Cuidados

Latido de cachorro: saiba identificar os tipos e descubra o que seu pet quer dizer

Os latidos dos cachorros podem ter diversos motivos. É preciso saber identificar cada um deles para saber como agir.
Os latidos dos cachorros podem ter diversos motivos. É preciso saber identificar cada um deles para saber como agir.

Alguns cãezinhos latem sempre, outros são tão silenciosos que ouvir a voz deles já é sinal de que algo não está muito bem, mas uma coisa é certa: o som de latido de cachorro é algo inevitável para quem tem esse amigo de quatro patas em casa. Por serem uma das principais maneiras que eles têm de se comunicar, os latidos podem significar várias coisas diferentes, como muita alegria, perigo, agitação ou, até mesmo, dor. Saber interpretar os tipos de latido de cachorro é essencial para que você consiga ajudar o seu amigo sempre que ele precisar. Por isso, nós juntamos aqui embaixo os sinais que identificam cada um deles: dá uma olhada!

Latido de cachorro entediado: nem ele gosta de ficar sem ter o que fazer

Cachorros que passam muito tempo sozinhos em casa, sem nenhuma forma de distração, costumam dominar o latido entediado. Por isso, no caso dos cachorros muito ativos, é sempre bom deixar alguns brinquedinhos à disposição e separar uma parte do dia, depois que você chega em casa, para ele liberar energia com um passeio, prática de esporte ou brincadeira. Os cachorros muito apegados ao dono também costumam latir nessa situação por se sentirem sozinhos e precisam de atenção para não desenvolverem um problema comportamental como a ansiedade de separação.

Latido de cachorro feliz: fácil de identificar e cheio de amor para dar

Não importa a quantidade de tempo que você ficou fora: sempre que você chega, o cachorro faz festa e mistura latidos altos e repetidos com saltinhos, rodopios e muito rabo balançando. Esse é o latido de felicidade, que serve para mostrar que ele está tão eufórico com uma situação que não consegue expressar de uma forma só: tem que ser tudo junto!

Latido de cachorro carente: quando ele precisa chamar a sua atenção

Depois de ficar muito tempo sozinho e trocar o latido de tédio pelo de felicidade, pode ser que seu cachorro te mostre o latido carente. Esse tipo é direcionado a você e pode vir junto de uma patinha dada ou de tentativas de se aproximar. Nesse momento, tudo o que ele quer é carinho e está comprovado (por nós mesmos) que negar é um crime imperdoável, ok?

 

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

As crises alérgicas costumam acontecer:

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
    Cachorros com medo também podem latir alto. Nesses casos, é preciso deixá-los seguros.
    Cachorros com medo também podem latir alto. Nesses casos, é preciso deixá-los seguros.

    Mais Lidas

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
    Comportamento animal

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

    Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
    Comportamento animal

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

    Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos
    Comportamento animal

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos

    Quem tem um gatinho já deve ter percebido que eles costumam afofar ou “amassar pãozinho” em algumas circunstâncias específicas. Os movimentos lembram uma massagem. Antes de deitar, quando estão no colo do dono ou quando encontram uma coberta fofinha e macia. Se mesmo sem saber porquê eles fazem isso a gente já acha a coisinha mais linda do mundo, imaginem depois de saber? Vem com a gente desvendar!

    Latido de cachorro protetor: muito comum de acordo com a raça do animal

    Muito confundido com o latido de cachorro bravo, esse tipo de som geralmente acontece quando o seu cãozinho acha que você está em perigo de alguma forma. Durante um passeio, por exemplo, cães que têm o instinto de caça e proteção podem latir desse jeito para pessoas ou animais desconhecidos que se aproximam. Geralmente, esse latido vem junto de rosnados e de uma postura de ataque, com pelos arrepiados e rabo levantado. Para ajudar, invista na socialização do animal desde os primeiros meses de vida.

    Latido de cachorro territorialista: o que é dele, é dele

    Algumas raças de cachorro são naturalmente territorialistas, ou seja: gostam de proteger o espaço em que vivem, seus objetos e, até mesmo, o protagonismo na vida do dono. Esse latido é muito comum com visitas, quando você adota um novo animal ou quando alguém se aproxima de você durante um passeio e tira o lugar dele ao seu lado. É um sinal de que aquele lugar já tem dono — e, no caso, é ele.

    Latido de cachorro com medo: o famoso rabinho entre as pernas vem junto com esse

    As motivações do latido amedrontado podem variar de acordo com o que costuma assustar o seu cachorro, mas a postura é mesma. Eles podem tremer pela tensão e costumam tentar se afastar do foco do medo, se retraindo num cantinho, demonstrando incômodo e desconforto com o rabo entre as patas traseiras. Dias de chuva com muitos trovões, fogos de artifício ou barulhos muito altos podem ser o gatilho para esse comportamento.

    Latido de cachorro doente: quando ele está sentindo alguma coisa e quer chamar a sua atenção

    Um cachorro doente costuma ficar mais quietinho e, muitas vezes, nem se movimenta muito, mas em alguns casos ele também pode latir ou uivar por estar sentindo alguma dor ou incômodo. Vale a pena prestar atenção aos outros sinais físicos que ele pode estar dando e, se for isso mesmo, pedir a ajuda de um veterinário.

    Arranhador de sofá: o investimento vale a pena? Quando é indicado?

    Próxima matéria

    Arranhador de sofá: o investimento vale a pena? Quando é indicado?

