Saúde

Piodermite em cães: entenda mais sobre as causas, características e tratamento dessa infecção bacteriana

A piodermite em cães é mais comum do que você imagina. Entenda mais sobre esse problema!
A piodermite em cães é mais comum do que você imagina. Entenda mais sobre esse problema!

A piodermite canina é uma das doenças de pele mais comuns que podem afetar o seu amigo de quatro patas. Trata-se de uma infecção bacteriana que atinge a pele do peludo e que pode ser de três tipos: externa, superficial e profunda. O que difere cada uma delas é a profundidade da lesão, que deve ser determinada por um médico veterinário dermatologista. Para esclarecer algumas dúvidas sobre a doença, conversamos com a veterinária especialista em dermatologista Priscila Alves, do Rio de Janeiro. Dá só uma olhada!

Piodermite em cães: o que causa esse problema?

Segundo a veterinária, qualquer doença interna predispõe ao aparecimento da piodermite canina, independente do seu tipo. Entretanto, as causas mais comuns associadas a esse quadro são doenças alérgicas, demodicose e doenças hormonais. O agente por trás dessa infecção é uma bactéria específica do organismo canino, conhecida como Staphylococcus pseudintermedius. Normalmente, essa bactéria não causa nenhum dano à saúde do animal, mas se o sistema imunológico do seu bichinho estiver comprometido, o crescimento anormal dessa bactéria pode ocasionar a piodermite em cães. Vale destacar que não é uma doença contagiosa.

Fique de olho nos sintomas mais comuns da piodermite canina

Se o seu cãozinho anda se coçando com frequência, é bom ficar atento. Boa parte dos animais costumam apresentar coceira como um dos principais sintomas, mas outros sinais também podem ser observados, como o surgimento de caroços pelo corpo do animal (pápulas) e bolinhas de pus (pústulas). A queda de pelos também pode acontecer.

Após observar qualquer um dos sintomas destacados, é importante levar o animal a um veterinário dermatologista para saber o que anda acontecendo de fato com o cãozinho. De acordo com Priscila, o diagnóstico é feito por meio do exame físico do animal, onde o médico vai observar as lesões em questão. Além disso, também deve-se realizar um exame chamado citologia, que é capaz de visualizar as bactérias e pode confirmar a suspeita. “Identificar a causa da doença com esse tipo de exames laboratorial é o mais importante”, conclui.

Descubra se você é um cachorro ou um gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

No fim de semana, você é o amigo que...?

As férias estão chegando! Vai viajar?

Chegou a hora de escolher a comida! Quem é você?

Que música você escolhe para arrasar no karaokê?

E sobre seus cuidados de beleza?

Vai ficar em casa com o mozão? Você prefere:

Ihhh, você recebeu uma crítica no trabalho… Como reage?

Você é um cachorro! Você é um gato! Você é um gatorro!
    A piodermite canina pode se manifestar com erupções na pele do cãozinho
    A piodermite canina pode se manifestar com erupções na pele do cãozinho

    Mais Lidas

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Cachorro ofegante: quais problemas o sintoma pode indicar?
    Saúde animal

    Cachorro ofegante: quais problemas o sintoma pode indicar?

    Encontrar o cachorro ofegante não é uma questão incomum na vida dos tutores. Normalmente, os peludos ficam mais cansados depois de um longo passeio ou brincadeiras, mas quando não houve nenhum estímulo é preciso ficar atento. Observe alguns sinais do cachorro ofegante: língua pra fora pode indicar calor ou cansaço, agora se o sintoma estiver acompanhado de tremores ou cachorro com dificuldade de respirar, o ideal é levá-lo imediatamente ao veterinário. Para saber como diferenciar e se há necessidade de buscar ajuda médica, nós conversamos com Ricardo Duarte, que é docente do curso de Medicina Veterinária do Centro Universitário FMU, de São Paulo.

