close
Saúde

Quais doenças de cachorro são mais comuns no inverno?

Algumas doenças de cachorro são mais comuns ou se agravam durante a época do inverno
Algumas doenças de cachorro são mais comuns ou se agravam durante a época do inverno

Não são só os humanos que ficam mais propensos a ficar doentes no inverno. Algumas doenças de cachorro também são mais frequentes e intensas durante a época mais fria do ano. Isso acontece porque as defesas do organismo tendem a cair com as temperaturas mais baixas. Portanto, é importante manter seu cãozinho agasalhado e sempre com as vacinas em dia. Os problemas mais comuns são aquelas que acometem o sistema respiratório, mas cachorros com problemas nas articulações também sofrem. Para ficar preparado, o Patas da Casa separou algumas das doenças de cachorro mais comuns no inverno.

1) Gripe canina é uma das doenças de cachorro para ficar atento

A gripe canina é muito comum no frio e em tempos chuvosos. É uma doença respiratória causada pelo vírus Influenza A. Por ser muito contagiosa, deve-se tomar cuidado, pois basta o cãozinho entrar em contato com o vírus para desenvolver a doença. O contágio pode acontecer por meio do contato com objetos, animais e ambientes infectados. Mesmo com alta taxa de contágio, não costuma colocar a vida do bichinho em risco, mas deve ser tratada logo para não evoluir para a pneumonia em cachorro.

A gripe canina é muito parecida com a gripe nos humanos e seus sintomas são bem similares: tosse que não passa, coriza, falta de apetite, febre, apatia, lacrimação nos olhos e dificuldade de respirar. Enquanto estiver doente, dê bastante água e alimente seu cachorro com nutrientes. O veterinário também pode indicar um remédio que vai ajudar seu cãozinho a melhorar mais rápido. A prevenção é feita por meio de vacinação.

2) Tosse dos canis tem sintomas semelhantes à gripe canina

A Traqueobronquite - conhecida como tosse dos canis - é uma das doenças de cachorro mais comuns no inverno. Atinge o sistema respiratório e seu contágio é muito rápido. A tosse dos canis pode ser provocada por vírus, que costuma ser mais tranquila, ou por bactérias, que têm mais chance de evoluir para um quadro grave de pneumonia se não for tratada logo. A bactéria mais comum que causa a doença é a Bordetella bronchiseptica.

Como diz o próprio nome, o principal sintoma da tosse dos canis é a tosse, que começa simples mas pode se agravar. Além disso, os outros sintomas são muito parecidos com os da gripe canina - por isso, costumam ser confundidas. Assim como no caso da Influenza A, a traqueobronquite deve ser prevenida com a vacina para cachorro, muito importante principalmente se tem mais de um animal em casa, pois quando um fica doente, as chances do outro ficar também são grandes.

Faça o teste e descubra qual a personalidade dominante do seu gato!

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Como seu gato reage com a chegada de visitas em casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você está pensando em adotar mais um gatinho. Qual seria a reação do seu felino?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você precisa levar seu gato ao veterinário e na fila ele encontra outro felino. Como ele reage?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato fica incomodado quando as portas de casa ficam fechadas?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta com os outros animais da casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você acabou de chegar em casa depois de muito tempo fora. O seu gato:

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato deitou em cima da sua cama e dormiu. Qual a sua reação, humano?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta na hora de se alimentar?

Question Header Background

Gato-humano! Seu gato não perde a oportunidade de estar ao seu lado Gato solitário! Seu gato tem uma personalidade mais quieta e reservada Gato-gato!  Seu gato gosta da companhia de outros felinos Gato curioso! Seu gato está sempre em busca de novas aventuras Gato caçador! Seu gato tem os instintos selvagens mais aflorados
    As doenças de cachorro mais comuns no frio costumam ser respiratórias ou articulares
    As doenças de cachorro mais comuns no frio costumam ser respiratórias ou articulares

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    3) Cinomose canina está entre as doenças de cachorro mais perigosas

    A cinomose canina é uma doença viral altamente transmissível, causada pelo Paramyxovirus. O contágio também é feito pelo contato com animais, objetos e ambientes contaminados. É uma doença multissistêmica, ou seja, pode atingir diversos sistemas do corpo, sendo que um dos principais sintomas é o cachorro com diarreia, já que o sistema digestivo costuma ser um dos primeiros afetados. Também causa vômito e falta de apetite. Quando afeta o sistema respiratório, causa tosse, secreções amareladas, febre e até mesmo pneumonia.  Por fim, pode atingir o sistema nervoso central, com contrações involuntárias - que podem levar a convulsões -, mudança no comportamento e até mesmo paralisia. O principal tratamento é o combate aos sintomas, para impedir a evolução da doença. É possível prevenir a cinomose em cães com as vacinas anuais.  

    4) Bronquite canina precisa de atenção especial no inverno

    A bronquite canina é uma das doenças de cachorro respiratórias mais comuns e que pode ser agravada em baixas temperaturas. Trata-se de um quadro crônico que causa inflamação nos brônquios, e tem como um dos principais sintomas a tosse frequente, além de dificuldade de respirar. O tratamento é feito por meio de corticoides, que devem ser prescritos pelo veterinário. O cachorro com bronquite precisa de cuidado redobrado no frio, que é quando sua imunidade fica mais baixa. 

    5) Doenças de cachorro: osteoartrose atinge os ossos e articulações

    Assim como os humanos, os cachorros, principalmente os idosos, sofrem de artrose. A doença se caracteriza pela degeneração da cartilagem que envolve e protege ossos e articulações. Essa perda da força compromete a mobilidade, causando dores articulares. No frio, essas dores se intensificam e, por isso, cães com artrose precisam se proteger ainda mais.

