close
Saúde

Lúpus canino: como a doença autoimune em cães se desenvolve e quais as raças mais afetadas?

Atualizado · 28 de julho de 2021 · 16h56

Publicado · 28/07/2021 · 16h55

O lúpus canino é uma doença autoimune que precisa de tratamento ao longo de toda a vida
O lúpus canino é uma doença autoimune que precisa de tratamento ao longo de toda a vida

Uma doença conhecida entre os humanos que também atinge os nossos amigos de quatro patas é o lúpus em cachorro. Essa doença autoimune em cães acontece quando células saudáveis do organismo atacam a si mesmas, deixando o sistema imunológico canino fragilizado e propenso a contrair diversos problemas de saúde. O lúpus canino não é muito conhecido e nem sempre é fácil detectar os sintomas clínicos. Por isso, é importante entender como o lúpus em cachorro se desenvolve, quais as raças mais afetadas e como ele pode se manifestar no seu pet.

O que é lúpus canino: entenda as causas dessa doença que atinge os cães

O lúpus canino é uma doença autoimune. Isso significa que é o próprio sistema imunológico do animal que ataca as células saudáveis do seu corpo, deixando a saúde animal fica bastante abalada. A causa dessa doença autoimune em cães ainda não é muito conhecida. Porém, acredita-se que alguns cachorros têm predisposições genéticas para desenvolver a doença, que é intensificada devido a fatores externos - como exposição solar - ou pela ingestão de certos medicamentos. Como a exposição ao sol tem relação com o aparecimento do lúpus, cães ficam mais vulneráveis a doença no verão e a remissão nos meses de inverno.

Algumas raças de cachorro estão mais suscetíveis a desenvolver o lúpus canino

O lúpus em cães não é uma condição tão comum, mas existem algumas raças de cachorro que têm maior predisposição a desenvolvê-la por questões genéticas. Dentre elas, estão: Poodle, Pastor Alemão, Beagle, Border Collie, Husky Siberiano, Afghan Hound, Shetland Sheepdog, Setter Irlandês e Old English Sheepdog. Mesmo sendo mais frequente nessas raças, outros cães também podem desenvolver o lúpus canino. Portanto, é sempre bom ficar atento aos sinais, independentemente da raça do seu pet.

O lúpus em cachorro pode se apresentar de duas maneiras

O lupus em cachorro se manifesta de duas formas, que vão depender dos órgãos afetados. A primeira é o Lúpus Canino Eritematoso Discoide (LED). Essa é a forma mais leve da doença, pois atinge somente a pele do animal, principalmente nas regiões da face, orelha e focinho. A outra forma é o Lúpus Canino Eritematoso Sistêmico (LES). O LES é multissistêmico, o que significa que pode afetar qualquer órgão do animal e não apenas a pele. Dentre os principais estão pele, rins, articulações e coração.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    O lúpus em cachorro tem mais chance de aparecer em certas raças como Pastor Alemão, Beagle e Poodle
    O lúpus em cachorro tem mais chance de aparecer em certas raças como Pastor Alemão, Beagle e Poodle

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    A cinomose canina é uma das doenças de cachorro mais perigosas e sérias, principalmente porque pode afetar cães de todas as idades e raças e é altamente contagiosa. O que causa cinomose é um vírus da família Paramyxovirus, e quando o animal não é tratado da forma correta, a doença pode até ser fatal (não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele). 

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar
    Saúde animal

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar

    Encontrar sangue nas fezes do cachorro é um sinal de que algo está fora do normal. O cocô com sangue em cachorro é uma questão que deve ser sempre levada a sério. Há diversas razões para isso acontecer, desde um episódio momentâneo - mais simples de resolver - até doenças mais graves - como a gastroenterite hemorrágica ou câncer em cães. 

    Como identificar o lúpus em cães?

    No lúpus, cães apresentam sintomas de acordo com o órgão que for atacado. No caso da LED, cujo único órgão afetado é a pele, os sintomas costumam ser lesões, feridas, despigmentação do focinho e descamações que podem levar a úlceras e sangramentos. A aparência do cão pode até ser alterada em virtude dessas lesões.

