Em algumas regiões do país, dizer que alguém está com "tosse de cachorro" é sinal de que a pessoa está com tosse seca, geralmente provocada por alguma irritação na garganta. O que muita gente não sabe é que, no mundo dos animais, o cachorro com tosse muitas vezes está doente — e a condição dele é bem parecida com algo comum para humanos: a gripe. Geralmente, a gripe canina (também conhecida como tosse canina ou tosse dos canis) é uma doença leve, mas se não for tratada pode virar algo mais sério. Para te ajudar a entender tudo sobre a doença, nós conversamos com a médica veterinária Francielly Luiz. Dá uma olhada!

A gripe canina é igual à dos humanos?

Mesmo que o nome seja o mesmo e os sintomas bem parecidos, a gripe canina não é igual à dos humanos. “Os sinais clínicos são muito semelhantes, porém não é o mesmo vírus causador", explicou Francielly. “A gripe canina é causada pelo vírus da gripe, Influenza A. É contagioso e transmitido pelos pets que já estão doentes”, conta. Esse tipo de gripe canina pode ser comparada ao nosso resfriado, ou seja: é comum em épocas mais frias do ano, quando o cachorro fica exposto a baixas temperaturas por mais tempo. Durante o verão, os casos são bem mais esporádicos, mas é bom continuar com cuidados em relação aos locais onde seu cachorro frequenta e os animais com quem tem contato direto.

Sintomas de gripe em cachorro: como identificar se o seu animal está doente

Uma das infecções mais comuns que atingem os cães, a gripe canina gera alguns sintomas característicos no animal infectado e um dos principais deles é a tosse, como explica Francielly. Segundo ela, os sintomas mais frequentes na gripe canina são tosse, fraqueza e secreção nasal. A tosse normalmente é seca e contínua, começando de maneira súbita. Além da tosse, o cachorro gripado também pode apresentar qualquer um dos seguintes sintomas:

  • Letargia;
  • Espirros;
  • Falta de apetite;
  • Coriza;
  • Pouco fôlego/dificuldade de respirar;
  • Olhos lacrimejando;
  • Febre;
  • Apatia.


A primeira coisa que você deve fazer ao perceber que o cachorro está com gripe é marcar uma consulta com o veterinário.
A primeira coisa que você deve fazer ao perceber que o cachorro está com gripe é marcar uma consulta com o veterinário.

Quais são as melhores formas de tratar a tosse canina?

Depois de identificar um ou mais desses sintomas combinados à tosse, a primeira coisa que você precisa fazer é procurar o veterinário. A veterinária Francielly afirma que buscar um especialista é a melhor maneira de examinar corretamente o pet, garantindo, assim, o tratamento adequado para cada caso. Geralmente, a gripe é diagnosticada quando o animal é examinado no consultório, mas em casos mais extremos pode ser que o profissional peça uma radiografia para acompanhar o progresso da doença. O especialista pode prescrever medicamentos para controlar a tosse e até mesmo nebulização, mas tudo depende de cada situação. 

Vacina para gripe dá reação? Descubra mais sobre a forma de prevenção da doença

Uma das principais formas de prevenção da gripe canina é a vacinação. A vacina para gripe faz com que, mesmo que o seu cachorro pegue gripe depois da vacina, dificilmente a doença vai se desenvolver para uma pneumonia, por exemplo. Se apresentar sintomas, eles se manifestarão de maneira bem mais leve. “Existem no mercado as vacinas injetáveis, a nasal e a oral. Com as duas últimas, o cão fica protegido após a primeira dose da vacina. Já a injetável, é necessário fazer 2 doses com intervalo de 21 dias em cães primovacinados. É necessário fazer reforço anualmente”, explica Francielly. 

Uma das principais preocupações dos donos de pets em relação à vacina tem a ver com a reação causada no animal. “Como qualquer vacina, pode haver reações vacinais, tais como: febre, vômito, apatia, dor na região da aplicação, alergia a algum componente da vacina”, esclarece a especialista. Essas reações, porém, não são graves e duram pouco tempo. O importante é que, com a vacina para gripe, seu cãozinho estará protegido da doença. 

Redação: Ariel Cristina Borges e Maria Luísa Pimenta

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Não tenho pets
Tenho cão
Tenho gato
Tenho cão e gato
Autorizo receber comunicações e publicidade da NESTLÉ®.