Gato

O gato castrado fica mais calmo depois da cirurgia? Essas foram as mudanças mais visíveis que percebi quando castrei o meu

Publicado - 05 Julho 2024 - 11h45

Atualizado - 05 Julho 2024 - 16h10

Laura Furtado / Redatora

Jornalista em formação pela Universidade Federal Fluminense (UFF), em Niterói. Desde pequena, sempre tive um amor e carinho especial por todos os animais. Quando completei 6 anos, meus pais me presentearam com um cãozinho da raça Bichon Frisé que chamamos de Billy. Foi o dia mais feliz da minha vida, fiquei horas chorando sem acreditar que ele era meu. Billy viveu 14 anos com a gente, mas virou uma estrelinha em 2019 depois de uma história linda ao nosso lado.

Em 2019, ganhei da minha sogra uma Dachshund, o famoso salsichinha, e desde então minha vida voltou a fazer sentido. Pode parecer clichê, mas nada explica o sentimento de amor e carinho que ter um pet proporciona. Nós decidimos chamar ela de Teteia, e não poderia existir nome melhor pra descrever ela. Teteia significa moça atraente, e a minha Teteia salsicha é realmente a coisa mais linda do mundo, além de ser extremamente carinhosa, companheira e engraçada.

Em 2023, participei de uma entrevista e entrei para o time do Patas da Casa. Fiquei muito feliz, porque sempre tive afinidade e carinho pelos animais, e não há nada melhor do que escrever sobre coisas que a gente ama, né. Me identifiquei de cara com os valores do Patas e sempre considerei o projeto de suma importância para tutores que, assim como eu, buscam se informar para garantir o melhor para os pets. Desde então, cada dia tem sido um aprendizado, e sou muito feliz por fazer parte de um projeto tão especial quanto o Patas.

• Filme com animal preferido: “Marley e Eu”
• Uma raça de cachorro: Vira-lata
• Uma raça de gato: Siamês
• A curiosidade favorita sobre cachorros: Os cães de suporte emocional podem agir como 'terapeutas', ajudando pacientes com ansiedade, depressão, autismo e estresse pós-traumático
• A curiosidade favorita sobre gatos: Os gatinhos tem efeitos positivos na sáude mental e física dos humanos
• Sobre o que mais gosta de escrever no universo pet: Comportamento animal
• Um aprendizado: Adotar cachorro ou gato pode mudar a vida das pessoas e dos animais para melhores, trazendo muito amor e felicidade
• Nome de pet favorito: Larica

Todo mundo já deve ter ouvido falar que o gato castrado fica mais tranquilo depois da cirurgia. A castração consiste na esterilização do animal, e é um procedimento que traz muitos benefícios, tanto para a saúde quanto para o comportamento dos felinos. Além de evitar crias indesejadas e prevenir doenças graves, como câncer e infecções, a castração de gato também pode influenciar diretamente no temperamento do animal. Mas será que eles ficam mesmos mais calmos como prometem? Para sanar essa dúvida, o Patas da Casa vai te dizer quais são as principais mudanças do gato castrado antes e depois do procedimento.

O gato castrado fica mais calmo após a cirurgia?

Todo mundo já escutou ao menos uma vez na vida a afirmação de que o gato castrado fica muito mais tranquilo depois do procedimento, mas será que isso é mesmo verdade? Sim, isso é totalmente verdade. Isso acontece porque a cirurgia de castração tem por objetivo retirar os testículos do gato macho e os ovários e útero da gata fêmea, o que acaba provocando uma redução dos níveis de estrogênio e testosterona, hormônios sexuais associados ao comportamento animal. Por essa razão, o gato castrado tende a ficar menos agitado e menos propenso a demonstrar comportamentos territorialistas agressivos, já que eles perdem o interesse pelo acasalamento. Já as fêmeas, perdem aqueles clássicos comportamentos de uma gata no cio, como o miado estridente. 

Todo o corpo sofre alterações depois da cirurgia de castração de gato

Durante a cirurgia de castração ocorre a retirada do testículo e do útero, por isso, é natural que o corpo sofra alterações físicas durante o processo. Muitos se perguntam como fica o saco do gato castrado após cirurgia, e como o testiculo é retirado, ele só ‘perde’ essa parte do corpo. Como é bem pequenininho, em alguns casos nem é preciso dar pontos no local do corte. No caso das gatas fêmeas, a incisão é um pouco maior para retirar os órgãos reprodutivos. Depois da retirada, a incisão é suturada, deixando uma pequena cicatriz na região da barriga.

Imagem Quiz:Você é exigente na hora de escolher um veterinário para gato?

