Saúde

Queda de pelo em cachorro: o que fazer? Descubra as causas e os tratamentos para o problema!

  Seu cachorro está soltando muito pelo? Saiba se essa queda de pelo dos cães é normal!
Seu cachorro está soltando muito pelo? Saiba se essa queda de pelo dos cães é normal!

Vamos falar sobre queda de pelo em cachorro? É muito importante entender o assunto para evitar ou reconhecer possíveis problemas na saúde do pet! Trocar a pelagem é algo absolutamente normal para os cães, que soltam e ganham novos fios diariamente. Esse processo é natural e não afeta os pelos dos bichinhos. Mas, até que ponto isso não é o indicativo de uma complicação maior?

A queda de pelo do cachorro ocorre em qualquer raça, porém, algumas estão mais suscetíveis a passar por esse problema. O tamanho da pelagem, a alimentação do pet e o ambiente em que vive podem influenciar bastante. Fatores como as estações do ano também são muito relevantes para determinar a frequência e a forma com que isso acontece.

Uma boa dica para reconhecer se a pelagem do seu cão está caindo mais do que deveria é observar se o processo está acontecendo de maneira uniforme. Quedas assimétricas, por exemplo, podem significar alopecia (que também pode acontecer em gatinhos), presença de parasitas e outros transtornos. Fique atento(a) aos sintomas do seu pet e, em casos de dúvidas, procure a ajuda de um veterinário!

Queda de pelo em cães: o que é alopecia canina?

A alopecia canina é um tipo de dermatite que provoca a queda de pelos em parte específicas do corpo do cão. Qualquer cachorro pode sofrer com esse mal indesejado, mas algumas raças estão mais sujeitas a isso. Entre elas, podemos citar: Chow-chow, Poodle, Husky Siberiano, Lulu da Pomerânia e outras. Os motivos da alopecia variam bastante e podem ir desde estresse até deficiências hormonais.

Cachorro com feridas, coceira e queda de pelo: o que pode ser?

Trocar a pelagem é normal, mas é melhor ficar ligado(a) quando isso vem acompanhado de outros sintomas. Seu cachorro está se coçando muito? É possível enxergar algumas feridas e lesões pelo corpo, principalmente nos lugares em que o pet se coça mais? Se a queda de pelo estiver associada a esses indícios, está na hora de procurar um veterinário. Várias doenças podem estar causando esse mal-estar no seu bichinho. Sarna, micose, escabiose, dermafitose e dermatite são algumas possibilidades. No caso da dermatite canina, existem dois tipos:

  • Dermatite atópica canina

A dermatite atópica é um problema que não afeta apenas os humanos! Embora sua causa exata ainda seja desconhecida, os veterinários acreditam que a condição seja uma doença de pele intermitente e o transtorno aparece graças à presença de alguns fatores que irritam a derme do animal. Normalmente, a dermatite atópica canina apresenta os seus primeiros sintomas entre o terceiro e o sexto mês de vida do cãozinho. Mas, infelizmente, também pode se desenvolver em um cachorro adulto.

Este mal indesejado é capaz de provocar coceira intensa, feridas, avermelhamento em certas áreas da pele e, é claro, perda de pelo. A doença não tem cura, mas você pode tomar algumas providências para aliviar os sintomas do cachorro, como prezar por uma alimentação balanceada e uma boa higiene.

  • Dermatite seborreica canina

A dermatite seborreica, ou seborreia canina, é mais um problema supercomum entre os cachorros. O transtorno acontece pelo excesso de produção de sebo pelas glândulas sebáceas do animal e afeta principalmente o rosto, as pernas e o tronco do cão. Graças a essa quantidade extra de oleosidade, pode ocorrer o surgimento de descamações amareladas ou esbranquiçadas junto ao pelo. A solução mais comum para o problema costuma ser o uso de um sabonete antiseborreico e uma boa alimentação.

