Cachorro

Pododermatite em cães: o que é e como tratar a infecção que pode afetar a pata do seu cachorro?

Publicado - 10 Novembro 2023 - 11h23

Atualizado - 11 Abril 2024 - 14h35

Priscila Alves / Veterinária Dermatologista

CRMV CRMV RJ 9056

Graduação em MV pela UFRRJ em 2007, pós graduada em Dermatologia de Pequenos animais pelo Qualittas 2009 Criocirurgia pelo Qualittas Aperfeiçoamento em Alergologia e Imunologia Clínica pelo Dermatovet em 2017 Imersão em Otologia pelo Dermatovet em 2018

Laura Furtado / Redatora

Jornalista em formação pela Universidade Federal Fluminense (UFF), em Niterói. Desde pequena, sempre tive um amor e carinho especial por todos os animais. Quando completei 6 anos, meus pais me presentearam com um cãozinho da raça Bichon Frisé que chamamos de Billy. Foi o dia mais feliz da minha vida, fiquei horas chorando sem acreditar que ele era meu. Billy viveu 14 anos com a gente, mas virou uma estrelinha em 2019 depois de uma história linda ao nosso lado.

Em 2019, ganhei da minha sogra uma Dachshund, o famoso salsichinha, e desde então minha vida voltou a fazer sentido. Pode parecer clichê, mas nada explica o sentimento de amor e carinho que ter um pet proporciona. Nós decidimos chamar ela de Teteia, e não poderia existir nome melhor pra descrever ela. Teteia significa moça atraente, e a minha Teteia salsicha é realmente a coisa mais linda do mundo, além de ser extremamente carinhosa, companheira e engraçada.

Em 2023, participei de uma entrevista e entrei para o time do Patas da Casa. Fiquei muito feliz, porque sempre tive afinidade e carinho pelos animais, e não há nada melhor do que escrever sobre coisas que a gente ama, né. Me identifiquei de cara com os valores do Patas e sempre considerei o projeto de suma importância para tutores que, assim como eu, buscam se informar para garantir o melhor para os pets. Desde então, cada dia tem sido um aprendizado, e sou muito feliz por fazer parte de um projeto tão especial quanto o Patas.

• Filme com animal preferido: “Marley e Eu”
• Uma raça de cachorro: Vira-lata
• Uma raça de gato: Siamês
• A curiosidade favorita sobre cachorros: Os cães de suporte emocional podem agir como 'terapeutas', ajudando pacientes com ansiedade, depressão, autismo e estresse pós-traumático
• A curiosidade favorita sobre gatos: Os gatinhos tem efeitos positivos na sáude mental e física dos humanos
• Sobre o que mais gosta de escrever no universo pet: Comportamento animal
• Um aprendizado: Adotar cachorro ou gato pode mudar a vida das pessoas e dos animais para melhores, trazendo muito amor e felicidade
• Nome de pet favorito: Larica

A pododermatite em cães é uma inflamação que atinge as patinhas dos cães mais comum do que pensamos. Caracterizada pela vermelhidão e coceira intensa na pata de cachorro, existem várias causas associadas ao aparecimento desse sintoma. No entanto, ele costuma ser frequente em animais que vivem em zonas rurais ou florestais.

Embora não seja grave, a pododermatite canina provoca extremo desconforto no animal, e por essa razão, é fundamental diagnosticar e tratar a doença o quanto antes para o bem-estar do pet. Para explicar o que é pododermatite e qual é o tratamento, conversamos com a Priscila Alves, veterinária dermatologista formada pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. 

Pododermatite em cães: o que é?

A pododermatite é uma inflamação que acomete a pata do cão, mais precisamente os espaços interdigitais do cão, que é a pele do cachorro localizada entre as almofadinhas caninas. Por essa razão, um dos principais sinais da pododermatite é a pata do cachorro vermelha entre os dedos. Uma observação muito importante que a veterinária Priscila Alves lembra é que a pododermatite não é uma doença: ”Não é uma doença em si, é apenas um sintoma. Pode ocorrer de forma isolada ou em conjunto com outros sintomas dermatológicos.”

Imagem Quiz:Teste seus conhecimentos sobre a saúde de cachorro!

Teste seus conhecimentos sobre a saúde de cachorro!

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Em outras palavras, além dos sintomas da pododermatite, cães também podem apresentar outros sintomas dermatológicos, como edema, lesões, alopecia canina e, em algumas situações, a presença de sangue ou pus. Além disso, também há dificuldade de locomoção.

