close
Saúde

Piodermite em cães: entenda mais sobre as causas, características e tratamento dessa infecção bacteriana

 A piodermite canina é uma doença de pele mais comum do que se imagina
A piodermite canina é uma doença de pele mais comum do que se imagina

A piodermite canina é um dos problemas mais comuns que podem afetar o seu amigo de quatro patas, especialmente se ele tiver predisposição genética para doenças de pele. Causada por uma bactéria, a piodermite em cães provoca alterações na derme que podem ser facilmente percebidas pelo tutor: durante a infecção bacteriana, cachorro apresenta coceira excessiva, feridas e pode ou não ter a presença de pústula em cães. Como tudo que afeta a saúde animal, é comum que surjam algumas dúvidas sobre a piodermite canina (como tratar, causas e outros sintomas). Para esclarecer tudo isso, conversamos com a veterinária especialista em dermatologista Priscila Alves, do Rio de Janeiro. Dá só uma olhada!

O que é piodermite canina?

A piodermite canina é uma infecção que atinge a pele dos cães e é causada por uma bactéria que habita naturalmente o organismo canino, conhecida como Staphylococcus pseudintermedius. Normalmente, essa bactéria não causa nenhum dano à saúde do animal, mas se o sistema imunológico do seu bichinho estiver comprometido, ocorre um crescimento anormal que pode ocasionar a piodermite, deixando o cachorro com infecção bacteriana. Isso quer dizer que a piodermite canina nunca acontece espontaneamente e sempre é uma consequência de alguma fragilidade ou patologia presente no organismo do cão.

Quando se trata da piodermite, cachorro pode desenvolver dois tipos da doença: superficial ou profunda. O que difere cada uma delas é a profundidade da lesão, que deve ser determinada por um médico veterinário dermatologista.

• Piodermite superficial: essa manifestação da doença acontece na camada córnea da pele, isto é, na camada mais externa, onde estão presentes principalmente as células mortas. Nesse caso de infecção bacteriana, cachorro pode ter quadros associados como o impetigo e foliculite (pelo encravado em cachorro).

• Piodermite profunda: nesse caso, a piodermite bacteriana canina atinge regiões mais profundas, podendo alcançar a hipoderme, que é a última camada da pele. Quando isso acontece, é possível perceber o aparecimento de furúnculos e abscessos. Apesar de também ser causada pela bactéria Staphylococcus pseudintermedius, outras bactérias podem estar envolvidas se a infecção for muito profunda.

Piodermite canina: causas do problema são variadas

Segundo a veterinária, qualquer doença interna predispõe ao aparecimento da piodermite canina, independentemente do seu tipo. Como essa infecção bacteriana decorre do desequilíbrio da microbiota da pele, qualquer alteração - como alergia, infestações de parasitas e problemas com fungos - já são suficientes para a infecção se instalar. Quando há um cachorro com alergia na pele, as chances são maiores de o animal desenvolver o problema, mas se ele coçar muito a região por qualquer outro motivo, também fica mais suscetível. Outras causas comuns associadas a esse quadro são doenças hormonais e demodicose (ou sarna demodécica).

Piodermite canina: sintomas mais comuns

Se o seu cachorrinho anda se coçando com frequência, é bom ficar atento. Um dos sinais que indicam a piodermite canina é a coceira, embora outros sintomas também sejam frequentes, como a presença de pápula e pústula. Cachorro também pode passar a desenvolver comportamentos compulsivos, como lamber a pata e a região afetada constantemente. Isso acontece porque a infecção bacteriana incomoda bastante, e é uma tentativa dos animais se livrarem desse incômodo. Veja abaixo quais são os principais sintomas de piodermite canina:

  • Coceira excessiva
  • Pápulas (caroços pelo corpo)
  • Pústulas (bolinhas de pus)
  • Formação de crostas
  • Descamação
  • Abscessos
  • Queda de pelos
  • Lambedura ou mordidas na região

Após observar qualquer um dos sintomas destacados, é importante levar o animal a um veterinário dermatologista para saber o que anda acontecendo de fato com a saúde do cachorro. De acordo com Priscila, o diagnóstico da piodermite canina é feito por meio do exame físico do animal, onde o médico vai observar as lesões em questão. Além disso, também deve-se realizar um exame chamado citologia, que é capaz de visualizar as bactérias e pode confirmar a suspeita. “Identificar a causa da doença com esse tipo de exames laboratorial é o mais importante”, conclui.

Faça o teste e descubra qual a personalidade dominante do seu gato!

