Alimentação animal

Nem ração, nem sachê: o que mais engorda o cachorro é uma atitude boba que poucos tutores prestam atenção

Publicado - 29 Abril 2024 - 15h25

Atualizado - 29 Abril 2024 - 15h27

Laura Furtado / Redatora

Jornalista em formação pela Universidade Federal Fluminense (UFF), em Niterói. Desde pequena, sempre tive um amor e carinho especial por todos os animais. Quando completei 6 anos, meus pais me presentearam com um cãozinho da raça Bichon Frisé que chamamos de Billy. Foi o dia mais feliz da minha vida, fiquei horas chorando sem acreditar que ele era meu. Billy viveu 14 anos com a gente, mas virou uma estrelinha em 2019 depois de uma história linda ao nosso lado.

Em 2019, ganhei da minha sogra uma Dachshund, o famoso salsichinha, e desde então minha vida voltou a fazer sentido. Pode parecer clichê, mas nada explica o sentimento de amor e carinho que ter um pet proporciona. Nós decidimos chamar ela de Teteia, e não poderia existir nome melhor pra descrever ela. Teteia significa moça atraente, e a minha Teteia salsicha é realmente a coisa mais linda do mundo, além de ser extremamente carinhosa, companheira e engraçada.

Em 2023, participei de uma entrevista e entrei para o time do Patas da Casa. Fiquei muito feliz, porque sempre tive afinidade e carinho pelos animais, e não há nada melhor do que escrever sobre coisas que a gente ama, né. Me identifiquei de cara com os valores do Patas e sempre considerei o projeto de suma importância para tutores que, assim como eu, buscam se informar para garantir o melhor para os pets. Desde então, cada dia tem sido um aprendizado, e sou muito feliz por fazer parte de um projeto tão especial quanto o Patas.

• Filme com animal preferido: “Marley e Eu”
• Uma raça de cachorro: Vira-lata
• Uma raça de gato: Siamês
• A curiosidade favorita sobre cachorros: Os cães de suporte emocional podem agir como 'terapeutas', ajudando pacientes com ansiedade, depressão, autismo e estresse pós-traumático
• A curiosidade favorita sobre gatos: Os gatinhos tem efeitos positivos na sáude mental e física dos humanos
• Sobre o que mais gosta de escrever no universo pet: Comportamento animal
• Um aprendizado: Adotar cachorro ou gato pode mudar a vida das pessoas e dos animais para melhores, trazendo muito amor e felicidade
• Nome de pet favorito: Larica

Cuidar da alimentação do cachorro é crucial para prevenir uma série de problemas de saúde, como hipertensão, diabetes e, especialmente, a obesidade. Um cachorro obeso é sinal de que o pet não está se alimentando adequadamente e, por isso, está ganhando peso. No entanto, surpreendentemente o maior culpado pelo ganho de peso do cachorro não é a ração nem os sachês, mas sim uma prática muito comum entre os tutores que passa batida no dia a dia. 

Atitude que parece inofensiva pode estar engordando o seu cachorro

Não há quem resista ao olhar de um cachorro pidão implorando por um pedacinho de comida, né?! No entanto, oferecer comida humana para o pet diariamente é uma atitude que pode influenciar bastante no peso do animal, mesmo que seja só um pedacinho. Dependendo do porte e idade do cachorro, um pedacinho já é mais do que o suficiente para exceder as calorias necessárias para a dieta do cão. Quando isso acontece frequentemente, é inevitável que ele ganhe peso e fique obeso. 

Quando falamos de fatores que fazem o cachorro engordar, o vilão não é nem a ração, nem o sachê, mas sim as comidas humanas oferecidas de pouquinho em pouquinho todos os dias. É claro que a quantidade e qualidade da ração, seca ou úmida, podem influenciar no ganho de peso, por isso é importante ficar de olho no rótulo e seguir as recomendações do veterinário à risca.  

Imagem Quiz:O que seu cachorro faz para ganhar a comida dos humanos?

O que seu cachorro faz para ganhar a comida dos humanos?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Fique atento aos alimentos que cachorro não pode comer

A maioria dos tutores está cansado de saber quais são os alimentos que cachorro não pode comer, como chocolate, abacate, cebola e alho. Altamente tóxicos para os cães, eles podem provocar uma série de consequências, como vômitos, diarreia, epilepsia e, em casos mais graves, até a morte. No entanto, existem alimentos que não estão nessa lista, mas que se forem oferecidos para o cão diariamente - mesmo que só um pedacinho- , podem contribuir para o ganho de peso animal. Veja quais são:

