Tirar um tempo para passear com cachorro é essencial, principalmente se você mora em apartamentos e pequenas casas.  O passeio proporciona benefícios físicos e mentais, permite a socialização e ainda incentiva o animal a usar seus instintos olfativos. Mas qual é a duração ideal do passeio com o cachorro? Isso varia de acordo com a raça e tamanho do animal? Para te ajudar a aproveitar da melhor maneira esse momento, o Patas da Casa separou algumas dicas importantes! 

Descubra quem é o seu cachorro no parcão!

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Não tenho pets
Tenho cão
Tenho gato
Tenho cão e gato
Autorizo receber comunicações e publicidade da NESTLÉ®.

Quanto tempo devo passear com o cachorro? 

O tempo de duração de cada passeio vai depender se o pet é um cachorro grande ou pequeno, mas, geralmente, o indicado é que a caminhada dure entre 30 minutos a 1 hora.

Se o seu cachorro for de porte grande, como um Pastor Alemão, o tempo investido para o passeio deverá ser maior. Isso porque cachorros grandes têm mais energia e precisam de mais estímulos, sendo ideal dedicar cerca de 60 minutos do seu dia para essa finalidade. Além disso, como cada raça tem sua particularidade, é importante incentivar atividades e brincadeiras mais indicadas para cada animal. 

Por exemplo, o Pastor Alemão é conhecido por ser um cachorro de caça, então durante o tempo dedicado ao passeio, é legal permitir que o animal explore o ambiente com seu poderoso olfato. Se perto da sua casa tiver um parCão, parque criado especialmente para que cães possam brincar e socializar de maneira segura, é legal separar um tempo para proporcionar brincadeiras que tenham obstáculos e desafiem o animal. 

Cachorros pequenos precisam de menos tempo de passeio?

cachorros pequenos, como o Yorkshire, não precisam de passeios tão longos e demorados, pois sua energia pode ser gasta facilmente em 30 minutos de caminhada. Por outro lado, um Jack Russell Terrier, por exemplo, vai precisar de passeios mais longos, mesmo sendo um cachorro de porte pequeno. Isso porque a raça é bastante energética. É importante que o tutor preste atenção em todo o contexto do animal e respeite o seu condicionamento físico. 

No caso do vira-lata, que é resultado do cruzamento de diferentes raças, cada animal vai ter características particulares na hora do passeio, já que a linhagem e o tamanho do animal não é definido.  Neste caso, o tutor precisa prestar atenção para descobrir o limite do seu SRD. 

Tutores de cachorros braquicefálicos, como o Shih tzu, Bulldog Francês e Pug, precisam tomar mais cuidado ainda na hora de passear, já que estes cães tendem a ter dificuldade em respirar. Então, o ideal é investir em passeios mais curtos e leves.

Dicas fundamentais para passear com cachorro em segurança!

Cachorros pequenos podem fazer passeios mais curtos

Quando o momento mais esperado do dia do seu cachorro chegar, a hora do passeio, é preciso tomar alguns cuidados para que tudo ocorra bem. Veja algumas dicas que o Patas da Casa separou para que passear com o cachorro seja ainda mais prazeroso.

  1. Passear com o cachorro nos horários com menos sol

É indicado passear com o cachorro principalmente durante a manhã ou no final da tarde. Isso porque se o dia estiver com sol, o período entre 11 e 15 horas é o pior momento para levar seu cachorro para passear. O chão quente pode causar queimaduras nas patinhas do cachorro e ainda corre o risco de seu animal ficar desidratado durante o passeio.

      2. Leve uma garrafinha de água para hidratar o cachorro durante o passeio

Como forma de evitar a desidratação, é essencial que o tutor sempre tenha água para oferecer ao seu cão. Em dias mais quentes, assim como os humanos, os animais precisam se hidratar, principalmente se os passeios forem longos ou demandarem muita energia.

     3. Segurança em primeiro lugar: escolha os acessórios adequados para passear com o cachorro

Existe uma infinidade de coleiras disponíveis nos pet shops, mas a escolha do melhor guia para o seu cão deve ser bem criteriosa para que o passeio seja feito da forma mais segura possível. Por exemplo, o peitoral e a guia para cachorro grande precisam ser bastante resistentes para não se romper e causar fugas ou acidentes. Não se esqueça de providenciar uma coleira com identificação para cachorro.

Passear com cachorro faz bem para saúde

Tirar uma hora do dia para passear com os cachorros pode ajudar a prevenir alguns problemas de saúde comuns entre os animais, como a obesidade canina, a artrite, o aumento da pressão cardíaca e ainda melhora o condicionamento físico dos animais. Além disso, esse momento de distração diminui os riscos do cachorro desenvolver depressão e ansiedade.

A idade do cachorro importa?

Sim, a idade do cachorro é um importante fator a ser levado em consideração na hora do passeio. O cachorro idoso tem o metabolismo naturalmente mais lento, por isso, é necessário diminuir o ritmo das caminhadas e brincadeiras. O indicado é que seja feito passeios leves de 20 minutos, até duas vezes ao dia, respeitando as limitações do seu velho amigo.