Saber diferenciar os alimentos que cachorro pode comer daqueles que ele não pode é fundamental para a manutenção da saúde dos pets. Então será que o cachorro pode comer salsicha? Ou será que o ingrediente faz parte da lista de “alimentos proibidos para cães”? Essa é uma questão que desperta a curiosidade de muitos tutores, principalmente quando acontece um evento festivo e você tem que lidar com um cachorro pedindo comida o tempo todo — mesmo aquelas que ele não pode comer.

Teste seus conhecimentos sobre a saúde de cachorro!

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Não tenho pets
Tenho cão
Tenho gato
Tenho cão e gato
Autorizo receber comunicações e publicidade da NESTLÉ®.

Para entender de uma vez por todas se pode dar salsicha para cachorro, assim como os cuidados e riscos disso, o Patas da Casa preparou uma matéria especial. Tire todas as suas dúvidas a seguir!

Cachorro pode comer salsicha?

Não, não pode dar salsicha para cachorro. Esse é um alimento embutido que leva uma série de ingredientes que podem fazer muito mal para os cães. Na composição, há excesso de sal e gordura, além de temperos que são totalmente contra indicados para os pets, como pimenta, cebola e alho. Para completar, o conservante é outro agravante do alimento ultra processado.

Por esses motivos, não se pode dizer que cachorro pode comer salsicha. O embutido, que muitas vezes é feito a partir de carne triturada com gorduras, ossos e vísceras, é uma das piores escolhas para agraciar seu cãozinho. Inclusive, é um alimento que muitas pessoas criticam também no consumo humano, já que não tem nenhum benefício nutricional e é altamente calórico.

Cão próximo de uma salsicha e outros embutidos

Entenda os riscos de dar salsicha para cachorro

Outra dúvida comum quando falamos da salsicha: pode dar para cachorro em pequenas quantidades? E a verdade é que um pedacinho que o cão comeu do chão em uma ocasião isolada no geral não é tão perigoso assim. Acidentes acontecem, mas é importante ter muito cuidado e não fazer disso um hábito! Os riscos que o ultra processado traz para a saúde do cachorro são inúmeros, como:

  • Obesidade
  • Vômitos
  • Diarreia
  • Alergia alimentar
  • Problemas renais

Por ter uma alta concentração de calorias, o primeiro risco é bem óbvio: o alimento contribui para a obesidade canina, e é ainda pior para cães que já estão acima do peso. Também há o risco de vômitos e diarreia, porque é um tipo de comida que não é bem digerida pelo organismo canino. Além disso, a alergia alimentar em cães pode surgir devido à presença de conservantes. Por último, o excesso de sal prejudica o funcionamento dos rins, o que pode ser um problema para cães renais ou com algum tipo de predisposição a essas doenças.

Diferente da salsicha, você pode dar para cachorro opções mais saudáveis

Não pode dar salsicha para cachorro, mas existem várias alternativas que são viáveis para incrementar o cardápio do seu pet e que não vão fazer mal a ele. Por isso, além da ração, vale pesquisar sobre os melhores petiscos para cachorro. Os snacks são super apropriados para agradar o paladar do animal e fugir da rotina. 

Eles podem ter diferentes formatos e sabores, como os clássicos biscoitinhos e o bifinho para cachorro de carne, frango, picanha ou linguinha. Outra opção que faz muito sucesso é o petisco para limpar os dentes do animal, que ajuda a prevenir problemas bucais como o tártaro.

Além dos snacks, você também pode procurar por alternativas caseiras — desde que elas não sejam prejudiciais para os pets. Aqui vale apostar em frutas para cachorro, verduras, legumes e até ovo!