    Na LES, esses mesmos sintomas podem aparecer, além de insuficiência renal, dor articular, febre, estomatite, broncopneumonia, anemia, gengivas pálidas, artrite, músculos inflados (inclusive o do coração), problemas de circulação que levam a dores musculares, letargia, problemas gástricos, perda de pelo, anorexia, convulsões e aumento de órgãos como fígado e baço. O animal com lúpus canino não necessariamente vai apresentar todas essas condições, pois isso vai depender de quais órgãos foram atingidos.

    O diagnóstico do lúpus canino nem sempre é fácil

    Como os sintomas do lúpus canino são muito variados, o diagnóstico pode demorar, pois a doença muitas vezes é confundida com outras patologias. Para diagnosticar corretamente o lúpus em cães, é preciso observar atentamente o comportamento do animal. O veterinário muitas vezes começa com uma hipótese de doença e vai descartando até chegar ao lúpus canino por meio de exames laboratoriais. Os mais comuns são exame de sangue, de urina, radiografias, teste de anticorpos e biópsias dos órgãos afetados, principalmente da pele. O lúpus canino é diagnosticado corretamente após os resultados desses exames.

    O tratamento do lúpus em cachorro ajuda a melhorar  qualidade de vida do animal 

    Não existe uma cura para o lúpus canino, mas existe tratamento que ajuda a controlar os sintomas. Como se trata de uma doença autoimune em cães, o sistema imunológico é constantemente atacado e, por isso, o animal têm mais chances de adquirir outras doenças. Por isso, o tratamento se faz necessário ao longo de toda a vida do pet. Geralmente é feito através de medicamentos anti-inflamatórios, suplementos vitamínicos (principalmente vitamina E) e imunossupressores. O veterinário é quem prescreve o tratamento para cada cão, dependendo da gravidade e dos órgãos mais afetados. Em caso de piora do lúpus, o cachorro pode precisar ser internado. Além disso, é muito importante evitar a exposição do animal ao sol e sempre aplicar protetor solar para cães. Seguindo o tratamento corretamente, o animal com lúpus canino consegue ter os sintomas controlados e ter uma boa qualidade de vida. 

    Redação: Maria Luísa Pimenta

    Sintomas da gripe canina: infográfico mostra quais são os principais

    Próxima matéria

    Sintomas da gripe canina: infográfico mostra quais são os principais

    Como é a saúde do Husky Siberiano? A raça de cachorro tem propensão para desenvolver alguma doença?
    Saúde

    Como é a saúde do Husky Siberiano? A raça de cachorro tem propensão para desenvolver alguma doença?

    É praticamente impossível resistir ao charme de um Husky Siberiano. A raça tem uma forte presença, com pelos brilhantes e um olhar penetrante que às vezes até chega a intimidar. Mas quem pensa que eles são cães agressivos devido à semelhança com lobos se engana. No fundo, o Husky Siberiano (filhote ou adulto) é um super companheiro, carinhoso e bastante apegado a sua família. O problema é que a raça pode ter alguns probleminhas de saúde no decorrer da sua vida, mesmo que ele receba todos os cuidados necessários. A seguir, separamos as principais doenças que podem acometer a saúde do cachorro Husky.

    Doença renal em cães: quais são as raças de cachorro com mais predisposição para o problema?
    Saúde

    Doença renal em cães: quais são as raças de cachorro com mais predisposição para o problema?

    Assim como acontece com os humanos, a doença renal em cães é um problema bastante delicado e que, no geral, surge silenciosamente. Por isso, é importante redobrar a atenção com o seu amigo de quatro patas, principalmente se ele fizer parte de algumas das raças de cachorro que têm maior predisposição para essas doenças, como o Poodle, o Beagle ou o Golden Retriever. Para te ajudar a entender um pouco mais sobre o assunto, preparamos uma matéria com os principais tipos de doença renal que atingem os doguinhos e quais são as raças mais afetadas por cada um desses problemas. Tire suas dúvidas e saiba como identificar um cachorro com insuficiência renal a seguir!

    Hipotireoidismo em cães: entenda como a doença afeta os caninos!
    Saúde

    Hipotireoidismo em cães: entenda como a doença afeta os caninos!

