Gato

Sachê para gatos engorda ou é apenas um mito? Veterinária responde!

Publicado - 28 Agosto 2023 - 15h00

Atualizado - 11 Abril 2024 - 14h35

Amanda Lopes / Médica Veterinária

CRMV - RS 11483

Médica Veterinária formada na Universidade Federal de Pelotas (UFPel) RS, em 2010 | Atua como Representante de Informação Veterinária na Nestlé Purina Brasil, onde trabalha desde 2014.

Juliana Melo / Repórter

Jornalista formada pela Facha (Faculdades Integradas Hélio Alonso). Sempre amei o universo pet e meu sonho sempre foi ter um cachorro ou gato, mas essa ainda é uma realidade um pouco distante pra mim. Me sinto um pouco Felícia perto dos bichinhos, e acho fantástico poder entender um pouco melhor o comportamento deles e ajudar tantos tutores por aí!

A oportunidade de entrar na equipe do Patas da Casa foi incrível, porque apesar de não ter um pet, sempre tive muita vontade de conhecer e compreender melhor esse universo. Hoje me sinto praticamente uma ‘expert’ em comportamento de cães e gatos e uma das maiores incentivadoras da adoção animal.

• Filme com animal preferido: “Sempre ao Seu Lado”
• Uma raça de cachorro: Dachshund
• Uma raça de gato: Maine Coon
• A curiosidade favorita sobre cachorros: A maneira como um cão se comporta depende principalmente da criação que ele recebe
• A curiosidade favorita sobre gatos: Os gatos enxergam os humanos como seus semelhantes (basicamente como se fôssemos gatos gigantes)
• Sobre o que mais gosta de escrever no universo pet: Comportamento animal
• Um aprendizado: Adotar um cachorro ou gato é uma das decisões mais bonitas que alguém pode tomar, mas que precisa ser feita com muita responsabilidade
• Nome de pet favorito: Bilbo

O sachê para gatos é o alimento preferido dos felinos, mas desperta muitas dúvidas nos tutores. Um dos principais questionamentos, por exemplo, é se pode dar sachê para gato todo dia, e a resposta é sim — desde que a recomendação diária seja seguida. Ainda assim, alguns ficam com receio de incluir o alimento no dia a dia do pet por achar que o sachê engorda (e tem até quem procure aprender como fazer ração úmida para gatos por conta própria por causa disso).

Mas será que o sachê de gato realmente engorda, ou toda essa história não passa de um mito? Quais são as reais diferenças nutricionais entre a ração úmida e a ração seca? O Patas da Casa conversou com a médica veterinária Amanda Lopes para esclarecer tudo sobre o assunto. Veja o que ela nos contou!

Em quais casos o sachê de gato pode contribuir para o aumento de peso? 

De acordo com a veterinária, a obesidade em gatos pode estar relacionada com uma dieta desbalanceada ou com excessos na alimentação. Isso, inclusive, pode acontecer também com os alimentos secos. “O peso não é determinado pelo tipo de alimento, mas sim pela quantidade que o pet consome. O gato tem capacidade estomacal de aproximadamente 46 gramas. Por isso, o volume oferecido de alimentos úmidos e secos deve ser limitado.” 

Imagem Quiz:Seu gato fica mais feliz com petiscos ou sachê?

Seu gato fica mais feliz com petiscos ou sachê?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Também é bom ter em mente que, comparado à ração úmida para gatos, a ração seca é um alimento mais calórico e que pode contribuir para o aumento de peso se ficar à disposição do animal durante todo o dia. Outros fatores, como uma rotina sedentária e a falta de atividades físicas, também podem fazer com que um gato tenha mais chances de engordar, independentemente do tipo de alimento ingerido.

Além disso, a veterinária Amanda orienta: “Quando a alimentação for mista, é importante reduzir ambas as fontes para chegar a quantidade ideal. É interessante o acompanhamento de um médico veterinário, ele é capaz de calcular o quanto de alimento dar por dia.”