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

question quiz stamp

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

Question Header Background
question quiz stamp

As crises alérgicas costumam acontecer:

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Question Header Background
question quiz stamp

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Question Header Background
question quiz stamp

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

Question Header Background
question quiz stamp

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

Question Header Background

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
      A queda de pelos em cachorros é normal, mas alguns fatores podem indicar um problema de saúde
    A queda de pelos em cachorros é normal, mas alguns fatores podem indicar um problema de saúde

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    Veja outras possíveis causas para a queda de pelo no cachorro

    • Presença de parasitas (piolhos, pulgas ou carrapatos)
    • Infecções por fungos ou bactérias
    • Reações alérgicas (à comida ou medicamentos, por exemplo)
    • Alimentação desbalanceada
    • Problemas relacionados aos rins, fígado e tireoide
    • Desequilíbrio hormonal
    • Doenças sistêmicas, como a doença do carrapato, anemias ou infecções
    • Excesso de lambidas e mordidas na área
    • Câncer
    • Períodos de cio, gravidez, pós-parto e amamentação
    • Doenças imunológicas
    • Queimadura de sol
    • Contato com substâncias que possam irritar a pele
    • Estresse agudo

    Como evitar queda de pelo em cachorro? Boa alimentação e higiene são essenciais!

    Existem algumas formas de amenizar a queda de pelo dos cães, tanto a natural quanto aquela provocada por problemas de pele e outras complicações. Manter uma dieta saudável e uma higiene adequada estão entre as principais! Além disso, é legal criar uma boa rotina de escovação. A frequência com que a atividade deve ser praticada varia de acordo com o tipo de pelagem do pet, ou seja, é mais frequente nos pets mais peludos e menos frequente nos que têm pelos mais curtos.

    O ideal é remover o pelo que já está solto e evitar a formação de nós e a queda dos fios pela casa. Dependendo do comprimento do pelo, apostar na tosa também pode ser uma boa saída. No entanto, vale lembrar: a pelagem protege o cachorro e mantém sua temperatura corporal em equilíbrio, portanto, não exagere no corte.

    Queda de pelo canino: como é o tratamento?

    A solução mais indicada para resolver a queda de pelo do seu cachorro vai depender do que está causando o problema. Após um diagnóstico confirmado, o veterinário consegue optar pelo tratamento mais adequado, que pode incluir a utilização de um sabonete especial e até mesmo o uso de antibióticos, dependendo do caso. Remédios caseiros para a queda de pelo do cachorro, por outro lado, não são recomendados sem a indicação de um especialista.

    Redação: Dóris Marinho

    Gato idoso: quais os sinais de que seu gatinho está envelhecendo?

    Próxima matéria

    Gato idoso: quais os sinais de que seu gatinho está envelhecendo?

    Galgo Afegão: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro
    Grandes

    Galgo Afegão: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro

    O Galgo Afegão, também chamado de Afghan Hound, é um cachorro originário do Oriente Médio com aparência exótica e charmosa, difícil de passar despercebido. O que poucas pessoas sabem é que, por trás da postura elegante e independente do cão Afegão, existe um ótimo companheiro de quatro patas, cheio de energia para gastar e amor para dar. Mas o que é necessário saber sobre essa raça de cachorro antes de comprar ou adotar um exemplar? Como é a personalidade do Afghan Hound e que cuidados são necessários com o cãozinho? 

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana
    Grandes

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana

    Um dos cãezinhos mais surpreendentes é o Cane Corso. Embora ele não seja tão popular quanto outras raças de cachorro grande, como o Labrador e o Golden Retriever, o Cane Corso é dono de um enorme coração e tem uma personalidade incrível. Algumas pessoas podem até se intimidar com o tamanho e a postura imponente do doguinho, mas só quem convive com um Cane Corso sabe como estes cães são adoráveis e carinhosos.