    Vermífugo para cachorro: veterinária tira todas as dúvidas sobre o intervalo de uso do remédio
    Saúde animal

    Vermífugo para cachorro: veterinária tira todas as dúvidas sobre o intervalo de uso do remédio

    Você certamente já ouviu falar em vermífugo para cães. Mas sabe, exatamente, para que ele serve? Quem tem animal de estimação precisa estar atento a uma série de cuidados para manter a saúde do bichinho em dia - e usar esse remédio no período certo é uma dessas medidas indispensáveis para a proteção do pet. Como o nome já indica, o medicamento previne doenças causadas por vermes, como a Dirofilaria immitis, Toxocara canis e Giárdia sp.

    Piodermite canina: remédio ou shampoo para tratamento? Qual é a melhor opção?

    Para tratar a piodermite em cães, o médico veterinário pode indicar tanto o uso de produtos tópicos antibacterianos quanto o uso de antibióticos. Dentre os produtos tópicos, a indicação mais comum é do shampoo para piodermite canina, que ajuda a aliviar a coceira e consegue remover as crostas da infecção. Mas além dele, também podem ser utilizados géis, cremes e sprays, desde que sejam recomendados por um especialista em saúde animal. Já o uso de antibióticos vai depender do diagnóstico clínico, assim como o tempo de duração do remédio. Mas atenção: lembre-se que para a piodermite canina, remédio caseiro não deve ser uma opção. É importante que todo o processo seja acompanhado por um médico veterinário, principalmente para entender a causa por trás da doença.

    Piodermite canina: tratamento da doença primária é fundamental

    Antes de mais nada, é preciso ter em mente que a piodermite em cães geralmente está associada a outras doenças, atuando como uma doença secundária. Por isso, não adianta buscar apenas o tratamento da piodermite em si, ok? Para garantir que o seu cãozinho vai ter a sua saúde de volta, tratar a doença de base também é extremamente necessário, como Priscila alerta. Até mesmo porque, sem o tratamento adequado ou o controle da doença primária, as chances de recidiva da piodermite canina são bem altas. 

    É possível evitar a piodermite em cães?

    Infelizmente, não tem como prever e evitar a piodermite canina, já que ela está relacionada principalmente ao sistema imunológico do cãozinho. No entanto, é muito comum que mesmo depois de tratar a doença, a piodermite volte a incomodar o animal. Isso acontece quando o problema original não foi tratado. Mas, conforme a veterinária conta, em quadros recidivantes é possível tentar controlar a doença e os seus sintomas. 

    Redação: Juliana Melo

    O que a doença do carrapato causa no organismo do cachorro?

    Próxima matéria

    O que a doença do carrapato causa no organismo do cachorro?

    Tudo sobre o cachorro Pug: origem, saúde, personalidade, características físicas e muito mais
    Pequenos

    Tudo sobre o cachorro Pug: origem, saúde, personalidade, características físicas e muito mais

    É praticamente impossível não se apaixonar por um cachorro da raça Pug! Com os famosos olhos esbugalhados, focinho achatado e corpo compacto e rechonchudo, o cãozinho é um dos queridinhos dos brasileiros. São tantas características que fazem do Pug um animal único, que fica até difícil saber por onde começar. Pensando nisso, o Patas da Casa preparou uma matéria bem especial para todos os amantes da raça Pug. A seguir, descubra mais sobre a origem, personalidade, cuidados com a saúde e qual é o preço desse doguinho tão carismático!

    Tudo sobre o Dálmata: conheça as características, personalidade e cuidados com essa raça de cachorro grande
    Grandes

    Tudo sobre o Dálmata: conheça as características, personalidade e cuidados com essa raça de cachorro grande

    Um cachorro Dálmata é facilmente reconhecido graças a sua aparência particular e também ao filme “101 Dálmatas”, desenho que se tornou muito popular na década de 60 e que faz um grande sucesso até hoje. Mas o que esse cãozinho tem de tão especial, além das suas famosas manchas? Para quem sempre quis ter um Dálmata para chamar de seu, chegou o momento de desvendar tudo sobre essa raça de cachorro grande: características físicas, temperamento, personalidade, que cuidados são necessários, preço e como é a saúde desse animal. Vem que a gente te conta!