Você é exigente na hora de escolher um veterinário para gato?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Devido às incisões, o gato castrado no pós operatório precisa de alguns cuidados para se recuperar. É necessário manter a área da incisão limpa e seca para evitar infecções e ficar de olho no animal após a cirurgia. Em caso de qualquer complicação, como sangramento ou reação à anestesia, leve o animal ao veterinário.

O gato castrado fica menos agitado

Com a redução da testosterona e do estrogênio, é natural que o gato castrado fique menos agitado e mais tranquilo. Por isso, o gato tende a fazer menos exercícios físicos no dia a dia. Isso não significa dizer que os gatos deixam de brincar. Na verdade, por não estar em busca de um parceiro para o acasalamento, o gato castrado tende a participar de mais brincadeiras com o dono, mas a energia já não é mais a mesma. Com menos exercícios físicos na rotina, o animal fica propenso a desenvolver a obesidade felina, principalmente se a alimentação não for balanceada.

gato laranja sentado em cama suspensa próxima a janela
Gato castrado foge? Gatinhos tendem a ficar mais tranquilos e caseiros após o procedimento

O gato castrado foge menos de casa

Um dos motivos mais comuns para a fuga dos felinos de casa é a busca por parceiros para o acasalamento. Por isso, muitos tutores se perguntam se gato castrado foge após a cirurgia. Como a castração interrompe o cio do gato, eles tendem a  ficar mais ‘caseiros’ - mas isso não é uma regra. Alguns gatinhos criaram o hábito de passear na rua por outros motivos que não envolvem o acasalamento, e após a cirurgia, podem continuar se interessando em dar voltinhas. Contudo, é importante lembrar que esse hábito é perigoso para o felino, pois o gato pode contrair doenças transmissíveis perigosas e até sofrer acidentes. Para evitar que isso aconteça, você deve telar as janelas de casa e proporcionar um ambiente enriquecido e divertido para o pet, com brinquedos para gatos que despertem o interesse dele.

O gato castrado tende a fazer menos xixi fora do lugar

O gato marcando território é um comportamento natural de felinos não castrados. Eles fazem isso para mostrar aos outros felinos quem é que manda no pedaço, espalhando jatos de xixi por todos os cantinhos da casa. Após a castração, este comportamento tende a cessar, diminuindo as chances de você encontrar xixi de gato fora da caixa de areia. É claro que, se o banheiro de gato estiver sujo, ele vai preferir fazer as necessidades em outro local, então é importante manter a caixa de areia sempre limpinha.

A agressividade tende a diminuir no gato castrado

Sem os hormônios sexuais à flor da pele, o gato castrado fica mais amigável com outros animais e pessoas. Como não precisam competir por uma fêmea, eles ficam menos agressivos e mais carinhosos com o tutor. Também são mais sociáveis e tendem a se envolver em menos brigas. Isso acontece por uma questão totalmente hormonal, já que os níveis de estrogênio e testosterona não são mais os mesmos.  

Gato

Os melhores gatos para famílias com crianças: veja a lista com as 10 raças mais indicadas

Quando se trata de escolher um bichano para as crianças, algumas raças de gato se destacam por serem os companheiros ideais. Com per...

Comportamento

Tem um gato arranhando o sofá? Cientistas identificaram as causas desse comportamento e mostram como fazer o pet parar

Conviver com um gato arranhando o sofá é um problema que vários tutores têm dificuldade de corrigir. Apesar de ser um instinto nato ...

Cuidados

Areia de mandioca para gatos: veterinária destrincha tudo sobre a areia do momento, benefícios e indicações

De um tempo para cá, a procura pela areia de mandioca para gatos cresceu consideravelmente. Devido a esse movimento dos consumidores...

Gato

O gato Bengal é selvagem, híbrido ou doméstico? Curiosidades sobre os instintos da raça que parece um leopardo

O gato Bengal é uma das raças mais exóticas que existem por uma razão simples: eles são bem parecidos visualmente com o leopardo, um...

Gato

Os melhores gatos para famílias com crianças: veja a lista com as 10 raças mais indicadas

Quando se trata de escolher um bichano para as crianças, algumas raças de gato se destacam por serem os companheiros ideais. Com per...

Comportamento

Tem um gato arranhando o sofá? Cientistas identificaram as causas desse comportamento e mostram como fazer o pet parar

Conviver com um gato arranhando o sofá é um problema que vários tutores têm dificuldade de corrigir. Apesar de ser um instinto nato ...

Adote um animal

Nomes para cachorro com a letra A: mais de 100 ideias para nomear o seu pet

Pesquisar e selecionar nomes para cachorro para o mais novo integrante da família é uma das partes mais divertidas do processo de ad...

Adote um animal

Maltês: 12 coisas que você precisa saber antes de ter um

Se você está em busca de um cachorro fofo e cheio de personalidade, o Maltês talvez seja a escolha perfeita. Esperto, dócil e brinca...

Ver todas