    Cachorro vomitando? Saiba identificar os diferentes tipos de vômito e quando é preciso levar ao veterinário
    Vômito

    Cachorro vomitando? Saiba identificar os diferentes tipos de vômito e quando é preciso levar ao veterinário

    Assim como acontece com humanos, o cachorro vomitando sinaliza uma condição que pode ter diferentes causas: desde a ingestão de alguma coisa que não devia até uma doença bacteriana mais grave. Como ainda não inventaram uma forma de comunicação efetiva entre humanos donos e os cachorrinhos, fica difícil de saber o que está acontecendo de verdade. Ainda assim, existem formas de identificar o problema e ajudar o seu amigo de quatro patas da melhor forma possível. Por isso, hoje o Patas da Casa vai te ajudar: continue com a gente para aprender a separar os diferentes tipos de vômito de cachorro e saber quando é necessário fazer uma visita ao veterinário!

    Comportamento canino: entenda os diferentes tipos de personalidade e aprenda a identificar o padrão do seu pet
    Adestramento

    Comportamento canino: entenda os diferentes tipos de personalidade e aprenda a identificar o padrão do seu pet

    Assim como os humanos, os cães também tem um jeitinho próprio de se comunicar com o mundo ao seu redor. É algo que faz parte da personalidade deles e, por isso, é importante entender alguns aspectos do comportamento canino para estreitar a relação com esses animais. Será que você tem um cachorro mais destemido ou medroso? Comunicativo ou tímido? Amigável ou agressivo? 

    Pug com alergia: saiba quais os tipos mais comuns da raça de cachorro pequeno
    Saúde

    Pug com alergia: saiba quais os tipos mais comuns da raça de cachorro pequeno

    Há quem pense que todos os cães enfrentam o mesmo tipo de problemas ao longo da vida, mas não é bem assim. Algumas raças de cachorro têm detalhes muito característicos na anatomia que favorecem o desenvolvimento de condições específicas. Uma prova disso são os casos de alergias em Pugs: por causa das dobrinhas e rugas que têm pelo corpo, eles acabam tendo uma propensão maior a desenvolver diferentes tipos de dermatites alérgicas. Por isso, ao dar as boas-vindas a um Pug na sua casa, o ideal é que você saiba o que pode causar essas alergias e como reagir caso o seu animalzinho apareça com algo do tipo. Hoje, o Patas da Casa vai ao seu socorro: descubra, aqui embaixo, mais sobre esse problema!

    Como saber se o cachorro está com febre? Saiba identificar a temperatura do seu pet
    Saúde

    Como saber se o cachorro está com febre? Saiba identificar a temperatura do seu pet

    Uma das partes mais difíceis de cuidar de animais de estimação é, justamente, o momento em que eles ficam doentes e você não sabe exatamente o que está acontecendo. Assim como acontece com os humanos, no organismo de um cachorro com febre provavelmente tem algo fora do comum que vai além do aumento da temperatura. Para te ajudar a identificar essa condição no seu cãozinho, nós conversamos com a veterinária Isabela Pires, do Rio de Janeiro, e ela explicou como você pode medir a temperatura e saber se o seu cachorrinho está quente. Dá uma olhada!

    Ver Todas >

    Gato gigante: como é o comportamento dos felinos que são maiores que o normal?
    Comportamento animal

    Gato gigante: como é o comportamento dos felinos que são maiores que o normal?

    Os felinos são animais misteriosos, elegantes e apaixonantes. Os gatos gigantes, além de carregarem todas essas virtudes, possuem o diferencial de serem enormes - muitas vezes podendo pesar mais de 10kgs. As raças de gato gigante despertam muitas curiosidades nas pessoas, principalmente sobre o comportamento desses grandes pets. Afinal de contas, se você pretende ter um gato gigante como seu novo amigo, é importante saber como será seu temperamento. 

    5 truques para ensinar ao cachorro em casa
    Comportamento animal

    5 truques para ensinar ao cachorro em casa

    Muitos tutores se perguntam como ensinar truques para cachorro, mas acabam desistindo no meio do caminho. De fato, esse é um processo que requer muita paciência, persistência e firmeza na hora de repassar os comandos para os cães, mas aqui vai um spoiler: todo o esforço vale muito a pena! Os truques para cachorro são uma ótima forma de estimular a mente do seu doguinho, educá-lo e até de melhorar a comunicação entre vocês. 

    Gatos escolhem seus donos?
    Comportamento animal

    Gatos escolhem seus donos?

    Adotar gato é sempre um lindo ato de amor e carinho. Mas muitas vezes os tutores dizem que não foram eles que escolheram o gato, mas sim que “um gato me adotou”. Às vezes ele aparece na sua porta, invade sua casa ou te segue na rua. E vamos combinar que é impossível não se apaixonar por um bichano com olhar pidão, né?! Os gatos são únicos e têm comportamentos muito peculiares, o que fazem deles ótimas companhias.   

    Gato morde para demonstrar carinho?
    Comportamento animal

    Gato morde para demonstrar carinho?

    Seu gato morde quando você faz carinho nele? Se a resposta for sim, então você provavelmente já se questionou por que os gatos mordem e qual é o significado dessas mordidinhas. Muitas pessoas têm dúvidas se o comportamento é sinônimo de afeto ou não, já que os felinos costumam expressar seus sentimentos de forma diferente do que estamos habituados. Eles são mais sutis, delicados e às vezes acabam sendo mal interpretados. 

    Ver Todas >