Gato

Gato obeso: saiba quais as consequências da obesidade na saúde felina

Publicado - 18 Maio 2022 - 18h39

Atualizado - 18 Abril 2024 - 21h54

Vanessa Zimbres / Veterinária especializada em Medicina Felina

CRMV CRMV: SP 19672

Formada em Medicina Veterinária pela Universidade Federal de Uberlândia; pós-graduada em Medicina de Felinos pela Universidade Anhembi Morumbi. Especializada em Clínica Médica e Cirúrgica de Felinos pela Universidade Castelo Branco. Membra da AAFP (American Association os Feline Practitioners).

Juliana Melo / Repórter

Jornalista formada pela Facha (Faculdades Integradas Hélio Alonso). Sempre amei o universo pet e meu sonho sempre foi ter um cachorro ou gato, mas essa ainda é uma realidade um pouco distante pra mim. Me sinto um pouco Felícia perto dos bichinhos, e acho fantástico poder entender um pouco melhor o comportamento deles e ajudar tantos tutores por aí!

A oportunidade de entrar na equipe do Patas da Casa foi incrível, porque apesar de não ter um pet, sempre tive muita vontade de conhecer e compreender melhor esse universo. Hoje me sinto praticamente uma ‘expert’ em comportamento de cães e gatos e uma das maiores incentivadoras da adoção animal.

• Filme com animal preferido: “Sempre ao Seu Lado”
• Uma raça de cachorro: Dachshund
• Uma raça de gato: Maine Coon
• A curiosidade favorita sobre cachorros: A maneira como um cão se comporta depende principalmente da criação que ele recebe
• A curiosidade favorita sobre gatos: Os gatos enxergam os humanos como seus semelhantes (basicamente como se fôssemos gatos gigantes)
• Sobre o que mais gosta de escrever no universo pet: Comportamento animal
• Um aprendizado: Adotar um cachorro ou gato é uma das decisões mais bonitas que alguém pode tomar, mas que precisa ser feita com muita responsabilidade
• Nome de pet favorito: Bilbo

O gato obeso pode ser incrivelmente fofo e apertável, mas isso não quer dizer que ele não precisa de cuidados e atenção com a saúde. A verdade é que a obesidade felina - que muitas vezes não é perceptível para os tutores - acaba abrindo portas para uma série de problemas mais sérios. Por isso, saber identificar quando o animal está acima do peso é importante para buscar orientação profissional e ajudar o gato obeso a perder peso.

A obesidade em gatos pode acontecer por diferentes motivos, mas normalmente está associada com a alimentação que os pets recebem em casa e a falta de exercícios físicos. Se você quer saber quais as consequências desta condição e os cuidados que podem ajudar o animal a perder peso, é só conferir a entrevista abaixo. Conversamos com a Vanessa Zimbres, que é médica veterinária especializada em felinos!

Patas da Casa: O que é um gato obeso e como identificar o problema?

Vanessa Zimbres: A obesidade é definida como uma doença crônica onde há excesso de peso causado pelo acúmulo excessivo de gordura corporal, resultando em um aumento de 20% ou mais do peso ideal de um indivíduo.

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Atualmente, entre 20 a 40% dos animais de estimação estão com sobrepeso ou obesos. O diagnóstico da obesidade não pode ser baseado em um achado físico subjetivo, pois o que é considerado um gato obeso para o clínico, pode não ser óbvio para o tutor.

O diagnóstico deve ser baseado em um score de condição corporal, comparando a estrutura física do gato com uma tabela de imagens, que pode ser de 1 a 9 pontos ou de 1 a 5 pontos, dependendo do esquema utilizado. Combinado a isso, é avaliado o score de condição muscular, também baseado em figuras.

De forma prática, primeiramente, temos que determinar o peso ideal do indivíduo para verificar se ele está acima do peso ou não. Um gato de pelo curto e tamanho médio, como a maioria dos gatos sem raça definida, deve ter entre 4,5 a 5 kg. As tabelas de score corporal utilizadas informam a porcentagem média do excesso de peso e conforme elas, é calculado o peso ideal do indivíduo.

PDC: O que pode causar obesidade em gatos?

V.Z: Não existe segredo em se determinar a causa da obesidade felina. O acúmulo de tecido adiposo é um estado de balanço calórico positivo, portanto, ocorre quando a ingestão de energia excede o gasto energético.

Existem importantes fatores genéticos, metabólicos e endócrinos envolvidos na propensão ao ganho de peso do animal, mas não são, nem de longe, causas comuns. Infelizmente, uma vez que a maior causa da obesidade é o excesso de alimentação, o maior responsável pelo desenvolvimento da doença nos pets é a criação / alimentação incorreta, ou seja: nós mesmos (tutores).

PDC: Quais são as consequências da obesidade felina na saúde dos pets?

V.Z.: Em humanos, é bem reconhecida a relação da obesidade com diabetes, hipertensão, doenças cardiovasculares, entre outros, mas em gatos obesos o que está bem definida é a ligação da obesidade com a resistência insulínica, portanto, diabetes em gatos.