    Assim como as pessoas, os cachorros também podem desenvolver um quadro de hipotireoidismo. O problema acontece quando a tireoide, glândula responsável por produzir hormônios, passa a não funcionar corretamente. Embora não seja considerada uma doença grave, a condição exige acompanhamento veterinário regular e bastante atenção por parte dos tutores. Para entender melhor o assunto e tirar todas as dúvidas a respeito do hipotireoidismo canino, o Patas da Casa conversou com a Dra. Cristina Elillo, que trabalha como veterinária há mais de vinte anos. Confira!

    Vira-lata: tudo o que você precisa saber sobre os cães sem raça definida (SRD)
    Adoção

    Vira-lata: tudo o que você precisa saber sobre os cães sem raça definida (SRD)

    O vira-lata é o cachorro mais querido e presente nos lares brasileiros. E não é pra menos, né? Esperto, brincalhão e cheio de amor para dar, ele é um ótimo candidato a transformar a sua casa em um lugar mais divertido e, de quebra, ser um companheiro para todas as horas. Oficialmente chamado de sem raça definida (SRD), o cachorro vira-lata não tem uma origem clara e possui características que o tornam único. O cãozinho SRD desperta muitas dúvidas entre os tutores: quanto tempo vive um vira-lata? 

    Ver Todas >

    Respiração do cachorro: saiba tudo sobre essa parte da anatomia canina, gripe em cachorro e cuidados
    Saúde animal

    Respiração do cachorro: saiba tudo sobre essa parte da anatomia canina, gripe em cachorro e cuidados

    Conhecer a anatomia canina e a fisiologia animal é fundamental para compreender melhor como o corpo do seu animal de estimação funciona. Você sabia que existe gripe em cachorro, por exemplo? Que um cachorro com respiração curta e rápida pode ter um problema cardíaco? Ou então que é mais comum ver o cachorro gripado no inverno? O Patas da Casa te conta tudo sobre a respiração do cachorro, desde sua anatomia até os problemas de saúde que podem surgir relacionados a ela. Confira!

    Sangue nas fezes do cachorro: tudo sobre o sintoma e quais doenças pode indicar
    Saúde animal

    Sangue nas fezes do cachorro: tudo sobre o sintoma e quais doenças pode indicar

    Ver sangue nas fezes do cachorro sempre assusta qualquer tutor. Por não ser normal, logo se imagina que essa condição é sinal de que algo muito grave está acontecendo na saúde do cachorro. O sangue nas fezes do cachorro - filhote ou adulto - é algo que realmente precisa de atenção e ser bem investigado. Mas a verdade é que existem inúmeras possibilidades para o que pode ser sangue nas fezes do cachorro, algumas delas bem perigosas e outras mais fáceis de serem curadas. O Patas da Casa te explica tudo sobre esse sintoma e conta que doenças essa condição pode estar indicando. Confira!

    Mielopatia degenerativa em cães: 5 perguntas e respostas sobre a doença que pode deixar o cachorro paraplégico
    Saúde animal

    Mielopatia degenerativa em cães: 5 perguntas e respostas sobre a doença que pode deixar o cachorro paraplégico

    A Mielopatia Degenerativa é uma doença de cachorro que assusta muitos tutores por aí. Ela é um mal que acomete a medula espinhal do cão, trazendo uma série de problemas que vão afetar a qualidade de vida do animal até a sua morte. Comparada a esclerose lateral amiotrófica (ELA) em humanos, ela também leva a perda gradual dos movimentos do cão, resultando em um pet que não consegue movimentar suas patas e posteriormente, fazer suas necessidades básicas. Se você desconfia de que seu amigo de quatro patas pode estar com Mielopatia Degenerativa e tem perguntas sobre como lidar com essa enfermidade, respondemos às maiores dúvidas que os tutores costumam ter.

    Anatomia felina: tudo sobre a respiração do gato, funcionamento do sistema respiratório, gripe em gatos e mais
    Saúde animal

    Anatomia felina: tudo sobre a respiração do gato, funcionamento do sistema respiratório, gripe em gatos e mais

    A anatomia do gato vai muito além do que vemos por fora. No interior do bichano, existem diversos órgãos trabalhando juntos e formando sistemas que permitem todo o funcionamento do corpo. Um desses sistemas é o respiratório, responsável pela respiração do gato. Mesmo sendo um dos processos mais importantes que acontecem no corpo, muitos tutores têm dúvidas sobre a respiração. 

    Ver Todas >