O problema vai além do sintoma. É o que alerta a veterinária: “A inflamação presente na pele do cachorro poderá favorecer o crescimento de microrganismos (como bactérias e fungos), levando a infecções.” O surgimento desses microrganismos na região podem causar coceira excessiva no animal. Por esse motivo, é bom ficar de olho em outro sintoma muito comum associado a pododermatite: cachorro lambendo a pata sem parar. Se o peludo anda lambendo em excesso as patinhas, é hora de ligar o alerta e tomar alguma providência.  

patinha ferida de cachorro
A pododermatite em cães não é uma doença, mas um sintoma

O que causa pododermatite em cães?

Antes de descobrir o que causa a pododermatite em cães, é preciso lembrar que a pata de cachorro é uma região muito suscetível a traumas e, consequentemente, inflamações. Em função da patinha do pet ter contado direto com o chão, o animal pode se machucar com algum corpo estranho, como objetos perfurantes, aumentando as chances de inflamação. Mas além de traumas na área, o que causa a pododermatite em cães?

Segundo Priscila, as alergias em cachorro são uma das principais causas da pododermatite, mas outras condições também podem provocar esse sintoma. “Diante de um animal com pododermatite, devemos sempre buscar a causa, como as alergias, parasitas (sarna em cachorro), doenças autoimunes, cistos foliculares interdigitais, seborreia, neoplasias, doenças endócrinas, contato com irritantes ou presença de corpos estranhos. O diagnóstico é feito através do exame físico detalhado do animal e através da realização de exames, que vão variar de acordo com os sintomas.”

Como tratar pododermatite em cães?

O tratamento da pododermatite vai depender da causa desse sintoma. “De forma geral, haverá a necessidade de tratar a doença que está causando o sintoma. No caso de uma pododermatite parasitária causada por sarna demodécica, por exemplo, serão feitos tratamentos tópicos na pata, porém, será imprescindível que a doença de base (Demodicose) seja corretamente tratada. E isso vale para quaisquer outras doenças”, explica Priscila. Isso significa que, após o veterinário indicar qual o remédio para pododermatite, ele também vai prescrever outro medicamento para a causa subjacente. 

limpando patinha de cão
A higienização das patas do cachorro ajuda a evitar a pododermatite canina

Pododermatite em cães: veja os principais cuidados com a pata de cachorro

Para evitar que a pododermatite se desenvolva no corpo do cachorro, todo cuidado com as patinhas é crucial. É importante sempre estar atento ao comportamento canino para identificar mudanças comportamentais que podem indicar a presença de alguma doença no animal. Confira as dicas da dra. Priscila Alves:

“A primeira coisa é a inspeção: estar atento a quaisquer alterações presentes na pata e no comportamento do animal. Depois, procurar manter as patas sempre higienizadas, principalmente após passear com cachorro, além de unhas aparadas. E claro, tomar cuidado com a temperatura do chão, especialmente agora na estação mais quente do ano, para evitar queimaduras. No caso dos pets que estão em tratamento de pododermatite, os tutores deverão seguir à risca toda a prescrição do veterinário e voltar para as reavaliações.”

Adote um animal

Nomes para cachorro com a letra A: mais de 100 ideias para nomear o seu pet

Pesquisar e selecionar nomes para cachorro para o mais novo integrante da família é uma das partes mais divertidas do processo de ad...

Adote um animal

Maltês: 12 coisas que você precisa saber antes de ter um

Se você está em busca de um cachorro fofo e cheio de personalidade, o Maltês talvez seja a escolha perfeita. Esperto, dócil e brinca...

Adote um animal

Fiapo de manga: a nova "raça" de cachorro vira-lata que tem feito sucesso na internet

Há quem diga que vira-lata caramelo representa mais o Brasil do que samba e futebol - não à toa que existem propostas de lei para el...

Cachorro

Cruzamento de cachorro: tudo que você precisa saber sobre o assunto

O cruzamento de cachorro é um assunto que desperta a curiosidade da maioria dos tutores. Enquanto alguns se preocupam em evitar que ...

Gato

Os melhores gatos para famílias com crianças: veja a lista com as 10 raças mais indicadas

Quando se trata de escolher um bichano para as crianças, algumas raças de gato se destacam por serem os companheiros ideais. Com per...

Comportamento

Tem um gato arranhando o sofá? Cientistas identificaram as causas desse comportamento e mostram como fazer o pet parar

Conviver com um gato arranhando o sofá é um problema que vários tutores têm dificuldade de corrigir. Apesar de ser um instinto nato ...

Adote um animal

Nomes para cachorro com a letra A: mais de 100 ideias para nomear o seu pet

Pesquisar e selecionar nomes para cachorro para o mais novo integrante da família é uma das partes mais divertidas do processo de ad...

Adote um animal

Maltês: 12 coisas que você precisa saber antes de ter um

Se você está em busca de um cachorro fofo e cheio de personalidade, o Maltês talvez seja a escolha perfeita. Esperto, dócil e brinca...

Ver todas