    Redação: Maria Luísa Pimenta

    Seu gato vomita com frequência? Entenda o que pode ser e se está na hora de levá-lo no veterinário

    Próxima matéria

    Seu gato vomita com frequência? Entenda o que pode ser e se está na hora de levá-lo no veterinário

    Ração para cachorro: quais os erros mais comuns na hora de alimentar um cãozinho?
    Ração

    Ração para cachorro: quais os erros mais comuns na hora de alimentar um cãozinho?

    É normal cometer alguns erros quando se trata da alimentação do cachorro, principalmente no caso de quem nunca teve um bichinho de estimação antes. Com o tempo e as orientações do veterinário, o tutor geralmente aprende o que o cão pode ou não pode comer, qual melhor ração para cachorro e a quantidade certa de comida que deve ser oferecida para o pet no dia a dia. O perigo é quando esses erros continuam acontecendo, porque isso pode acabar prejudicando a saúde do cachorro futuramente.

    Creche para cachorro: entenda o serviço, quando é necessário e quais são os benefícios para o seu cão
    Cuidados

    Creche para cachorro: entenda o serviço, quando é necessário e quais são os benefícios para o seu cão

    Os cães são animais que, na maior parte do tempo, não gostam de ficar sozinhos - afinal, antes de serem domesticados, eles viviam livres em matilhas. Com a vida urbana, muitos cães acabam não recebendo os estímulos adequados para gastar energia e socializar com outros animais e pessoas. Para auxiliar a vida do tutor, que nem sempre consegue estar perto de seu pet durante o dia, existem muitas alternativas. Uma delas é a creche para cachorro: uma acomodação diária em que você pode deixar seu amigo em um lugar totalmente adaptado para cães.

    Quais são as doenças de cachorro mais comuns no verão e como evitá-las?
    Saúde

    Quais são as doenças de cachorro mais comuns no verão e como evitá-las?

    Com a chegada do verão, é necessário redobrar os cuidados com o cachorro e também com a sua saúde. Os peludos costumam aproveitar bastante essa época, já que os passeios e banhos de mar ou piscina são mais frequentes. No entanto, a mudança de rotina vem acompanhada de uma grande preocupação, que é a proliferação de certas doenças de cachorro que ocorrem nessa época. Otite canina, desidratação e até mesmo infestação de pulgas e carrapatos são problemas bastante comuns no verão. 

    Quais as doenças genéticas de cachorro mais comuns?
    Saúde

    Quais as doenças genéticas de cachorro mais comuns?

    Uma das melhores coisas para os pais e mães de pet é ver seus filhos de quatro patas fortes e saudáveis. Contudo, às vezes mesmo com todos os cuidados necessários para cuidar da saúde do animal, o cachorro pode acabar adoecendo, e, em alguns casos, o principal motivo para isso é a herança genética. Como muitos sabem, algumas raças de cachorro são mais predispostas para o desenvolvimento de certas doenças e, por isso, é preciso ter um cuidado redobrado com esses cães. A seguir, reunimos as doenças genéticas de cachorro consideradas mais comuns e quais as principais raças que são afetadas por elas.

    Ver Todas >

    Como prevenir a giárdia em gatos?
    Saúde animal

    Como prevenir a giárdia em gatos?

    A giárdia em gatos é uma zoonose de rápida contaminação que pode afetar os bichanos. Essa doença ataca o sistema digestivo do gato e pode atingir também humanos, cachorros e outros animais. Ao contrair a giárdia, gatos passam a ter sintomas como diarreia e vômito, o que causa grande desconforto. Porém, a giárdia em gatos pode ser evitada ao seguir algumas medidas muito fáceis de serem cumpridas no dia a dia. 

    Quantos filhotes um cachorro pode ter?
    Saúde animal

    Quantos filhotes um cachorro pode ter?

    Você sabe quantos filhotes um cachorro pode ter? O número varia de acordo com as condições de saúde da cadela, mas também deve-se levar em consideração o porte e a idade do animal. Além disso, quando é a primeira gestação da cachorrinha, o número também costuma ser reduzido e os filhotes geralmente têm características diferentes dos irmãozinhos de outras ninhadas. 

    Gato idoso: quais os sinais de que seu gatinho está envelhecendo?
    Saúde animal

    Gato idoso: quais os sinais de que seu gatinho está envelhecendo?

    Os animais de estimação necessitam de cuidados especiais em todas as fases da vida, e com o gato idoso não é diferente. Por isso, é muito importante saber quais doenças podem atingir um gato velho e conseguir identificar os sinais da terceira idade felina. Afinal de contas, entender algumas características específicas dessa fase são essenciais para aprender a como cuidar de gato idoso. 

    Gato e cachorro têm depressão? Descubra se o transtorno pode afetar seu bichinho de estimação
    Saúde animal

    Gato e cachorro têm depressão? Descubra se o transtorno pode afetar seu bichinho de estimação

    Você já se perguntou se o seu cachorro tem depressão? Ou se o seu gato que mudou de comportamento, na verdade está com um transtorno ligado ao estresse? Muitos tutores nem imaginam, mas cachorro ou gato com depressão não é um quadro tão difícil de ocorrer. A saúde mental é um assunto em evidência, principalmente nas campanhas do setembro amarelo. Mas assim como cães e gatos podem ajudar quem tem depressão, eles também podem ser afetados pela doença.

    Ver Todas >