  • Pães: é muito comum tutores oferecerem pedacinhos de pão para os peludos durante o café da manhã ou lanche da tarde, mas esse é um comportamento que deve ser evitado para não deixar o cachorro obeso. Isso porque os pães são alimentos ricos em carboidratos, e o consumo diário pode levar ao excesso de calorias que favorecem a obesidade canina.
  • Arroz: assim como o pão e o macarrão, o arroz também é fonte de carboidratos. Isso significa que a ingestão diária desses produtos, mesmo que seja só um pouquinho, aumenta o consumo de calorias na dieta do cachorro e consequentemente o ganho de peso.
  • Queijos: o cachorro pode comer queijo, desde que não ultrapasse as calorias diárias que devem ser consumidas pelo animal e que seja um queijo com baixo teor de gordura sem sal, como a ricota e queijo minas. Outros tipos de queijo, como brie e prato, são ricos em gordura e podem levar à obesidade canina. Vale lembrar que alguns cães podem ter intolerância a lactose e o consumo de queijo pode levar a quadros de diarreia. 
  • Carnes: as carnes até podem fazer parte da alimentação do pet, desde que sejam recomendadas e acompanhadas por um nutrólogo canino. No geral, como as carnes gordurosas podem contribuir para o ganho de peso animal, não é nada recomendado dar um pedacinho de carne para o pet, especialmente se ele não está acostumado com a alimentação natural para os cães. As carnes podem causar irritação no sistema digestivo do cachorro, e se estiver crua, pode conter bactérias que fazem mal para a saúde animal. 
  • Embutidos:  os embutidos, como mortadela, linguiça, salsicha, salame e vários outros, são alimentos gordurosos e perigosos para a saúde do cachorro. Além da grande quantidade de calorias, eles contêm conservantes e aditivos que podem provocar alergias em cachorro e desconforto gastrointestinal. Então se você estava em dúvida se cachorro pode comer salsicha, saiba que a resposta é não.
     
cachorro obeso da raça Dachshund ao ar livre de coleira
O cachorro obeso pode desenvolver doenças cardíacos, respiratórios e problemas na articulações<br>

Quais são os riscos da obesidade canina?

Embora a obesidade canina possa parecer um problema pequeno, ela pode representar um grande risco para a saúde animal. Por essa razão, é fundamental que os tutores estejam atentos ao que o pet ingere no dia a dia e também no estilo de vida que ele apresenta. A obesidade pode levar a problemas de saúde como a diabetes em cães, doenças no coração, problemas nas articulações, no sistema gastrointestinal e até dermatológicos.

É essencial, portanto, que os tutores evitem dar comidas humanas para os cães. Além de calóricos, muitos desses alimentos são produzidos com a adição de gorduras, sal e temperos como alho e cebola, que são tóxicos para cachorro. 

Como fazer um cachorro obeso emagrecer?

Para o cachorro obeso perder peso de maneira saudável, é preciso que o tutor adote algumas medidas. A primeira delas é levar o animal para uma consulta veterinária para realizar exames e orientações de um profissional qualificado. Isso porque a obesidade pode estar relacionada com algum problema na saúde do cachorro que contribui para o ganho de peso. Se não for o caso, essas dicas que o Patas da Casa separou podem ajudar o peludo a emagrecer.

Faz mal dar calmante para cachorro? O vet do meu cãozinho disse que somente nessas situações é recomendado o uso

Você já se perguntou em algum momento se pode dar calmante para cachorro? Tem tutores que procuram o medicamento para lidar com o co...

O que acontece se um cachorro grande cruzar com uma cadela pequena?

O cruzamento de cachorro faz parte do comportamento natural e instintivo desses animais. Os machos estão sempre prontos e disponívei...

Alimentação

Veja o motivo desta comida ser considerada a pior de todas para a saúde do seu cachorro

Nem tudo que a gente come é liberado para os cães. Alguns alimentos, inclusive, são considerados bastante tóxicos e prejudiciais par...

Raças

Cachorro inteligente: essas são as raças que vão se sair melhor nas aulas de adestramento, segundo especialistas

A inteligência canina não pode ser subestimada e nem comparada com a humana. Afinal, estamos falando de duas espécies bem diferentes...

Faz mal dar calmante para cachorro? O vet do meu cãozinho disse que somente nessas situações é recomendado o uso

Você já se perguntou em algum momento se pode dar calmante para cachorro? Tem tutores que procuram o medicamento para lidar com o co...

Gato não acredita no que vê quando percebe que seus humanos arrumaram um jeito de vigiar sua intimidade

A câmera para monitorar pet é um ótimo investimento para os tutores que passam muito tempo fora de casa, mas estão sempre preocupado...

Por que os gatos saem correndo depois de usar a caixa de areia? Um dos motivos pode ter a ver com instinto selvagem

Bastante higiênicos, os felinos se acostumam desde cedo a usar a caixa de areia para gatos. Para eles, é algo totalmente natural e q...

O que acontece se um cachorro grande cruzar com uma cadela pequena?

O cruzamento de cachorro faz parte do comportamento natural e instintivo desses animais. Os machos estão sempre prontos e disponívei...

Ver todas