Quais as diferenças nutricionais entre o sachê para gatos e a ração seca? 

A maior diferença entre o sachê de gato e a ração seca é que os sachês podem ser de dois tipos: em forma de alimento 100% completo e balanceado, ou de petisco. Já a ração seca costuma servir sempre como um alimento completo, não importa qual seja a marca.

Quanto à composição e valores nutricionais entre ração e sachê, a médica veterinária explica que “a quantidade de água, proteínas e outros nutrientes é diferente entre as duas opções de alimento, tendo um maior volume de proteínas e umidade nos alimentos úmidos, assim como um índice de carboidratos inferior ao alimento seco, sendo uma excelente opção de alimentação mista ou única para os felinos, visto que são carnívoros e dependentes de altos níveis de qualidade e quantidade de proteína.”

O sachê para gatos previne doenças renais

Os benefícios da ração úmida para gatos são inúmeros! Por mais que algumas pessoas acreditem que o sachê engorda, a verdade é que ele faz muito bem para a saúde dos felinos. Para começar, ele auxilia (e muito) na hidratação dos gatos e até ajuda a prevenir doenças renais, que são perigosíssimas para a espécie.

É o que conta a Amanda: “A ração seca pode não ser suficiente para manter os níveis adequados de hidratação. Os sachês são uma ótima forma de suprir essa carência e melhoram a saúde renal. Como os gatos são animais naturalmente predispostos a problemas renais, a umidade das rações úmidas ajuda a prevenir infecções do trato urinário e outras doenças renais.”

Sachê: gatos são atraídos pelo sabor, cheiro e textura do alimento

Já quando o assunto é bem-estar, o sachê de gato é muito apreciado pelos pets, já que estimula o paladar e torna a experiência mais atrativa para eles. “A palatabilidade é muito importante. Ela é composta por três fatores: sabor, odor e textura. Para o gato, a textura é o mais importante, pois ele tem menos papilas gustativas e o olfato menos apurado que o cão, por exemplo. A textura leva o felino a ter a sensação de consumo de caça. Poder consumir um sachê que mimetiza as fibras da carne é um prazer para ele.”

Sachê para gatos sendo servido em um potinho para um pet
O sachê de gato se aproxima bastante da alimentação natural felina

Sachê para gatos e doenças pré-existentes

A contraindicação do sachê para gatos com doenças pré-existentes vai depender da condição de cada pet. Conforme a médica veterinária alerta, quadros como a diabetes em gatos exigem maior atenção. Isso porque alguns sachês para gatos contêm maior quantidade de carboidratos, e pode ter um consumo restringido para os diabéticos. Nesse caso, é necessário consultar um veterinário antes de incluir qualquer alimento na rotina do animal.

Já para quem procura uma ração úmida para gatos com problemas renais, a recomendação é a seguinte: “Normalmente os sachês auxiliam na ingestão de água, o que é muito importante para o correto funcionamento do trato urinário, mas é importante consultar um veterinário para saber qual a melhor opção de alimentação para o seu gato.”

Ainda assim, é importante ter em mente que qualquer doença ou problema de saúde deve ser acompanhado de perto por um veterinário. Caso o sachê para gatos seja indicado, a dica da especialista é controlar a quantidade oferecida, obedecendo a quantidade recomendada para que a condição de saúde do animal não seja agravada.

Gatos obesos podem consumir a ração úmida?

Quem tem um gato obeso pode ter receio de oferecer sachês. No entanto, apesar de limitar as quantidades oferecidas, não é necessário cortar o alimento da rotina do animal. “Por ser menos calórico que o alimento seco, a alimentação úmida é uma excelente fonte alimentar para gatos com sobrepeso. O médico veterinário vai calcular a quantidade calórica ideal diária para este gato, avaliando a energia metabolizável dos alimentos oferecidos”, orienta a veterinária.