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Como seu gato reage com a chegada de visitas em casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você está pensando em adotar mais um gatinho. Qual seria a reação do seu felino?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você precisa levar seu gato ao veterinário e na fila ele encontra outro felino. Como ele reage?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato fica incomodado quando as portas de casa ficam fechadas?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta com os outros animais da casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você acabou de chegar em casa depois de muito tempo fora. O seu gato:

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato deitou em cima da sua cama e dormiu. Qual a sua reação, humano?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta na hora de se alimentar?

Question Header Background

Gato-humano! Seu gato não perde a oportunidade de estar ao seu lado Gato solitário! Seu gato tem uma personalidade mais quieta e reservada Gato-gato!  Seu gato gosta da companhia de outros felinos Gato curioso! Seu gato está sempre em busca de novas aventuras Gato caçador! Seu gato tem os instintos selvagens mais aflorados
    Na piodermite canina, fotos mostram a presença de pápulas (caroços) ou pústulas (bolinhas de pus)
    Na piodermite canina, fotos mostram a presença de pápulas (caroços) ou pústulas (bolinhas de pus)

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    Piodermite canina tem cura e é tratada com antibióticos ou medicamentos tópicos

    Felizmente, é totalmente possível curar e tratar um cachorro com infecção bacteriana. Para o tratamento, piodermite canina deve ser controlada com o uso de produtos tópicos antibacterianos e remédios antibióticos, prescritos previamente pelo médico veterinário. O tempo de duração vai depender da avaliação feita pelo profissional, que irá verificar a extensão e gravidade da lesão. Também é fundamental seguir à risca todas as orientações passadas pelo veterinário. Se houver qualquer interrupção no tratamento da piodermite, cães podem sofrer com a recidiva da doença.

    Piodermite canina: remédio ou shampoo para tratamento? Qual é a melhor opção?

    Dentre os produtos tópicos, a indicação mais comum é do shampoo para piodermite canina, que ajuda a aliviar a coceira e consegue remover as crostas da infecção. Mas além dele, também podem ser utilizados géis, cremes e sprays, desde que sejam recomendados por um especialista em saúde animal. Já o uso de antibióticos vai depender do diagnóstico clínico, assim como o tempo de duração do remédio. Mas atenção: lembre-se que para a piodermite canina, remédio caseiro não deve ser uma opção. É importante que todo o processo seja acompanhado por um médico veterinário, principalmente para entender a causa por trás da doença.

    Piodermite canina: tratamento da doença primária é fundamental

    Antes de mais nada, é preciso ter em mente que a piodermite canina geralmente está associada a outras doenças, atuando como uma doença secundária. Por isso, não adianta saber apenas como tratar piodermite canina, ok? Para garantir que o seu cãozinho vai ter a sua saúde de volta, o tratamento da doença de base também é extremamente necessário, como Priscila alerta. Até mesmo porque, sem o tratamento adequado ou o controle da doença primária, as chances de recidiva da piodermite canina são bem altas.

    É possível evitar a piodermite em cães?

    Infelizmente, não tem como prever e evitar a piodermite canina, já que ela está relacionada principalmente ao sistema imunológico do cãozinho. No entanto, é muito comum que mesmo depois de tratar a doença, a piodermite volte a incomodar o animal. Isso acontece quando o problema original não foi tratado. Mas, conforme a veterinária conta, em quadros recidivantes é possível tentar controlar a doença e os seus sintomas.

    Redação: Juliana Melo

    Publicada originalmente em: 17/04/2020

    Atualizada em: 27/08/2021

    Qual o uso correto da coleira para leishmaniose?

    Próxima matéria

    Qual o uso correto da coleira para leishmaniose?

    Tudo sobre o Terra Nova: conheça todas as características desse cachorro grande
    Grandes

    Tudo sobre o Terra Nova: conheça todas as características desse cachorro grande

    O Terra Nova é uma raça de cachorro grande que, apesar do corpo musculoso e robusto, é muito dócil e amigável. Ele chama bastante atenção por conta do seu tamanho e também ser bem peludinho, lembrando bastante um ursinho de pelúcia - ou, nesse caso, um ursão. Dentre uma das características mais marcantes da raça, podemos destacar o seu lado atlético e a paixão que o cachorro Terra Nova tem por água. É isso mesmo: esta é uma das raças de cachorro que mais gosta de nadar e brincar na água.

