterais quando comparada a outros medicamentos.

    Como aumentar a imunidade do cachorro? Qual o impacto na saúde? Saiba tudo sobre o sistema imunológico canino
    Saúde animal

    Como aumentar a imunidade do cachorro? Qual o impacto na saúde? Saiba tudo sobre o sistema imunológico canino

    A saúde do cachorro sempre deve estar em primeiro lugar para quem é pai de pet. Os cachorros tem um sistema imunológico que trabalha desde seu nascimento e vai se desenvolvendo conforme o cão é exposto a patógenos. Assim como nos humanos, alguns fatores externos podem prejudicar o sistema imunológico canino. Situações de estresse, má alimentação, mudanças de clima e baixas temperaturas, por exemplo, podem afetar o sistema imunológico do cãozinho. A defesa desabilitada do organismo do cachorro pode resultar em doenças recorrentes, abatimento e cansaço. Lembre-se que é sempre necessário a avaliação de um médico veterinário de confiança caso seu amigo de quatro patas esteja apresentando sintomas de qualquer doença. Se você quer entender mais como aumentar a imunidade baixa do cachorro e entender melhor o funcionamento do sistema imunológico canino, o Patas da Casa reuniu todas as informações sobre o assunto. Vem dar uma olhada!

    Castração de gato: quais os cuidados que você deve ter no pós-operatório?
    Saúde animal

    Castração de gato: quais os cuidados que você deve ter no pós-operatório?

    A castração de gato é um procedimento cirúrgico que vai muito além de evitar a gravidez indesejada e o possível abandono de animais: ela também é uma forma de cuidar da saúde do seu amigo de quatro patas. No entanto, é comum que muitos tutores se sintam inseguros com a cirurgia, principalmente porque é necessário ter alguns cuidados antes e depois de castrar gato. 

    Cálculo renal em gatos: como se desenvolve? Tem cura? Veterinária explica tudo sobre o problema
    Saúde animal

    Cálculo renal em gatos: como se desenvolve? Tem cura? Veterinária explica tudo sobre o problema

    Não é mistério que os felinos têm certa dificuldade para beber água no dia a dia. A questão é que muitas vezes isso acaba desencadeando vários problemas na saúde do gato, principalmente no sistema urinário, trazendo grande preocupação para os tutores. O cálculo renal em gatos é uma doença mais comum do que se imagina e precisa de alguns cuidados. Por isso, é essencial saber identificar um gato com problema renal para procurar a ajuda de um especialista o quanto antes. 

    Ver Todas >