Além disso, o gato obeso sofre precocemente de doenças articulares, doença do trato urinário inferior, constipação, dermatites, entre outras condições, portanto, é melhor pensar na obesidade felina como uma síndrome que pode afetar diversos outros aspectos da saúde do animal.

gato obeso sentado no chão
<strong>O gato obeso precisa de maior controle da alimentação e incentivo a exercícios físicos</strong>

PDC: O gato obeso tem mais chances de desenvolver doenças? Por que?

V.Z: Conforme citado acima, um gato obeso sofre precocemente de quadros de osteoartrite diante da sobrecarga de peso em suas articulações. Frente a isso, são animais que sentem dor e são mais relutantes ao movimento. Isso faz com que usem a caixa de areia para gatos com uma frequência menor que o ideal, retendo a urina por um tempo maior e predispondo a doenças do trato urinário inferior, como as urolitíases e cistites idiopáticas. Além disso, podem reter as fezes por mais tempo, levando a quadros de constipação / fecalomas.

Esses indivíduos também apresentam menor mobilidade, o que dificulta a sua própria higienização, levando ao acúmulo de caspas e dermatites perianal/perivulvar. Sem contar o prejuízo a diversos órgãos, onde o acúmulo de gordura prejudica a função por compressão ou mesmo ocupando o lugar de células normais funcionais. 

PDC: Como ajudar um gato obeso a perder peso? A ração para gatos obesos é indicada?

V.Z: Assim como a dieta para perda de peso em humanos é trabalhosa e desafiadora, com um gato obeso não é diferente. Não existe uma ração para perda de peso que resolverá o problema se a quantidade ingerida não for calculada! Infelizmente, é comum vermos tutores oferecendo ração light para gatos, mas oferecem sem restrições.

Todo e qualquer esquema de perda de peso deve ser calculado. As dietas comerciais para gatos, independentemente de qual, apresentam carboidratos pouco necessários ao metabolismo do felino, considerado carnívoro estrito. Esses animais necessitam, portanto, de proteína animal e pouco carboidrato. Entretanto, para o processo de fabricação, essa concentração de carboidratos é necessária, atingindo de 25 a 40% do total da dieta.

O alimento ideal para o felino é o alimento úmido (sachê para gatos), rico em proteína animal, baixa concentração de carboidrato e alta concentração de água, ou seja, de baixa caloria.

Além disso, existe uma tendência de falha ao orientar os tutores sobre a prevenção da obesidade felina após a castração de gato. Um animal castrado tem seu metabolismo reduzido em 30% em média, portanto, a necessidade calórica diária desse paciente é 30% menor. Se o gato continuar a comer a mesma ração, na mesma quantidade, não é surpresa que ele venha a engordar e a culpa não é da cirurgia.

O ideal é que, devido a essa alteração no organismo, seja feito um cálculo com base na necessidade diária de ingestão calórica do gato e não apenas prescrever ração para gatos castrados sem restringir a quantidade.

A medicina veterinária está em constante evolução, as especialidades estão crescendo cada vez mais, e nesse sentido, clínicos gerais e especialistas devem trabalhar em conjunto para não somente curar doenças. Especialmente no caso da obesidade, o segredo está na prevenção, que deve ser passada ao tutor do pet desde a consulta pediátrica do filhote.

Redação: Juliana Melo

Gato

Os melhores gatos para famílias com crianças: veja a lista com as 10 raças mais indicadas

Quando se trata de escolher um bichano para as crianças, algumas raças de gato se destacam por serem os companheiros ideais. Com per...

Comportamento

Tem um gato arranhando o sofá? Cientistas identificaram as causas desse comportamento e mostram como fazer o pet parar

Conviver com um gato arranhando o sofá é um problema que vários tutores têm dificuldade de corrigir. Apesar de ser um instinto nato ...

Cuidados

Areia de mandioca para gatos: veterinária destrincha tudo sobre a areia do momento, benefícios e indicações

De um tempo para cá, a procura pela areia de mandioca para gatos cresceu consideravelmente. Devido a esse movimento dos consumidores...

Gato

O gato Bengal é selvagem, híbrido ou doméstico? Curiosidades sobre os instintos da raça que parece um leopardo

O gato Bengal é uma das raças mais exóticas que existem por uma razão simples: eles são bem parecidos visualmente com o leopardo, um...

Gato

Os melhores gatos para famílias com crianças: veja a lista com as 10 raças mais indicadas

Quando se trata de escolher um bichano para as crianças, algumas raças de gato se destacam por serem os companheiros ideais. Com per...

Comportamento

Tem um gato arranhando o sofá? Cientistas identificaram as causas desse comportamento e mostram como fazer o pet parar

Conviver com um gato arranhando o sofá é um problema que vários tutores têm dificuldade de corrigir. Apesar de ser um instinto nato ...

Adote um animal

Nomes para cachorro com a letra A: mais de 100 ideias para nomear o seu pet

Pesquisar e selecionar nomes para cachorro para o mais novo integrante da família é uma das partes mais divertidas do processo de ad...

Adote um animal

Maltês: 12 coisas que você precisa saber antes de ter um

Se você está em busca de um cachorro fofo e cheio de personalidade, o Maltês talvez seja a escolha perfeita. Esperto, dócil e brinca...

Ver todas