    Bicheira ou berne em cachorro: o que é, tratamento e como evitar que seu pet tenha o problema
    Saúde

    Bicheira ou berne em cachorro: o que é, tratamento e como evitar que seu pet tenha o problema

    A berne em cachorro - ou bicheira, como é popularmente conhecida - é um problema mais comum do que parece, principalmente na zona rural, onde há mais presença de moscas e insetos. Causada pelas larvas da mosca varejeira, essa doença se desenvolve embaixo da pele do pet, gerando intenso desconforto para ele a cada vez que o parasita se mexe ou se desenvolve no tecido subcutâneo. Você, certamente, não quer ver o seu cãozinho com dor, não é mesmo? Então, pensando nisso, preparamos uma matéria especial com dicas de como tirar berne de cachorro - caso ele já esteja passando por isso - e, ainda, com os principais cuidados para que esse incômodo nem apareça. Vem conferir!

    Parvovirose canina: descubra o que é, sintomas, prevenção e como funciona o tratamento da doença viral
    Saúde

    Parvovirose canina: descubra o que é, sintomas, prevenção e como funciona o tratamento da doença viral

    Uma das doenças virais de cachorro mais sérias e comuns que existem, o vírus da parvovirose atinge, principalmente, animais que não foram imunizados contra este e outros vírus. Entre os principais sintomas da parvovirose, o vômito, a diarreia com sangue, e a desidratação podem ser destacados, ou seja: mesmo que o diagnóstico chegue bem cedo, o tratamento deve começar o quanto antes, já que a parvovirose pode ser fatal. Para esclarecer todas dúvidas sobre a parvovirose canina, nós conversamos com a veterinária Jackeline Ribeiro. Dá uma olhada no que ela contou!

    Ver Todas >

    Gato e cachorro têm depressão? Descubra se o transtorno pode afetar seu bichinho de estimação
    Saúde animal

    Gato e cachorro têm depressão? Descubra se o transtorno pode afetar seu bichinho de estimação

    Você já se perguntou se o seu cachorro tem depressão? Ou se o seu gato que mudou de comportamento, na verdade está com um transtorno ligado ao estresse? Muitos tutores nem imaginam, mas cachorro ou gato com depressão não é um quadro tão difícil de ocorrer. A saúde mental é um assunto em evidência, principalmente nas campanhas do setembro amarelo. Mas assim como cães e gatos podem ajudar quem tem depressão, eles também podem ser afetados pela doença.

    5 coisas que você pode fazer para evitar a pancreatite canina
    Saúde animal

    5 coisas que você pode fazer para evitar a pancreatite canina

    A pancreatite canina é uma inflamação no pâncreas do cachorro causada por alterações na produção de enzimas. Esse doença gastrointestinal leva a lesões no órgão, gerando dores abdominais, respiração ofegante, desidratação, vômito e diarreia. O cachorro com pancreatite fica com a saúde muito debilitada e, em casos mais graves, pode até mesmo falecer. 

    Dia do veterinário: 8 curiosidades sobre a profissão que é fundamental para saúde e bem-estar do seu pet
    Saúde animal

    Dia do veterinário: 8 curiosidades sobre a profissão que é fundamental para saúde e bem-estar do seu pet

    No dia 9 de setembro é comemorado o Dia do Veterinário. Quem é pai ou mãe de pet sabe a importância que esse profissional tem no cuidado dos nossos tão queridos animais de estimação. Por isso, nada mais justo que um dia do veterinário especial para eles! Apesar de a profissão ser muitas vezes vista apenas como o atendimento de animais, o veterinário pode atuar em diferentes áreas, ajudando até mesmo no cuidado da saúde humana! 

    FIV: gatos diagnosticados com a doença vivem quanto tempo?
    Saúde animal

    FIV: gatos diagnosticados com a doença vivem quanto tempo?

    A FIV em gatos é uma das doenças mais temidas pelos tutores. Por afetar principalmente o sistema imunológico, a doença deixa o felino mais suscetível a adquirir diversas complicações ao longo da vida. Como não tem cura, o gato com FIV precisa de tratamento a vida inteira. Mas, afinal, por quanto tempo o bichano diagnosticado consegue viver? O gato com FIV pode conviver com outros gatos? 

    Ver Todas >