    Fox Terrier: características físicas, personalidade, cuidados e muito mais... saiba tudo sobre a raça
    Pequenos

    Fox Terrier: características físicas, personalidade, cuidados e muito mais... saiba tudo sobre a raça

    Os cães do grupo Terrier fazem sucesso por onde passam, e com o Fox Terrier não é diferente. Ele representa perfeitamente as raças de cachorro desse grupo: é animado, ativo, cheio de energia, habilidoso e, claro, incrivelmente fofo. Muitas pessoas chegam a confundi-lo com o Fox Paulistinha, uma raça de Terrier originária do Brasil que descende do cruzamento do Fox Terrier com outros cães. No entanto, esses dois doguinhos são bem diferentes entre si, especialmente no que diz respeito à pelagem e traços físicos.

    Saiba tudo sobre o gato Himalaia: origem, características, personalidade, cuidados e muito mais
    Raças

    Saiba tudo sobre o gato Himalaia: origem, características, personalidade, cuidados e muito mais

    O gato Himalaia é, sem dúvidas, uma das raças mais queridinhas e desejadas pelos amantes de felinos. Ele reúne em sua genética a mistura de outras duas raças que são muito populares: o gato Persa e o Siamês. Ou seja, é carisma e fofura em dose dupla! Além disso, esse gatinho tem uma personalidade super dócil e tranquila, sendo a companhia perfeita para quem sempre sonhou em ter um bichinho de estimação. Se esse é o seu caso, ou se você já tem um gato do Himalaia e quer conhecer tudo sobre ele, essa matéria vai te ajudar bastante. 

    Tudo sobre o cachorro Boxer: origem, personalidade, saúde, características físicas e cuidados
    Grandes

    Tudo sobre o cachorro Boxer: origem, personalidade, saúde, características físicas e cuidados

    Se você sempre sonhou em ter um cachorro grande dentro de casa, a raça Boxer certamente é uma opção que não vai te decepcionar. Por trás da aparência robusta e que pode ser considerada até um pouco intimidante para alguns, existe um cãozinho companheiro e com muito amor para oferecer aos seus humanos. Conheça um pouco mais sobre o comportamento da raça, cuidados com a saúde e quanto custa um cachorro Boxer.

    Ver Todas >

    Outubro rosa pet: tudo que você precisa saber sobre o câncer de mama em cadelas e gatas
    Saúde animal

    Outubro rosa pet: tudo que você precisa saber sobre o câncer de mama em cadelas e gatas

    Assim como a campanha internacional com humanos, o Outubro Rosa Pet é uma oportunidade para conscientizar os tutores sobre a prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama em cães e gatos. Esse é um problema mais comum do que se imagina no universo animal. Por isso, a observação constante e a prevenção devem fazer parte da rotina de todo pai ou mãe de pet, principalmente no caso de fêmeas.

    Piodermite canina: 10 perguntas e respostas sobre a doença que atinge a pele do cachorro
    Saúde animal

    Piodermite canina: 10 perguntas e respostas sobre a doença que atinge a pele do cachorro

    A piodermite canina é uma das doenças de pele que podem atingir os cães, deixando-o com muita coceira e bastante desconfortável. Podendo ter inúmeras causas, a piodermite está relacionada ao sistema imunológico do animal e significa que a saúde do pet está debilitada. Apesar de comum, a piodermite em cães ainda gera muitas dúvidas nos pais e mães de pet, que não sabem muito bem como perceber os sintomas, o que causou a doença e como podem tratá-la. O Patas da Casa separou 10 perguntas e respostas sobre a piodermite em cachorro para acabar com qualquer questão que você possa ter sobre essa doença. Confira!

    Dirofilariose canina: saiba mais sobre o verme do coração que atinge os cães
    Saúde animal

    Dirofilariose canina: saiba mais sobre o verme do coração que atinge os cães

    A dirofilariose canina é uma doença silenciosa que pode afetar gravemente a saúde dos pets. Conhecida popularmente como a patologia do verme do coração, a transmissão da doença acontece por meio de uma simples picada de mosquito e pode levar o cachorro a óbito de maneira repentina. Para lidar com a dirofilariose, todo cuidado é pouco! 

    Fluidoterapia em gatos: tudo que você precisa saber sobre o tratamento usado em gatos renais crônicos
    Saúde animal

    Fluidoterapia em gatos: tudo que você precisa saber sobre o tratamento usado em gatos renais crônicos

    Você já ouviu falar em fluidoterapia em gatos? Muito comum em casos de insuficiência renal em gatos, a fluidoterapia em felinos é um tratamento de suporte que promove a hidratação do animal. É um procedimento versátil que pode ser aplicado de diversas maneiras e com fluidos específicos para cada situação. Para tirar todas as dúvidas sobre a fluidoterapia em gatos, o Patas da Casa conversou com a veterinária especialista em gato e dona do Diário Felino Jéssica de Andrade.

    Ver Todas >