    Saiba tudo sobre a raça LaPerm: conheça as características desse tipo de gato!
    Raças

    Saiba tudo sobre a raça LaPerm: conheça as características desse tipo de gato!

    A raça LaPerm é consequência de uma mutação genética dominante e leva esse nome graças a um famoso penteado muito usado na década de 1980. Basta dar uma olhada no visual do gatinho cacheado para entender o porquê! Esse tipo de felino é meigo e extrovertido e tem tudo para conquistar o seu coração. Saiba mais detalhes a respeito da raça em nossa matéria!

    Giárdia em cães: transmissão, sintomas, tratamento e prevenção... saiba tudo sobre a doença!
    Diarreia

    Giárdia em cães: transmissão, sintomas, tratamento e prevenção... saiba tudo sobre a doença!

    A giárdia em cães ou giardíase, como é conhecida a doença, é uma zoonose — ou seja: também pode ser transmitida para humanos — causada por um protozoário que age na corrente sanguínea do cachorro contaminado. A partir do contágio, a giárdia causa uma série de alterações gástricas no animal. Mesmo que tenha cura, a giárdia canina pode matar se não for devidamente tratada. Para esclarecer diferentes dúvidas, como contágio, tratamento e as diferentes formas de prevenção da doença, conversamos com o veterinário Thiago Félix, de Brasília. Dá uma olhada!

    Ver Todas >

    8 mitos e verdades sobre a saúde dos gatos
    Saúde animal

    8 mitos e verdades sobre a saúde dos gatos

    Quando se trata da saúde de gato, uma coisa é certa: todo o cuidado é pouco. Embora exista a lenda de que os bichanos possuem sete vidas, alguns cuidados específicos influenciam diretamente no bem-estar e, principalmente, na expectativa de vida do seu amigo. Ainda assim, é comum que alguns tutores tenham dúvidas sobre as medidas necessárias para proteger o seu pet e evitar as principais doenças de gato, especialmente os gateiros de primeira viagem. 

    Batimentos cardíacos de cachorro: qual a frequência considerada normal e como medir?
    Saúde animal

    Batimentos cardíacos de cachorro: qual a frequência considerada normal e como medir?

    Todo mundo sabe que os cães são donos de um enorme coração, sempre dispostos a dar muito amor e carinho para quem quiser receber. Contudo, é sempre importante ficar atento a possíveis alterações no coração de cachorro, e saber como medir os batimentos cardíacos do animal pode ajudar bastante nessas horas. Mas então, como analisar isso da forma correta? Qual é a frequência considerada normal quando se trata dos batimentos cardíacos de um cachorro?

    Infecção urinária em gatos: quais são as mudanças comportamentais mais comuns?
    Saúde animal

    Infecção urinária em gatos: quais são as mudanças comportamentais mais comuns?

    A infecção urinária em gatos é um quadro mais comum do que se imagina quando se trata da saúde dos bichanos. Embora seja associada à baixa ingestão de água, a doença pode ser causada por uma série de fatores, que variam desde causas bacterianas à estresse e ansiedade. Quando não tratada, a patologia pode causar bastante incômodo ao animal, o que pode ser percebido com algumas mudanças no comportamento do gato. 

    Conheça algumas vacinas para gatos não obrigatórias
    Saúde animal

    Conheça algumas vacinas para gatos não obrigatórias

    As vacinas para gatos são fundamentais na prevenção de diversas doenças felinas. Por isso, ao adotar um bichano, uma das principais orientações dos veterinários é que o seu pet passe pela atualização de vacinas obrigatórias, como a antirrábica e a quádrupla felina, que previne doenças como a panleucopenia e rinotraqueíte. Ainda assim, elas não são suficientes para proteger o animal de todas as patologias que ele pode adquirir ao longo da vida.

    Ver Todas >