A quantidade ideal de sachê de gato varia de animal para animal

O sachê para gatos não é um vilão, mas é importante saber a quantidade adequada de ração para o seu amigo e respeitar isso. Segundo a profissional, essa quantidade varia de acordo com o peso e a idade do gato.

“Caso opte por dar apenas alimento úmido para o gato, a indicação é de quatro a cinco sachês por dia para um gato mediano. É necessário ter certeza de que o sachê oferecido é um alimento 100% completo e balanceado”, sugere. Outro cuidado indispensável é com o armazenamento da ração úmida, que não deve ficar exposta por muito tempo. “Em caso de sobras, o que estiver no pote deve ser colocado no lixo. O que sobrar embalagem pode ser refrigerado por um período de até 48 horas.”

Atento ao rótulo! Como escolher o melhor sachê para gatos?

O ideal é estar sempre atento ao rótulo do sachê para gatos. A dica da veterinária Amanda é levar em conta a composição nutricional e a qualidade do produto, dando preferência a marcas indicadas e aprovadas por especialistas em alimentação animal. Existem várias opções de fabricantes e, segundo a veterinária, é possível apostar em “alimentos úmidos que atendem rigorosos critérios de qualidade e com nutrição avançada, atendendo diferentes estágios de vida dos gatos e trazendo uma nutrição 100% completa e balanceada.”

Por fim, é interessante lembrar que cada gatinho é diferente e tem uma necessidade nutricional específica. Por isso, vale observar o comportamento do animal durante as refeições e, se necessário, ajustar a dieta dele. Outras dicas da especialista são: “Procure por alimentos que tenham fontes de proteína de qualidade como frango, carne bovina, cordeiro ou peixe. Fuja de alimentos que contenham ingredientes não identificados. Verifique a lista de ingredientes e escolha sachês com alta qualidade nutricional e pouco carboidrato.”

Gato

Os melhores gatos para famílias com crianças: veja a lista com as 10 raças mais indicadas

Quando se trata de escolher um bichano para as crianças, algumas raças de gato se destacam por serem os companheiros ideais. Com per...

Comportamento

Tem um gato arranhando o sofá? Cientistas identificaram as causas desse comportamento e mostram como fazer o pet parar

Conviver com um gato arranhando o sofá é um problema que vários tutores têm dificuldade de corrigir. Apesar de ser um instinto nato ...

Cuidados

Areia de mandioca para gatos: veterinária destrincha tudo sobre a areia do momento, benefícios e indicações

De um tempo para cá, a procura pela areia de mandioca para gatos cresceu consideravelmente. Devido a esse movimento dos consumidores...

Gato

O gato Bengal é selvagem, híbrido ou doméstico? Curiosidades sobre os instintos da raça que parece um leopardo

O gato Bengal é uma das raças mais exóticas que existem por uma razão simples: eles são bem parecidos visualmente com o leopardo, um...

Gato

Os melhores gatos para famílias com crianças: veja a lista com as 10 raças mais indicadas

Quando se trata de escolher um bichano para as crianças, algumas raças de gato se destacam por serem os companheiros ideais. Com per...

Comportamento

Tem um gato arranhando o sofá? Cientistas identificaram as causas desse comportamento e mostram como fazer o pet parar

Conviver com um gato arranhando o sofá é um problema que vários tutores têm dificuldade de corrigir. Apesar de ser um instinto nato ...

Adote um animal

Nomes para cachorro com a letra A: mais de 100 ideias para nomear o seu pet

Pesquisar e selecionar nomes para cachorro para o mais novo integrante da família é uma das partes mais divertidas do processo de ad...

Adote um animal

Maltês: 12 coisas que você precisa saber antes de ter um

Se você está em busca de um cachorro fofo e cheio de personalidade, o Maltês talvez seja a escolha perfeita. Esperto, dócil e brinca...

Ver todas